Paris

Fazer turismo em Paris é o sonho de consumo da maior parte dos viajantes, independente do estilo. É que a Cidade Luz é ao mesmo tempo romântica e agitada, cosmopolita, moderna e tradicional e ainda cheia de atrativos culturais e de lazer, com belas paisagens naturais e arquitetônicas e uma gastronomia única.

Com tudo isso, não é de estranhar que praticamente todo mundo tem vontade de conhecer Paris, seja inspirado pelo clássico, Meia noite em Paris; pela série mais recente Emily em Paris ou ao ver os jogos do Paris Saint Germain.

E a cidade “não se faz de rogada” já que pode ser visitada em qualquer estação do ano e oferece paisagens e atrações realmente incríveis, seja para os adultos ou para as crianças, a exemplo da Disney Paris.

O resumo de tudo isso é: a capital francesa é tudo aquilo que dizem, sim! E visitar o destino é sempre uma experiência encantadora, não importa se é a primeira vez ou a centésima vez que você está na cidade. É sempre muito bom visitar Paris.

Quer saber mais sobre o turismo em Paris? Veja neste artigo todos os links dos posts, com dicas sobre os principais pontos turísticos da cidade, como se locomover, o clima, moeda e tudo sobre Paris.

Planeje sua viagem => Escolha onde ficar em Paris

Saiba mais sobre seguro viagem para França »

Onde fica Paris: mapa da cidade

A Cidade Luz é cortada pelo Rio Sena e fica no cruzamento das rotas terrestres e fluviais de escoamento agrícola.

Paris é a capital e cidade mais populosa da França, com mais de 2,2 milhões de habitantes vindos de todo o canto do mundo. Além de ser a capital da região administrativa da Ilha da França.

Essa posição privilegiada fez com que a cidade fosse uma das principais cidades francesas já no séculos XIV, o que fez com que a corte fixasse residência e aumentasse ainda mais o desenvolvimento parisiense.

Ao longo de sua história, a Cidade Luz sempre se destacou em relação a educação e a arte. Tanto que no século XVIII se tornou o Centro Cultural da Europa e no século XIX, quando teve ascensão Belle Époque, período de fervilhada cultura cosmopolita, Paris se tornou a capital da arte e do lazer.

  • País: França
  • Região: Île-de-France
  • Área total: 105,40 km²
  • Continente: Europa
  • População total: 2. 148 271 hab.
  • Língua oficial: francês
  • Adesão à União Europeia: 1 de janeiro de 1958
  • Moeda: euro. Membro da zona euro desde 1 de janeiro de 1999
  • Schengen: Membro do Espaço Schengen desde 26 de março de 1995

CLIQUE AQUI para agendar os melhores passeios em Paris »

Fotos de Paris

Paris é o melhor exemplo de que uma imagem vale mais que mil palavras. Inclusive, elas irão lhe faltar ao se deparar com a grandeza da Torre Eiffel, as luzes de natal da Champs Élysées ou até mesmo a vista deslumbrante do alto da Sacre Coeur.

Eu sempre fico sem palavras quando a Torre começa a piscar em determinados momentos inesperados. E não sou sou eu, não, tá? É uma euforia geral em meio a aplausos, gritinhos e muitas fotos no no Champ de Mars quando isso acontece. E são muitos os momentos emocionantes que já vivi na Cidade Luz.

Aqui, tenho uma galeria com as mais belas imagens de Paris para você se inspirar para sua viagem. Abaixo estão apenas 3 das minhas preferidas:

hoteis com vista para torre eiffel
Entardecer.
fotos de paris montmartre
Montmartre.
paris com criança
Carrossel em frente a Torre Eiffel.

Tudo sobre o turismo em Paris

Em 2018, Paris foi a cidade mais visitada da França quando recebeu 89 milhões de turistas estrangeiros somente naquele ano! Um recorde para a cidade que se mantém no topo do turismo mundial.

A nível de comparação, o Brasil inteiro recebeu no mesmo ano 6,6 milhões de turistas. Número inferior aos visitantes de um único ponto turístico parisiense, o Louvre, que atraiu 7,6 milhões de pessoas, segundo a Folha de São Paulo.

O turismo tem uma importância ímpar da cidade. Em anos de pré-pandemia, o setor do turismo chegou a arrecadar 56 bilhões de euros, firmando-se como uma das três cidades do mundo que mais geram receita com o segmento.

Logo, se você pensa em viajar para a cidade, sem sombras de dúvidas, não está sozinho. A cidade é um destino dos sonhos e é preparadíssima para receber bem todo perfil de viajante.

Para te ajudar nessa missão, esse blog de viagem conta com um vasto acervo de artigos sobre o destino criados apenas por viajantes que conhecem bem o destino tanto como turistas quanto como residentes. Prepare-se para fazer turismo em Paris de um jeito prático e apaixonante!

População de Paris

Os primeiros povos identificados estiveram na região por volta de 4.000/3.800 a.C.

Mas a presença humana de forma mais contínua, formando povoados, foi no período Neolítico (também conhecido como Pedra Polida). Ao longo de sua história, Paris foi invadida por diversas civilizações, inclusive os romanos, e também fez parte de várias guerras.

Teve sua população dizimada durante a Peste Negra, pandemia de Peste Bubônica, em 1348. Foi arrasada durante a Guerra dos Cem Anos (1337 a 1453), que ainda gerou um levante popular.

Outro conflito importante na história foi a Revolução Francesa quando a população, cansada da crise econômica, lutou pelo fim da monarquia. Um dos nomes da revolução foi o de Napoleão Bonaparte.

Em 14 de julho de 1789 aconteceu a chamada Queda da Bastilha, quando encarceraram o rei e aboliram a monarquia no país. A Torre Eiffel, inclusive, foi construída para a comemoração de 100 anos da Queda da Bastilha.

A França, assim como Paris, participaram das duas grandes guerras mundiais, quando chegou a ser ocupada pelas tropas alemãs que depois foram expulsos pela população em mais um levante, e os anos entre-guerras foram de crise social e econômica.

Atualmente, a população parisiense ultrapassa os 2 milhões de habitantes.

Clima e temperatura em Paris

Dicas de viagem para Paris, na França
Rio Sena

O clima em Paris é oceânico de transição com temperaturas médias amenas tanto no verão (18ºC) quanto no inverno (6ºC) e há chuvas frequentes em todas as estações do ano. Para dias como esse, leia o artigo sobre o que fazer com chuva em Paris.

Primavera em Paris: todos os tons de rosa!

Visitar a Cidade Luz na estação mais florida do ano é curtir “La vie en rose”, já que a primavera em Paris é, literalmente, cor-de-rosa. As nuances e os tons rosados se devem, em boa parte, à flor de cerejeira,  a característica árvore local, que pode ser vista em dezenas de ruas, praças e parques.

Além de ficar mais bonita do que nunca, as temperaturas amenas também fazem de Paris uma ótima pedida na primavera. Nessa chamada meia-estação, os passeios ao ar livre se tornam extremamente agradáveis. Confira um guia completo com dicas de como aproveitar Paris na primavera.

Outono em Paris: clima ameno e vegetação colorida

O cenário de outono parece ter sido extraído de um filme. Não existe época em que essa cidade não fique bonita, é verdade, mas o outono tem um charme extra. A cartela de cores das ruas de Paris ganha tons alaranjados, amarelos e terrosos, deixando os cartões-postais da Cidade Luz ainda mais fotogênicos.

Além da paisagem maravilhosa, que fica ainda mais dourada quando o tímido sol de outono ilumina a copa das árvores, outro motivo bastante tentador para conhecer o outono parisiense é fugir das filas e alvoroço dos turistas, típico das estações mais quentes da França.

Outra vantagem para conhecer o outono em Paris é que os custos para visitar a cidade também costumam ser reduzidos. É nesse período que as companhias áreas disponibilizam algumas das passagens mais baratas para a Europa, sobretudo no mês de novembro, além de diversas promoções. Leia mais sobre o outono em Paris.

Verão em Paris: dias quentes e ensolarados

Todo mundo quer passar um verão em Paris ou pelo menos deveria querer. Isso porque a cidade é ainda mais encantadora e cheia de vida nessa estação do ano. Até os sons ambientes, típicos de uma grande cidade, parecem mudar. As pessoas ficam mais bem humoradas, mais gentis e o “bonjour” vem sempre acompanhado de um sorriso.

Você ouvirá os pássaros cantando nas praças espalhadas pela cidade, verá muitas pessoas se deslocando de bicicleta e ainda morrerá de amores pelo céu azul do verão parisiense (coisa não tão comum nas outras estações do ano).

Apesar de ter muito o que se fazer em Paris, reuni as principais dicas para aproveitar ao máximo o verão em Paris neste post.

Paris no inverno

Saiba que a Cidade Luz é o melhor destino para observar e prestigiar o charme e a melancolia que essa época do ano traz.

Mas, deixando um pouco de lado o romantismo do céu cinzento de Paris no inverno, é preciso planejamento para que essa aventura seja inesquecível. Afinal, o tempo fica fechado o inverno todo, as temperaturas são muito baixas, há oscilação na sensação térmica, deixando o clima ainda mais frio.

Por isso, é importante saber o que fazer de graça no inverno, o que vestir, onde comer e como se deliciar com os excelentes vinhos e chocolates quentes na capital da França nessa época do ano. Confira tudo isso no artigo Paris no inverno.

Neve em Paris

Entre 21 de dezembro a 20 de março, as temperaturas variam entre 1ºC e 7ºC, mas as sensações térmicas para essa época do ano costumam ser negativas.

Além disso, pode ter dias de neve, embora raramente aconteçam nevascas. Ou seja, a neve costuma ser pouca, mas o suficiente para deixar a cidade mágica.

Sugiro que, assim que a neve comece, você já corra para aproveitar a paisagem, pois a neve derrete rápido em Paris, diferente das regiões ao redor da cidade, principalmente se chover.

Pôr do sol em Paris

O entardecer em Paris é encantador e a cidade coleciona lugares onde podemos simplesmente sentar e observar o sol se pôr. Preparei uma lista no post lugares onde ver o pôr do sol em Paris, com os principais para você planejar e aproveitar para conhecê-los no final da tarde.

Melhor época para viajar para Paris

Amo tanto Paris que acredito que a melhor época para viajar para a capital da França é quando der. De preferência com uma passagem promocional e em boa companhia. Pensando nisso, tenho um guia completo sobre cada mês do ano na cidade e também de cada dia da semana em Paris.

A começar com os artigos sobre como é Paris em janeiro, o que fazer em Paris em fevereiro e tudo o que acontece em Paris em março.

Na estação seguinte, a primavera, é quando a cidade fica naturalmente mais bonita, com as árvores florescendo e as pessoas voltando a fazer muitas atividades ao ar livre.

Se for do seu interesse, veja os eventos de Paris em abril, dicas sobre o que vestir em Paris em maio, e as mudanças no clima com o aumento da temperatura de Paris em junho e Paris em julho, quando chega o verão.

Veja também como é Paris em agosto, época de férias escolares e dias quentes, e dicas de roteiro de Paris em setembro.

No outono, outra fase linda na cidade, fiz artigo sobre como é Paris em outubro e sugestões do que fazer em Paris em novembro, quando o tempo já está esfriando.

Agora é chegada a época em que Paris brilha ainda mais para o mundo inteiro! Paris em dezembro é mágica, fria e inesquecível! E, claro, se você pretende passar as festas de final de ano na Cidade Luz, eu tenho muitas dicas sobre minha época preferida para viajar para a França:

Natal em Paris

Com certeza, a cidade da luz é o melhor destino para você prestigiar a magia e o charme que essa época do ano traz. Paris te proporcionará diversas atrações e muitas delas acontecem somente durante a época natalina.

O natal em Paris, capital da França, é bem diferente do Brasil. A começar pela estação do ano, cuja época é inverno na Europa. Além disso, na véspera do natal e no dia 25 de dezembro, não existem fogos e é um período bem silencioso onde as pessoas se reúnem para apreciar os momentos em família.

Os parisienses adoram apreciar as pequenas coisas da vida, boa comida, bebida e sabem como decorar os ambientes, principalmente no natal. Eu resumo como é a celebração e para onde você pode ir no artigo sobre o Natal em Paris.

Ano novo em Paris

O Ano Novo em Paris é cheio de encantos e atrações. Essa data festiva (nouvel an) pega carona com as magníficas decorações e a magia do Natal que a capital francesa transmite.

Já adianto que não existem grandes badalações e fogos de artifícios que duram horas como no Brasil, mesmo assim acredito que vale a pena passar a data na cidade. Afinal, a Cidade Luz é deslumbrante e merece a sua visita em qualquer época do ano.

Existem eventos para todos os gostos, desde aqueles voltados para os jovens até os mais experientes. Porém, como o Ano Novo se passa no inverno da França. Logo, não dá para ficar batendo perna pela cidade.

Confira algumas informações e sugestões quentinhas do que fazer no réveillon em Paris neste link.

Horário em Paris

O fuso horário de Paris é de 4 horas a mais que o Brasil, levando em conta o horário oficial de Brasília. Porém, quando há horário de verão na França, de março a outubro, a diferença chega a 5 horas. E quando é horário de verão no Brasil, de outubro a fevereiro, a diferença da hora é de apenas 3 horas. Portanto, se você quer saber que horas são em Paris é só saber em qual época do ano está.

Passagem para Paris

Trem para o Aeroporto de Paris

Existem voos que partem do Brasil direto para Paris. Porém, o mais comum é haver conexões, principalmente em cidades cujos países estão mais próximos ao Atlântico, como Portugal ou Espanha. O voo pode durar até 12 horas direto ou mais por conta de uma escala ou conexão.

Ao comprar sua passagem para Paris, se atente ao aeroporto de destino da sua passagem aérea. O Charles de Gaulle é o maior aeroporto de Paris e um dos principais hubs de voos em toda a Europa, localizado 30 quilômetros a nordeste de Paris, na pequena cidade de Roissy. Ele que recebe os voos vindos do Brasil pela Air France e TAM.

O segundo aeroporto mais próximo do centro de Paris, a cerca de 20km de distância, é o Orly. Existe ainda o Aeroporto de Beauvais, ainda mais distante do centro de Paris, utilizado pela companhia de baixo custo Ryanair, comum quando você está em outra cidade europeia e quer ir a Paris. Tudo sobre os aeroportos de Paris está neste post.

Quanto custa uma passagem para Paris?

Para comprar passagem aérea para Paris mais barato espere pelas promoções. Elas sempre aparecem e você poderá pagar menos de R$ 2.500 para ida e volta de Paris (esse valor é altamente variável de acordo com a sua origem). Fuja da alta temporada e aproveite ao máximo sua viagem!

O que fazer perto do aeroporto de Paris?

Se você tem uma conexão maior que 8 horas em Paris, vale a pena sair para conhecer o básico da cidade, sempre levando em consideração o tempo de deslocamento, trânsito e clima. Mas se você nunca esteve na cidade, sugiro que opte por um stopover em Paris de, pelo menos, 3 dias, assim você conhecerá o básico.

Não há muito o que fazer perto dos aeroportos de Paris. A ideia é mesmo se deslocar para a região central da cidade. Para isso, recomendo que você use os ônibus expressos que fazem trajetos mais diretos até bem perto dos monumentos. Uma vez que usar o trem ou metrô com apenas poucas horas disponíveis, pode fazer você perder mais tempo. Ademais, no ônibus, você já pode ir admirando os bairros e ruas de Paris.

Se você estiver no Orly, pegue o Les Bus Direct. Essa linha tem pontos de embarque nos dois terminais do Aeroporto de Orly. E são 5 paradas ao longo do trajeto, que dura cerca de 1 hora, entre elas na Gare Montparnasse, La Motte Picquet, Torre Eiffel, Trocadero e ponto final próximo à Place de l’Étoile, na Av. Champs Elysées.

Sugiro que desça no Trocadero que tem uma vista linda da Torre e, dela, vá até a Champs Elysées caminhando.

Já se você está no Charles de Gaulle indico a linha expressa EasyBus com embarque no terminal 2F. Ela vai direto para o Palais-Royal e Museu do Louvre, localização mais central impossível para você conhecer o básico de Paris.

Pacote de viagem para Paris

Há pacotes de todo preço, duração e categoria para Paris. Se você quer comodidade e não se preocupar com nada referente ao seu planejamento, essa é a melhor opção. Mesmo sabendo que você poderá pagar, no mínimo, 3 vezes mais do que se organizasse a própria viagem para Paris.

Portanto, é possível viajar mais barato se você não se importa de ter muito mais trabalho e responsabilidades. Reservar voos, hotéis, deslocamentos internos, passeios entre outros vai lhe custar um tempo de planejamento, mas lhe dará muita liberdade e um preço mais baixo.

Hotéis em Paris: onde ficar?

Eu já fiquei no  Hotel Mandarin Oriental de Paris que é um hotel de luxo na capital. Mas também já conheci outros hotéis em Paris bem mais baratos e bem localizados. Mas o segredo para se hospedar bem na capital francesa é um só: pesquisa e pesquisa.

O que acontece é que a cidade é imensa e na mesma proporção é o seu metrô. O que significa que ficar próximo a uma estação é a melhor forma de se considerar bem hospedado em Paris. Mas, óbvio que existem os lugares mais cobiçados. E, em geral, são eles:

  • Louvre (1° e 2° ème)
  • Le Marais (3° ème)
  • Pompidou (4° ème)
  • Quartier Latin (5° e 6° ème)
  • Tour Eiffel (7° ème)
  • Champs-Elysées (8° ème)
  • Bastille (11° ème)
  • Montmartre (18° ème)
  • Belleville (20° ème)

No artigo sobre hospedagem em Paris eu explico sobre cada área e indico boas opções de estadia. Se você quer ter uma experiência dos sonhos, não custa descobrir quanto é a diária nos melhores hotéis em Paris com vista.

Airbnb Paris

Ficar em um Airbnb em Paris é interessante se você quer ter mais autonomia e privacidade. Contudo, sem tantos serviços, como em um hotel, por exemplo. Minha dica é que procure sempre por anfitriões e propriedades bem avaliadas, principalmente porque você terá que administrar toda a reserva, pegar chave, combinar detalhes com o proprietário, checkar a estrutura e utensílio que o espaço possui.

Hostel em Paris

Em Paris, há muitos hostels para se hospedar. A principal vantagem por aqui é o preço das diárias, sempre muito mais baratos que as hospedagens que proporcionam mais privacidade.

Mas se você nunca ficou em um hostel não hesite em vivenciar essa experiência, principalmente se a sua intenção é economizar. Apenas escolha um hostel bem avaliado e que ofereça vários serviços (sim, muitos deles possuem bares, áreas de lazer, espaços compartilhados super legais e atividades turísticas!).

Metrô em Paris

Circular por Paris está longe de ser um problema, uma vez que o sistema de transporte público da cidade é muito eficiente, composto por diversas linhas de bonde, ônibus, trem e claro metrô, que é o 2° maior do mundo.

Como existem infinitas opções de trajetos, no início é comum o visitante se confundir um pouco, mas o sistema é bem simples e rapidamente você aprenderá a perambular pela cidade. Para te ajudar, recomendo a leitura do post sobre como funciona o transporte público em Paris

Mapa do metrô de Paris

O metrô de Paris é enorme e acompanhou o desenvolvimento da capital francesa. E como Paris é repleta de atrativos turísticos, você precisará se locomover muito para aproveitar tudo o que a Cidade Luz tem a oferecer!

Abaixo confira o mapa do metrô de Paris direto do site oficial. Se preferir, baixe o app do metrô e consulte todas rotas do seu celular.

Paris Pass

Em relação ao transporte, o Paris Pass oferece viagens ilimitadas grátis nos transportes públicos de Paris. Além disso, ele abrange pontos turísticos e vantagens como acesso rápido, evitando filas (que costumam ser bem grandes na alta temporada).

Além das entradas nas atrações turísticas, o Paris Pass oferece também um cruzeiro no rio sena, ticket do ônibus turístico, ofertas em lojas e restaurantes da capital da luz. Separei todas as informações para você conhecer melhor o Paris Pass. Depois disso, você decidirá se o Paris Pass vale a pena para você.

Moeda de Paris

Paris faz parte da União Europeia (UE) com outros 27 países, sendo o Euro sua moeda circulante, que é a segunda em termos de maior transição no mundo.

O euro foi criado com o intuito de fortalecer o bloco econômico, as relações comerciais entre os países e o poder de negociação. A chamada Zona do Euro foi criada em 1999.

Não adianta levar Real para Paris e não recomendo dólar. Melhor circular com a moeda local.

Como economizar em Paris

A conversão do real para o euro não é nada vantajosa para brasileiros, isso nós sabemos! Mas o que fazer para economizar em uma viagem a Paris? Isso tudo se inicia no planejamento da trip. A começar pela compra da passagem em uma época menos concorrida e com antecedência suficiente para reservar hospedagem e deslocamentos.

Fique sempre de olho nas promoções de passagem aérea para Paris e, se possível, viaje nas datas mais baratas. Em seguida, pesquise bastante por hospedagem e escolha estadias onde seja possível preparar as suas próprias refeições, como hostels, hospedagens domiciliares e apartamentos completos.

No quesito passeios, Paris é fantástica para economizar. A maior parte dos monumentos pode ser vista sem precisar necessariamente entrar (embora ofereçam experiências internas maravilhosas). Você também pode recorrer aos free walking tours que ocorrem em grandes centros turísticos.

Combos de bilhetes de transporte público, museus e outras atrações são sempre bem-vindos e um ticket do ônibus turístico também pode te fazer poupar com diversas paradas nos principais pontos turísticos.

Paris tem museus e atrativos com entrada gratuita em determinados dias e horários e dispõe de parques e jardins esplendidos para curtir sem gastar um centavo. Eu já fiz inúmeros piqueniques e happy hours com vistas lindas apenas com produtos do supermercado.

Com planejamento você pode realizar o seu sonho de ir a Paris!

O que fazer em Paris, França?

Viajar para a Cidade Luz parece nunca ser o suficiente! A apaixonante capital da França tem tantos atrativos que sentimos a necessidade de voltar várias vezes para conhecer a maior parte deles.

Como uma pessoa apaixonada por Paris, sou assertiva em dizer que quanto mais tempo você tiver disponível para conhecer esse destino, melhor.

Esse vídeo do site oficial de turismo de Paris resume bem o que é a cidade. Vale a pena assistir! E, mais abaixo, tudo sobre o que fazer em Paris!

Onde ir em Paris? Veja os pontos turísticos de Paris

Paris não é apenas o destino número 1 da França, mas também está entre os Top 5 da maioria dos viajantes.

Se você ainda não foi a Paris e está cheio de expectativa em relação à cidade, já te aviso que sempre vale a pena conhecer a Cidade Luz.

E mais, você irá querer voltar sempre e, a cada vez, descobrirá novidades na cidade. Paris é demais!

Para começar o tour por Paris, imperdível para quem não conhece a cidade, mas sempre revisitado por quem já a conhece, leia os principais lugares turísticos de Paris.

Esse artigo contém um mapa com 15 lugares essenciais para entender a cidade, como a Torre Eiffel, o Palácio de Versalhes, os jardins das Tulherias, a Praça da Concórdia e de Luxemburgo, entre outros locais turísticos de Paris.

Torre de Paris: um monumento impressionante e gigante!

torre eiffel
Turismo em Paris: Torre Eiffel.

Como cartão-postal mais famoso da cidade, a Torre Eiffel tem sempre lugar especial no coração e nas fotos dos viajantes. Por mais que você já tenha visto fotos ou vídeos, nada se compara ao vê-la ao vivo. Ela é enorme (dá para ver a avenida e o tamanho dos carros na foto acima?).

Pensando nisso, fiz um artigo com os lugares em Paris com melhores vistas para Torre Eiffel, para você tirar fotos fantásticas do monumento, entre elas a partir do Trocadero em Paris.

Para quem prefere ver a cidade de cima da Torre, veja como evitar filas comprando antecipadamente o ingresso da Torre Eiffel.

Notre Dame em Paris: reabre em 2024

A Catedral Notre-Dame de Paris reabre para o público em 2024. Ela está fechada desde o incêndio que ocorreu em 2019. O lugar é um dos pontos turísticos mais emblemáticos de Paris e recebia milhões de visitantes por ano. 12 milhões, para ser mais assertiva.

A promessa é que a restauração recupere grande parte do que foi perdido internamente e que se refaça toda a área externa exatamente como era antes. É esperar para ver!

Enquanto isso não acontece, você pode visitar outras igrejas, como a Sainte Chapelle, cheia de vitrais lindíssimos!

Sacre Coeur: uma vista panorâmica de Paris

atrações gratuitas em paris
Sacre Coeur em Paris

A Sacre Coeur ou Basilique du Sacré Coeur (Basílica do Sagrado Coração), consagrada em 1919, é um dos monumentos mais emblemáticos de Paris. Com o seu estilo romano-bizantino, a Sacré-Couer é reconhecível por sua cor branca majestosa, muitos até a comparam com um bolo de casamento.

O monumento fica no topo do Butte Montmartre, com uma das mais belas vistas panorâmicas da capital, a 130 metros acima do solo. Além disso, a basílica foi projetada em um dos bairros mais charmosos e bem frequentados de Paris: Montmartre. Mesmo assim, podemos avistá-la de muitas partes de Paris, inclusive à noite, quando as luzes se acendem para enfatizar a sua beleza e jamais ser esquecida.

Catacumbas em Paris

E ainda relacionados a lugares mais místicos entre os atrativos da Cidade Luz, leia sobre as Catacumbas de Paris, um lugar que pouca gente conhece, mas que fica impressionada quando descobre que existe isso bem abaixo dos nossos pés!

As catacumbas de Paris são para os turistas que curtem um mistério, turismo alternativo ou até mesmo um pouco de terror. São mais de 320 km de túneis que ficam logo abaixo da capital da França, alguns até alinhados ao teto com caveiras e ossos; você poderá passar bastante tempo neste ponto turístico diferente da Europa.

Arco do Triunfo em Paris: a arquitetura dos detalhes

historia de paris
Arco do Triunfo foi construído para comemorar vitórias do Napoleão.

O Arco do Triunfo é um dos principais monumentos de Paris, na França. Instalado no final na avenida mais famosa da capital, Champs-Élysées, ele é conhecido por estar no centro da Place Charles de Gaulle, antigamente chamada de Place de l’Étoile.

A palavra francesa étoile quer dizer estrela, pelo fato das suas doze avenidas radiais (um dos maiores centros de tráfego da cidade) darem esse formato. Ele também está situado entre o Museu do Louvre e o distrito financeiro com arranha-céus do outro.

O mais interessante em visitar o Arco do Triunfo é poder subir e ver uma deslumbrante vista da cidade luz. Sem contar a história que envolve esse monumento de guerra e sua magnífica arquitetura.

Jardim das Tulherias

Pontos turísticos imperdíveis de Paris

Certamente um dos lugares mais visitados de Paris, principalmente no verão em Paris, o Jardim das Tulherias foi criado no século XVI por ordem de Catarina de Médicis, com o intuito de decorar os arredores do Palácio das Tulherias, onde passava boa parte de seu tempo livre.

Passou por algumas alterações ao longo do tempo, e hoje o parque que conecta o Museu do Louvre a Champs-Elysées, abriga dois importantes museus de Paris, o Musée de l’Orangerie e o Jeu de Paume, que apresentam exposições de arte contemporânea.

Suas longas e simétricas vias são utilizadas por praticantes de corrida, além de incontáveis turistas que aproveitam para curtir seus atrativos, como fontes, esculturas e cafés.

Moulin Rouge em Paris

O Moulin Rouge em Paris é um tradicional e famoso teatro que serviu de inspiração para o filme com mesmo nome.

Considero um dos lugares mais icônicos da França, recebendo milhares de turistas que mesmo não assistindo o magnífico espetáculo das bailarinas profissionais que performam o Cancan, passam para deslumbrar e tirar fotos do pitoresco monumento vermelho.

A atração do lugar também é se deliciar com a incrível gastronomia típica francesa, que também é oferecida no restaurante do local, com direito a entrada, prato principal, sobremesa, queijos, bons drinques e cafézinho.

Ópera de Paris

monumentos de paris
Ópera de Paris.

A Ópera Garnier ou, simplesmente a Ópera de Paris, está situada no Palácio Garnier, e é uma das construções mais majestosas de Paris e um dos monumentos mais importantes da cidade.

Foi desenhada em 1860 pelo arquiteto Charles Garnier e inaugurada em 1875. Além da sua fachada suntuosa, a decoração do seu interior é lindíssima e impressiona com a mistura vários estilos como o barroco e o renascimento italiano.

Essa bela construção, de estilo neobarroco foi inspiração para uma das obras mais famosas do mundo: O fantasma da ópera.

Hoje, parte integrante da paisagem da capital da França, ela se tornou palco de diversos espetáculos e cenário de alguns dos balés mais prestigiados do mundo.

Jardim de Luxemburgo

O que visitar em Paris

Mais um dos lugares que são a cara de Paris, o Jardim de Luxemburgo, que rodeia o palácio com mesmo nome que hoje é sede do Senado francês, foi construído em 1611 para atender aos caprichos da rainha Maria de Médicis. O palácio e jardim teria que ser compatível ao de sua antiga moradia, o Palácio Pitti, em Florença/Itália.

O Jardim de Luxemburgo é o maior parque público de Paris, muito frequentando em dias quentes, ou pelo menos de sol, por parisienses e visitantes que buscam um lugar tranquilo para fazer piqueniques. Há ainda um museu, fontes e belas estátuas que são marca registrada do jardim.

Pantheon Paris ou Panteão Paris

O Panteão é um dos monumentos históricos mais emblemáticos da capital francesa. O espaço convida seus visitantes a conhecer grandes personalidades da história da França desde a Revolução Francesa em 1789.

O icônico edifício de estilo neoclássico, localizado no Quartier Latin, resgata a fachada do Panteão de Roma, além de combinar de maneira muito elegante a leveza dos santuários góticos com a pureza dos templos gregos.

Construído inicialmente para ser uma igreja, o Panteão de Paris se tornou um espaço que homenageia grandes homens e mulheres da história francesa e expõe o famoso e surpreende pêndulo de Foucault.

Praça da Concórdia

Pontos turísticos importantes em Paris
Monumento egípcio na Praça da Concórdia

A Praça da Concórdia é parada obrigatória para aqueles que gostam de história. O espaço foi um dos principais palcos da Revolução Francesa, pois era onde aconteciam as decapitações.

Calcula-se que 1119 pessoas foram decapitadas ali, entre elas o Rei Luis XVI e Maria Antonieta. Mais tarde, Antoine Lavoisier e Maximilien de Robespierre também foram perderam a vida na praça.

A praça é um dos locais mais fotografados de Paris, ainda mais após ter sido o lugar escolhido para receber o obelisco doado pelo vice-rei do Egito, Mehmet Ali, em 1831. O monumento marcava a entrada do palácio de Ramsés II em Tebas, antiga capital do Egito, atualmente Luxor.

Certamente, se é uma praça, tá na lista dos locais a visitar em Paris que não vai gastar nada. É muito visitado, pois além de sua importância histórica, tem localização estratégica para os turistas.

Fica entre o Museu do Louvre e a Champs-Élysées, duas atrações em Paris super requisitadas. Para chegar lá de metrô, a estação mais próxima é a Concorde.

Galeries Lafayette

A ‎Galeries Lafayette fica no Boulevard Haussmann, no 9º arrondissement de Paris. Ela é famosa pela decoração natalina anual e também pelas vitrines sempre cheias de novidades. Não é um lugar barato para comprar, mas é praticamente um ponto turístico da cidade.

Para economizar, confira dois artigos super legais aqui neste blog de viagem: onde fazer compras em Paris, onde comprar produtos de beleza e perfume na cidade.

Louvre em Paris

Melhores museus de Paris
Museu do Louvre

Visitar o Museu do Louvre é um passeio imperdível para os apaixonados por arte e até para aqueles que não têm tanta intimidade com o assunto. Isso porque, além de obras de pintores famosos mundialmente, de esculturas surpreendentes e de achados arqueológicos que remontam à história da civilização do planeta, a própria arquitetura do museu já é um atrativo por si só e merece ser vista de perto.

Fundado em 1793, o Louvre é o maior museu de arte não só da França, mas de todo o mundo. Atualmente, conta com mais de 380 mil peças e uma exibição permanente de 35 mil obras de arte. E justamente por ser tão emblemático já vale a pena ser conhecido.

Mais museus em Paris

Outros museus de Paris imperdíveis pelo rico acervo e por contar mais sobre a cultura francesa são o Museu d’Orsay, Centro Georges Pompidou, Museu Rodin, e monumentos como o Grand Palais.

Paris Museum Pass

Se você é aficionado por arte e quer conhecer o maior número de museus de Paris possível, o Museum Pass vai te fazer economizar uma grana. Como o site oficial resume: “abre as portas para mais de 50 museus e monumentos em Paris e na região parisiense”

E, apesar no nome, lembre-se que não só museus, mas importantes monumentos também têm passe livre, como a subida ao Arco do Triunfo e as visitas à capela onde estão enterrados Luís XVI e Maria Antonieta entre outros.

Você pode escolher passe para 2, 4 ou 6 dias. E visitar ainda diversos castelos nos arredores de Paris, como o Chateau de Chantilly e Chateau de Rambouillet.

Disneyland Paris: passeio para crianças (e adultos pq não?)

o que fazer com crianças em paris
Disneyland

A Disneyland Paris é uma das atrações mais visitadas da Europa (14,8 milhões de pessoas por ano), agradando todas as gerações e fazendo lembrar dos melhores momentos da infância de cada um.

Ao fazer o seu roteiro em Paris com crianças, você pode se questionar se vale conhecer “Euro Disney” (como era chamada).

O que eu posso te dizer com a minha experiência é que vale a pena sim, cada parque da Disney é feito de acordo com a cultura e costumes de cada país, ou seja, são projetados e administrados de maneiras diferentes.

O parque é dividido em dois: o Disneylândia Park e Walt Disney Studios Park. O primeiro é voltado para o mundo da imaginação, do conto de fadas, cuja atração central é o imponente castelo da Bela Adormecida, onde acontecem desfiles e espetáculos.

Já o segundo é repleto de atrações cheias de adrenalina, com atrações para o público adulto.

Como ir para Disneyland Paris de trem

A Disney não fica exatamente em Paris, mas a 32 km de distância do leste da cidade. Você deve ir à estação de trem Charles de Gaulle – Étoile.

Depois você deve pegar o RER, o da letra A descendo na Gare de Marne la Vallée Chessy, a 5 minutos do parque. Logo quando você sair do metrô verá escrito nas placas indicando a estação de trem com os nomes da Disneylândia.

Eu tenho todas as informações no post exclusivo sobre a Disneyland Paris. É só conferir!

Bairros turísticos e ruas de Paris

Você sabe como Paris é dividida? Os 105 km² da cidade são divididos em 20 bairros – arrondissmeents, que são todos numerados. Para você se localizar, basta saber que quanto mais baixo o número do bairro mais perto do centro ele fica.

É importante saber mais sobre os lugares mais famosos, como: Bairro Latino, Ilê de la Cité e Monteparnasse. Também tenho um artigo completo sobre o que fazer em Marais, um dos mais populares da cidade.

Montmartre

Montmartre é outro bairro/distrito (arrondissement) de Paris que no seu conjunto pode ser considerado um ponto turístico. Ele é conhecido por ser boêmio, mas principalmente por sua história religiosa, já que abriga a Basílica de cúpula branca chamada Sacré-Coeur e a igreja na colina Saint-Pierre.

Com essa descrição, parece difícil saber o que fazer em Montmartre. E é. Afinal, há muitas atrações no bairro.

Embora a história religiosa seja presente, o bairro não é só igreja, tem muita arte e cultura. Vários artistas viviam, tinham estúdios ou trabalhavam compondo, pintando ou escrevendo em Montmartre, como os pintores Monet, Renoir, Picasso, Van Gogh entre outros.

O bairro também é lindo, charmoso, traz inspiração, carrega as minhas energias e me ajuda a entender o que eu estou fazendo aqui em Paris e no mundo.

Montmartre foi cenário de clipes e de vários filmes de sucesso. como o meu preferido “O fabuloso destino de Amélie Poulain”. Inclusive, estando em Montmartre, recomendo fazer o roteiro pelos 10 cenários do filme de Amélie Poulain.

Passeios em Paris diferentes

o que fazer em paris
Jardins de Luxemburgo

No post passeios imperdíveis em Paris, eu trago dicas para comprar ingressos antecipados com desconto e sem fila.

E se você já conhece a cidade e está indo pela segunda, terceira vez, não deixe de ler os posts sobre passeios diferentes para fazer em Paris. Só para despertar a sua curiosidade, no artigo tem lugares como:

Parque Buttes-Chaumont

O Buttes-Chaumont é um dos maiores e mais bonitos parques da cidade. Pouco conhecido entre os estrangeiros, mas muito frequentado pelos moradores da cidade, o local é um dos passeios prediletos de quem gosta de praticar atividades físicas ao ar livre ou simplesmente contemplar sua bonita paisagem.

O parque fica localizado em uma colina — daí o nome Buttes — e oferece uma vista ampla do 19º arrondissement. Por lá, é comum encontrar famílias com crianças brincando, correndo ou andando de bicicleta, principalmente nos meses mais quentes.

Mirante de Belleville: um mirante em Paris gratuito

Apesar de ainda ser considerado um bairro não turístico, a fama de Belleville vem crescendo gradualmente. Hoje, a região, que fica entre o 10º e o 11º arrondissements, é muito procurada por jovens que apreciam arte contemporânea e grafites, por boêmios e, claro, aqueles que querem conhecer a Paris da vida real.

O bairro oferece diversos atrativos, como o emblemático Café Aux Folies, citado acima, mas local o mais visitado de lá é o mirante localizado no Parque de Belleville. Do alto, se tem uma vista panorâmica de Paris, incluindo a grande estrela da cidade, a Torre Eiffel.

Rua Crémieux: casinhas coloridas e diferentes

A Rua Crémieux é uma pequena passagem nos arredores de um importante ponto histórico e turístico, a Praça da Bastilha. Por isso, vale aproveitar para esticar até ela quando visitar a região. A rua é tida como o endereço mais colorido da cidade, graças às fachadas super bem cuidadas das casas.

Essas cores, inclusive, são o grande charme dessa ruela e muitas pessoas vão até o local para fazer fotos e stories no Instagram. Se você é apaixonado por fotografia, essa rua com certeza vai render muitos cliques, pois a manutenção é feita com capricho pelos moradores.

Passeios em Paris gratuitos

Para dias ensolarados, vale incluir os melhores parques de Paris para passeios de graça. Eles são ótimos para praticar atividades ao ar livre como exercícios físicos, almoçar, ler, trabalhar e passear. Ou ainda fazer um piquenique na grama tomando um bom vinho e comendo queijos locais.

Além dos mais famosos, destaco 3 parques que estão neste artigo:

Parque La Villette

Parques em Paris

O parque La Villette é um dos maiores parques de Paris, com uma área de 55.5 hectares sendo palco de várias apresentações de artistas, dança e exposições por abrigar uma das maiores concentrações de espaços culturais da cidade.

Um deles é o maior museu de ciências da Europa, o Cité des Sciences et de I’Industrie, que, inclusive, é um ótimo passeio em família. No La Villete você também encontra três casas de shows e o famoso conservatório.

Parque Monceau

Parque Monceau
Parque Monceau é o preferido pela elite parisiense.

Esse parque te deixará de queixo caído ao chegar e ver os enormes quatro portões pretos de ferro batido com detalhes de ouro nas principais entradas. O Parque Monceau é um parque em que a elite da cidade aproveita para fazer atividades ao ar livre.

A dica é tirar uma foto digna para postar do Instagram ou apenas aproveitar para admirar a perspectiva entre o enorme portão e a Arco Triunfo ao fundo.

Jardim du Palais Royal

Jardim du Palais Royal
Jardim du Palais Royal é também conhecido como “jardim notável”.

O Jardim du Palais Royal (do palácio real), também chamado de “jardim notável”, cobre 10 hectares e é um dos meus preferidos. É um ótimo lugar para aproveitar e fazer atividades ao ar livre.

Outra vantagem é a proximidade com o  Museu do Louvre. Os turistas adoram tirar fotos por ali e apreciar o majestoso palácio Royal propriamente dito.

Uma das primeiras coisas que você vai encontrar em seu passeio é um jardim magnífico, estátuas e um chafariz no centro. Várias cadeiras e parisienses lendo ou fazendo piquenique compondo o charmoso lugar.

O jardim é delimitado por quatro galerias sob arcos: a Galeria Montpensier, a Galeria Beaujolais, a Galeria Valois e a Galeria Jardim com lojas que valem a pena dar uma espiada.

Restaurantes e dicas de alimentação

A gastronomia francesa é praticamente um atrativo turístico. Famosa mundialmente, é impossível você ir a Paris e não experimentar pratos maravilhosos, além de sobremesas e vinhos únicos.

No artigo onde comer pratos e doces típicos em Paris apresento as melhores comidas da cidade, como Coq au vin, sopa de cebola, crepes, queijos, croissant, profiteroles, macaron, crème brûlée entre outras.

Aqui neste blog também há sugestões incríveis sobre lugares para se deliciar com a gastronomia parisiense:

Paris à noite: o que fazer?

Para quem curte sair à noite, tem um artigo sobre as vida noturna, deve ler o post sobre o que fazer à noite em Paris.

Nele, descrevo as baladas, shows, cafés e bares da cidade luz que valem a pena incluir no seu roteiro.

Cada bairro parisiense tem a sua personalidade própria quanto o assunto é animação. O melhor horário para sair à noite em Paris é por volta das 22 horas para os bares, e depois da meia-noite se o destino são as casas noturnas ou outros espaços para dançar.

Por sua vez, os primeiros funcionam somente até às 2 horas, enquanto as melhores baladas não têm hora para fechar. E para passeios turísticos, recomendo o artigo com dicas sobre um tour noturno com os melhores lugares para apreciar as luzes da cidade.

O que fazer em Paris em 3 dias

Em uma viagem pela Europa, visitar Paris pela primeira vez é quase obrigatório. E saber quantos dias ficar em Paris é primordial para montar um roteiro incrível. Não programe menos de 3 dias para a capital da França. O ideal são 5 só para você começar a se apaixonar pela Cidade Luz.

Dia 1

Para começar, indico um roteiro básico de qualquer visitante. Passear pela região da Avenida Champs Elysées, pode ser através de um tour guiado para conhecer seus detalhes, e pelo Arco do Triunfo.

Caminhando pela avenida e seu entorno você vai conhecer construções famosas como o Théâtre Marigny, o Grand Palais e o Palácio do Eliseu.

Na tarde desse primeiro dia em Paris, o melhor programa para se fazer é um piquenique ou um momento de descanso no Campo de Marte, para curtir a vista para a Torre Eiffel. E, claro, para finalizar o dia, subir a Torre e observar o anoitecer de cima.

Dia 2

No segundo dia, minha indicação é visitar o Museu do Louvre. Separe um bom tempo para a visita, porque as filas são enormes e o museu tem um acervo muito grande.

Na parte da tarde, uma opção é visitar o Museu de l’Orangerie, incluso no passe de 2, 4 ou 6 dias com acesso aos museus de Paris. Ele tem um acervo de pinturas incrível, o destaque da coleção são as obras de Claude Monet.

Encerre seu dia apreciando o pôr do sol em algum lugar estratégico de Paris.

Dia 3

Para o terceiro dia, que tal visitar o Rio Sena? Para explorar bem o seu entorno e tudo o que a região oferece, deixe a preguiça de lado e caminhe. Bem às margens dele fica o Museu d’Orsay.

Vale a pena caminhar até a Ile de la Cité para conhecer a Conciergerie, Sainte-Chapelle e a Catedral de Notre-Dame. Para quem gosta de passeio de barco, há várias opções para navegar no Sena. Uma dica é deixar para fazer no final da tarde, que o visual fica ainda mais bonito.

O que conhecer em Paris em 4 dias

No quarto dia, a dica é sair de Paris para um bate-volta no Palácio de Versailles. Apesar de ser mais distante e o passeio gastar um dia inteiro, na minha opinião vale muito a pena a visita.

Você poderá conhecer o interior do Palácio, os jardins (que são um espetáculo à parte), o parque e os domínios de Maria Antonieta. Para chegar é necessário pegar um trem, mas a viagem é rápida, em torno dos 20 e 30 minutos.

O que fazer em 5 dias

Para o quinto dia, faça uma visita a um dos bairros mais charmosos de Paris, Montmatre. O lugar é incrível e cheio de atrativos, que dá para bater perna o dia inteiro.

Um dos pontos que vale a pena visitar é famosa Basílica de Sacré-Cœur. Bem pertinho dessa igreja fica a Place du Tertre, uma praça que abriga diversos cafés e restaurantes e ponto fixo de vários artistas de rua.

Outro lugar legal de conhecer, principalmente para os amantes de cinema, é o Café des Deux Moulins, onde foi gravado o filme “O Fabuloso destino de Amelie Poulain”.

Para fechar a programação no bairro de Montematre, uma visita ao cabaré mais conhecido do mundo, o Moulin Rouge.

O que fazer em Paris em 7 dias

Para quem vai ficar 6, 7 dias ou mais em Paris. Vale conhecer os arredores da cidade de trem.

Uma vez que há inúmeras cidades por perto que valem um bate volta. Há muitos castelos, vilas medievais, caves de champagne e igrejas deslumbrantes.

Preparei uma lista com 12 cidades próximas a Paris para ir de trem, que estão entre as mais bonitas, históricas e culturais para você saber o que fazer nos arredores da Cidade Luz, entre elas:

Giverny e os Jardins de Monet

Cidades perto de Paris
Giverny é uma das principais cidades perto de Paris

Talvez você não conheça a obra de Claude Monet, mas certamente se familiariza com o nome, afinal o artista é um dos mais conceituados pintores impressionistas. O francês, que nasceu em Paris, se mudou para Giverny e lá viveu por mais de 40 anos, até sua morte em 1926.

No início, a propriedade era alugada, mas Monet gostou tanto do lugar que comprou as terras e seguiu cuidando dos jardins que seriam inspiração para muitas de suas principais obras.

A cidade fica 75 km distante de Paris, numa viagem de trem que dura pouco mais de 1 hora.

O acesso é super fácil, partindo da estação de trens Gare St Lazare, conectada a diversas linhas do metrô.

Cidade e Castelo de Chantilly

Cidades ao redor de Paris
Chantilly e seu famoso castelo | Foto: Jebulon, via Wikimedia Commons.

Situada a 50 km de Paris, a cidade de Chantilly abriga o Castelo de Chantilly, sendo uma ótima opção de passeio “bate e volta”. Considerado um dos mais importantes e bonitos da França, ele possui obras de arte incríveis, decoração intacta e belíssimos jardins.

Para abrigar sua coleção de pinturas, foi criado o Museu Condé, classificado como o segundo museu francês de pinturas antigas após o Louvre. Entre os artistas, a pinacoteca tem obras de Raphael, Fra Angelico, Watteau, Ingres e Delacroix.

Palácio de Fontainebleau

Château de Fontainebleau
Château de Fontainebleau | Foto: Kries, via Wikimedia Commons.

O Château de Fontainebleau é o único castelo real e imperial habitado continuamente durante sete séculos. Construído em 1137, viveram no castelo membros das dinastias Capétiens, Valois, Bourbons, Bonaparte e Orléans. Entre eles Henri IV, Catherine de Médicis, Louis XIII, Louis XIV, Louis XVI e Marie Antoinette.

Com um acervo de mobiliário e obras de arte impressionante, visitá-lo é uma verdadeira aula de história da arte e da arquitetura francesa. São pinturas, afrescos, porcelanas, cristais, relógios, entre vários outros objetos.

Como é morar em Paris?

É praticamente impossível viajar a turismo e não voltar se imaginando passar uma temporada maior na cidade. Se mudar para Paris tem lá suas vantagens e é perfeitamente possível, com bastante organização e de forma legal.

A principio para uma temporada de 3 meses, o seu visto de turista é válido. Apesar de pouco tempo, é um bom período para vivenciar o estilo de vida parisiense e conhecer muito bem cada atrativo e dos arredores.

Por aqui você encontra segurança, sistema de transporte eficiente, um bom sistema de saúde pública, educação de qualidade, uma cultura fascinante e lugares maravilhosos.

E esse é um conjunto de itens faz toda diferença. E mesmo com todos os desafios e aprendizados diários, que não são fáceis, nós, brasileiros, conseguimos enxergar claramente o valor de ter qualidade de vida ao morar em Paris.

Apartamentos em Paris

Uma opção interessante para quem chega na França sem emprego é alugar as locations saisonnières, que são locações temporárias, como o Airbnb ou apartamentos, que podem ser locados por um curto período de tempo.

Neste caso, as exigências diminuem, os valores são mais acessíveis e isso permite os recém-chegados a procurar um emprego e organizar toda a lista de documentos para alugar um apartamento com mais tranquilidade.

Casas em Paris

Já para ter uma moradia que possa chamar de “casa” é preciso ter um visto com maior duração que o de turista. Há vários tipos de visto, como de estudante, de trabalho, de aposentado, cientifico, de visitante, de cônjuge de francês entre outros.

E para alugar uma casa de Paris, você pode procurar uma agência ou fazer isso diretamente com o proprietário e é fundamental já ter um contrato de trabalho, pois essa é a primeira exigência, além de um visto que lhe permita ficar legalmente o tempo da locação.

Dicas de viagem para Paris

Bom, dizer que Paris é uma cidade encantadora e apaixonante é um dos clichês mais comuns no setor turístico, mas também uma das maiores verdades. Não me canso de visitar a cidade e de planejar muitos retornos!

Dúvidas frequentes

O que conhecer em Paris?

O básico para visitar em Paris em uma primeira viagem à capital francesa é: Torre Eiffel e Champ de Mars, Arco do Triunfo, Champs-Élysées, Praça da Concórdia, Rio Sena, Praça da Bastilha, Catedral de Notre-Dame, Catacumbas, Ópera Garnier, Palácio de Versalhes (arredores), Panteão, Torre Montparnasse, Jardim das Tulherias, Jardim de Luxemburgo e Basílica de Sacré-Cœur.

Que horas são em Paris agora?

O fuso horário de Paris é de 4 horas a mais que o Brasil, levando em conta o horário oficial de Brasília.

Que língua se fala em Paris?

O francês é o idioma oficial de Paris. Você conseguirá se comunicar bem em inglês nas regiões mais turísticas.

Qual a população de Paris?

Paris é uma cidade grande. São mais de 2,1 milhões de habitantes. Além dos moradores, a cidade vive cheia, principalmente porque recebe milhares de turistas por ano. Em 2018, foram 89,4 milhões de estrangeiros na cidade.

Qual é o tempo em Paris, França?

As estações do ano são bem marcadas em Paris. Se você for no verão, o tempo é firme e quente. Caso esteja no inverno, o tempo é seco e frio. Na primavera costuma chover mais e no outono o tempo é ameno com vegetação colorida.

Onde ficar em Paris?

Os lugares mais centrais para ficar são: Louvre (1° e 2° ème), Le Marais (3° ème), Pompidou (4° ème), Quartier Latin (5° e 6° ème), Tour Eiffel (7° ème), Champs-Elysées (8° ème), Bastille (11° ème), Montmartre (18° ème) e Belleville (20° ème). Mas, em geral, escolha um hotel perto de uma estação de metrô, que você estará bem localizado.

Quanto custa uma viagem para Paris?

Uma viagem para Paris em reais sairá, em média, por 400 reais por dia por pessoa. Em geral, se gasta por dia na Cidade Luz 75 euros, já incluso hospedagem.

Como se chama o famoso rio em Paris?

O famoso rio parisiense se chama Rio Sena. Ele é um dos pontos turísticos e você pode fazer passeios incríveis por suas águas. Ele nasce no Norte da França e deságua no Atlântico ao logo dos seus quase 800km de extensão.

Como é Paris?

Paris é linda e uma grande cidade. Nada mais belo que apreciar os seus monumentos e usufruir do lado bom: transporte público de qualidade, praças, parques, museus e gastronomia impecável. Porém, assim como toda metrópole, você encontrará trânsito caótico, lixo e muita gente nos principais pontos turísticos.

Qual é o nome da torre mais famosa de Paris?

A Torre mais famosa é a Torre Eiffel. Ela foi construída no ano de 1889, única e exclusivamente para integrar a feira Exposition Universelle, e deveria ficar exposta por apenas 20 anos. Mas é claro que em pouco tempo ela tornou-se um grande ponto de interesse e sua remoção foi inviabilizada.

Como escolher um hotel em Paris?

Primeiro, decida onde você quer se hospedar em Paris. Em seguida, abuse dos filtros do Booking para filtrar as propriedades com maiores notas e diárias acessíveis.

Quando acontece a Paris Fashion Week?

Entre os eventos que atraem turistas e profissionais está o Paris Fashion Week. Ele é realizado duas vezes por ano, dividido por semestres. O acontecimento movimenta a cidade tanto com os destiles, como com festas e intervenções artísticas.

O que é a síndrome de Paris?

Por mais difícil que possa parecer, há pessoas que se decepcionam ao conhecer a cidade. E isso tem até um nome: síndrome de Paris.

Como visitar o Estádio Paris Saint Germain?

O estádio do Paris Saint Germain é o Parc des Princes e está facilmente acessível de metrô. Ele oferece visitas guiadas em português e você verá de pertinho as arquibancadas, troféus e toda a história do lugar.

Onde beber em Paris?

Para tomar uns drinks em Paris vá até os bairros de Montmartre e de Pigalle, que são bem boêmios. Como alternativa a essas duas regiões, escolha também Grands Boulevards ou o Quartier Latin. 

Onde comer em Paris?

Paris é repleta de restaurantes. Sugiro que você mescle sua experiência comendo em alguns deles, além das barracas de rua e não deixe de dar uma passada também no supermercado. Faça ao menos uma refeição no Le Relais de l’Entrecôte, que tem um preço acessível e comida tradicional. Para comer crepes, vá até o Breizh Café ou em alguma barraquinha próxima aos pontos turísticos. Para macarons, sugiro a Ladurée.

Como se virar em Paris?

O primeiro item é: adicione ao seu vocabulário 2 cumprimentos em francês, o bonjour e merci. Essas duas palavrinhas mágicas vão lhe abrir portas. Em seguida, tenha um chip de celular com internet. você vai se virar muito bem com vários aplicativos para facilitar a sua viagem.

Quando neva em Paris?

Os meses com maior ocorrência de neve em Paris são janeiro e fevereiro. Porém, em janeiro também chove mais, o que acaba derretendo a neve mais rápido. Para aumentar as chances de dias nevados e duradouros, fevereiro sai na frente.

Como ir de Londres para Paris?

Você pode ir para Paris de Londres de avião, ônibus ou trem. Essa é uma viagem interessante, pois esses dois últimos seguem por baixo do Canal da Mancha.

Como ir de Barcelona a Paris?

É mais rápido e barato ir de Barcelona a Paris de avião. Atentem-se apenas às regras das cias low cost e aos aeroportos de chegada e saída. De trem, a viagem dura quae 7 horas e de ônibus até 13h.

Como ir de Portugal para Paris?

Não há trem direto de Lisboa para Paris. No entanto, você pode fazer o trajeto de ônibus, o que leva mais de um dia ou de avião, por pouco mais de 2h de voo.

Como ir de Paris a Amsterdam?

É fácil ir de Paris para Amsterdam. Por serem relativamente próximas, é mais barato e rápido você ir de trem. Em 3h você completará sua viagem. De ônibus, são 9horas de viagem e de avião 4horas de voo mais a burocracia dos aeroportos.

Como ir de Madri para Paris de trem?

Embora vizinhos, não há trens diretos de Madrid para Paris. De ônibus é mais barato, porém a viagem dura até 17h. De avião, é mais caro, porém, em 2horas você estará no seu destino final.

Como ir para Giverny de Paris?

A cidade fica 75 km distante de Paris, numa viagem de trem que dura pouco mais de 1 hora. O acesso é super fácil, partindo da estação de trens Gare St Lazare, conectada a diversas linhas do metrô.

Como ir de Paris a Provence?

Provence é uma região da França. Algumas das cidades mais famosas (Marselha, Aix-en-Provence) são acessíveis das três formas: trem, ônibus e avião. Para deslocamentos maiores que 8h, sugiro que vá de avião.

Como ir de Paris para Versalhes?

Compre o ticket para Versailles-Château-Rive Gauche. Pegue um metrô até o RER. No RER pegue a linha C com sentido Versailles Château/Rive Gauche. Super simples.

Como ir de trem de Paris para Lyon?

A melhor forma de ir de Paris para Lyon é de trem. O trajeto dura menos de 2 horas, mas não é o mais barato. Mais barato é ir de ônibus, mas a viagem dura quase 6h. DE avião, não vale a pena pois você enfrentará toda burocracia dos aeroportos, podendo usar outros meios de transportes mais simples e tão eficientes quanto.

E você, já conhece ou a cidade ainda está na sua lista de destinos? Conte qual o seu ponto turísticos preferido.

Até + !!!

Background Tickets
Paris

Promoções de Passagens

Selecione um filtro para visualizar os pacotes de viagens.
Paris

Lazer e Diversão

Background Acomodação
Paris

Ofertas de Hotéis

Preços mais baixos encontrados por usuários reais.
Os valores podem variar conforme disponibilidade, datas e taxas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.