Quanto custa dar a volta ao mundo gastando pouco?

por Guilherme Tetamanti

Quanto custa dar a volta ao mundo gastando pouco?

Desde que comecei a cogitar seriamente a possibilidade de tirar um ano sabático, comecei a pesquisar para saber quanto custa dar a volta ao mundo.

Realmente é uma grana que a grande maioria das pessoas não pode nem pensar em gastar, mas com planejamento e dedicação, é perfeitamente possível correr atrás desse sonho tão maluco e pagar o preço.

A maneira mais comum de planejar uma viagem tão grande, é com a consciência de que irá ficar hospedado em lugares modestos durante a maior parte da viagem, com preferência para hostels.

A menos, claro, que você tenha a sorte de viajar sem preocupar-se com o orçamento. Aí, meu amigo, aproveite tudo o que seu orçamento pode oferecer sem medo…

Se não é o seu caso, vamos voltar a realidade e saiba que está enganado quem pensa que os albergues são acomodações precárias e sem conforto.

Pelo contrário, eles oferecem muito aos turistas, inclusive quartos privativos e diversos serviços como internet grátis, lavanderia, café da manhã, etc. E com um bônus, que é a convivência com viajantes de todas as idades e de vários lugares do mundo.

Como devemos fazer com qualquer hotel, basta escolher bons estabelecimentos para desfrutar dos melhores serviços. Essa regra, inclusive, serve para todos os serviços que utilizaremos durante qualquer tipo de viagem.

Procure sempre boas opções, tendo em mente seu orçamento, e curta a viagem. Tenho certeza que, com planejamento a pergunta “quanto custa dar a volta ao mundo” não terá uma resposta assustadora e sim uma viável e possível.

Planeje sua viagem => Reservar hotéis no Booking.com

Tudo sobre seguro viagem »

 

Quanto custa dar a volta ao mundo?

O que é preciso para dar a volta ao mundo?
Quanto custa dar a volta ao mundo?

A resposta para essa pergunta é um pouco relativa, uma vez que depende dos destinos que você escolhe visitar em cada continente, se é alta ou baixa temporada e, é claro, do seu perfil de viajante – este último essencial para definir o estilo de viagem.

Como citei no início do artigo, geralmente, quem faz viagens de volta ao mundo costuma adotar o estilo mochilão, optando por hospedagens mais econômicas, meios de transportes públicos, passeios gratuitos ou mais em conta. Mas isso não é obrigatório, você faz conforme seu orçamento.

Acredito que o segredo para que a sua viagem de volta ao mundo não te deixe totalmente falido é equilibrar sonhos, confortos e necessidades. Por exemplo: sonha em fazer um passeio caro em determinado destino? Então, economize no transporte ou faça sua comida ao invés de comer em restaurantes em todas as refeições.

O ideal é que você planeje bem a sua viagem, pesquise preços, passeios, tenha ideia se aquele destino é caro ou não. Mas, também não se sinta preso ao seu roteiro, você pode muito bem incluir ou tirar cidades e passeios caso sinta vontade. Afinal, é a sua viagem, não é?

Bom, antes de falar sobre o planejamento para você saber quanto custa uma viagem de volta ao mundo, te convido assistir o vídeo da minha volta ao mundo, disponível aqui no Quero Viajar Mais.

 

 

O que é preciso para dar a volta ao mundo?

Quanto custa Cruzeiro volta ao mundo?
Planejamento conta com várias etapas e pesquisas.

Recomendo que toda viagem que você faça tenha um planejamento, sobretudo quando ela é longa como uma viagem de volta ao mundo. Assim, ficará bem mais fácil ter noção de quanto custa uma viagem de volta ao mundo.

Inclusive, há um artigo sobre dicas de viagem para te ajudar a planejar seu roteiro, seja no Brasil ou no exterior, e outro com dicas de viagem ao exterior que fala sobre as coisas que não se deve fazer fora do Brasil.

E isso, de fato, é uma dica importante: além dos pontos turísticos, restaurantes e passeios, pesquise os costumes para evitar qualquer gafe.

Para te ajudar, vou destacar algumas etapas importantes do planejamento:

  1. Pesquisa de destinos
  2. Passagens aéreas e deslocamentos
  3. Hospedagem
  4. Alimentação
  5. Câmbio
  6. Roteiro

 

1. Pesquisa de destinos

roteiro volta ao mundo 1 ano
Pesquise sobre o destino em blogs de viagem.

Acredito que você, assim como eu, tem uma longa (que parece infinita) lista de destinos que quer conhecer. Mas, de acordo com o seu tempo de viagem, mesmo que seja um ano sabático não será suficiente para zerar a sua lista, por isso é necessário elencar os destinos prioritários.

Separe em cada continente que pretende visitar, os países e cidades que mais tem vontade de conhecer. Veja distâncias, melhor época para visitar de acordo com o clima, documentação necessária, se há alguma restrição para entrada de brasileiros.

Além de sites oficiais e das embaixadas, a melhor maneira de pesquisar sobre seu próximo destino de férias e com outros viajantes tiveram problemas. Por isso, vá para os blogs de viagem.

É comum autores de blogs de viagem, assim como os colunistas aqui do Quero Viajar Mais, colocarem suas experiências negativas sobre cada cidade. Veja ainda outros blogs de pessoas que deram a volta ao mundo.

Assim, você já identifica se é viável ou não incluir aquele determinado destino na sua viagem de volta ao mundo.

Além disso, você pode descobrir passeios a fazer, sobretudo aqueles gratuitos. Falando nisso, saiba o que é Free Walking Tour.

 

2. Passagens aéreas e deslocamentos

pacote volta ao mundo
Passagem aérea costuma pesar no bolso do viajante.

A passagem aérea, seja para apenas um destino em uma viagem nacional ou internacional, costuma pesar no bolso do viajante. Com isso, você já deve pensar: imagina a grana que é uma passagem de volta ao mundo.

Para conseguir uma boa tarifa na passagem de volta ao mundo há diversas maneiras que explico neste artigo como as passagens aéreas do tipo RTW (round the world – volta ao mundo, em português) ou mesmo passagem separada para cada trecho.

Há ainda a possibilidade de utilizar suas milhas aéreas e economizar na viagem. Há vários artigos no blog sobre milhas aéreas que podem te ajudar 😉

Pesquise também sobre os meios de transporte naquelas regiões, se é possível utilizar o transporte público, se locomover a pé ou de bicicleta. E mesmo para chegar no destino: tem trem ou ônibus ou será necessário um transfer?

 

3. Hospedagem

pacote de viagens volta ao mundo
Atlantic Point Backpackers | Foto: Booking.

Já comentei que viagens de volta ao mundo costumam ser no estilo mochilão. E uma das principais características desse tipo de viagem é a hospedagem econômica, feita em hostels (também chamados de albergues).

Claro que você pode procurar uma pousada ou mesmo um hotel mais em conta, mas vale a pena pesquisar os hostels daquele destino.

Se você vai pela primeira vez em hostel, veja esse artigo com dicas e entenda como funciona esse tipo de hospedagem. E se você não curte dormir em quartos compartilhados, fique tranquilo.

Atualmente diversos hostels possuem quartos privados e também quartos famílias, caso a volta ao mundo seja com marido/mulher e filhos.

Vale ressaltar ainda uma outra modalidade de pagamento de hospedagem, embora talvez não seja uma opção muito viável para uma viagem de volta ao mundo, uma vez que a preferência é que você fique um tempo maior no destino.

De qualquer forma, não custa conhecer ou mesmo tentar a troca de  trabalho por hospedagem. Aproveite e veja dicas de como economizar com hospedagem.

 

4. Alimentação

volta ao mundo por onde começar
Experimente as comidas típicas do destino.

Outro item que também pesa no orçamento de viagem é a alimentação. Alguns destinos, sobretudo nas grandes cidades, comer fora pode ser bastante caro. Isso não quer dizer que você não deva experimentar as comidas típicas e viver de fast-food, longe disso.

A dica é, assim como as outras categorias, pesquisar. Aqui no Quero Viajar Mais temos listas dos melhores restaurantes do mundo – de todos os destinos que já visitamos, assim como restaurantes vegetarianos e veganos no mundo.

Dê uma olhada nas listas, entre nos sites dos restaurantes e veja os cardápios, mas também pegue dicas com o pessoal da hospedagem e os locais, que podem indicar restaurantes pouco frequentados por turistas e com ótimos preços.

Outra opção bacana para economizar é cozinhar. Os hostels geralmente tem uma cozinha compartilhada que todos os hóspedes podem utilizar.

Nelas há todos os utensílios necessários, basta você passar em um mercado e comprar os ingredientes. É ainda uma oportunidade de fazer amigos e experimentar pratos feitos pelos outros hóspedes.

   

Mas, aqui vai um alerta: se você tem restrições alimentares ou alergias fique de olho nos ingredientes no mercado e restaurante para não ficar doente. E não esqueça do seguro saúde de viagem que é essencial em qualquer viagem e obrigatório em muitos países.

 

5. Câmbio

cambio online
Recomendo que você faça câmbio em corretora online.

Quando você faz uma viagem de volta ao mundo deve saber que precisará de diversas moedas diferentes, por isso fique atento na hora de fazer o câmbio para não ter prejuízo na cotação e nem receber notas falsas.

Recomendo que você faça câmbio em corretora online e, se precisar em casas oficiais no destinos. Comprar dólar, euro ou outra moeda estrangeira pela internet é seguro e rápido.

As melhores casas de câmbio já oferecem esse serviço, sendo a opção mais rápida e segura para quem deseja se planejar para viajar ao exterior.

Eu uso e indico o Confidence Câmbio, pois ao fazer a pesquisa encontro as melhores tarifas em casas de câmbio em nossa cidade. Você ainda consegue bons descontos usando o cupom “queroviajarmais“.

Veja também:

 

6. Roteiro

quanto custa uma volta ao mundo
Dicas para se dar bem em viagens ao exterior.

Com tudo pesquisado, destinos escolhidos, datas e objetivos está na hora de montar um roteiro de viagem detalhado. Claro que fazer um roteiro minucioso não significa engessar sua viagem, você pode fazer alterações na hora que quiser, afinal a viagem de volta ao mundo é o seu sonho.

No roteiro de volta ao mundo, ao longo da viagem, fiz amizades e acabei mudando a programação de alguns dias, conhecendo destinos diferentes e fazendo passeios muito bacanas.

Se eu ficasse obcecado com o roteiro original teria perdido a oportunidade. É tudo uma questão de escolhas, como tudo nessa vida.

Claro que se é algo que você queira muito não deixe de fazer, porque pode demorar a voltar àquele destino.

Aproveite e conheça os países mais bonitos do mundo, para inspirar o seu roteiro.

Durante a viagem, fique sempre de olho no seu orçamento. Assim você não corre risco de se empolgar em um destino e não sobrar dinheiro para nenhum passeio no próximo ou estoure o cartão de crédito. Aí, quanto custa dar a volta ao mundo vai ser mais bem do que o planejado.

 

Como foi minha viagem de volta ao mundo

América do Norte

Quanto custa dar a volta ao mundo
Utilizar transporte público é a melhor maneira de economizar nos EUA.

Comecei meu roteiro de volta ao mundo nos Estados Unidos, em San Diego. Depois passei por Las Vegas e terminei minha viagem pelo continente americano nas Ilhas do Hawaii.

Lembre-se que para entrar nos Estados Unidos você precisa ter passaporte válido e também um visto de turismo americano.

Voltando ao tema de quanto custa dar a volta ao mundo, já te conta que foi bem difícil controlar meus gastos no começo da viagem, com dinheiro no bolso, muita empolgação um mundo de possibilidades que os Estados Unidos oferecem.

Comprei máquina fotográfica, câmera de vídeo e ainda gastei com um curso de inglês em San Diego. Por estar estudando e viajando sozinho, também gastei bastante com festas e duas viagens para Vegas.

Contei tudo isso para mostrar que por ser uma viagem longa, é preciso ter consciência e economizar desde os primeiros dias da volta ao mundo. Não é porque a conta está cheia no começo da viagem, que devemos gastar sem limites.
 

Oceania

Orçamento para viagem de volta ao mundo
Na Austrália, sempre alugava bicicletas para explorar as praias.

Embora as tentações dos Estados Unidos tenham me feito gastar mais do que devia, foi na Oceania que meu orçamento desandou bastante, principalmente devido ao caríssimo custo de vida na Austrália e na Nova Zelândia.

Meu gasto diário chegou a 120/150 dólares, principalmente por causa da infinidade de atividades disponíveis na grande maioria das cidades.

Os passeios são caros, albergues, alimentação e vida noturna… Enfim, cair na balada pode ser o vilão do seu orçamento.

Nas Ilhas Fiji consegui gastar menos que o esperado, pois fiquei bastante na praia paradisíaca do hotel. Mesmo assim gastei muito com mergulhos e alguns passeios.
 

Sudeste Asiático

Preço de uma volta ao mundo
Comer é muito barato no sudeste asiático, principalmente nas ruas.

Quando cheguei no Sudeste Asiático já estava há seis meses de estrada, metade da minha programação. Recomendo que você dê uma analisada nas finanças para que não haja surpresa de quanto custa dar a volta ao mundo.

Na minha análise percebi que o meu gasto médio estava muito acima do que havia previsto (cerca de 100 dólares por dia). Por isso, cheguei ao Sudeste Asiático determinado a economizar o máximo possível para ter uma folga e aproveitar o restante da viagem.

Se está interessado neste roteiro, conheça os países do Sudeste Asiático e escolha quais pretende conhecer.

Nessa parte da Ásia o custo de vida é super barato, principalmente para os turistas que chegam com moeda estrangeira. Minha média de gastos entra Filipinas, Tailândia, Laos e Camboja girou em torno de 30 e 50 dólares diários.

destinos para volta ao mundo
Local onde pratiquei mergulho em Koh Phi Phi, na Tailândia.

Embora eu tenha ficado satisfeito com meus gastos, vi que é possível economizar ainda mais, pois conheci muita gente que gastava 20 dólares.

Porém, apesar da necessidade de gastar menos, também estava ali para aproveitar a viagem e fiz quase tudo o que tive vontade…

Foram mergulhos, escalada, passeios, bons restaurantes e hospedagens justas.
 

África

Quanto custa viajar o mundo
Pôr-do-sol em Cape Town, após fazer a trilha da montanha Lion’s Head.

Está enganado quem imagina ser barato viajar pelo continente africano. Para fazer os safáris, passeios e desfrutar das boas opções para o turismo na África seja em Cape Town ou outra cidade africana é caro.

   

E digo mais, pode ser mais caro do que viajar pelos Estados Unidos ou Europa. Para se ter uma ideia, minha média diária na África do Sul e Tanzânia chegou perto dos 100 dólares, enquanto na Grécia consegui ficar nos 45 dólares.

Os safáris e passeios são caros, existem pouquíssimas opções de transporte público e muita gente está sempre disposta a enganar os turistas, superfaturando os preços.

Como citei, alguns dos passeios caros no continente é o safári para ver os grande animais africanos. No artigo melhor safári na África, faço um comparativo para você escolher entre Kruger ou Serengeti.

Além disso, na região é muito mais fácil contratar agências de viagem, o que é prático por um lado, mas por outro encarece a viagem. No Egito fugi disso, fiz tudo por conta e consegui gastar apenas 54 dólares por dia.
 

Europa

Preço para viajar
Conhecer as atrações de Atenas é barato e conta muito sobre a história da Grécia.

Há de tudo um pouco na Europa. Desde lugares caríssimos como Paris e Londres ou bastante acessíveis como os países do leste europeu.

Em geral é possível não gastar muito no continente europeu, principalmente porque é fácil fazer tudo por conta própria, entrar de graça em museus, passear em parques, conhecer as cidades.

Recomendo ainda utilizar muito transporte público e ainda as companhias aéreas low cost e as diversas rotas para viajar de trem pela Europa.

atrações da inglaterra
Londres possui diversas atrações gratuitas que valem super a pena conhecer.

O normal é fazer uma média de 75 dólares por dia viajando sem muito luxo, mas com grana suficiente para se divertir com os passeios na Europa.

Na Grécia, consegui economizar e gastar 45 dólares por dia para conhecer os principais lugares de Atenas. Depois segui para Santorini, para conhecer a mais popular ilha do Mar Egeu.

 

Gastos totais de minha volta ao mundo

É claro que cada um tem um estilo e gosta de fazer coisas diferentes durante uma viagem, mas acredito que meus gastos podem ajudar bastante quem está planejando uma volta ao mundo.

Seguem minhas médias diárias por continente (média de gastos aproximados), resumindo quanto custa dar a volta ao mundo. Lembrando que, independente da moeda local, os cálculos estão em dólares americanos.

US Dólares América Oceania Ásia África Europa
Hospedagem 20,00 30,00 7,00 14,00 17,00
Alimentação 10,00 17,00 14,00 15,00 18,00
Passeios 30,00 60,00 10,00 32,00 26,00
Transporte 15,00 20,00 9,00 22,00 18,00
Outros 25,00 10,00 3,00 7,00 6,00
Total 100,00 137,00 43,00 90,00 85,00
Dias de viagem 90 105 80 30 60
Dias x Total 9.000,00 14.385,00 3.440,00 2.700,00 5.100,00

 

Total dos gastos da minha viagem = 34.625 dólares ou 62.325 reais (a média do câmbio naquela época foi de 1,80 real)

Passagens Aéreas = 14.000 reais

Total Geral = 76.325 reais + 4.000 reais (que gastei comprando equipamentos como câmeras, Iphone, etc)

 

Planejar quanto custa dar a volta ao mundo

Eu sei que é difícil controlar os gastos desde o início da viagem, mas é a melhor maneira de ficar tranquilo até os últimos dias antes de voltar pra casa.

Muitos viajantes conseguem até mesmo viajar mais que o planejado. Por isso, é importante saber quanto custa dar a volta ao mundo.

Vale reforçar que naquela época o câmbio estava bem mais favorável que nos dias de hoje, mas como ele é flutuante você pode ter sorte de até pegar um câmbio melhor que o meu (tenha pensamento positivo).

Não se esqueça de ler atentamente as dicas acima, como a compra de passagens aérea com milhas e da hospedagem em hostel. Não tenha medo e nem preconceitos com as novas culturas e comidas, assim sua viagem será ainda mais interessante.

Saiba ainda que além desse tipo de viagem como a minha de volta ao mundo, no estilo mochilão há outras modalidade de trip pelo planeta como os cruzeiros de volta ao mundo ou mesmo pacotes de viagem de volta ao mundo.

Antes de escolher veja os valores e se os destinos e passeios te agradam mais do que você fazer seu roteiro. E, se você for um viajante super aventureiro por organizar sua viagem de volta ao mundo em um veleiro, de moto, de carro. O que acha?

Para finalizar as minhas dicas, destaco a importância do planejamento detalhado do roteiro e do acompanhamento ao longo da viagem. Assim, você saberá ao certo quanto custa dar a volta ao mundo da melhor maneira para você.

Pesquisando para saber quanto custa uma volta ao mundo? Ainda tem dúvidas? Tem um boa história pra contar? Deixe suas dicas e dúvidas nos comentários abaixo!

Até + !!!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Guilherme Tetamanti

ESCRITO POR

Guilherme Tetamanti

Paulistano de 39 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Tours Nacionais

Reserve atividades com pagamento em até 10x

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Tours Nacionais

Reserve atividades com pagamento em até 10x

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Quero Viajar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. Everaldo Pierro Júnior

    Parabéns Guilherme, estou na Califórnia, pretendo ficar aqui 1 ano e depois Portugal e volta ao mundo. Muito obrigado por compartilhar.

  2. Polly Batista

    Que demais, Everaldo!!! Boa sorte!!!

  3. Michele

    14.000,00 foi o total de todas as passagens aéreas ou foi o preço de cada uma ??

  4. Guilherme Tetamanti

    Oi Michele, Foi o total, mais isso em 2012 com o dólar no máximo a 2,20. Abraços

  5. Sueli

    Olá, td bem? Assisti uma reportagem sua, que diz que comprou a "Volta ao Mundo" com 39 mil milhas. Pelo que entendi v pagou em dinheiro, mas poderei pagar com milhas de algum Programa de Fidelidade? Como busco o melhor preço (em dinheiro ou milhas), para estes pacotes? Gostei muito das suas informações, Att

  6. Guilherme Tetamanti

    Oi Sueli, Na verdade comprei a passagem de volta ao mundo em dinheiro. A questão das 39 mil milhas é apenas uma das características da passagem. A Star Alliance permite que todos os voos somados atinjam no máximo essa quantidade de milhas, ou 62,4 mil quilômetros. Tenho um artigo sobre passagens de volta ao mundo, onde mostra as diferenças entre as principais opções. Espero que ajude :)

  7. fabio moraes

    Olá parabéns, vc tem a ordem da viajem?, não encontrei,

  8. Guilherme Tetamanti

    Oi Fabio, Tenho sim, nesse post. Feliz 2016!

  9. Bruno Ramos

    poxa Guilherme, gostei muito do teu blog, quero muito fazer essa volta ao mundo, assim como vc fez , sem se privar dos bons passeios, degustas os sabores de cada lugar, cara você me inspirou mais ainda a fazer isso... eu não acho que isso seja loucura, acho que isso é uma experiencia fundamental na vida, que faz parte do ser humano, conhecer o seu mundo, deve ser a melhor experiencia do mundo, em outro artigo vc disse que se tornou uma referencia entre parentes e amigos, quando o assunto é viajem, e eu concordo, porque vc diz muitas coisas de suma importância que não achei em outros blogs , acho que ta fazendo um ótimo trabalho, brigado pelas suas informações, espero que ainda consiga realizar muito mais viagens, e também queria saber quando é que o seu livro sai ? irmão, muito obrigado por compartilhar ....

  10. Guilherme Tetamanti

    Oi Bruno, Pooo que legal saber que você viu esse diferencial aqui no blog. Lá em 2010 quando eu ainda estava sonhando com tudo isso, procurei na internet e pouquíssimos blogs falavam sobre isso no Brasil, bem por cima, e não consegui tirar dúvidas com ninguém. Foi quando decidi criar algo para ao mesmo tempo contar minha história e ajudar para que outras pessoas não passassem pelo mesmo perrengue. O livre ficou para segundo plano, mas falta apenas 1 artigo para finalizar meu projeto de 365 posts, onde lançarei um vídeo da viagem que pra mim ficou sensacional...kkk, mas sou suspeito. Está em fase final de edição, mas logo sai. Obrigado e o que precisar estamos aí!! Abração

  11. Márcio Morais

    Primeiramente parabéns! Suas informações são super bacanas. Hoje 22/06/15 estou no hostel America del Sur em Buenos Aires no último dia de viagem e pesquisando sempre sobre a sonhada volta ao mundo. Te digo uma coisa a galera fala muito ai em ano sabático eu não sei ao pé da letra o que é rsrs faço ideia sim mas entendo que usam muito com forma de expressão rs. Hoje estou quebrado sem grana nenhuma e devendo kk só que espero receber uma ação na justiça já algum tempo de 400 mil reais e penso em tirar 100 mil para mergulhar neste sonho maravilhoso, eu estou praticamente decidido a fazer este investimento em mim mesmo nos dias de hoje com dólar à 3,20 mas convertendo me dará ainda uns 33k dólares. Acho que vai dar uma boa RTW

  12. Guilherme Tetamanti

    Oi Márcio, Sim, é uma boa grana e foi praticamente o que eu gastei e olha que fiquei seis meses em países caros como Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. Se você focar mais em Sudeste Asiático e Leste Europeu, pode ficar bastante tempo viajando. Qualquer dúvida estamos aí. Abração e obrigado

  13. Felipe

    Pretenderia fazer uma viagem de 2 anos. Tem alguma passagem de volta ao mundo com 2 anos de validade? Qual a melhor forma de comprar essas passagens, caso nao haja passagem de 2 anos de validade?

  14. Guilherme Tetamanti

    Oi Felipe, Você já leu o post sobre as passagens de volta ao mundo? Eu vejo duas alternativas. A primeira é comprar os voos separados, muita gente viaja assim, pois te proporciona maior flexibilidade. Não conheço passagem com validade maior que dois anos, então a segunda opção é comprar diferentes bilhetes de volta ao mundo, ou bilhete com foco na Ásia, etc. Nesse artigo que indiquei tem várias opções. Abraços

  15. Guilherme Tetamanti

    Oi Evanilda, Tive contato com algumas pessoas de mais idade, que estavam viajando. Eu particularmente adoro ouvir suas histórias e saber que há tanta gente com vontade de descobrir o novo, talvez até mais do que eu. Terá sorte sim. Comece com viagens mais curtas, para ver como se adapta a rotina de um viajante. Albergues, alimentação, o ritmo dos passeios. Enfim, não existe idade para viajar, mas existe sim o perfil de cada um. Espero ajudar :) Um abraço

  16. Raimlan

    Oi, Guilherme, tudo bem? Em primeiro lugar, parabéns pela viagem e pelo site. Vou precisar de umas dicas suas, se possível. Neste momento eu lhe pergunto se dá pra viajar pro Egito só com o domínio do idioma inglês. Não sei se você esteve no Japão também, mas se você tiver algum conselho pra quem não domina o idioma local, gostaria. Grande abraço!

  17. Guilherme Tetamanti

    Oi Raimian, No Egito é muito fácil se virar, quase todos falam algo de inglês. Eles precisam por causa do turismo. Ainda não conheço o Japão, mas com certeza é um pouco mais difícil. Eu não deixaria de ir por causa disso. Vc consegue muitas informações nos albergues/hotéis e pode baixar um aplicativo para celular que traduz para outros idiomas...além disso, eu adoro essas dificuldades. Ver esse choque de culturas faz muito bem...pelo menos para mim. Valeu...abraços

  18. Ticiana Giehl

    Obrigada pelas informações! Nosso blog ainda está em construção, mas assim que colocarmos no ar prometo mandar para que todos possam acompanhar nossos perrengues, he. Valeu!

  19. Ticiana Giehl

    Oi Guilherme, Estou começando os preparativos para a Volta ao Mundo e gostaria de saber como você administrou seu dinheiro no exterior. Quero dizer: tinha conta fora ou no Brasil? Sacava dinheiro como? Usava cartões de débito ou crédito? Valeu por todas as ótimas dicas!!!

  20. Guilherme Tetamanti

    Oi Ticiana, Esse é um dos posts que falta escrever. Tive a sorte de pegar o dólar a R$ 1,60, então comprei bastante com o Visa Travel Money. O restante foi débito, pois paga menos IOF, mas como nem sempre funciona precisei sacar dinheiro também com o cartão de crédito. Tudo com conta do Brasil. Obrigado pela visita. Quero acompanhar sua viagem :)

  21. Hosana

    Parabéns pelo blog! Guilherme, uma viagem igual a sua, duas pessoas ficando em hotéis 3 estrelas, quanto você acha que pode gastar? Uma amiga falou que a média é de U$ 500 por dia para duas, eu achei muito dinheiro, o que você acha? Obrigada

  22. Guilherme Tetamanti

    Oi Hosana, Nossa, isso é inviável para uma longa viagem. Imagine gastar 1000 reias / dia...é esbanjar muito. Conheço alguns casais que gastar um pouco mais que eu para viajar 1 ano. Uma amiga divulgou vários orçamentos de volta ao mundo. Acho que uma média de 150-200 dólares é mais do que suficiente. Imagine que muitos dias gastará mais, outros ficará só na praia ou fazendo passeios mais baratos. Mas o gasto diário vai depender muito da hospedagem, se focar mais tempo na Ásia, pode ficar em hotéis muito bons gastando pouco. Qualquer dúvida só escrever. Até + !!!

  23. Debora Sobrino

    Parabéns pelo post completissimo, Guilherme!! Não tenho intenção em fazer um ano sabático mas já faz 2 anos que fico rodando por aí... Agora parei na Australia! Só Deus sabe o futuro! Ô país caro, né?! Que bom que você conseguiu economizar no Sudeste Asiático! Me senti uma rainha ficando em hotéis bacanas por pouco e fazendo massagem todo dia, hehe!! Tô adorando o blog! Tô até começando a recomendar às pessoas que não viajem mais... Porque é como um vício, fica difícil parar!!!! hehehe!! Pena que no meio tempo tem que trabalhar e encarar a vida chata! Você chegou a fazer algum trabalho nesse um ano de viagem? beijo

  24. Guilherme Tetamanti

    Oi Debora, É um país caro mesmo, mas quem consegue trabalhar pode fazer a vida por aí. Me planejei para não trabalhar. No final da viagem faltou grana, mas fiquei na casa de amigos, então não tive problemas. Agora é trabalhar para conseguir fazer uma grande viagem novamente. Obrigado pela visita...tomara que ajude de alguma forma :) Beijos

  25. Francine

    Guilherme,boa noite!! Adorei seu blog! Tem que ter coragem para largar tudo e se aventurar assim...mas acredito que valeu cada segundo dessa viagem! Venho procurando informações sobre San Diego, pois vou para lá (estudar inglês - 30 dias) em outubro/2013. Estou pensando seriamente em largar tudo e passar 6 meses, para finalmente melhorar meu inglês. Mas essa decisão é realmente mais difícil quando se tem um emprego legal, como é o meu caso. Quero saber o que achou da cidade para morar, se conseguiu melhorar seu inglês depois das 6 semanas que ficou lá e também como é o clima em outubro e novembro(frio a noite;calor dia?) Abraços Francine

  26. Guilherme Tetamanti

    Oi Francine, San Diego é uma das minhas cidades preferidas no mundo...tem praia e muita coisa pra fazer. As pessoas são muito receptivas, acho que devido ao grande número de turistas e estrangeiros que estão sempre por lá. Melhorei meu inglês sim, mas poderia ter sido melhor. Fiz muita amizade com brasileiros, que são muitos por lá, e passava o dia com eles. Fora isso a cidade é perfeita para estudar. Eu saí de lá em outubro e o clima estava bem gostoso. Não dava pra ir a praia, mas também nada de muito frio. Espero ter ajudado. Obrigado pela visita!!! Qquer dúvida estou por aqui. Até + !!! :)

  27. Nazare Sady

    Caro Guilherme, tenho uma dúvida, vc tirou todos os vistos antes de iniciar as viagens ? Eles não são por um período. Quais e quantos são os vistos que você precisou tirar ? Abraços aguardo.

  28. Guilherme Tetamanti

    Oi Nazare, Eu tirei antecipadamente apenas os vistos para Austrália e Estados Unidos, como expliquei no artigo sobre os vistos para a volta ao mundo. Cada um tem suas peculariedades. Para o restante dos países, os vistos são emitidos no aeroporto ou fronteiras...outros países não exigem vistos para brasileiros. Até + !!!

  29. Evanilda Martins

    Ola colega de desejos em comum.Minha dúvida e por isso recorro a ti, para uns conselhos.Como sao tratadas pessoas ms madurass nessas aventuras. Sabe como é prof aposentada, sem um pardal pra dar água. Hábitos simples e dinheiro pra gastar. tetri sorte na empreita? obrigada.

  30. Vanessa

    Uau! Descobri o seu blog agora e ainda tenho muito a fuçar por aqui! Amo viajar, mas infelizmente, no meu caso, tem que ser aos pouquinhos... mas vou aproveitar suas dicas do mesmo jeito! Parabéns pelo projeto! Bjss

  31. Guilherme Tetamanti

    Oi Vanessa, O importante é viajar sempre que possível. Obrigado pela visita. Precisando de algo, só perguntar!!! Bjos. Até + !!!

  32. Amélia

    Olá!Adorei o seu post! Como levou o $?

  33. Guilherme Tetamanti

    Oi Amélia, Logo irei escrever um artigo sobre o assunto. Se cadastre na newsletter para receber as atualizações. Obrigado pela visita. Até + !!!

  34. Mochileiro das Maravilhas

    Grande Guilherme, parabéns pelo post! Muito bom! Essa é realmente uma grande dúvida dos viajantes e a maioria nem sabem por onde começar! Sucesso sempre e que venham muitas outras voltas!

  35. Guilherme Tetamanti

    Fala Dani, Valeu pela visita...quanto mais abertos formos para compartilhar nossas viagens, mais outras pessoas terão confiança para se jogar numa volta ao mundo. Abração

  36. Luciano Sousa

    To querendo fazer uma world trip de uns 60 dias pela europa (exceto portugal, espanha, franca, italia e inglaterra), asia e oceania. Teria alguma sugestao de roteiro? Ou do site pra eu comprar aquelas passagens que valem pra uma world tour? Abraços

  37. Guilherme Tetamanti

    Fala Luciano, Escrevi um artigo sobre as diferentes passagens de volta ao mundo, acho que pode ajudar. Muitas dessas passagens saem de Londres, então você pode começar sua trip por lá e comprar uma RTW para Ásia e Oceania...talvez Bangkok e Sydney. Se tiver mais dúvidas, fique a vontade para perguntar. Valeu, abraços

  38. Debora Garcia - Revista de Viagem

    Guilherme, obrigada pela indicação do nosso blog. :) E adorei seu post com o detalhamento do orçamento. Também já estou organizando o orçamento da nossa viagem para ajudar os futuros doidos, digo, viajantes que querem largar tudo e colocar o pé na estrada! rsrs Abração! Debora

  39. Guilherme Tetamanti

    Oi Debora, Quando estava planejando minha viagem não consegui nenhuma informação sobre quanto se gasta pra fazer uma volta ao mundo. Agora pelo menos os doidos podem se planejar melhor...kkkkk Beijos

  40. Susana

    Confesso que estava curiosíssima, Guilherme para saber. Pois indo logo ali nos EUA, se a gente não se cuidar, lá se vão nossas economias logo nas primeiras lojas...rssss. Gostei do post, muitíssimo interessante, normalmente não se tem esses dados. Grande abraço.

  41. Guilherme Tetamanti

    Oi Susana, É verdade...realmente um tentação aqueles outlets. Me arrependi de comprar muitas coisas!!! Eu senti muita falta de informações como essas quando estava planejando a volta ao mundo, então resolvi abrir o jogo sobre cada aspecto da viagem :) Obrigado pela visita...abraços

  42. Lidiane Spinola

    Guilherme, Parabéns pelo blog e pela experiência! Mais do que ter a grana é preciso muita iniciativa para viver isso! Estou pensando seriamente em encarar um sabático e se post me ajudou bstante, mas a minha pergunta é...Depois que se gira o mundo qual a expectativa que se tem para uma próxima? :-) Bjs e parabens!

  43. Guilherme Tetamanti

    Hahahaha, Muito boa a pergunta, pegou lá no fundo dos meus pensamentos. Já tenho até um rascunho pra outro artigo. Passei um ano viajando e parece que a viagem demorou um século para acabar. Agora já faz seis meses que estou de volta e o tempo passou num piscar de olhos. Pra mim ficou muito difícil perceber que a vida passa muito mais rápido quando estamos em casa ou no escritório...é uma luta com a ansiedade querer viver tudo isso denovo e saber que preciso trabalhar e ganhar dinheiro. Aí terei condições de entrar numa aventura dessas novamente, mas será que largarei tudo mais uma vez para gastar todas as economias??? Realmente não é fácil lidar com isso, mas também não estou dizendo que é o fim do mundo. Apenas acho que se tiver mesmo a iniciativa pra largar tudo, faça com a consciência de que tudo dentro de você irá mudar, e muito, em vários aspectos...impossível não acontecer isso depois de viver um sonho tão intenso. Não dizem que o ser humano quer sempre mais??? É verdade!!! Hoje quero uma volta ao mundo de bike, pelo mar, de 1000 dias...kkkkkkkkkk. Quero viver pra sempre com essa história de volta ao mundo!!! :) Bjkss

  44. Carolmay

    Oi Guilherme, adorei o post! Como a Mirella achei o gasto com alimentação tão baixinho, mas tem que ser assim né, não dá para se dar ao mesmo luxo de uma viagem de 20 dias. Obrigada por compartilhar conosco. Queria fazer uma viagem desta, mas com meu emprego é impossível. :-(

  45. Guilherme Tetamanti

    Oi Carol, Hehe, é preciso chutar o emprego, mas é uma decisão realmente difícil. Obrigado pela visita...bjoss

  46. Rafael

    Muito bom! Detalhado e informativo. Eu gastei bem menos que você. Primeiro porque passei a maior parte da minha volta ao mundo na Índia, um dos países mais baratos do mundo. E, em segundo lugar, porque eu estava na pindaíba mesmo. hehehehe

  47. Guilherme Tetamanti

    Hahahahah, Agora que conheço o orçamento de outras pessoas, sei que gastei demais. Pelo menos gastei com coisas que importam pra mim!!! Valeu Rafa

  48. Gustavo

    É importante notar que albergue não é apenas para economizar em hospedagem, é uma experiência essencial nesse tipo de viagem! Mesmo se encontrasse hotéis mais baratos, eu faria questão de sempre parar em albergues quando possível.

  49. Guilherme Tetamanti

    Boa Gustavo, É muito mais fácil conhecer gente, ficar sabendo quais são os melhores passeios e como economizar. Valeu...abração

  50. Flávia

    Eu sempre acompanho seu blog!! Muito completo e interessante!! Parabéns!! O vídeo ficou muito bacana!!

  51. Flávia santos

    Fantástico!! Obrigada por compartilhar!! Abraços

  52. Guilherme Tetamanti

    Oi Flávia, Nossa seu blog tem muita coisa, adorei :) Obrigado pela visita

  53. mariana

    p.s.: quanto tempo durou a viagem no total?

  54. Guilherme Tetamanti

    16/08/11 a 16/08/12 Exatos 365 dias!!!

  55. mariana

    muito bom o post! tudo na ponta do lapis!

  56. Guilherme Tetamanti

    Hehehe, Eu achei o cúmulo quando estava na Tailândia e anotei o preço de uma moeda antiga que comprei. Na ponta do lápis meeeesmo!!! Abraços

  57. Mirella (@mikix10)

    Muito legal esse post... obrigada por compartilhar! Achei que você conseguiu se controlar bastante, 10 dolares por dia em alimentação é quase um milagre pra mim (risos). Sempre pensamos numa viagem de 6 meses, mas nunca tivemos coragem de largar tudo, mas nesse meio tempo continuamos trabalhando e viajando ao mesmo tempo ... quem sabe mais pra frente! Abs

  58. Guilherme Tetamanti

    Oi Mirella, É uma tristeza não poder frequentar excelentes restaurantes, mas preferi priorizar os passeios. Comi muito na rua ou preparava as refeições nos albergues. No final acho que valeu a pena :). Em viagens curtas é mais fácil gastar com alimentação. Se o sonho está dentro de vcs, um dia acontece!!! Torço pra isso!!! Até + !!!