Ano sabático: o que é, vantagens e desvantagens de um período viajando

por Guilherme Tetamanti

Ano sabático: o que é, vantagens e desvantagens de um período viajando

Toda vez que falo nas vantagens e desvantagens de um ano sabático, acaba sendo uma polêmica. Sei que muita gente pode se irritar com a ideia desse post e correr para fazer um comentário indignado: -“Como assim? Seu filhinho de papai, ficou um ano viajando e ainda tem a pachorra de dizer que existem desvantagens?”.

Pois é, mas como diz um ditado popular, “As pessoas vêem as pingas que tomo, mas não os tombos que levo”. Fiquei um ano inteiro viajando sim, mas nem tudo são flores e consegui isso devido ao planejamento e suor do meu trabalho.

Eu entendo e até concordo com parte da indignação, pelo menos com o que ouvi até agora conversando com amigos. Muitos admiram a coragem de alguém largar uma vida confortável e ótimo emprego, com o sonho de realizar algo aparentemente impossível.

Já outros não entendem como pude desistir de algo concreto para ficar um ano inteiro viajando. Fora aqueles que dizem asneiras baseados apenas nas fotos que posto nas redes sociais. Pensando nisso, fiz este post com tudo o que acho relevante explicar para você. Sim. Há desvantagens e também muitos benefícios em tirar o famoso período sabático. Vamos a eles?

Planeje sua viagem => Seguro viagem anual

Melhores ofertas de hotéis do mundo »

 

Dúvidas sobre ano sabático

O que fazer no período sabático

Independentemente do que os outros pensam de nossas vidas (o que no final das contas não importa nem um pouco) prefiro analisar um ano sabático através de benefícios reais que certamente trazem para os afortunados que partem para essa aventura, seja para fazer um intercâmbio, trabalho voluntário ou viagem longa de volta ao mundo. Porém, é preciso analisar os pontos positivos e negativos. É o que farei agora.

Conheça => Melhores tours guiados em qualquer lugar do mundo

 

Vantagens de um ano sabático

1) As fronteiras ficam maiores

Dicas para ano sabático

Não estou dizendo apenas sobre a quantidade de países que conhecerá, mas sobre tudo que mudará dentro de você. Serão tantas culturas, pessoas, cheiros e sabores diferentes em sua vida, que é impossível não perceber e incorporar novos valores.

Isso é o melhor de um período sabático. Descobrir o mundo, ver o certo e o errado, o bom e o ruim, para absorver o que realmente traz benefícios para nosso dia-a-dia.

Descubra => Como usar celular no exterior

 

2) Realização pessoal

Desvantagens de um ano sabático

Mesmo sabendo que o retorno ao mundo real poderá ser complicado, quem decide usufruir dos ganhos de um período no exterior já sabe o que quer, tem recursos financeiros suficientes e não teme as retaliações do futuro.

Quem planeja com cuidado seu sabático, sabe que um período de reflexão para recarregar as baterias será importante também para seu desenvolvimento profissional.

Realizar sonhos pessoais que estejam alinhados com sua carreira trazem vantagens que outras pessoas provavelmente nunca irão apresentar. E para saber mais sobre trabalho, leia o post sobre como ganhar dinheiro viajando.

Quer descobrir como planejar e viajar o mundo?
Confira o meu livro Quero Viajar Mais »

 

3) Experiência de vida

Como planejar um ano sabático

Já li e reli dezenas de frases de viajantes famosos dizendo que viajar é a melhor maneira de aproveitar e conhecer mais sobre a vida… todas sempre fizeram muito sentido pra mim. (ah, confira um post bem divertido sobre mentiras de quem é viciado em viajar).

Quando estamos na estrada, conhecendo culturas e pessoas, aprendemos ainda mais sobre nós mesmos, sobre relações, política, a respeito de vários aspectos que regem o mundo e podem (ou não) melhorar nossa qualidade de vida.

Esse conhecimento, por mais que possa ser compartilhado através de livros, filmes e documentários, será realmente adquirido na prática, enxergando o mundo, vivenciando na pele todas essas experiências.

Proteção => Seguro viagem internacional

 

4) Ócio criativo

Dicas para ser criativo

Não existe nada melhor do que respirar novos ares e ter um tempo para nós mesmos, sem as preocupações cotidianas, buscando conseguir inspiração. Seja para um projeto na empresa em que trabalha, um livro que pretende escrever ou uma nova empreitada.

Ver e experimentar coisas novas faz a cabeça fervilhar, ideias aparecem, portas se abrem e um mundo inteiro de possibilidades começa a surgir. Eu por exemplo, nunca teria iniciado o blog, escreveria um livro ou teria a chance de por em prática projetos que criei, frutos de todos os pensamentos que tive depois do período sabático.

Planeje-se => Internet na viagem

 

5) Amizades

Volta do mundo dicas

Por mais difícil que seja saber que nunca mais encontrarei pessoas que fizeram parte de um momento tão especial em minha vida, sempre terei um carinho enorme por esses amigos de viagem.

Na boa, não há nada que faça um sabático ser tão especial. Você pode escolher visitar os lugares mais lindos do mundo, mas as companhias certas, mesmo que sejam apenas por alguns momentos, farão a viagem ser inesquecível. Hoje eu recomendo e escrevo sobre os países que visitei, mas lembro das experiências com as pessoas que conheci.

Descubra => Como usar WhatsApp na Europa

 

Desvantagens do período sabático

1) Hipocrisia alheia

Desvantagens de período sabático

Por mais que seja importante não dar bola para o que os outros pensam, é importante saber que muita gente dará pitacos em sua vida. Família, colegas de trabalho, seu chefe. Muitos irão julgá-lo sobre sua escolha e isso poderá afetar sua trajetória profissional, positiva ou negativamente.

Se a sua opção for retornar ao mundo corporativo, é essencial saber sobre o posicionamento de sua empresa, a opinião de chefes e pessoas influentes em sua área.

A prática ainda não é muito comum em empresas brasileiras, portanto é melhor tentar descobrir se o mercado é favorável a esse tipo de oportunidade. Pode ser que seu chefe esteja disposto a conceder alguns meses para seu crescimento pessoal e profissional.

Cultura => Bibliotecas mais bonitas do mundo

 

2) Grana

Quanto custa uma volta ao mundo

Por mais que seja um investimento, você gastará algo que poderia aplicar num apartamento ou nova empresa.

Por outro lado é bem provável que viajando pelo mundo, vendo na prática que é possível viver sem tanta ostentação, você comece a praticar o desapego material.

Sempre fui comedido com dinheiro, mas hoje em dia acho muito mais fácil viver apenas com o suficiente, o que me faz economizar mais para o futuro. Confesso que é difícil ver os amigos com o carro do ano, mais sei que faço sacrifícios por um bem maior.

Melhores do mundo => Praias  para nadar

 

3) Preguiça

Como tirar um ano sabático

Para tirar proveito do sabático é preciso deixar de lado a preguiça e utilizar o tempo livre para tentar melhorar a si mesmo. Ter um tempo de folga não significa ficar com as pernas para o ar.

Mesmo que seu objetivo seja dar a volta ao mundo, procure aprender uma língua, fazer cursos, ler, escrever, criar projetos. Não adianta tirar um ano sabático e não aproveitar o tempo de uma forma produtiva. Isso pode fazer muita diferença no seu currículo.

 
Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 20% de desconto usando o cupom BFRIDAY, é só clicar no botão.

Conheça as principais vantagens:

  • Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de seguro viagem;
  • Assistência médica e hospitalar, seguro de cancelamento e atraso de voos, seguro bagagem, reembolso com despesas médicas e muito mais;
  • É mais barato do que comprar direto nas seguradoras;
  • Cancelamento da contratação sem taxas até 48 horas antes da viagem;
  • Parcelamento em 12x sem juros nos cartões de crédito;
  • Compras com boleto bancário têm 5% de desconto;
  • Atendimento ao cliente 24hs em português.
 

Incríveis => Lugares para snorkel

 

4) Riscos

Mercado de trabalho depois do ano sabático

Sempre existe o risco de voltar de um ano fora e não conseguir o mesmo cargo, salário ou prestígio profissional. Cabe a você analisar vantagens e desvantagens para descobrir se vale a pena aplicar tanto tempo e dinheiro.

Do planeta => Melhores resorts all-inclusive

 

5) Incertezas

Futuro depois de um ano sabático

Mudar de vida e fazer algo diferente sempre gera muitas dúvidas sobre qual o caminho correto a seguir. Infelizmente, ainda não existe bola de cristal capaz de prever o futuro, então incertezas e erros comuns de viajantes sempre surgirão.

Apesar disso, acredito que é melhor viver com a certeza de uma decisão tomada visando algo positivo, do que a incerteza de não saber o que poderia ter acontecido.

Planeje-se e siga em busca de seus sonhos!!!

Impressione-se => Melhores praias do mundo

 

Como curar a ressaca do fim de um período sabático?

Pois é galera, quem disse que seria fácil lidar com o fim de um período sabático viajando pelo mundo??? Muitas vezes li sobre pessoas que ficaram um tempo em depressão, não conseguiram se readaptar e acabaram caindo na estrada novamente. Bom, entrar em novas aventuras é inevitável, mesmo que a partir de agora seja apenas durante as férias do trabalho…espero que não!!!

Essa semana fez um ano que acabou minha volta ao mundo e durante esse tempo o que mais me incomodou foi a vontade incessante de viajar. Devido ao trabalho não tive tantas chances de fazer o que mais gosto, mas descobri maneiras de atenuar os efeitos colaterais que ficar em casa causaram em mim.

 

1) Explorar sua cidade

Dicas para fim de ano sabático

Claro que isso vale apenas para quem mora em cidades que oferecem muitas opções. Sou de São Paulo e raramente fazia passeios pela cidade. Hoje, motivado principalmente pelos amigos que tenho em São Paulo, tento enxergar minha cidade com o olhar de um turista.

Procuro por passeios gratuitos, trilhas e atividades que normalmente quem vive em Sampa não está disposto a aproveitar.

 

2) Utilizar o Couchsurfing

Para quem não conhece, o Couchsurfing é uma comunidade de 6 milhões de pessoas presente em mais de 100.000 cidades ao redor do mundo, conectando viajantes que necessitam de um lugar para se hospedar, tudo de graça. Ótimo para quem está viajando, mas também uma boa opção para quem tem um lugar disponível em casa.

Receber estrangeiros e até mesmo brasileiros de outras cidades, é uma ótima maneira de continuar absorvendo diferentes culturas, uma das partes mais enriquecedoras de uma viagem. Se não tiver um sofá sobrando, participar dos encontros também é válido para interagir com a galera.

 

3) Ler livros de viagem e/ou estrangeiros

Tudo bem que ler sobre viagem pode nos deixar com mais vontade de viajar, essa é realmente a intenção. Porém, conhecer a história de vida de outros viajantes pode nos incentivar a voos mais altos. É ainda uma forma de aprender mais sobre um determinado país, motivando futuras visitas.

A Camila do blog Viaggiando lançou o projeto A Volta ao Mundo em 198 Livros, no qual se propõe a ler um livro de cada país do mundo.

 

4) Acompanhar blogs de turismo

Parece tendencioso mas é verdade. Eu mesmo me delicio com as viagens de outros blogueiros através do Facebook, Twitter e Instagram. É verdade que as vezes pinta uma inveja, mas é da boa!!! É assim que faço minha bucket list para as próximas férias e ainda acompanho a galera que está fazendo ou ainda pretende embarcar numa volta ao mundo.

 

5) Manter contato com amigos de viagem

Compartilhar momentos vividos durante a viagem é muito bom para matar as saudades…talvez a melhor de todas as maneiras para ajudar no fim de um período sabático. Mantenha contato com as pessoas e marque novas viagens, mesmo que isso demore anos para acontecer.

Nesse momento estou planejando um encontro em Paris com os amigos que fiz durante intercâmbio na Espanha em 2006. Não vejo a hora!!!

 

6) Conhecer os hostels de sua cidade

É aqui onde estão os viajantes e normalmente os hostels promovem festas para seus hóspedes. Caso o albergue não permita gente de fora, programe um fim de semana diferente em sua própria cidade.

Como já disse, conhecer pessoas é ótimo para aprender tradições diferentes, além de excelente para praticar inglês, espanhol ou qualquer outro idioma.

 

7) Continuar viajando

Mesmo que sejam pequenas viagens apenas para curtir o final de semana, continuar viajando é essencial para manter o espírito aventureiro. Ahhh, apesar de ser muito bom passar uns dias na casa de praia da família, o ideal é explorar novos ares.

 
Sabia que aprender através de cursos on-line nunca foi tão fácil?

Assista seus cursos pelo computador, tablet ou até mesmo pelo celular!

Devido a nossa parceria com a Learn Café, você terá acesso a cursos para todas as áreas do conhecimento, com alta qualidade, comodidade e de forma acessível. Cursos online para você:

  • Aprender rápido e ganhar dinheiro;
  • Se preparar para um novo emprego;
  • Melhorar seu currículo;
  • Continuar aprendendo sempre!
 

Tente fazer trilhas fora da cidade ou pegar um ônibus qualquer para explorar a cidade vizinha.

 

8) Escrever sua própria história

Não estou te dizendo para criar um blog, pois talvez um diário seja suficiente para você. No meu caso o blog ajudou muito após o término da viagem, principalmente por me proporcionar tantas novas amizades.

Além disso, ajudo outros viajantes que estão com as mesmas dúvidas que lá atrás passaram por minha cabeça, o que me motiva bastante, pois acabo conhecendo muita gente bacana. Portas se abrem!!!

 

Viajar me deixou mais jovem?

Porque viajar me deixou mais jovem? Pode até ser estranho ler isso vindo de uma pessoa com 30 e poucos anos, claro, dependendo de sua idade e referencial. Mas é fato, quando fui chegando perto da temida virada para os trinta anos, me sentia a cada dia mais velho. As responsabilidades da vida, trabalho, família, necessidade de juntar patrimônio e tudo o que é comum para alguém que está nessa fase da vida, se acumularam e essa mistura de atividades acabou formando uma rotina maçante que aos poucos minou minha percepção de juventude…não estava curtindo a vida como deveria curtir.

Eu trabalhava demais e já não tinha mais tempo livre para fazer as coisas que sempre amei…ver os amigos, praticar esportes, namorar, dançar, sair por aí, dar um rolê, viajar…ahhh viajar!

Sempre fui apaixonado pelo mundo e era daquelas crianças que tinha mapa-mundi no quarto, passava as férias longe da cidade, papai pouco ficava em casa devido às viagens do trabalho e até meu avô colocava inconscientemente a semente de viajante em mim.

Já faz mais de 25 anos, mas lembro como se fosse ontem, quando ele voltava de suas viagens para caçar codornas no Paraguai (sem julgamentos, por favor). O velho ia de Kombi com seus amigos e alguns cachorros perdigueiros. Na volta fazia um banquete para toda a família, e eu achava isso demais.

Na escola, era viciado nas aulas de geografia, principalmente por causa de um professor do primário que sempre voltava das férias com fotos de diversas partes do mundo. Nunca me esquecerei da primeira vez que vi fotos de Machu Picchu… mal deixei meus colegas de sala ver o álbum de fotografia. Naquele momento soube que um dia viajaria para o Peru.

Eu viajei, não só para Machu Picchu e Peru, mas colecionei – até agora – 35 carimbos no passaporte, e olha que voltei algumas vezes para certos países, como Chile, África do Sul, Espanha, Itália, França, Alemanha e Grécia…adoro voltar para o mesmo lugar em momentos diferentes da vida. Enfim, esse estalo para cair no mundo clicou mais forte exatamente aos 29 anos, quando o máximo do estresse me abalou, como nunca imaginei que poderia acontecer.

Como é possível alguém bem sucedido e aparentemente feliz, passar mal de estresse? Foi o que me perguntei após uma bateria de exames e três tapinhas nas costas, do médico que comunicou minha saúde perfeita. Você está estressado Guilherme, ele disse.

Naquele momento soube que precisava mudar meu estilo de vida, fazer algo diferente. Afinal, sempre acreditei em uma afirmação: “burro é aquele que faz as mesmas coisas, buscando resultados diferentes”. E o resultado que sempre quis, foi ser feliz!

Mudei, não de emprego ou cidade. Tinha que ser pra valer! Após alguns dias pensando o que faria da vida, decidi vender minha empresa e realizar o mais maluco dos desejos, aquele sonho que sonhamos acordados imaginando como seria bom acontecer…decidi dar uma volta ao mundo!

A partir daí, minha tarefa foi vender mais alguns pertences, carro, video game e tudo o que valia mais de cem reais. Além é claro, de planejar toda a viagem. Esperei o verão chegar no hemisfério norte, e parti!

 

A viagem de volta ao mundo

Porque viajar me deixou mais jovem?
Porque viajar me deixou mais jovem: Galera da viagem após 30 dias na Nova Zelândia!

Foram exatamente 365 dias na estrada, 18 países e sei lá quantas cidades. Amigos, fiz dezenas, daqueles que dá vontade de chorar quando dizemos adeus, sabe? “A Gente Só Conhece os Amigos, Viajando com Eles“… foi o nome que escolhi para o blog onde contei toda a história da viagem, parece que já sabia o que estava por vir. Depois mudei o nome para Quero Viajar Mais, mas isso é outra história.

Em agosto de 2016 completará 4 anos que terminei a viagem. O blog cresceu, virou profissão e já conversei com centenas de pessoas sobre a volta ao mundo. Família, novos e velhos amigos, blogueiros, leitores e também dei entrevistas para outros sites, jornais e revistas. Até na TV contei minha história.

Para a grande maioria das perguntas, tenho as respostas na ponta da língua. Mas tem uma, que é difícil expressar minha opinião sempre da mesma maneira: “Guilherme, o que mais mudou em você depois de tanto tempo viajando?“.

Sinceramente existem várias respostas, mas a que mais gosto é sobre minha teoria da percepção do tempo. Sabe aquela sensação que temos ao encontrar alguém que vemos pouco, geralmente um parente distante no Natal?

– Nossa, já faz 1 ano desde a última vez que nos vimos? Parece que foi ontem!

Pois é, quando os dias são iguais e temos a mesma rotina, nosso cérebro não precisa gravar certas informações e acaba utilizando o mesmo “rolo de fita”, entra no automático. Quando passei a viver um dia diferente do outro, meu cérebro acumulou mais dados, imagens, sentimentos e sensações, o que no final de 1 ano aumentou absurdamente minha percepção do tempo. Sério, tive a impressão de ser uma vida inteira!

Hoje eu não poderia ser mais feliz com o que conquistei. Claro que tenho ambições e objetivos, mas conquistei com muito suor – e conquisto dia após dia – a vida que sempre sonhei.

Um dia desses, numa dessas conversas com uma nova amizade, a pessoa se espantou quando descobriu minha idade: “nossa, eu nunca daria mais de 30 anos pra você“.

Fiquei feliz, lógico, e isso me fez pensar. Humm, será que viajar tanto me deixou mais jovem? Não sei dizer, mas garanto que hoje sou muito mais feliz! E você deve ter entendido agora porque viajar me deixou mais jovem!

 

Planejando um ano sabático?

Quando criei o projeto viagem de volta ao mundo sabia que a viagem seria o estalo para transformar toda a minha vida. Para finalizar, veja como foi a minha volta ao mundo através desse vídeo:

Pesquisando sobre as vantagens e desvantagens de um ano sabático? Ainda tem dúvidas? Gostaria de compartilhar suas histórias? Deixe seu comentário abaixo!!!

Até + !!!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Guilherme Tetamanti

ESCRITO POR

Guilherme Tetamanti

Paulistano de 37 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Quero Viajar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. Guilherme Tetamanti

    Na correria só consegui ver seu comentário agora kkkkk te seguindo também :)

  2. Larissa

    Sim, me ajudou muito!! Já te sigo no insta, e vou te add no face tbm. O meu username é larissareoli em todas as mídias. Ainda estou organizando as coisas, mas acho que esse vai ser o roteiro mesmo. Ansiedade aqui já está grande pra partir logo hahaha ;)

  3. Guilherme Tetamanti

    Oi Larissa, Poooo que irado você voltar aqui para contar isso. Fico feliz que de alguma forma te incentivei ou ajudei com dicas. Me add no Face ou Instagram para eu acompanhar sua viagem!! :)

  4. Larissa Reis

    Olá Guilherme! Três meses depois, estou aqui de volta para contar que resolvi seguir com minha aventura pelo mundo... Não resisti... Fiz as contas, e a passagem de volta ao mundo ficaria em conta, além do que eu descobri que dá pra viajar gastando muito menos do que eu imaginava. Portanto, em abril parto pra San Diego (onde ficarei 3 meses estudando ingles), depois a Eurotrip (pretendo visitar Paris, Londres, Bruxelas, Amsterdã, Berlim e Praga), e resolvi então depois ir para Egito, Índia, Tailandia e Nova Zelandia. Serão 7 meses conhecendo o mundo, e eu tenho certeza que valerá muuuuito a pena! Obrigada pelas dicas! Abraços Larissa Reis

  5. Larissa Reis

    Oi Guilherme! Achei seu blog por acaso, pesquisando algumas informações sobre San Diego, e não consigo parar de ler!!! Estou planejando um tempo sabático pra mim também, mas nao consigo ficar um ano todo... A princípio estou planejando ir a San Diego, fazer uma imersão de 3 meses para poder pegar uma certa fluencia na lingua inglesa (ainda tenho muita dificuldade na conversação). Bom, até ontem, o que tinha decidido era que minha segunda parte da viagem seria uma eurotrip, de uns 40 dias. Mas então, descobri o tal bilhete de volta ao mundo, que me dá a opção de comprar as passagens inclusive para ir para San Diego e para Londres (visitar um amigo), que sao as tarifas mais caras, e confesso que depois de ler seu blog estou muuuuuitíssimo dividida entre a Eurotrip ou a volta ao mundo... Quanto ao tempo, eu não teria problema, pois planejo mesmo em pedir desligamento da empresa para fazer a viagem, o que pega é mesmo o orçamento... Enfim, curti muito o seu blog! Você está de parabéns mesmo! Suas dicas são ótimas!!! Ainda tem muuuuuitos artigos que quero ler! Abraços! Larissa Reis

  6. Guilherme Tetamanti

    Oi Larissa, Bom saber que o blog trouxe essa inspiração e está ajudando :) Se precisar tirar alguma dúvida, comente por aqui. E depois volte para contar o que decidiu!!! Boa sorte e aproveite muito, uma viagem dessas muda nossas vidas!! Abraços

  7. Luiz Guilherme Prats

    Só não concordo com o ponto que escreveu sobre a preguiça. Primeiro que preguiça já é algo com conotação negativa. Não para mim. Se você fez por onde se dar um tempo, seja lá quanto for, para : acordar tarde, ficar em casa lendo e ir ao cinema no meio de semana à tarde, qual o problema. Não acho que período sabático tem que estar atrelado a um projeto produtivo ou de melhoria de sua capacidade profissional. POde ser, mas nada contra quem não o fizer. O importante é se a ter a duas coisas: faça o que lhe dê prazer e não prejudique ninguém com isto. Abraços.

  8. Guilherme Tetamanti

    Boa Luiz, Não havia pensando num período sabático apenas para descansar...isso também pode ser muito produtivo, se assim a pessoa quiser. Legal sua participação. Abraços

  9. isabela

    Adorei ler sua opnião sobre isso.Você não imagina o tanto que me acalmou. Realmente vai ter pessoas de mente pequena que vai criticar, mas é por pura inveja. Pretendo também tirar 1 ano de vida para fazer várias viagens ao redor do mundo. Já estou planejando e juntando din din desde agora. Me identifiquei muito seu post pois já fiz algumas viagens internacionais e quando voltei fiquei mal e triste. Senti preguiça de voltar a trabalhar (trabalho por conta propria com vendas) e senti muita falta dos lugares e das pessoas que conheci. E antes eu valorizava muito as coisas materiais e agora parei com isso. Percebi que gastei muito dinheiro com coisas que não valem a pena e agora eu guardo tudo para viajar.A vida da maioria das pessoas que conheço são sem graça, monotona não quero ser assim também. Então vou aproveitar enquanto tenho saude e força de vontade para trabalhar e realizar meus sonhos. Fique com Deus e obrigada por compartilhar sua viagem.

  10. Guilherme Tetamanti

    Oi Isabela, Legal saber que minha experiência te ajudou de alguma forma :) Fiz tudo isso, pois queria ter uma vida diferente e excitante, que um dia pudesse chamar de incrível. Não vejo coisa melhor que viajar. Mantenha contato para contar sobre sua volta ao mundo...quero muito divulgar histórias assim!! Beijos

  11. Eder Rezende

    rapaz para a hipocrisia alheia caguei, grana foi feita para gastar ou vai levar pro caixão?, preguiça não faz parte do meu vocabulário, o risco de vc ficar e não ser promovido é maior e o que seria a vida sem riscos: chata. Vc tem certeza do que? Putz só ficaram vantagens. abs Guilherme. Eder

  12. Guilherme Tetamanti

    Hahaha...boa Eder. Esse também é o meu espírito, mas é bom analisar as desvantagens, principalmente para quem ainda está com receios de tirar seu sabático. Valeu...abração

  13. Flávia Peixoto

    Ainda tenho vontade de tirar um ano.. meninas crescendo e penso até em fazer junto com elas.. já tive a fase de querer fazer em um veleiro, mas dada a complicação da operação mudei de idéia.. sempre me inspiro nesse seu cantinho.. beijos

  14. Guilherme Tetamanti

    Meu sonho é fazer num veleiro...tomara. Se um dia vc conseguir fazer com as meninas eu serei o primeiro a apoiar :) Bjkss

  15. Dina Duque

    Olá Guilherme, como posso falar, a sua volta ao mundo é encantadora, nada paga este prazer , experiência, que você adquiriu, não ha dinheiro que pague isso, eu acompanhei alguns lugares que você estava, e fica imaginando está lá também, isso é um sonho que poucos tem a oportunidade de realizar, você está de parabéns por ter realizado e com certeza fará tudo de novo, emprego, carro, casa , nada disso é tão importante como fazer o que gostamos, as pessoas não tem nada haver com o nosso sonho, isso é um sonho pessoal que só diz respeito a cada. eu fico maravilhada com tudo isso, pois para mim é um sonho que ainda quero realizar, é magnífico tudo isso, você pode dizer , hoje , estou realizado, dinheiro é bom , mas não é tudo, aprender a viver com o suficiente para realizar o que queremos já é tudo, guardar e não aproveitar com o que gosta, acho que não vale apena. Estou feliz em ver tantos lugares lindos sonhando um dia por lá também está, Parabéns meu amigo.

  16. Guilherme Tetamanti

    Oi Dina, Você tem esse sonho em ti, tomara que consiga ter experiências como todas essas que conto aqui. Obrigado pelo carinho. Beijos

  17. Priscila Reis

    Gui, Belo post! Apesar de nunca ter tirado um ano inteiro, e ser praticamente impossível fazê-lo já que tenho filho(...pelo menos dentro dos proximos 20 anos) concordo com tudo que disse. As amizades são fundametais,e a experiência de vida é algo que não tem preço, que ninguem vai tirar de vc. Com certeza, os chefes da vida que não aceitam isso, estão bem menos preparados do que a pessoa que teve coragem de largar tudo e enfrentar esse desafio. Te admiro amigo!!! Um beijo grande, Pri Reis

  18. Guilherme Tetamanti

    Oi Pri, Espero te ver em breve minha linda. Beijos

  19. Jonathan Padua

    Brother, preciso parar (ou não) de ler esses seus posts... cada vez mais vontade de viver esse sonho abração Jonathan Padua

  20. Guilherme Tetamanti

    Ae Joe, Eu imagino que dê vontade mesmo, mas sinceramente é essa a intenção, heheh. Tenho ctz que um dia chegará a sua vez. Valeu bro

  21. Nívia

    Amei o post, mas realmente não tenho coragem de abandonar minha empresa e me jogar em um ano sabático. Ainda... Mas o que já aproveitei do post foi o ditado maravilhoso! Todos veem minhas pingas, mas ninguém meus tombos!!! Hahahaha

  22. Guilherme Tetamanti

    Hahahaha, eu também incorporei esse ditado. Conheço gente que conseguiu acordo com a empresa, tipo pra passar 6 meses fora e voltar para a mesma colocação. Quem sabe vc não consegue!! :) Obrigado Nívia...vou fuçar seu blog :)

  23. Erick Stengrat

    Outro ótimo post !!! Curto muito seus textos e batem bastante com o que eu penso ! Quanto ao ano sabático, ainda vou tirar o meu... Abraços