Como procurar emprego na Itália: áreas e regiões para trabalho

Como procurar emprego na Itália: áreas e regiões para trabalho

Para quem está em busca de um emprego na Itália pela primeira vez, diversas dúvidas começam a surgir. Afinal, como e onde procurar trabalho na Itália parece algo mais confuso para quem é estrangeiro. Mas quais são as reais possibilidades de trabalho na Itália para brasileiros? Existe emprego na Itália para quem fala português? Como é possível trabalhar na Itália legalmente?

Primeiro, qualquer pessoa que deseja trabalhar na “Bota” precisa conhecer o mínimo da situação econômica e política do país. A Itália vive uma situação delicada economicamente há muitos anos, a crise ainda afeta grande parte da população, em particular os jovens italianos e estrangeiros. Assim, o mercado de trabalho é competitivo e não oferece tantas vagas, quando comparado a outras nações da União Europeia.

No início de 2018, um novo governo foi eleito e, com a entrada da Lega-M5s (a Liga-Movimento Cinco Estrelas) no poder, a política italiana está tomando novos rumos.

Em termos de trabalho, é importante ressaltar dois aspectos: as políticas de imigração tendem a ficar cada vez mais endurecidas, baseado na postura do atual ministro do interior, Matteo Salvini; e trabalhar ilegalmente nunca deveria ser uma opção, mas certamente será cada vez mais difícil na Itália. Agora, não é impossível trabalhar na Itália! E listei algumas informações que podem nortear a sua busca!

Planeje sua viagem => Dicas dos melhores hotéis da Itália

Seguro viagem para Itália »

 

Como conseguir emprego na Itália?

Para conseguir um emprego você deve ter permissão para trabalhar na Itália, seja um visto de trabalho ou um documento de cidadão da União Europeia. Além disso, é indispensável que você consiga se comunicar em italiano, nem que seja minimamente.

Confira => Internet portátil e rápida na Europa

 

Documentos para trabalhar na Itália

Empregos na Itália para quem fala português
Emprego na Itália

Primeiro, você precisa identificar em que lei você se enquadra. Se você for brasileiro sem uma dupla cidadania europeia, por exemplo, você precisa apresentar às autoridades um visto de trabalho que, ao chegar na Itália na Europa, será transformado num “permesso di soggiorno” por motivo de trabalho, seja ele subordinado ou que se encaixe em outra categoria.

Para entrar no país com esse visto a empresa que te contratou, ou irá contratar, precisa enviar a você um comprovante desse contrato ou promessa de emprego. Esse documento deverá ser entregue ao consulado ou embaixada mais próximo da sua residência no momento do pedido do visto.

Já na Itália, o seu empregador solicitará que você faça um codice fiscale, que é uma espécie de CPF italiano, um comprovante de residência e também que você esteja registrado no sistema público de saúde do país, caso aconteça alguma emergência.

CLIQUE AQUI para fazer remessa online de dinheiro para exterior »

 

Sou descendente, posso trabalhar na Itália?

Emprego na Itália para quem fala português
Emprego na Itália

Pode. Mas antes de tudo, ser descendente de italiano, até segunda ordem, significa que você é brasileiro.

Caso você tenha sua cidadania italiana reconhecida e tenha um documento que comprove essa ligação familiar, como um passaporte ou identidade italianos, então você é italiano para a Itália.

Seus direitos e deveres são os mesmos de qualquer pessoa que nasceu no país e viveu aqui a vida inteira. Ou seja, nesse caso você não precisa de um visto de trabalho, mas precisa de um contrato e de toda a documentação exigida pela empresa.

Essa regra se aplica também a todas as pessoas que possuem cidadania europeia, seja ela portuguesa, espanhola, inglesa (até o momento) e por aí vai.

A Itália integra a União Europeia, então as fronteiras entre os países são livres para circulação e para que seus cidadãos estabeleçam suas vidas em outros países membros da UE.

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?
Compare preços e compre online na Confidence Cambio »

 

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide na Itália. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

Posso procurar emprego como turista?

Salário dos empregos na Itália
Emprego na Itália

O que influencia nesse caso não é o fato de poder ou não. Poder, pode. Até mesmo porque é inviável para as autoridades italianas controlarem esse tipo de prática.

A dificuldade é encontrar algum empregador que aceite fazer um contrato de trabalho para você e te dê o visto para residir no país.

Basicamente, a maioria das empresas não deseja se responsabilizar caso algum estrangeiro venha a ficar ilegal no país e dar o visto para alguém é algo enorme!

Em contrapartida, não se pode trabalhar na Itália com visto de turismo, nem durante os três meses aos quais os brasileiros têm direito!

Você até pode encontrar um trabalho, mas ele será um emprego informal e fora dos padrões que a lei exige no país. Isso pode gerar uma deportação (e a chance de não poder voltar à Itália) para você e uma multa salgada ao empregador.

Expirar o visto de turismo e permanecer no país nem se fala, além de ilegal, diminui suas chances de encontrar qualquer emprego que seja.

Economia​ => Internet ilimitada na Europa

 

Onde procurar trabalho na Itália?

Sites de emprego Itália

A busca por trabalho na Itália segue padrões similares ao Brasil e diversos outros países. Para profissionais com graduação e outros títulos, uma das melhores opções é visualizar as vagas pelo LinkedIn, pois a rede social já considera seu perfil e filtra os resultados de acordo com as suas competências.

Outros sites que são muito famosos e operam na Itália são o Indeed e o Infojobs. Outros sites de busca de emprego que são bastante utilizados no país são o Subito e o TrovaLavoro.

   

Nas redes sociais, o Facebook, tal como no Brasil, possui grupos específicos para quem está procurando uma vaga.

Eles costumam ser divididos em cidades e províncias, então procure sempre por “Cerco/offro lavoro a” e acrescente o nome do local que você tem interesse em morar.

As últimas opções são buscar agências de empregos ou imprimir currículos (em italiano!) e distribuir pessoalmente nos locais que estão contratando, geralmente por meio de cartazes nas vitrines que indicam “cercasi” e a definição do profissional.

Essas alternativas são para aqueles que já estão na Itália e podem soar as mais simples de todas, o que não significa que sejam as mais fáceis.

Dúvida​ => Qual moeda levar para a Itália

 

Em que áreas trabalhar na Itália?

Salário mínimo na Itália

As áreas profissionais que possuem mais oferta de trabalho na Itália são ligadas à Tecnologia da Informação e a cargos de gerência, como gerente de vendas, de lideranças e aprendizagem e até de bem-estar.

Além desses, cuidadores, equipe de limpeza para empresas, garçons, caixas e motoristas também estão entre as profissões em alta na Itália, segundo o boletim Excelsior, uma produção da Unioncamere com a Anpal.

Ainda cabe ressaltar que, apesar da demanda maior ser nas áreas citadas anteriormente, a Itália é reconhecida mundialmente por sua gastronomia, arte, arquitetura, design, moda e música. Certamente aqueles que são de áreas afins ganharão uma grande bagagem para o currículo.

Dúvida​ => Quais são as cidades mais baratas da Itália

 

Salários na Itália

Média dos salários da Europa

Já disse anteriormente que a Itália não tem um salário mínimo definido, por isso, é delicado afirmar qual seria o mínimo que um trabalhador recebe por aqui.

Eu acho muito arriscado colocar as médias salariais na Itália, pois geralmente o empregador define junto ao funcionário como será o pagamento, justamente por essa falta de uma base salarial.
A média no Vêneto é de 1.200 a 1.300 para trabalhar 40h semanais em um cargo de atendente de gelateria, equipe de restaurante, caixa etc. Ao mesmo tempo, quem trabalha em mecânica, por exemplo, pode ganhar até 4.000 euros mês. Quando falamos de cargo de ensino superior, uma média boa é € 3.000, mas não é regra, depende da cidade e da demanda da área.

Enfim… é muito complicado definir as médias de salário na Itália. Algumas métricas estão disponíveis na internet e trago aqui também:

  • Babás ou empregados domésticos recebem entre 700 e 1.000 euros;
  • Vendedores, atendimento ao público ou pessoas com pouca qualificação, ganham entre 1.200 e 1.600 euros por mês;
  • Pessoas com qualificação média, do setor hoteleiro, recebem entre 1.700 e 1.900 euros;
  • Profissionais qualificados, como da área de finanças, recebem entre 2.000 a 2.600 euros.

Europa​ => Emprego em Portugal

 

Quais regiões oferecem mais emprego?

Quais regiões italianas oferecem mais emprego?

Os grandes centros são os locais que possuem mais opções para os profissionais. É importante lembrar que, embora Roma seja a capital do país, o centro econômico é Milão e é lá que muitas das grandes empresas estabelecem suas sedes.

Para quem quer trabalhar mais com serviços, as cidades turísticas têm muita demanda e é uma boa opção procurar por elas.

O norte é economicamente mais bem estabelecido no território italiano, por isso tem mais oferta de empregos, o que inclusive gera uma migração dos próprios italianos para a região em busca de trabalho.

Mas não esqueça de fazer um balanço do que você vai gastar na região, pois morar em Milão, por exemplo, costuma custar muito mais que em regiões mais ao sul da Itália.

   

Falando no sul do país, as regiões sobrevivem mais de turismo, então é uma área legal para procurar empregos em hotéis, restaurantes e outros locais que acolhem os turistas. Saiba quando é alta e baixa temporada de turismo na Itália.

Imperdível => Passeios na Itália

 

Vale a pena trabalhar na Itália?

Oferta de emprego maior na Itália

Essa é uma questão particular para cada pessoa e deve considerar as particularidades de cada um, como área de formação, experiência no mercado, expectativas em relação ao novo país etc.

Se o seu sonho é simplesmente morar na Europa, a Itália pode ficar atrás em alguns fatores, como a língua oficial que é o italiano, a falta de um salário mínimo definido pelo governo e uma oferta de emprego menor que em outros países que fazem parte da União Europeia.

Em contrapartida, o aluguel na Itália é barato se comparado a diversos outros países europeus; em geral a alimentação não custa caro; para quem tem filhos, a escola é gratuita mesmo para estrangeiros e ainda existe uma série de políticas que incluem esses alunos. Para saber todas essas informações leia o artigo sobre custo de vida na Itália.

Ou seja, a Itália pode não ser um local em que se irá ganhar rios de dinheiro, mas também não é um país em que se gaste tanto para viver o dia a dia. Por falar nisso, saiba como é o aluguel de carro na Itália.

Saiba que tipos de visto existem na Itália » 

Visto de trabalho na Itália

A Itália é um país incrível, seja para passear, estudar ou trabalhar. A experiência de estar no território italiano certamente é algo que ninguém jamais tirará de você.

Se o seu sonho é trabalhar no país, comece com aquilo que você já pode, olhe as vagas de emprego no LinkedIn, veja os pré-requisitos para os cargos que te interessam e comece a aperfeiçoar a sua carreira para ser o profissional que eles estão à procura.

Além disso, reúna o máximo de informações possíveis sobre como são os contratos de trabalho para a sua área de interesse, veja se têm brasileiros que trabalham nas empresas que você está de olho e entre em contato.

Enfim, viva esse sonho desde agora, pois com planejamento a chegada à Itália será menos assustadora e terá muito mais impactos positivos!

E minha sugestão principal é não dar chance para o azar. A Itália é um país extremamente burocrático e rígido nas suas leis. Esteja em dia com seus documentos de viagem e faça o caminho correto para trabalhar no território. Pode ser cansativo, mas será recompensador.

A imigração é levada muito a sério, ainda mais desde as últimas eleições. Afinal, tem uma série de pessoas querendo viver o sonho da Europa e se mudar para a terra onde é “tutto buona gente”, não é mesmo?

Está nos seus planos trabalhar na Itália? Deixe nos comentários suas dúvidas principais.

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Bárbara Armino

ESCRITO POR

Bárbara Armino

Bárbara Armino Decimo - a Bah - é jornalista, gaúcha de apelido e nascença. Italiana nascida no Brasil, reside atualmente na Itália, onde veio resgatar as raízes da família, aprender e reconhecer-se na cultura dos seus antepassados. Ama as coisas simples da vida, o céu, o vento no fim da tarde, um chimarrão compartilhado, cafés e viagens. No momento, não economiza pernas para conhecer novos lugares.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Tours Nacionais

Reserve atividades com pagamento em até 10x

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Tours Nacionais

Reserve atividades com pagamento em até 10x

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. Caio Maroso

    Oi, Bárbara! Adorei o post... super objetivo! Eu, provavelmente, terei cidadania italiana até o final deste ano (2019). Estou tentado a mudar para Itália... queria ver se vocês consegue me ajudar com mais algumas coisas específicas do meu caso, se você tiver oportunidade! Meu italiano não é grande coisa, consegui me comunicar razoavelmente nas 2x que estive aí, mas mais no embromation e misturando o pouco que sei do italiano e do inglês! ???? sei que não dominar nenhuma das duas línguas pode ser um impeditivo... Aqui no Brasil, sou arquiteto (graduação e mestrado). Como o post fala, arquitetura é uma área de expoente na Itália, mas não sei se conseguiria trabalhar com isso, até porque teria que validar meu diploma e isso demora, né? Talvez pudesse ser como um ajudante/desenhista, já que domino bastante a representação gráfica e os softwares mais atuais! Mas, também, não teria problema trabalhar em empregos de menor qualificação... além das dicas do post, pensa em mais alguma coisa? Da pra trabalhar com empregos domésticos, por exemplo, com um italiano pobre? Com o salário que se paga nesses empregos, da pra sobreviver e se divertir um pouquinho?! Hehehe Outra dúvida... o plano de morar na Itália está sendo sonhado junto com meu namorido... não somos casados oficialmente no Brasil. Sei que a Itália não reconhece o casamento homoafetivo, mas sim a união estável. Seria mais fácil assinarmos a união estável aqui e depois ir? Ou acha mais interessante que ele entre como turista e depois assinamos a união estável aí? Tem ideia de como é esse processo? Obrigado!!!! Caio