8 rotas turísticas no Rio Grande do Sul para você conhecer

por Andréia Teixeira
5/5 - (7 votes)

8 rotas turísticas no Rio Grande do Sul para você conhecer

As rotas turísticas no Rio Grande do Sul ainda são pouco exploradas pelos turistas de fora da região. Contudo, quem vive pelo estado já conhece as belezas dessas rotas e costuma explorá-las com muita frequência.

O Rio Grande do Sul é um estado com diversas opções de turismo e costuma receber a cada ano uma média de 1,2 milhões de turistas nacionais e estrangeiros, dentre os destinos principais estão as praias e a serra gaúcha.

São muitas as rotas turísticas do Rio Grande Sul, uma delas fica na serra, nas cidades de Bento Gonçalves, Caxias do Sul e Garibaldi, regiões consideradas como a “pequena Itália”. Mais adiante falarei um pouco sobre elas. Prepare-se para conhecer lugares românticos, paraísos para o ecoturismo ou destinos para um passeio em família. Confira.

Planeje-se => Onde se hospedar com conforto em Gramado

Seguro de viagem para viajar no Brasil »

Rotas turísticas no Rio Grande do Sul

  1. Rota romântica – Porto Alegre a Canela
  2. Gramado a Canela
  3. Bento Gonçalves a Garibaldi – Vale dos Vinhedos
  4. Cambará do Sul – Rota dos Cânions
  5. Rota das Salamarias
  6. Rota do Yucumã
  7. Rota do Sol
  8. Rota das Missões

A seguir confira um vídeo do canal de turismo oficial do Rio Grande do Sul, onde detalha com lindas imagens todas as regiões turísticas do estado.

CLIQUE AQUI para os melhores passeios na Serra Gaúcha »

Rota romântica, de Porto Alegre a Canela

A rota romântica é uma das mais famosas rotas turísticas no Rio Grande do Sul e a cada ano atrai milhares de turistas de todas as partes do Brasil. O trajeto realizado entre a cidade de Porto Alegre e Gramado ganhou esse sugestivo nome porque passa por diversos municípios até chegar ao destino final, a cidade de Canela.

Durante todo o trajeto é possível observar as belezas que compõem a estrada, como por exemplo montanhas, penhascos e flores das mais variadas espécies.

São 184 km de beleza e história, afinal, a rota romântica passa pelos municípios de São Leopoldo, Novo Hamburgo, Estância Velha, Ivoti, Dois Irmãos, Morro Reuter, Santa Maria do Herval, Presidente Lucena, Picada Café, Nova Petrópolis, Gramado, Canela, São Francisco de Paula e Linha nova.

A viagem pela rota romântica é marcada por lindas paisagens, especialmente no outono e na primavera, onde as árvores e as flores ganham um colorido todo especial. Durante o trajeto da rota romântica, quem quiser pode ir parando para conhecer cidade por cidade, a grande maioria delas colonizadas por alemães e italianos.

As três principais cidades são: Nova Petrópolis, Gramado e Canela. Cada uma oferece diversos atrativos e, claro, muita cultura e paisagens fantásticas.

Percurso da Rota Romântica

Pontos turísticos na fronteira do RS
Nova Petrópolis | Foto: Larissa Fraga. via Wikimedia Commons

A maior parte do trajeto pela rota romântica é pela BR-116 e começa em São Leopoldo, porém, quando se chega na cidade de Nova Petrópolis, é utilizada a RS-235 que faz o trecho Nova Petrópolis, Gramado e Canela.

O passeio pela rota romântica é bem tranquilo e a estrada também é bem conservada. Dependendo da época do ano, pode haver um pouco de neblina, o que requer cuidado e atenção em dobro dos motoristas, já que a região é cheia de curvas e penhascos.

Por fim, uma dica para percorrer a rota romântica: vá com tempo para poder parar em outras cidades menos conhecidas, como Picada Café, Dois irmãos e Santa Maria do Herval. Embora sejam pequenas, elas também são muito bonitas e possuem uma arquitetura incrível.

Rota Gramado a Canela

Cidades turísticas próximas a Porto Alegre
Parque de Gramado | Foto: Marcelo Santucci Franca, via Wikimedia Commons.

No finalzinho da rota romântica, há outra das rotas turísticas no Rio Grande do Sul que atrai muitos visitantes, é o trecho que liga os Municípios de Gramado e Canela. Um é praticamente colado no outro e o tempo de deslocamento é de aproximadamente 10 minutos.

Durante esse rápido trajeto, é possível contemplar as belezas arquitetônica e cultural que fazem parte das duas cidades, assim como as belas  paisagens, tudo isso somado ao clima super agradável. Impossível não se sentir na Europa.

Aliás, uma dica: em Gramado há um roteiro bem legal que se chama Raízes Coloniais, ele te leva para conhecer as origens da cidade e construções antigas,  finalizando com uma deliciosa degustação de vinhos, pães e queijos coloniais.

Por falar em degustação, no trajeto entre Gramado e Canela, há uma infinidade de cafés coloniais que são bem típicos na região e literalmente servem de tudo: pães, doces, queijos, sucos, café e vinhos.

Vale dos Vinhedos, de Bento Gonçalves a Garibaldi

Turismo RS
Vale dos Vinhedos | Foto: Germano Roberto Schüür, via Wikimedia Commons.

Essa rota é perfeita para os amantes de vinhos e boa gastronomia, não é à toa que ela é conhecida como a Toscana Brasileira. A região do Vale dos Vinhedos é repleta de queijarias, vinícolas, uma linda arquitetura e paisagens impressionantes que remetem os visitantes a cenários bucólicos.

Para chegar de Porto Alegre a Bento Gonçalves, o trecho percorrido é de 135 km, já de Porto Alegre a Garibaldi a distância é de aproximadamente 122 km. Ao longo desse trajeto e se afastando cada vez da capital, é possível perceber claramente a mudança de paisagem. Sai de cena o cenário cosmopolita para entrar a paisagem com casas coloniais bem típicas italianas, vinícolas e restaurantes com variadas comidas e arquitetura.

Um roteiro muito legal para fazer nessa rota do Vale dos Vinhedos é o chamado Caminhos de Pedra. Ele é pequeno, tem apenas 12 km que são rodeados de casas coloniais e magníficos restaurantes, além da paisagem que é encantadora.  A região do Vale dos Vinhedos remete muito à região da Toscana na Itália, um bom exemplo disso é o filme brasileiro “O Quatrilho”, que foi em parte rodado por aqui.

Outra cidade que pertence a Rota da Uva e Vinho no Rio Grande do Sul, é Monte Belo do Sul que possui uma famosa vinícola, a Calza. A cidade foi colonizada por imigrantes italianos ao fim da Segunda Guerra Mundial e, até os dias atuais, preserva o que há de melhor da cultura desse povo.

Rota dos Cânions, em Cambará do Sul

Cânions Rio Grande do Sul
Cânion Fortaleza | Foto: Jjunoo, via Wikimedia Commons.

Essa rota é perfeita para quem curte ecoturismo e não abre mão de contemplar a natureza. Cambará do Sul é um dos municípios da Serra Gaúcha que, junto com São José dos Ausentes, é considerado uma das regiões mais geladas do estado no inverno, podendo facilmente chegar a temperaturas negativas e com incidência de neve.

A Rota dos Cânions é formada pelo Parque Nacional dos Aparados da Serra e o Parque Nacional da Serra Geral, onde estão localizados os Cânions mais famosos do estado, o Itaimbezinho e o Fortaleza. A paisagem é simplesmente maravilhosa, além da paz e tranquilidade que reina por toda a extensão.

A dica para visitar esses locais é não ir no auge do inverno porque, além do frio quase que insuportável, a incidência de forte neblina impedirá a vista completa dos Cânions. Por isso, sugiro ir na primavera ou no verão, quando a visibilidade é perfeita. Agende agora sua excursão para o Cânion do Itaimbezinho com piquenique.

Rota das Salamarias, em Marau

A rota das Salamarias ainda é pouco conhecida, porém não menos interessante que as principais rotas turísticas do Rio Grande do Sul. Ela é uma herança dos antepassados italianos que, dentre outras atividades, dedicavam-se à produção de cachaça e salame, por isso o nome Salamarias.

Quem faz essa rota degusta o mais autêntico salame italiano e a mais pura cachaça produzida em alambique, totalmente artesanal, além de conhecer as vinícolas e provar outros produtos coloniais, como os queijos e pães.

Para conhecer essa rota, você precisa se deslocar até a cidade de Marau, a quatro horas de Porto Alegre. Esse é um belo passeio para conhecer o dia a dia típico da colônia e acompanhar de perto como é produzido o salame e a cachaça.

Rota do Yucumã

Salto do Yucumã Rio Grande do Sul
Salto do Yucumã | Foto: Skyfoto-Marcos Alexandre, via Wikimedia Commons.

A Rota do Yucumã está localizada no Rio Uruguai e faz divisa com a Argentina. O principal atrativo dessa rota é o salto do rio Yucumã, considerado como a maior queda de água longitudinal do mundo e uma das sete maravilhas do estado.

É dentro do Parque Estadual do Turvo que está localizado o salto do Yucumã. Aliás, o parque por si só já é um ponto turístico imperdível, considerado como último reduto da onça pintada no estado, além de abrigar outros animais ameaçados de extinção, como o Puma.

Toda a região que faz parte da Rota do Yucumã possui diversos atrativos, dentre eles, destaca-se o Roteiro Caminhos da Produção, que demonstra a diversidade étnica da região de Ijuí.

Rota do Sol

A Rota do Sol no Rio Grande do Sul é uma importante rodovia que liga a Serra Gaúcha ao Litoral do estado. A rota se inicia na RS-486, na cidade de Capão da Canoa, e cruza a BR-101, atravessando a cidade de Terra de Areia, muito conhecida por sua produção de abacaxis. Depois, ela passa por Itati e vai até a cidade de Tainhas.

 
Procurando uma agência de turismo confiável para viajar no Brasil?

A melhor alternativa é utlizar os serviços de empresas conhecidas para evitar dores de cabeça ao organizar sua viagem.

Por isso, faça um orçamento sem compromisso com a Koa Viagens, que oferece atendimento diferenciado e personalizado para seu perfil de viajante. Algumas vantagens de viajar com a Koa Viagens:

  • Pagamento em até 12x sem juros;
  • Grupos exclusivos a partir de 2 pessoas;
  • Atendimento 100% online;
  • Suporte total antes e durante a viagem.
 
   

A rota é considerada uma das estradas mais bonitas do estado e fazer esse roteiro no Rio Grande do Sul é bastante interessante para o turismo. As paradas que compõem a rota são as seguintes: Vacaria, São Francisco de Paula, Canela, Gramado, São Leopoldo, Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Terra de Areia.

Essas cidades são apenas algumas das que margeiam os três caminhos possíveis. Ainda há muitas outras e também uma infinidade de paradas que vale a pena conferir.

Opte por fazer percorrer a rota durante o dia, pois à noite pode ser perigoso para as subidas íngremes e curvas sinuosas.

Rota das Missões

são miguel das missões rs

A Rota das Missões no RS é a prova que nem só de Gramado, Canela e vinhedos vive o turismo no estado. É acessível e pode ser percorrida de carro sem grandes problemas.

E nada mais é que uma experiência incrível e quase mística, é uma aula de história que nos conta um pouco mais sobre o início das missões jesuítas no estado, cujo objetivo principal era evangelizar os índios da região.

Fazem parte da rota das missões os seguintes destinos do Rio Grande do Sul: São Luiz Gonzaga, São Miguel das Missões, São Nicolau, São Paulo das Missões, Sete de Setembro, Ubiretama, Vitória das Missões, São Pedro do Butiá e São Borja.

Além das cidades principais, a rota está repleta de pequenos e peculiares municípios, que valem a visita para aprender mais sobre os costumes da região.

A Rota das Missões no Rio Grande do Sul também é perfeita para quem quer conhecer um pouco mais da história gaúcha e brasileira, além de aproveitar a deliciosa gastronomia da região missioneira.

Onde passar final de semana no Rio Grande do Sul

Para os turistas de finais de semana ou pra quem gosta de fazer viagens para ir e voltar no mesmo dia, existem vários destinos do Rio Grande do Sul onde é possível fazer isso. A começar por Porto Alegre. Embora seja uma cidade grande, apenas um fim de semana é suficiente para conhecê-la.

Mesmo sendo a capital do estado, Porto Alegre ainda preserva um clima de tranquilidade. Além de possuir um dos melhores índices de qualidade de vida do país. É moderna, muito bem cuidada e preservada, com ruas arborizadas, limpas e parques muito agradáveis.

Recomendo ler o artigo que lista as atrações mais visitadas de Porto Alegre.

Outro lugar para final de semana é São Miguel das Missões. Já a citei como cidade da Rota das Missões. Mas aqui vão mais algumas dicas para 2 dias no destino.

Sua fama se dá pelo conjunto de ruínas antigas, que são um dos principais vestígios das Missões de Jesuítas dos Guaranis. São Miguel das Missões é considerado Patrimônio Mundial pela Unesco.

A cidade ainda abriga o conhecido Museu das Missões, onde se localizam estátuas de imagens santas feitas pelos índios da região, no passado. À noite, os turistas podem observar um belo espetáculo de som e luz que narra a história da cidade.

cidades do rio grande do sul
Antônio Prado

Outro pequeno município na lista de cidades do Rio Grande do Sul para passar um final de semana é Antônio Prado. Localizado a 185 km de Porto Alegre. A cidade é conhecida por seu clima bucólico e sua arquitetura foi tombada como Patrimônio Histórico e Artístico do Brasil. É um dos melhores lugares para relaxar no Rio Grande do Sul.

O município foi construído entre os séculos XIX e XX, e suas casas de madeira com alvenaria são parte do legado deixado de herança pelos colonizadores italianos.

Aliás, no centro da cidade se encontra o maior acervo arquitetônico referente à Imigração Italiana no Brasil. A culinária, o artesanato e a cultura também foram herdados dos seus antepassados europeus, além do vestuário e de um dialeto ainda usado pelos moradores locais, o Vêneto.

Onde passar as férias no Rio Grande do Sul?

Gramado e Canela | Foto: Divulgação/Touron.

Para aproveitar as férias no Rio Grande do Sul, sem dúvidas, os melhores lugares são Gramado e Canela. A propósito, seria muito desperdício ficar nessa região por pouco tempo.

Isso porque a quantidade de atrativos turísticos são muito grandes e nem dá pra pensar na possibilidade de fazer um bate-volta, isso pode te deixar profundamente arrependido.

Gramado é conhecida por ser uma Europa brasileira, graças às suas raízes no Velho Continente e por manter sua arquitetura bávara. Sem falar na vegetação e a deliciosa gastronomia. Confira mais dos lugares mais bonitos de Gramado.

Há atrações para todos os estilos de turistas, desde casais até famílias. Encante-se com a cultura local e suas casas de estilo colonial, construídas com estacas, e seus belos parques.

A cidade também é palco do famoso Festival Internacional de Cinema, de Publicidade e de outros diversos eventos de prestígio, sem contar ainda as festas fixas, como a Festa da Colônia, Natal Luz e a Chocofest.

Vizinha à Gramado está a cidade de Canela. É cercada de jardins bucólicos, matas e vales. Também oferece gastronomia incrível, e tem como alimento tradicional o famoso café colonial, o fondue e o chocolate caseiro.

   

A cidade possui um clima mais tranquilo que Gramado, o que a torna perfeita para famílias e casais que desejam descansar e apreciar as belezas da região.

Confira um roteiro de viagem em Gramado e Canela, e não deixe de incluir esses dois destinos nas suas próximas férias!

Quais as cidades mais bonitas do Rio Grande do Sul?

praias do rs
Praia da Guarita. Foto: Leandro Kibisz, via Wikimedia Commons

Escolher as cidades mais bonitas do Rio Grande do Sul é bem complicado, afinal estou falando de um estado repleto de terras encantadas e belas paisagens.

Vou relacionar aqui as cidades com mais atrativos naturais como praias, cânions ou cercada por rios e montanhas.

Inclusive, talvez, o Rio Grande do Sul não seja lembrado quando o assunto é praia e calor. Mas é na cidade de Torres em que isso se destaca, pois é onde está uma das praias mais lindas do estado.

A Praia da Guarita, cartão-postal da cidade, que se destaca por seus penhascos, sendo também uma área perfeita para surfistas que procuram ondas agitadas. Na cidade, aproveite para conhecer o Parque da Guarita que é um dos pontos turísticos do Rio Grande do Sul e suba ao topo da Torre Sul, onde a visão irá recompensar todo o esforço.

Nos arredores da cidade, visite a reserva ecológica da Ilha dos Lobos ou programe sua viagem durante a época de páscoa, que é quando acontece o Festival de Balonismo, que promete um espetáculo no céu.

Cambará do Sul é conhecida como a “capital dos cânions” e esbanja toda beleza e majestade da natureza.

Abriga 36 formações rochosas com essa característica. Um dos que fazem parte do mapa turístico do Rio Grande do Sul, sendo o mais visitados é o cânion do Itaimbezinho, um abismo que chama a atenção por sua vegetação, e existe a 130 milhões de anos.

A extensão do cânion do Itaimbezinho atinge aproximadamente 5.800 metros e uma largura que varia de 200 a 600 metros, estando localizado dentro do Parque dos Aparados da Serra.

Saiba que durante o inverno, com sorte, é possível até mesmo avistar neve no município e em seus arredores, já que Cambará é considerado um dos municípios mais gelados do estado.

tres coroas rs
Templo Budista em Três Coroas, Rio Grande do Sul

Três Coroas outro pequeno município gaúcho, se destaca por estar cercado de montanhas e ser cortado pelo Rio Paranhana. Justamente por sua localização às margens de um rio, a cidade é muito conhecida pela prática do turismo de aventura como o rafting.

É um destino para quem gosta de adrenalina e não se importa de passar a maior parte do tour molhado. São 5 km de descida em corredeiras do Rio Paranhana e mais 5 km de trajeto pela mata atlântica da cidade.

Além dessa parte aventureira, o principal destaque de Três Coroas é o templo budista de caráter tibetano, o único da América do Sul.

Conta com tibetanos vivendo no município. Esse templo é considerado uma réplica perfeita do mestre Guru Rinpoche, que é conhecido por levar o Budismo Vajraiana até o Tibete, durante o século VIII. A visitação ao templo é gratuita e fica aberta de quarta-feira a domingo.

Lugares para viajar no Rio Grande do Sul

O Estado do Rio Grande do Sul é muito diversificado quando o assunto é turismo. Por isso, se a intenção é conhecer um pouco sobre a cultura, principalmente a italiana e alemã, um excelente e imperdível passeio é percorrer as rotas turísticas do estado. Todas elas são muito especiais e, com certeza, encantarão os visitantes.

Aproveite para conhecer tudo isso de carro, lendo mais sobre no post aluguel de carro em Porto Alegre.

Quer sugerir outra das rotas turísticas no Rio Grande do Sul ou tirar uma dúvida? Deixe seu comentário!

Até + !!!

ESCRITO POR

Andréia Teixeira

ESCRITO POR

Andréia Teixeira

Andréia Teixeira, advogada, redatora e pós graduanda em Direito do Trabalho e Previdenciário. Apaixonada por leitura, viagens e desafios. Atualmente morando no norte do México e totalmente encantada com a cultura local. Saludos!

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Atrações

Explore os lugares turísticos mais famosos entre os turistas

#02
Icone
Vale dos Vinhedos

Conheça a região famosa pela produção de vinhos

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Serra Gaúcha

Escolha entre os principais destinos de frio no RS

#05
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#06
Icone
Rotas Turísticas

Conheça os roteiros para explorar o Rio Grande do Sul

#07
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#08
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#09
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Atrações

Explore os lugares turísticos mais famosos entre os turistas

#02
Icone
Vale dos Vinhedos

Conheça a região famosa pela produção de vinhos

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Serra Gaúcha

Escolha entre os principais destinos de frio no RS

#05
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#06
Icone
Rotas Turísticas

Conheça os roteiros para explorar o Rio Grande do Sul

#07
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#08
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#09
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *