quinta-feira , 27 / julho / 2017
Início / Africa / África do Sul / 11 top dicas para sua viagem a África do Sul

11 top dicas para sua viagem a África do Sul

A África do Sul tem se tornado um destino muito procurado por brasileiros, e depois de duas visitas ao país, é cada vez mais fácil de entender porque. Praias incríveis, divididas entre o Oceano Atlântico e Índico, safaris, vinícolas, esportes radicais e preços acessíveis, mesmo com o dólar alto.

Juntando as viagens fiquei ao tudo 45 dias viajando pelo país e conheci destinos famosos como Joanesburgo, Cape Town, Kruger Park e a concorrida Garden Route, mas também explorei lugares ainda pouco conhecidos, mas igualmente encantadores. Enfim, a África do Sul – se ainda não está – precisa definitivamente entrar em sua lista de destinos, e para você que já está embarcando, aí vão 11 dicas de ouro para planejar sua viagem.

Planeje sua viagem => As 10 principais dicas e segredos para acumular milhas aéreas

 

11 top dicas sobre a África do Sul

Dicas de roteiro na África do Sul
A costa de Coffee Bay.

Logo no início do planejamento da primeira viagem para a África do Sul, procurei por dicas gerais e informações básicas, mas relevantes para garantir minha tranquilidade. Acho essencial ter a cotação da moeda de cabeça, para sempre analisar o valor de serviços e produtos, além de aprender algumas expressões e gírias locais. Enfim, ter conhecimento suficiente para desembarcar com mais confiança no país.

 

1) Passaporte e visto

Os brasileiros não precisam de visto para entrar na África do Sul, mas é necessário o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. É bom lembrar que a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem. Além disso, é solicitado também uma página inteira em branco no passaporte, uma vez que o selo de entrada no país ocupa toda a página.

 

2) Moeda

Blog com dicas sobre a África do Sul

A unidade monetária da África do Sul é o Rand, cujo símbolo é o “ZAR”. Ele está disponível em 5 notas (R10, R20, R50, R100 e R200) e sete moedas (5c, 10c, 20c, 50c, R1, R2 e R5). Atualmente, 1 Dólar vale cerca de 16 Rands, ou seja, 1 Real vale 4 Rands e a conversão é vantajosa para nós…obaaaa. Nos grandes centros, como Cape Town e Joanesburgo, os preços costumam ser mais elevados, mas no restante do país nosso realzinho realmente parece ter poder de compra 4x maior.

A maioria dos cartões de créditos, como American Express, Diners Club, Master Card, Visa e afiliados são aceitos no país.

Sempre acompanho a cotação das moedas através do conversor do Banco Central do Brasil, ou aplicativos para smartphones, como o XE Currency. Na África do Sul a expressão “quem converte não se diverte” está a nosso favor, o que é realmente surreal, bom demais.

Apesar disso, você precisará de dólares para trocar. Indico comprar através de agências online, para receber o dinheiro em casa e evitar riscos desnecessários. Utilizo a Cotação, uma das maiores agências online do Brasil. Faça um orçamento online sem compromisso.

P.S.:Cotação é parceira do blog e caso você feche a operação de câmbio, recebemos uma comissão. Calma, você não pagará taxas extras. Solicite um orçamento e comprove!

 

3) Idioma

A África do Sul tem 11 idiomas oficias. Entre eles estão o inglês e o africâner que são falados principalmente pelos brancos, e as línguas da família bantu, zulu e o xhosa. Além disso, há ainda diversos dialetos locais, o que evidencia como o país tem uma diversidade cultural gigantesca. Não se preocupe, pois com o inglês você conseguirá se comunicar perfeitamente no país.

Quer falar inglês? => Descubra como aprender inglês em apenas 4 meses

 

4) Clima

Como o país está no hemisfério sul, as estações do ano coincidem com as do Brasil. O clima predominante é o semi-árido, com poucas chuvas ao longo do ano, verão bem quente e inverno frio. O inverno é o melhor período para fazer o safari no Kruger Park (que fica na região central), pois as árvores estão com menos folhas, o que facilita a observação dos animais. Cape Town e a parte do sul do país, tem clima mediterrâneo, com invernos mais amenos e o verão seco.

 

5) Eletricidade

A voltagem na África do Sul varia de 220 a 230 V, com corrente alternativa de 50hz. Mas há duas exceções: Pretória (230 V) e Port Elizabeth (220/250 V). A maioria das caixas de tomadas são do modelo de três pinos, mas as tomadas menores com dois pinos também são usadas. Por segurança, é bom levar um adaptador. Falo mais sobre isso no artigo Tomadas pelo Mundo.

 

6) Mão inglesa

Viajar de carro na África do Sul
O carro/van da Pangea Trails.

Na África do Sul a mão inglesa é o sistema de transito vigente. Então, brasileiros que não são acostumados devem redobrar a atenção ao dirigir, além de providenciar a carteira de habilitação internacional. E não se preocupe, porque em geral as estradas do país têm ótimo estado de conservação. Para saber mais, veja meu roteiro de carro na África do Sul.

Planejando alugar um carro na África do Sul?
Compare preços e faça sua reserva no portal RentalCars.

 

7) Segurança na África do Sul

O país é seguro especialmente nas aéreas turísticas, mas como em qualquer país é sempre bom saber quais bairros devem ser evitados. Falando nisso, pesquise sobre onde ficar em Cape Town e onde se hospedar em Joanesburgo. Além disso, não é recomendado circular sozinho por lugares desertos e principalmente pegar estradas a noite, já que há pouco policiamento.

 

Vai viajar e ainda não contratou seu Seguro Viagem?

8) Visite uma vinícola

Melhores vinícolas em Cape Town
Vinhedos na Vinícola Villiera, em Stellenbosch.

Não deixe de visitar uma vinícola nos arredores da Cidade do Cabo. Atualmente os vinhos da África do Sul estão entre os 10 melhores do mundo e o passeio vai te surpreender. Confira neste link que acabei de indicar, mais detalhes sobre as vinícolas sul-africanas.

 

9) Faça um safari

Safari no Kruger Park

Não tem como ir na África do Sul e não fazer um Safari. Em praticamente qualquer cidade você consegue fazer um, como minha experiência com girafas em Chintsa, mas sem dúvida o mais interessante é no Kruger National Park, o parque mais famoso do país e indispensável em um roteiro de viagem pelo país.

 

10) Conheça o Oceano Índico

Turismo em Jeffreys Bay
Amigos apreciando a vista de Jeffreys Bay.

Quem visita a África do Sul tem a oportunidade de conhecer o Oceano Índico, considerado o mais bonito dos oceanos, então não pode desperdiçar. Opções de boas praias não faltam; na lista estão Jeffreys Bay, a capital sul-africana do surf, Durban e Cape Town, que é a divisa do Atlântico com o Índico (Cabo da Boa Esperança ou Cabo das Tormentas, lembra das aulas de história?)

Claro, não se esqueça de planejar seu roteiro pela Garden Route.

 

11) Malária

A África do Sul tem algumas áreas de risco para a malária. Por este motivo, o site da Embaixada da África do Sul no Brasil sugere que turistas tomem remédio contra a doença 24 horas antes de entrar em alguns parques e reservas ambientais, sobretudo em Limpopo, Mpumalanga e KwaZulu-Natal. Além disso, é muito importante o uso de repelentes quando visitar estes locais.

 

Dicas de viagem na África do Sul?

Além das incríveis belezas naturais, a conversão da moeda é o grande aliado dos turistas brasileiros para embarcar numa viagem para a África do Sul. Eu me apaixonei e mesmo após duas longas visitas, sinto que ainda tenho muito o que fazer no país, principalmente devido aos encantos de Cape Town.


Fazendo sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, VOCÊ NÃO PAGA TAXAS EXTRAS, e dessa forma monetizamos nosso trabalho. Se houver dúvida, leia as políticas do blog, ou deixe um comentário.

Planeje sua viagem => Encontre as melhores ofertas de hotéis na África do Sul

Aluguel de Carros | Passagens Aéreas | Passeios na África | Seguro de Viagem


Eu adoraria ver sua participação também aqui no blog, tirando suas dúvidas, ou compartilhando dicas que podem ajudar outros viajantes.

Até + !!!

 

Posts relacionados:

– Wild Coast na África do Sul: o que fazer em Coffee Bay e Chintsa

– As 6 melhores praias para aproveitar o verão em Cape Town

– Roteiro de 21 dias numa viagem de carro na África do Sul

– Soweto, história e passeios irados no maior bairro do mundo (Vídeo)

5 experiências que mudaram minha opinião sobre Joanesburgo

Dicas para economizar em seu Safari no Kruger Park

O mergulho com tubarão branco em Cape Town (Vídeo)

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 35 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Confira Também

Como aprender inglês sozinho e rápido

5 dicas sobre como aprender inglês sozinho e rápido

Um grande número de pessoas deseja aprender inglês pelas mais diversas razões. Seja para ter …

17 Comentários

  1. Welynton Almeida Bezerra

    Olá Guilherme. Vou entrar em férias em agosto (12/08 a 28/08) e tenho a intenção de passar esses dias na África do Sul. A princípio o destino principal é Cape Town. Será inverno e li também que é uma época chuvosa, ao passo que também é a época que indicou como a melhor para Sáfaris. Queria tua opinião sincera sobre esse período de viagem. Obrigado.

    • Oi Welynton,

      Depende de suas preferências. Se o objetivo principal for o safari, ou curtir a cidade. Faz bastante frio em agosto, meio do inverno, então não vai curtir tanto Cape Town. Eu amo essa cidade, principalmente no verão.

      Abraços

  2. Boa tarde a todos, alguém aqui do blog saberia me informar se é verdade que a empresa aérea south african airways exige uma quantia de 3000 dólares em conta ou em mãos para que os sul africanos de primeira viagem possam sair da africa para visitar outros países. Me falaram que é o dinheiro de viagem, isso é verdade ?

  3. SERGIO AUGUSTO

    Olá Guilherme…primeiramente parabéns pelo blog …esta muito bom…Olha só vou a Johanesburgo agora dia 10 de março e vi seu post sobre o LION PARK…achei estranho um lugar a 30 km do centro e que a entrada é em torno de 50 reais os tours custarem 150 dólares…não tem como ir por conta própria de ônibus ou trem ? Tem alguma dica mais em conta ? agradeço muito..abraço

    • Oi Sergio,

      Nem o Google Mapas disponibiliza rotas de transporte público, não tem mesmo. Se tiver é alguma coisa informal como uma lotação, mas não recomendo nem tentar! É o tour ou alugar carro.

      Abraços

    • Oi Sérgio. Acabei de voltar da África do Sul. Esqueça transporte público em Joanesburgo. Inacreditavelmente não tem. O que você vê pela cidade são pouquíssimas linhas de ônibus e muitas, mas muitas vans sem regulamentação. A população fica totalmente à mercê dessas vans. Isso me impressionou muito porque a cidade tem uma aparência muito estruturada. Em vários lugares você vai se sentir na Europa.
      Quanto ao Lion Park o jeito é se render a algum transfer turístico mesmo. Eu fui de carona com uma prima que mora lá e voltei também de carona com um casal que conheci lá e tinha contratado uma guia. E o parque fica mesmo na estrada. Mas valeu a pena entrar na jaula dos leões bebês e ver os leões adultos serem alimentados no final do dia. Aproveite!

  4. Roberta Fernandes de Almeida

    O Gui!
    Tô indo pra Cape Town agora em março. E estou bebendo suas palavras aqui no site. Vou ficar lá 15 dias e quero aproveitar ao máximo!
    Você indica algum hostel ou hotel legais por lá?

  5. Olá Guilherme! Você conhece alguma agência legal pra montar um pacote pra África do Sul?
    Estou vendo algumas pela internet,mas não sei quais são boas ou confiáveis.
    Obrigada.

  6. Oi! Vou para Cape Town em maio desse ano, e comprei alguns rands aqui no Brasil! Porém veio o papel moeda na versão antiga com o big five, e a versão nova com o Mandela! Você sabe me informar se as duas ainda estão em circulação?

  7. Olá. Acabei de conhecer o blog e estou gostando das dicas sobre a África do Sul. Pretendo ir em janeiro e minha dúvida é sobre transporte dentro do país. É interessante e seguro viajar de trem? Estou indo sozinha e gostaria de saber quais as melhores opções. Não descarto o avião. Mas gostaria de ir vendo as paisagens e de carro sozinha não rola! hehe

    Obrigada!

    • Oi Taís,

      Sinceramente não sei te dizer sobre os trens. Fiz um pequeno trecho em Cape Town, e não achei ruim. Agora falar sobre todo o país é outra coisa. Recomendo que você entre em contato com a Carol do blog Mochilão Trips. Ela fez uma viagem sozinha pela África do Sul, usando transporte local, pode te ajudar mais do que eu nesse sentido 🙂

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *