Início / Africa / África do Sul / Roteiro de 21 dias numa viagem de carro na África do Sul

Roteiro de 21 dias numa viagem de carro na África do Sul

Se você acompanha um pouco sobre o universo viajante e já teve a oportunidade de conhecer histórias sobre a África do Sul, provavelmente já leu ou ouviu que Joanesburgo é uma cidade sem graça e perigosa, que existe um mergulho com tubarões e que Cape Town é uma cidade extraordinária. Ahhhh, tem também os safáris. Acertei?

Pois é, quase tudo isso é verdade, mas saiba que uma visita a Joanesburgo pode sim ser incrível e que a cidade nem é tão caótica assim, claro, se comparada às capitais brasileiras. Outra verdade é que existe um país encantador, de leste a oeste, de norte a sul, onde tive a oportunidade de fazer um roteiro de carro, numa viagem de 21 dias explorando a África do Sul.

Planeje sua viagem => Encontre ofertas de hotéis em Joanesburgo

Saiba as reais vantagens de contratar um seguro de viagem

Roteiro de viagem na África do Sul
Em algum lugar entre Joanesburgo e Hoedspruit.

Sou apaixonado por viagens de carro, e assim que vi o roteiro de viagem na África do Sul, soube que meus dias seriam únicos, afinal o caminho é repleto de lugares e atividades que deixam diversos outros destinos a ver navios. Praias, montanhas, trilhas, safaris, passeios culturais e esportes radicais, num cenário onde o Real é bem mais valorizado que o Rand, a moeda local.

 

Roteiro de viagem na África do Sul

Meu roteiro foi executado de uma forma diferente na África do Sul, pois não precisei alugar um carro. Apesar de ser a alternativa da maioria dos turistas que escolhe explorar o país, tive a chance de fazer algo inusitado, que no final das contas me surpreendeu. Fiz um tour de carro com a Pangea Trails.

Viajar de carro na África do Sul
O carro/van da Pangea Trails.

Na teoria funciona como uma agência de viagens, onde compramos um pacote e o resto fica por conta da própria agência. Na prática é muito mais legal, pois o guia da viagem é o próprio dono da empresa, um alemão que se apaixonou pela África do Sul e leva os viajantes nos principais destinos turísticos do país, de acordo com sua experiência de mais de 10 anos.

O ideal é planejar-se para ficar aproximadamente 1 mês na África do Sul, para aproveitar alguns dias em Joanesburgo e Cape Town, respectivamente as cidade de início e final do tour. Durante os 21 dias do roteiro, que você pode ver com mais detalhes clicando aqui, fiz dois dias de safári, conheci bairros históricos em Joanesburgo, carimbei o passaporte na Suazilândia, subi montanhas, saltei duas vezes de bungy jump, fiz um canyon swing, outro no estádio de Durban e visitei diversas praias, sempre com a supervisão do guia que conhece muito bem o povo e costumes sul africanos, o que foi um grande diferencial na viagem.

Não perca => As 10 principais dicas e segredos para acumular milhas aéreas

 

Safari em Hoedspruit

Safari em reserva particular na África do Sul
Família de rinocerontes.

Os três primeiros dias do roteiro, incluindo a saída bem cedinho de Joanesburgo com destino a Hoedspruit, são para fazer safáris e conhecer mais sobre a vida selvagem sul africana. Durante o caminho, que contempla paradas para curtir o visual da Rota Panorâmica, destaque para o Blyde River Canyon, um impressionante vale que proporciona lindas fotos.

Os safáris aconteceram no Thornhill Safari Lodge, uma reserva particular perto de Hoedspruit e nos arredores do Kruger National Park, um dos parques mais procurados em toda a África.

Veja mais => Dicas para economizar em seu Safari no Kruger Park

 

Carimbando o passaporte na Suazilândia

Fronteira entre África do Sul e Suazilândia.
Fronteira entre África do Sul e Suazilândia.

A Suazilândia é um pequeno país que faz fronteiro com Moçambique e África do Sul, sendo destino de mais duas noites do roteiro. Após algumas horas na estrada e trâmites para cruzar a fronteira, entramos em território suazi para conhecer um pouco de sua triste história, com visitas em orfanatos e projetos sociais, onde jovens de diversos países participam de programas de voluntariado.

Artigo => Suazilândia, um pequeno reino desconhecido no sul da África

 

Trilha nas montanhas de Drakensberg

Roteiro na África do Sul
No topo das montanhas de Drakesberg.

Numa viagem assim, repleta de lugares que são venerados por suas belezas naturais, confesso que fica difícil eleger os destinos que mais gostei. Porém, foram sensacionais nossas duas noites aos pés de Drakensberg. Imagine um hotel localizado numa planície a perder de vista, que acaba somente aos pés de uma gigantesca montanha, destino da próxima aventura.

 

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Oceano à vista

Viagem na África do Sul
Balanço gigante no estádio de Durban.

Após 6 dias explorando o interior do país, atingimos a costa sul africana, nas praias douradas do Oceano Índico. Durban é uma cidade grande, famosa por sua agitada vida noturna e restaurantes indianos, o que é fácil entender por ser a maior cidade indiana do mundo fora da Índia. A cidade também é bastante conhecida por hospedar um dos estádios da Copa do Mundo de 2010, o Moses Mabhida, que foi nosso real objetivo por aqui, mas não para assistir a uma partida de futebol 😉

Artigo => Durban: praia, gastronomia e um balanço gigante

 

É tempo de praia na África do Sul

Dicas sobre a África do Sul
A praia de Umzumbe.

Uma vez na costa, praticamente todo o roteiro seguiu pelas praias da África do Sul, e a próxima parada foi Umzumbe. A praia é uma tranquilidade só, lindíssima e ainda tivemos a sorte de explorar mais um dos parques sul africanos, o Oribi Gorge, 25 km longe da costa. Foi lá que saltei saltei no segundo balanço gigante da viagem, conhecido como swing jump, mas dessa vez num incrível canyon moldado pelo Rio Umzimkulwana.

 

O charme rural de Coffee Bay

Dicas de roteiro na África do Sul
A costa de Coffee Bay.

Uma impressionante mistura de praias e montanhas, Coffee Bay é uma pequena cidade que para nossa sorte foi esquecida pela civilização. Infelizmente pegamos dois dias de chuva por aqui, mas ainda assim conseguimos relaxar na praia, caminhar pela costa e ainda curtir um incrível pôr-do-sol.

Leia também => Praias, caminhadas e a cultura intocada de Coffee Bay

 

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 15% de desconto usando o cupom PROTETORSOLAR (até 28/02), é só clicar no botão.
 

Chintsa, um paraíso cheio de surpresas

Atrações na África do Sul
Lago, dunas e praia de Chintsa.

Mais uma das praias paradisíacas da África do Sul, Chintsa também faz parte da região conhecida como Wild Cost, ou costa selvagem. Além da praia e lagoa, separadas por uma pequena sequência de duas de areia, em Chintsa também é possível visitar reservas particulares para ter contato com diversos tipos de animais.

Recomendo => Chintsa: praia, dunas e minha maior surpresa na África do Sul

 

A famosa Jeffreys Bay

Roteiros na África do Sul
Amigos apreciando a vista de Jeffreys Bay.

Você deve ter visto um ataque de tubarão que aconteceu durante uma etapa do WTC (campeonato mundial de surfe), onde o surfista Mick Fanning escapou ileso, sem nenhum arranhão. Isso aconteceu em Jeffreys Bay, e estive lá meses antes do ataque fazendo aulas de surf. Além da praia, surf e tubarões, J-Bay também é bastante conhecida por suas surf shops, ou outlets das marcas de surf mais famosas.

Artigo => Jeffreys Bay, a meca das lojas e do surf na África do Sul

 

Trilha e bungy jump

Viajar na África do Sul
Caminho embaixo da ponte do bungy jump.

O 18º dia da viagem foi para mim o mais esperado de todos, pois adoro esportes radicais e sabia sobre o salto na Bloukrans Bridge, o maior bungy jump de ponte em todo o mundo, com 212 metros de altura. Mas antes de saltar da ponte, fizemos um incrível trilha às margens do Oceano Índico, no Tsitikamma National Park.

 

Fazenda de avestruzes

Cidades na África do Sul
Fazenda de avestruzes em Oudshoorn.

Stormsriver é uma pequena cidade que foi ponto estratégico de nossa viagem, que para mim valeu a pena apenas por causa do excelente hostel e noite divertida que passamos no bar. Porém, a região conhecida como Oudshoorn é famosa por suas fazendas de avestruzes, animal bastante utilizado pelos sul africanos, tanto por sua tenra carne quanto pelo couro.

 

Última noite com chave de ouro

Rota na África do Sul
Um dos cavalos na Outeniqua Moon Farm.

Depois de 19 noites e com a viagem pela costa quase no fim, pouco esperava do roteiro antes de chegar em Cape Town. Porém, estava enganado. A última noite com a Pangea Trails foi de descanso numa incrível fazenda em Ruiterbos, realmente para recarregar as energias após tantos dias na estrada, com a companhia dos cavalos mais bonitos que já vi na vida.

 

A belíssima chegada em Cape Town

Turismo na África do Sul
Praia a poucos quilômetros de Cape Town.

O último dia foi triste por algo tão incrível ter chegado ao fim, mas igualmente fantástico por causa das incríveis vistas na estrada que dá acesso a Cape Town. Também paramos em Stony Point e Simon’s Town, dois lugares famosos por hospedarem colônias de pinguins africanos.

Leia também => Dicas sobre as cidades e roteiro pela Garden Route

 

Planejando um roteiro na África do Sul?

A África do Sul, principalmente as cidades de Joanesburgo e Cape Town, se tornaram destinos bastante conhecidos por turistas brasileiros, mas realmente recomendo uma viagem maior. Esse meu roteiro de 21 dias pela costa, mais o tempo nas duas principais cidades totalizou 33 dias de viagem, que foram mais suficientes para conhecer bastante do país.

Mesmo tendo conhecido o país como poucos, confesso que tenho vontade de voltar, talvez por causa das tantas deliciosas experiências que vivi na África do Sul.


Fazendo sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, VOCÊ NÃO PAGA TAXAS EXTRAS, e dessa forma monetizamos nosso trabalho. Se houver dúvida, leia as políticas do blog, ou deixe um comentário.

Planeje sua viagem => Onde ficar em Cape Town: dicas de bairros e hotéis

Aluguel de Carros | Passagens Aéreas | Tours na África do Sul | Seguro de Viagem


Eu adoraria ver sua participação aqui no blog, tirando suas dúvidas ou compartilhando algo que pode ajudar outros viajantes. Se também tiver dicas sobre o roteiro de viagem na África do Sul, ou quiser contar uma experiência, deixe seu comentário abaixo.

Até + !!!

 

Posts relacionados:

– Soweto, história e passeios irados no maior bairro do mundo (Vídeo)

5 experiências que mudaram minha opinião sobre Joanesburgo

33 dias de viagem para conhecer a cultura da África do Sul

Confira nossa galeria de fotos da África do Sul

Dicas para economizar em seu Safari no Kruger Park

Dicas de viagem sobre o que fazer em Cape Town

O incrível passeio ao Cabo da Boa Esperança, no extremo sul da África

Onde ficar em Cape Town, saiba os segredos de seus principais bairros

O mergulho com tubarão branco em Cape Town (Vídeo)

O projeto Blogueiros na África do Sul (#DescubraAfricadoSul) foi uma realização do Travel Concept Solution e apoio da Pangea Trails, South African Airways, Detecta Hotel e incentivo da agência nacional de turismo (South African Tourism), da cidade de Joanesburgo (Joburg Tourism) e também de Cape Town (Cape Town Tourism). A viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui expressas são de livre expressão do autor. Veja também os blogs que participaram da viagem: Dentro de Mochilão, Territórios, Quero Viajar Mais e Viagem Criativa.

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 37 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

15 Comentários

  1. Lucas Marcos

    Gostaria de saber em media o valor gasto nessa trip que vc fez, estou querendo fazer mais ou menos o mesmo destino.

  2. Olá Guilherme, como você contratou a Pangea Trails?

  3. Oi, boa noite!! Tenho uma dúvida, quanto em média se gasta nesta viagem? Obrigada!!

  4. Simone Hobbs

    Oi Guilherme.

    Vamos pra África do Sul no fim do ano e peguei muitas dicas no seu blog!

    Vc sabe me dizer se podemos agendar pela internet o teleférico pra Table Mountain?Igual fazemos com o Pão de Açucar sabe?Sou dessas que gosta de ter tudo esquematizado antes de ir pra não perder tempo.Hehehe

    Beijos e obrigada pelas dicas.

  5. Olá Guilherme,
    Já sigo seu blog há pouco mais de 1 ano, quando começou a surgir o plano da viagem à Africa pra mim.. Na época achei fantástico este roteiro que vocês fizeram com a Pangea Trails e estava bem certa de seguir estes passos. Porém, agora, depois de algum tempo, comecei a ter dúvidas principalmente se não “perde-se” muito tempo entre os deslocamentos e se dá tempo de curtir cada lugar, já que a cada 1 ou 2 dias muda-se de cidade. Outro ponto é que checando agora, vejo que o valor do pacote subiu bastante em relação à primeira vez que tomei conhecimento..
    Bom, na verdade queria saber se você recomenda mesmo este roteiro, acha que vale muito a pena ou se de repente tentar montar um roteiro independente poderia ser uma melhor estratégia..
    Ah, esta época que você viajou, em outubro, em relação ao clima, o que achou? Pois acredito que a minha viagem irá rolar durante o mesmo período, em outubro de 2017.
    Agradeço se puder me ajudar! Adoro o blog e sempre estou por aqui xeretando algo! 😉

    • Oi Karen,

      Realmente existem vantagens e desvantagens. Eu gosto dos dois tipos de viagem, com esses roteiros prontos e por conta. A vantagem da Pangea é que o guia conhece tudo, os melhores lugares para comer, trilhas, macetes, etc. Com isso, ganha-se tempo!! Outra, se você for sozinha ou em pouca gente, é uma chance de fazer amizades! Um ponto a analisar é isso de ficar pouco tempo em cada lugar. Mas não tem jeito, se quiser fazer a costa inteira, é assim. Ou precisaria de muitos mais dias!

      Sobre os valores, o dólar atrapalhou bastante né!! Além disso, o real perdeu valor mundialmente. Isso sempre influencia o turismo!

      Eu recomendo sim a Pangea, de olhos fechados. O dono é tão gente boa que virou meu amigo! Claro que sempre é possível viajar mais barato, ainda mais dividindo a conta com mais pessoas. Procura o blog Mochilão Trips. A Carol fez quase o mesmo roteiro, mas por conta!!

      Abraços e fico feliz que acompanhe meu trabalho 🙂

      • Guilherme, super obrigada pela resposta!

        Depois vou pesquisar mais a fundo e fazer um comparativo de uma viagem por conta e o valor do pacote da Pangea.
        E valeu pela dica do Mochilão Trips!! Dei uma olhada rápida e gostei bem do roteiro da Carol, com uma solução para o que eu mais tinha receio, que seria fazer os deslocamentos sem a necessidade de alugar carro…

        Obrigada de novo! 🙂

  6. Oi Guilherme. Estou indo pra Africa em Setembro e estou planejando alugar um carro. Será que é uma furada? Tens alguma dica?

  7. Pô, taí uma viagem que eu não canso de ver fotos e ler os relatos. Sempre é legal demais!
    Saudade eterna desse nosso rolê!

    • Eu atrasei bastante para começar a produzir os artigos, mas a trip foi tão intensa que foi fácil lembrar de tudo!!

      Mesmo sendo minha segunda visita e por tanto tempo, ainda quero voltar hehehe

      Valeu man, abração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *