Início / Europa / Suíça / Primeira vez na Suíça: dicas importantes para sua viagem

Primeira vez na Suíça: dicas importantes para sua viagem

A primeira vez na Suíça é uma viagem que, com certeza, ficará na memória. Esse pequeno destino europeu possibilita uma série de descobertas aos viajantes. Uma viagem ao país, se bem planejada, será tranquila e sem grandes problemas ou preocupações.

Compreender e saber um pouco sobre o país de destino é essencial para o bom funcionamento da viagem e também para aproveitar da melhor forma esse país tão charmoso. Por isso, anote todas as dicas e esteja consciente das possíveis situações que irá enfrentar para desfrutar de todas as boas possibilidades.

Planeje sua viagem​ => Melhores hotéis da Suíça

Quanto custa o seguro viagem para a Europa obrigatório?

 

Dicas para primeira vez na Suíça

Primeira vez na Suíça
Primeira vez na Suíça? Fique atento a essas dicas!
  • Passaporte
  • Visto
  • Seguro viagem
  • Moeda
  • Cambio
  • Vacinas
  • Alimentação
  • Clima e temperatura
  • Idioma
  • Tomadas e voltagem
  • Segurança
  • Água
  • Impostos

Programe-se​ => Melhores passeios da Suíça

 

Passaporte

O que fazer na Suíça no inverno
Fique atento à data de validade do seu passaporte.

Para entrar na pela primeira vez na Suíça é necessário que você possua um passaporte válido. Tenha atenção à data de vencimento do seu passaporte para garantir que ele tenha, pelo menos, mais três meses de validade posteriores a sua data de retorno. É obrigatório que ele tenha esta duração, contando com sua data de saída.

Saiba mais​ => Quando ir para a Suíça?

 

Visto

O que fazer na Suíça no verão
Suíça não exige visto para brasileiros, mas é preciso ter a passagem do retorno comprada.

O visto é necessário para viagens com mais de três meses de duração. Para passeios cuja estadia seja inferior a noventa dias, a Suíça não exige visto para brasileiros, contudo, é preciso ter a passagem do retorno já no dia da entrada.

Sua imigração pode acontecer no país de escala, como a Alemanha, por exemplo. Se isso acontecer, você receberá o visto no destino da escala e já entrará na Suíça sem a necessidade de passar novamente pela imigração.

Chip​ => Como usar internet ilimitada na Europa?

 

Seguro viagem

Preciso de seguro viagem para a Suíça
Com o seguro viagem, você aproveita tudo sem preocupação.

A Suíça não possui hospitais públicos, todos os tratamentos médicos são pagos e a população precisa ter um plano de saúde privado. Para os visitantes, é solicitado um seguro viagem com cobertura mínima de trinta mil euros, assim como diversos países da Europa.

Talvez não seja solicitada a apresentação do documento no momento da entrada no país, mas, mesmo assim, não deixe de fazer. Um incidente simples pode te trazer uma despesa médica extremamente cara na ausência de um bom seguro, todo cuidado é pouco na hora de escolher o seu.

Existem diversas empresas que oferecem este tipo de serviço, os valores podem variar bastante e um dos principais fatores é o tempo de permanência no país, escolha atentamente, observando tudo o que está incluso na cobertura para não ter nenhuma surpresa.

Conheça​ => Cidades mais bonitas da Suíça

 

Moeda

Moeda da Suíça
A Suíça tem a sua própria moeda: o franco suíço.

Ao contrário da maioria dos países vizinhos, cuja moeda é o euro, a Suíça tem a sua própria: o franco suíço (CHF). Ainda que nas principais cidades do país o euro seja bem aceito, você precisa ter, pelo menos, um pouco da moeda local, principalmente se seu roteiro incluir cidadezinhas e vilarejos alpinos com poucos habitantes.

Real é a opção menos adequada para levar na sua primeira vez na Suíça. O interessante, dependendo do tempo da sua viagem, é providenciar um cartão pré-pago e ir debitando, assim, você pode controlar melhor suas finanças e sacar de forma fácil em qualquer caixa eletrônico.

Cartões de crédito também podem ser utilizados durante a viagem, mas fique atento às taxas para calcular e ver se realmente compensa, o ideal é deixar o crédito somente para emergências e situações que não foram previstas.

Saiba mais => Regiões turísticas da Suíça

 

Câmbio

Quanto vale o franco Suíço
Planeje fazer suas transações com antecedência.

Caso não consiga levar dinheiro na moeda local, opte por euro ou dólar. No aeroporto, há a possibilidade de realizar câmbio para o franco, bem como nas principais estações de trem e próximo aos principais pontos turísticos.

Atente-se ao fato de que a maioria das casas de câmbio brasileiras não dispõe de tantas moedas de franco. Por isso, planeje fazer suas transações com antecedência, pois, pode ser que eles peçam um tempo para realizar encomendas.

Outra dica importante é utilizar as suas moedas de franco durante a viagem. Pode passar despercebido, mas uma moeda de cinco francos, por exemplo, pode valer mais do que vinte reais. Seria um prejuízo retornar sem utilizá-las.

Dúvida => Como usar WhatsApp na Europa?

 

Vacinas

Cuidados médicos na Suíça
Suíça não exige nenhuma vacina dos brasileiros.

Nenhuma vacina é exigida de brasileiros para entrar na pela primeira vez na Suíça, mesmo assim, mantenha as suas vacinas em dia para viajar e observe os outros países que eventualmente façam parte do seu roteiro ou que seu voo fará escala.

Economia​ => Quanto custa internet da Europa?

 

Alimentação

O que comer na Suíça
Na Suíça há uma fartura de queijos e fondues.

Um dos auges da sua primeira vez na Suíça é a alimentação. Em geral, brasileiros costumam identificar alguns pratos e ingredientes típicos, sem que exista um grande choque cultural.

Por outro lado, ainda que seja muito boa, a comida da Suíça também é muito cara. Logo, prepare os bolsos ou recorra aos lanchinhos de mercado para não se extrapolar as finanças.

Sabe aquela limonada suíça? Aquele crepe suíço dos cardápios brasileiros? Pois é, nada tão brasileiro como uma limonada suíça. Todavia, por sorte, há uma fartura de queijos, fondues e outros pratos que, ao contrário desses dois, são de fato suíços.

A proteína mais consumida é a carne de porco. Isso acontece porque a carne bovina tem um custo muito elevado. Aliás, em alguns lugares são servidos pratos produzidos com carne de cavalo. Nos mercados, inclusive, há bandejas com bifes deste animal, o que pode parecer bem exótico.

Útil​ => Apps para usar na sua Eurotrip

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 
comida exótica na suíça
Em alguns lugares são servidos pratos produzidos com carne de cavalo.

A maioria das receitas típicas tem como destaque queijo e batata. Pense em inúmeras receitas com estes ingredientes e estará pensando na culinária suíça. Já a bebida típica é a Rivella, uma espécie de refrigerante, produzido com o soro de leite.

O gosto não revela em nada o sabor do leite e ele é vendido por um preço similar ao da coca-cola. Por ter leite na composição, a Rivella tem uma vantagem: o cálcio. Para os suíços é importante ingerir alimentos que tenham certa qualidade nutricional.

Aliás, a utilização do açúcar é baixa. Iogurtes, sorvetes, cereais, em diversos itens, o adocicado chega a ser imperceptível. Para o paladar acostumado com itens brasileiros, por vezes, a vontade é colocar açúcar nos mais diversos itens.

Leia mais => Pratos e comidas típicas da Suíça

 

Clima e temperatura

Estações da Suíça
É importante prestar atenção em qual estação do ano você quer viajar.

O clima e a estação é um dos principais pontos pra pensar antes de escolher a data da sua primeira viagem. Na Suíça, todas as quatro estações do ano são bem marcadas, por isso, se seu sonho é ver alpes nevados, esquiar, praticar atividades na neve, nunca viagem em julho, por exemplo.

A estação mais agitada é o verão, quando os lagos suíços adquirem características de praias e recebem turistas em busca de atividades aquáticas e para desfrutar do sol.

A primavera tem como vantagem ser uma estação mais barata, por ser baixa temporada. O outono também tem preços mais atrativos, principalmente para alimentação, pois é a estação na qual ocorre a maioria das colheitas.

Aproveite e leia também sobre os principais feriados da Suíça para você programar sua viagem.

Mesmo se sua viagem estiver programada para o inverno, leve roupas de banho. A Suíça possui diversos spas com piscinas aquecidas e vista para os alpes.

Gosta de frio? => Para onde ir na Suíça no inverno?

 

Idioma

Que língua fala na Suíça?
Cidades mais visitadas por brasileiros estão nas regiões de idiomas francês e alemão.

A Suíça possui quatro línguas oficiais: alemão, francês, italiano e romanche. No geral, as cidades mais visitadas por brasileiros estão nas regiões de idiomas francês e alemão.

Nas cidades turísticas, o inglês é compreendido pela maioria dos moradores, basta um pequeno “sorry” para que os suíços troquem o idioma. Todavia, menus em inglês em restaurantes são raros, cuidado ao pedir um prato sem ter a certeza do significado dos ingredientes.

Pensando na viagem e não sabe como começar?
"Quero Viajar Mais", o livro, por R$ 14,95 »
Ganhe 10% OFF no Seguro Viagem + bônus!
 

O mesmo cuidado deve ser aplicado na hora de realizar compras. A rede Migros, uma das três principais do país tem embalagens muito parecidas para os produtos, apenas verde e branco com o nome escrito, sem imagem ilustrativa. Dessa forma, tenha um bom corretor no celular para não se atrapalhar.

Português não é uma opção, eles não entendem, acham bem difícil, principalmente na região alemã, na região francesa. Com um espanhol ou “portunhol”, você consegue realizar algumas conversas básicas.

Prefere o calor? => Para onde ir na Suíça no verão?

 

Tomadas e voltagem

Padrão de tomada da Suíça
Imagem meramente ilustrativa.

As tomadas da Suíça são 220v, com frequência de 50hz. O plugue das tomadas é diferente do padrão brasileiro, sendo três pinos, mas em outro formato. Por isso, ainda que muitos hotéis forneçam adaptadores, já leve um adaptador universal na sua mala para poder utilizar todos os aparelhos sem preocupação.

Segurança

Tem violência na Suíça?
Suíça é um dos países mais seguros do mundo.

A Suíça se destaca como um dos países mais seguros. Você poderá desfrutar do seu passeio sem medo, caminhar a noite e até mesmo cortar caminho por locais com pouca iluminação de modo tranquilo. Até mesmo para um padrão europeu, a Suíça se sobressai nesse quesito.

Além disso, a maioria das cidades dispõe de postos de achados e perdidos. Caso você perca algo, procure o posto mais perto, talvez o item tenha sido deixado lá.

 

Água

Pode beber água da pia na Suíça
Na Suíça, você pode beber água da torneira.

As cidades suíças possuem diversas fontes de água. Elas são potáveis, assim como a água da torneira. Por vezes, a água da torneira chega a ser melhor do que a comprada engarrafada.

Por outro lado, a água da Suíça possui muito calcário, ainda que seja boa para consumo, é prejudicial aos cabelos que ficam ressecados e com frizz. Não se esqueça de levar seus cremes de cabelo na mala.

Atrações e passeios => Monumentos imperdíveis da Suíça

 

Impostos

Como economizar na Suíça
Turistas não pagam imposto sobre o valor agregado.

Uma boa dica para quem viaja pela primeira vez a Suíça é o Tax Free Shopping: turistas não pagam imposto sobre o valor agregado, se a viagem de retorno acontecer em até 30 dias.

Se sua compra tiver um valor igual ou maior do que 300 francos suíços, quando for realizar o pagamento, solicite ao vendedor um Refund Cheque. Na hora de sair do país, carimbe este papel na alfândega e procure um Refund Oficce. O reembolso de 8% pode ser feito em espécie.

Aproveite e leia também o artigo que explica como funciona o Tax Free na Europa.

 

O que esperar da primeira vez na Suíça?

Aproveite a sua primeira vez na Suíça, o cenário é ideal para os mais diversos tipos de passeios, com vilarejos românticos, alpes imponentes e belos lagos. O país possui uma ótima infraestrutura para receber os viajantes da melhor forma.

De cidades repletas de histórias com castelos muito bem conservados, este destino é cheio de descobertas e experiências encantadoras.

Já visitou a Suíça? O que achou do país? Deixe nos comentários suas experiências de viagem!

 

Leia nossos últimos artigos sobre a Suíça​:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Alana Romão

Alana Romão Santiago é jornalista, apaixonada por viagens, estudou comunicação e cultura na Suíça e desde então tem um pedaço do coração naquele país. Tem experiência em assessoria de imprensa e revista. Ama ler, escrever e fazer roteiros de viagens, ama mais ainda poder colocá-los em prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *