Roteiro no Sul de Santa Catarina: 15 dias na Serra e Litoral

Roteiro no Sul de Santa Catarina: 15 dias na Serra e Litoral

Imagem do Autor por Polly Batista
Atualizado em:

O Roteiro pelo Sul de Santa Catarina é um dos poucos no Brasil que une serra e litoral. Em um dia, você pode estar no topo de uma das estradas mais bonitas do mundo e, no outro, apreciando golfinhos e baleias; sendo possível até ver neve em cidades próximas!

E no meio de todas essas belezas naturais, saborear cervejas premiadas e vinhos locais enquanto admira prédios tombados pelo Patrimônio Nacional. Eu tive o prazer de fazer esse roteiro e foi uma experiência fenomenal.

A rota turística Encantos do Sul é tudo isso e muito mais: ecoturismo, turismo de aventura, praias fantásticas, observação de baleias, roteiro de inverno e cidades da região que são históricas.

Mas afinal, o que fazer no Sul de Santa Catarina?

Para te ajudar a também fazer este roteiro, neste artigo, compartilho minhas experiências na região, com paradas estratégicas e dicas do que fazer em 15 dias pelos municípios do Sul catarinense em Nova Veneza, Urubici, São Joaquim, Lauro Muller, Orleans, Tubarão, Laguna, Garopaba e Imbituba.

Se você está a procura de uma viagem pelo Brasil que caiba no bolso e seja repleta de surpresas, continue a leitura e conheça uma das regiões mais incríveis do mapa de Santa Catarina, com sugestões incríveis de tours que podem ser contratados antecipadamente e com desconto. Confira!

Planeje sua viagem => Hotéis em oferta em Santa Catarina

Seguro viagem com cobertura para o Brasil »

Como montar um roteiro pelo Sul de Santa Catarina

Há uma série de fatores a serem considerados quando você estiver planejando seu roteiro de viagem pelo Sul de Santa Catarina.

Qual a época ideal para ir, onde é melhor se hospedar, entre tantos outros que é preciso prestar atenção ao planejar o itinerário.

Em uma viagem pelo estado, visitar o Sul de Santa Catarina é quase obrigatório. E saber quantos dias ficar é primordial para montar o melhor roteiro possível.

Não programe menos de 3 dias, o ideal mesmo é organizar um roteiro de pelo menos 5 dias em SC só para você começar a se apaixonar pela região.

Tudo isso considerado, aqui está um exemplo de roteiro pelo Sul de Santa Catarina:

  • Nova Veneza: dias 1 e 2
  • São Joaquim: dias 3 e 4
  • Urubici: dia 5, 6 e 7
  • Serra do Rio do Rastro: dia 8
  • Orleans: dia 9
  • Tubarão: dia 10
  • Laguna: dias 11 e 12
  • Imbituba e Garopaba: dias 13 a 15

Quantos dias ficar no Sul de Santa Catarina?

Na minha opinião, o ideal é ficar pelo menos 10 dias na região. Porém, é tão gostoso explorar tudo o que há para fazer no Sul de Santa Catarina, que você pode planejar um roteiro de 15 dias; esse tempo será muito bem-vindo.

A região tem muito a oferecer, principalmente as belas praias e o charme da serra catarinense, com até mesmo possibilidade de neve no inverno.

Quais são as cidades do sul de Santa Catarina?

O Sul de Santa Catarina é uma Mesorregião do estado que abrange trechos, tanto do litoral como da serra catarinense; além de ser a região que faz fronteira com o Rio Grande do Sul, sendo uma alternativa de turismo também para quem se encontra em Porto Alegre ou outras terras gaúchas.

Ao todo, são 44 os municípios que compõem o Sul de Santa Catarina, sendo que eles estão divididos em três microrregiões: Tubarão, Criciúma e Araranguá.

Na microrregião de Tubarão estão: Garopaba, Laguna, Imbituba, Orleans, Jaguariúna, Gravataí, Armazém, Imarui, Rio Fortuna, São Ludgero, Braço do Norte, Grão Pará, Sangão, São Martinho, Capivari de Baixo, Pedras Grandes, Santa Rosa de Lima e Treze de Maio.

Já na microrregião de Criciúma estão: Lauro Muller, Nova Veneza, Cocal do Sul, Içara, Urussanga, Sierópolis, Forquilhinha, Morro da Fumaça e Trevio.

Por sua vez, formam a microrregião de Araranguá: Ermo, Meleiro, Praia Grande, Sombrio, Balneário Arroio do Silva, Jacinto Machado, Morro Grande, Santa Rosa do Sul, Timbé do Sul, Balneário Gaivota, Maracajá, Passo de Torres, São João do Sul e Turvo.

Geograficamente, as cidades de Urubici e Bom Jardim da Serra também ficam no Sul do estado e as incluí no meu roteiro.

Neste artigo, tracei o roteiro com as sete cidades mais turísticas localizadas no Sul de Santa Catarina, mas nada impede que você pegue seu carro alugado e desbrave outros munícipios da região.

 
Vai viajar e precisa alugar um carro com os melhores preços?

Ter o seu próprio carro é essencial para aproveitar melhor a viagem, com economia de tempo para curtir cada segundo de seus preciosos dias de férias.

Faça uma pesquisa online na Rentcars, comparando o preço nas melhores locadoras do Brasil. É só clicar no botão para garantir 5% com o cupom QUERO5OFF!

Conheça as principais vantagens:

  • Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de aluguel de carro;
  • Pagamento com parcelamento em até 12x no cartão de crédito, via PIX ou boleto;
  • É mais barato do que alugar direto nas locadoras;
  • Cancelamento da contratação sem taxas até 2 horas antes da retirada do veículo;
  • Pague em reais e economize o IOF de 5,38% para reservas internacionais;
  • Atendimento ao cliente 24hs em português, 7 dias por semana;
  • Compare preços de mais de 200 locadoras pelo mundo em um só lugar, tenha o melhor atendimento e desfrute de promoções exclusivas!
 

O que fazer no Sul de Santa Catarina?

lugares para conhecer em Santa Catarina
Serra do Rio do Rastro é  uma prova das belezas da Serra catarinense | Foto: QVM.

A rota Encantos do Sul é formada por 7 cidades do Sul de Santa Catarina. Porém, não visitei todas. Portanto, sugiro que você programe uma viagem de pelo menos uma semana para a região.

Entretanto, se você não tem esses dias disponíveis, pode parar menos para aproveitar mais.

A primeira parte do meu roteiro (na serra) foi organizada pela Roteiros do Sul e Visite Nova Veneza; já a segunda rumo ao litoral, foi a Ao Sul Natural. Ambas com apoio do SebraeSC que promove a Rota da Baleia Franca.

Conheça agora as minhas paradas e prepare-se para as próximas férias!

Nova Veneza (2 dias)

O que conhecer em Santa Catarina?
Gôndola Lucille é a única original de Veneza na América Latina | Foto: QVM.

Nova Veneza foi a minha primeira parada no Sul de Santa Catarina. Eu gostei tanto, tanto da cidade que fiz um post só para ela e que vale a leitura: pontos turísticos de Nova Veneza.

Acontece que esse destino, como o próprio nome já diz, é um pedacinho da Itália no Brasil. A cidade foi colonizada pelos italianos a partir de 1891, sendo que o resultado dessa imigração é uma imensa herança culinária, arquitetura, gastronomia e festas típicas dos imigrantes italianos.

Não à toa, Nova Veneza é considerada a Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana. Além disso, ela sedia  todo mês de junho Carnevale di Venezia, com desfiles, bailes de máscaras e marchinhas de carnaval brasileiras em italiano! Trata-se da réplica fiel do Carnaval de Veneza.

Cidades para conhecer em Santa Catarina
Caravaggio, distrito de Nova Veneza | Foto: QVM.

Outro destaque da cidade é a Gôndola Lucille, doada oficialmente por Veneza para a cidade. Você pode entrar na gôndola que fica em um lago artificial no Centro e ter essa experiência fantástica de graça e perto, no Sul de Santa Catarina!

Minha dica é: não fique menos de 2 dias em Nova Veneza e, se puder, programe-se para o mês de junho, quando acontece a Festa da Gastronomia e o Carnevale.

A estrutura da cidade comporta bem os turistas. Para saber onde comer, leia também o artigo sobre os melhores restaurantes em Nova Veneza, onde também te conto quais são os pratos típicos que você vai encontrar.

Onde ficar em Nova Veneza

  • Hotel barato em Nova Veneza | Pousada Pouso das Águastrata-se de uma pousada muito agradável, um lugar cercado pela natureza, com espaços para crianças brincarem, para jogar futebol ou caminhar. Os quartos possuem ar-condicionado, TV e geladeira; além de ter uma churrasqueira no local.
  • Hotel custo-benefício em Nova Veneza | Bormon Hotelfica a menos de 1 km do centro, com buffet de café da manhã diário, bar, piscina, parquinho infantil e salão de jogos; nos quartos, os hóspedes contam com TV a cabo e frigobar.
  • Melhor hotel em Nova Veneza | Hotel Dolomiti Caravaggioideal para quem visita o Santuário Nossa senhora de Caravaggio (fica em frente), a propriedade é inspirada nos alpes italianos e dispõe de quartos com TV a cabo, ar-condicionado e mesa de trabalho; além de uma vista linda e ótimo café da manhã.

São Joaquim (2 dias)

Área rural de Urupema
Área rural de Urupema | Foto: Jefferson Rech, via Wikimedia Commons.

Localizada no Planalto Serrano do estado, a 1.360 metros de altitude e a 228 km da capital, São Joaquim é considerada simplesmente a cidade mais fria do Brasil, com termômetros que podem chegar a menos 10ºC nas épocas mais rigorosas do inverno. É um frio intenso!

Com pouco mais de 26 mil habitantes, a cidade é ideal para curtir a estação, inclusive, essa é a época em que o turismo por fica em alta e fica repleta de visitantes.

Hotéis e pousadas ficam cheios de turistas que aproveitam a beleza do local para curtir o frio, provar os bons vinhos produzidos na região e, quem sabe, ver as precipitações de neve em solo catarinense.

Uma curiosidade é que os turistas que viajam para a região e se hospedam em hotéis são acordados pelos funcionários no meio da noite, caso comece a nevar durante a madrugada.

Um tour completo por São Joaquim fica por conta dos cartões-postais da cidade, a Praça João Ribeiro e a linda Igreja Matriz.

Para os apreciadores de uma bela paisagem, há a Cascata do Pirata, uma queda d’água de 15 metros de altura, e para quem gosta de comida boa, tem a Festa Nacional da Maçã, em abril, e o Festival de Inverno Serra Catarina, em vários municípios da Serra Catarinense durante os meses de inverno . Agende um tour pela Rota da Maçã.

Lugar com maior possibilidade de nevar no estado, São Joaquim é perfeita para saborear um bom vinho e curtir o charmoso clima gelado. Experimente marcar um tour de bicicleta pelos vinhedos da vinícola Villaggio Bassetti com degustação.

Onde ficar em São Joaquim

  • Hotel barato em São Joaquim | São Joaquim Park Hotel: trata-se de uma opção muito funcional para conhecer a região, pois conta com café da manhã, um bar, estacionamento e possuí frigobar, mesa de trabalho e TV nos quartos. Outra vantagem é que a propriedade aceita pets.
  • Hotel custo-benefício em São Joaquim | Chalé Alto da Serra: é uma ótima dica para viajar em casal, pois é um lugar romântico, com aquecimento nos quartos e banheira de hidromassagem bem grande. As acomodações dispõem de frigobar, mesa para refeições e TV a cabo.
  • Melhor hotel em São Joaquim | Solar do Oriente: um ambiente aconchegantes, com lareira, churrasqueira e jardim. Esta propriedade aceita pets e organiza passeios por bares e pela cultura local.

Sugestões de passeios para o 3° e 4º dia em Santa Catarina

Você percebe como o Sul de Santa Catarina tem lugares interessantes para conhecer? Portanto, é hora de reservar seus passeios favoritos com antecedência e já deixar seu roteiro programado.

As sugestões abaixo contemplam diversos pontos turísticos citados acima para conhecer nos dias 3 e 4 no Sul de Santa Catarina:

Urubici (3 dias)

Roteiro na serra em Santa Catarina
Pedra da Água – Urubici | Foto: Nelson Tonon, via Wikimedia Commons.

A 950 metros de altitude, Urubici fica a 60 km de São Joaquim e é uma das cidades mais belas para apreciar a natureza. Por isso, vale a pena agendar um tour completo por Urubici.

O município conta com uma população de 10 mil habitantes e é cercado de montanhas. Sua natureza, recheada de cavernas e cachoeiras é, inclusive, patrimônio da Unesco, pois faz parte da Reserva Mundial da Biosfera da Floresta Atlântica.

Considerada a terra das hortaliças, ela também se destaca pelo ecoturismo, turismo de aventura, pelo cultivo da maçã e também pelo chimarrão. Além disso, essa também é uma das cidades em que se pode ver neve em Santa Catarina.

Na cidade, você pode visitar locais como o Morro da Igreja, com 1.822 metros de altitude, é o ponto habitado mais alto do Brasil e também a grande atração, inclusive quando neva. Desde julho do ano passado, o Morro está com a passagem bloqueada, por tempo indeterminado, pois a estrada que dá acesso ao local está passando por obras.

Há também muitos outros lugares especiais, como a Pedra Furada, a Serra do Corvo Branco, a Cascata Véu da Noiva, a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, a Pedra da Águia e o Cânion do Espraiado, todos lugares lindos, em meio à natureza, que valem a pena a visita.

A cidade também conta com pontos de registro arqueológico, que tem várias inscrições rupestres. O mais conhecido deles é a Máscara do Guardião.

A visita ao Morro da Igreja é gratuita, porém, necessita de autorização, devido às poucas vagas de estacionamento. Para conseguir permissão, deve-se ir até o Parque Nacional de São Joaquim, em Urubici mesmo.

Onde ficar em Urubici

  • Hotel barato em Urubici | Pousada Rio Canoas: caminhe por um jardim bem preservado, brinque com seus filhos no balanço e, claro, aprecie a natureza em um ambiente limpo e com café da manhã delicioso. As acomodações contam com TV, área de estar e chuveiro de água quente.
  • Hotel custo-benefício em Urubici | Pousada Caminhos da Natureza: próxima da Cascata do Avencal, ela apresenta acomodações confortáveis em móveis de madeira, com poltrona e espelho grande; o café da manhã possuí uma boa variedade de frutas e bolos.
  • Melhor hotel em Urubici | Cascata dos Amores: se você procura um hotel romântico na serra catarinense, saiba que este conta com uma banheira de hidromassagem e lareira nas acomodações; além disso, pode aproveitar as trilhas e a cachoeira nos arredores.

Sugestões de passeios para o 5°, 6º e 7º dias em SC

Para garantir o melhor roteiro no Sul de Santa Catarina sugiro que você reserve com antecedência as entradas e passeios guiados para os 3 dias em Urubici.

Assim, você evita filas e consegue descontos online sem precisar chegar com antecedência nas bilheterias ou correr o risco de não conhecer os lugares imperdíveis no Sul de Santa Catarina:

Serra do Rio do Rastro (1 dia)

Pontos turísticos de Santa Catarina
Mirante 12 da Serra do Rio do Rastro | Foto: QVM.

Outra cidade do Sul de Santa Catarina é Lauro Muller, também colonizada por italianos, que fica a Serra do Rio do Rastro, unindo-a a Bom Jardim da Serra. Veja a melhor opção de tour guiado.

Essa via foi eleita por votação popular pela revista espanhola 20 Minutos, a Estrada mais Espetacular do Mundo, no ranking “Las 14 Carreteras más Asombrosas del Mundo”.

Foram 13 concorrentes desbancados pelo visual catarinense, entre eles lugares fenomenais, como a Ponte Storseisundet, na Noruega; o túnel Guoliang, na China entre outros.

Ao todo, são 284 curvas chegando a 1.421 metros de altitude. Ela foi asfaltada somente em 1985 e a parte mais íngreme é de concreto para fixar melhor os pneus.

Bem antes de ser pavimentada, a Serra do Rio do Rastro era passagem comum dos tropeiros, principalmente por volta da década de 1940, quando Lauro Muller despontou com a primeira mina de carvão da região (que movimenta a economia até hoje).

A estrada me lembrou muito as curvas para chegar no Vale Nevado no Chile. E não é só isso que se assemelha: no inverno, eventualmente, a Serra do Rio do Rastro pode acumular gelo nos dias mais frios (eu amoooo frio!)

Já a cerração é um fenômeno constante no Sul de Santa Catarina. Por isso, muito cuidado se for dirigindo; em alguns trechos é preciso parar para o outro carro fazer as curvas e há muitos caminhões passando pela estrada.

O que fazer na Serra do Rio do Rastro
Realidade virtual no Mirante 12 da Serra do Rio do Rastro | Foto: QVM.

Sugiro que você conheça a Serra do Rio do Rastro na parte da tarde para assistir um lindo pôr do sol. E antes de chegar no seu topo, dê uma paradinha no Mirante 12, tanto para lanchar, como para ter uma experiência diferente.

Foi lá onde tive uma experiência surreal e virtual! O Mirante 12 oferece uma vista panorâmica dos primeiros 12 km da Serra do Rio do Rastro, mas se você não se der por satisfeito pode voar de asa delta através de realidade virtual.

A aventura custa 15 reais e qualquer pessoa pode fazer. Mas já aviso: é muito real. Eu que morro de medo de altura senti meu coração na garganta ao me ver no topo da Serra prestes a saltar.

Durante o salto, você pode girar a cabeça para todos os lados e ver detalhes da Serra do Rio do Rastro, como cachoeiras, córregos e árvores de igarapé amarelas.

Como não é possível saltar da serra  no Sul de Santa Catarina na vida real, a experiência virtual é imperdível!

Depois dessa aventura, restam apenas 7 km para o mirante principal e mais alto da Serra do Rio do Rastro.

Uma vez em seu topo, você pode admirar toda Mata Atlântica e rochas em arenito que cercam as centenas de curvas e que fazem dela uma das estradas mais belas do planeta.

No topo, há uma infraestrutura turística com ponto de informações, lanchonetes e lojas de souvenirs. Ah, e alguns guaxinins que vivem no local.

O que fazem em SC
Mirante na Serra do Rio do Rastro | Foto: QVM.

Uma boa época para visitar a Serra do Rio do Rastro é em junho para vivenciar o clima bem serrano.

Com sorte, você presenciará um desafio incrível, a Uphill Marathon, evento que conta com o patrocínio Mizuno que reuniu na edição de 2019 mais de 3 mil atletas nas provas de 42 e 25 km e Desafio Samurai de 67 km, realizada em dois percursos.

Lauro Muller merece mais tempo para uma visita, além da Serra do Rio do Rastro. Ela já foi considerada o Berço do Carvão Mineral Nacional e hoje preserva aspectos da cultura italiana e a natureza como principal cartão-postal.

Onde ficar em Lauro Muller

  • Hotel barato em Lauro Muller | Pousada Mestre Kikãosimples, porém muito funcional, a pousada conta com guarda-roupa e TV nos quartos, além de ter um bom café da manhã e mesa de bilhar.
  • Hotel custo-benefício em Lauro Muller | Chalés no meu quintalcom café da manhã incluído e uma decoração rústica muito charmosa, estes chalés possuem também TV nos quartos e acomodações muito limpas.

Sugestões de passeios para o 8° dia

Depois de conhecer o básico do Sul de Santa Catarina, nada melhor do que contar com o conforto dos passeios guiados para visitar aquele lugar que não pode faltar na sua viagem, como a Serra do Rio do Rastro.

Confira a seguir como montar um roteiro para o dia 8 com os seguintes tours:

Orleans (1 dia)

Orleans e Tubarão roteiro
Catarina Sauer da Lohn Bier | Foto: QVM.

Da Serra do Rio do Rastro, dá para conhecer a cidade de Orleans, a 40 km, que possuí uma ampla tradição na produção cervejeira.

Por isso, visitei bicampeã Lohn Bier, eleita em 2017 e 2019 como a Melhor Cervejaria da América do Sul, pelo respeitadíssimo prêmio South Beer Cup. Em apenas 5 anos, ela já ostentava mais de 80 premiações.

E, para entender a importância da cerveja para Santa Catarina é só você saber que o estado foi o primeiro a produzir a bebida no Brasil, ainda na época de Dom Pedro VI. Se você é fã da bebida, conheça também o Roteiro da Cerveja em Blumenau, no Vale do Itajaí.

E esse pioneirismo faz com quê o nível de produção seja de alto nível. Para você ter uma ideia, existem atualmente de 150 a 180 cervejarias legalizadas em SC.

Cerveja artesanal em Santa Catarina
Cervejaria Lohn Bier em Orleans | Foto: QVM.

Em cidades como Orleans e Tubarão, podemos dizer que em toda família há um “mestre cervejeiro”, mesmo que para consumo próprio. E a Lohn Bier é referência nesse quesito. Já foram mais de 70 tipos de cervejas produzidas, sendo 26 fixas.

Ela é a marca responsável pelo tipo de cerveja tipicamente catarinense, a Catarina Sauer, que ganhou como a Melhor Cerveja do mundo com o rótulo Catarina Sauer Uva Goethe no World Beer Awards em Londres, em 2017.

Durante minha visita, degustei várias cervejas. Destaque para a refrescante feita com uva Goethe, bastante produzida na região; experimente também a Carvoeiro, premiada e feita com funghi secchi e cumarú, uma baunilha da Amazônia.

Durante meu tour pela Rota Cervejeira ainda experimentei uma proposta ousada da Lohn Bier que é tomar a Carvoeiro com sorvete de creme. A sobremesa acentua o sabor da cerveja escura e surpreende o paladar. Se eu fosse você, pediria para experimentar.

Roteiro pela Serra do Rio do Rastro
Lohn Bier gera emprego e renda na região | Foto: QVM.

Mas a cervejaria também não coleciona só premiações. Ela gera emprego e renda para a comunidade local.

E como parte de uma estratégia para valorizar mais a região, a empresa mantém sua logo com a Serra do Rio do Rastro, mantém 55 funcionários diretos e a cada 3 mil litros de cerveja gera um novo emprego. É a definição perfeita de empreendedorismo social.

Minha dica é: não deixe de conhecer a Lohn Bier. É uma marca que representa não só o Sul do estado de Santa Catarina para o Brasil, como também o mundo.

cervejaria para conhecer em Santa Catarina
Loja da Lohn Bier em Orleans | Foto: QVM.

Essa fábrica é super bonita e tem um pub onde você pode comprar um cartão e consumir as cervejas direto das torneiras dos tanques. Há também uma loja, onde tenho certeza que você será muito bem recepcionado, assim como eu fui (o povo da SC sabe receber bem, né?).

A Lohn Bier fica na Rod. SC 390, Km 432 ou no Km 107 de Lauro Müller. Para visitar a pub, os horários são: segunda e terça das 8 às 18 horas (apenas loja e bar); quarta à sexta, das 8 às 00h30 (cozinha aberta a partir das 19 horas); aos sábado, das 9 à 1 hora (cozinha aberta a partir das 17 horas); e domingo das 10 às 19 horas (cozinha aberta das 12 até 14 horas).

Quem me levou para este Roteiro Cervejeiro foi a Casa Verde Experiências Turísticas. Eles manjam tudo de cerveja e fazem diferentes tipos de roteiro, sempre explicando a relação de SC com a bebida, diferenciando os estilos entre os tipos da bebida para você descobrir com o qual se identifica.

Eu tive degustações e experiências enriquecedoras.

Outra sugestão de parada da Rota Cervejeira é a Big Jack. A empresa começou de forma caseira e dá passos firmes para ampliar a sua produção com espaço para visitas e uma kombi itinerante de cerveja: a Beer Truck.

A empresa é premiada, tendo como destaque o título de Melhor Cerveja Pilsen da América Latina pela Copa Cervezas de América com o rótulo Va Bene.

A marca também possui uma hamburgueria e pub, que é uma ótima dica para sair à noite em Orleans. Quando eu estive nela, tinha música ao vivo e um menu delicioso, com drinques e cervejas da casa, que fica na Rua Antonio da Silva Cascaes, 465.

Ah, mas Orleans não é só cerveja! Estive em um dos principais pontos turísticos da cidade, o Museu ao Ar Livre Princesa Isabel. O espaço presta homenagens aos imigrantes que colonizaram o Sul de Santa Catarina.

Por curiosidade, fiz o tour noturno “Luz de Lamparina”, para conhecer como viviam os primeiros colonizadores e como trabalhavam na estrebaria, ferraria, serraria, olaria, engenho de farinha entre outros espaços.

Cidades para roteiro completo em Santa Catarina
Tour com lamparinas no Museu ao Ar Livre | Foto: QVM.

Mas há passeios diurnos que você pode aproveitar muito mais, embora eu não tenha feito. O funcionamento é de terça à sexta, das 9 às 12 horas e das 13h30 às 18 horas; sábados, domingo e feriados é das 9 às 18 horas.

Orleans também é uma das cidades ao Sul de Santa Catarina que tem outros atrativos para visitar, embora não tenha tido tempo para isso. Mas vale incluir os painéis de Zé Diabo e conhecer os vales da uva Goethe.

Onde ficar em Orleans

  • Hotel barato em Orleans | Real Nob Hotel: dispondo de um linda vista dos quartos, que contam com guarda-roupa e TV,  este hotel proporciona uma estadia agradável, com academia de musculação e salão de jogos com mesa para jogar cartas, bilhar, tênis de mesa e pebolim.
  • Hotel custo-benefício em Orleans | Casa de Sítio Taipaem meio à natureza, aproveite a hospedagem, onde terá direito a piscina, churrasqueira, cozinha, rede para relaxar e quarto com TV. A propriedade aceita pets.

Tubarão (1 dia)

brewpub em Santa Catarina
Brewpub é a proposta da Haibier em Tubarão | Foto: QVM.

Minha viagem continuou por Tubarão, a 43 km de Orleans e, como parte ainda da Rota da Cerveja visitei a Cervejaria Haibier. A proposta é ser um brewpub; ou seja, um espaço mais intimista onde funciona uma pequena fábrica e os clientes podem provar as cervejas ainda nos tanques.

Tubarão é famosa também por suas águas termais e belezas naturais. Mas durante minha passagem rápida, conheci somente o Museu Ferroviário.

Desde que a rede nacional ferroviária começou a ser totalmente extinta na década de 1990, esse espaço em Tubarão se transformou em um importante acervo de peças ligadas ao setor: são mais de 40 mil.

Mas o que chama atenção são os vagões restaurados. Eles fizeram parte da Ferrovia do Carvão, que soma mais de 135 anos de história e que foi a primeira ferrovia de Santa Catarina e a segunda do Sul do país.

Inclusive, é possível fazer passeios na Maria Fumaça restaurada no museu, com pacotes interessantes como Trem Luz (durante a época natalina), Terra do Vinho, Praia de Santa Catarina e Encantos de Laguna entre outros tours.

Onde ficar em Tubarão

  • Hotel barato em Tubarão | Hotel San Silvestrepara se hospedar bem Tubarão, este hotel conta com piscina, serviço de quarto, estacionamento gratuito, bar, café da manhã e TV nos quartos. A propriedade ainda aceita pets.
  • Hotel custo-benefício em Tubarão | Art Hotelmoderno e com um lindo visual da cidade, ele conta com café da manhã incluído e quartos com TV a cabo e ar-condicionado.

Laguna (2 dias)

Dicas para roteiro pelo sul em Santa Catarina
Letreiro de Laguna fica de frente para o mar | Foto: QVM.

Chegamos agora ao litoral Sul de Santa Catarina! E as cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba fecharam meu roteiro Encantos do Sul. O trio também faz parte da Rota da Baleia Franca. E se você preferir por marcar uma excursão a Laguna.

Páreo com Nova Veneza, Laguna foi a segunda cidade que mais gostei nesse roteiro pelo Sul de Santa Catarina. É impossível imaginar que um lugar tão pequeno tenha atrativos turísticos tão diversos.

Fundada em 1676, Laguna tem um Centro Histórico com mais de 600 edificações tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan. O destino possui 3 bacias hidrográficas que formam 7 lagos, 3 ilhas, 16 praias, 2 cabos e 50 golfinhos.

É em Laguna também que as baleias Francas passam quando vêm da Antártica para se reproduzirem no litoral catarinense. Deixe já agendado uma experiência fantástica: avistamento de botos-pescadores em Laguna.

E já não bastasse toda a diversidade natural, Laguna também é a terra natal de Anita Garibaldi e foi palco para embates importantes para a República brasileira, tendo se proclamado livre do império em 1839.

Um dos marcos desse protagonismo é o Museu de Anita Garibaldi.

Recomendo também o Instagram do @juliocesarvicente, guia local que sabe tudo sobre a cidade. Para conhecer mais detalhes e planejar seu roteiro, leia o post com os principais pontos turísticos de Laguna, em Santa Catarina.

Você entenderá os motivos dela ser uma das minhas paradas imperdíveis na rota Encantos do Sul.

Onde ficar em Laguna

  • Hotel barato em Laguna | Ravena Cassino Hoteltrata-se de um hotel barato e com muitos atrativos para se hospedar bem em Laguna. Além de ser beira-mar, ele conta com uma piscina ao ar livre, serviço de quarto, restaurante de frutos do mar, quadra esportiva e uma vista deslumbrante das acomodações.
  • Hotel custo-benefício em Laguna | Pousada Lagunatambém beira-mar, ela aceita pets e dispõe de piscina, café da manhã e ar-condicionado nos quartos.

Sugestões de passeios para os 11° e 12º dias

Se você já está se despedindo do Sul de Santa Catarina no dia 11 e 12, vale visitar lugares interessantes e até fazer um roteiro alternativo em SC.

É só escolher um dos passeios abaixo e ter praticamente um roteiro completo no Sul de Santa Catarina:

Litoral Sul de Santa Catarina (3 últimos dias)

Para os 3 últimos dias de um roteiro completo de 15 dias pelo Sul de Santa Catarina, sugiro que você fique entre Imbituba e Garopaba, ambas vizinhas. Escolha onde se hospedar e programe os melhores passeios entre esses dois destinos litorâneos:

Imbituba

Rota da Baleia Franca em Santa Catarina
Baleia e seu filhote podem ser observadas na rota | Foto: Nós dois por aí ou Viajar é um Prazer

Essa é uma das cidades que possuem as praias do litoral sul de Santa Catarina mais disputadas durante o verão. Já na baixa temporada, elas figuram na observação das baleias francas, cujo ápice ocorre entre os meses de julho a outubro.

Ao todo, Imbituba são 9 praias, das quais a Praia do Rosa é o principal destaque, recebendo turistas o ano todo e tendo um Carnaval muito badalado, apesar de ser uma praia pequena.

No meu roteiro, priorizei os lugares mais acessíveis para observação das baleias, como a Praia da Ribanceira, onde avistamos uma baleia e seu filhote (no comecinho do mês de outubro) com o apoio da Amo Garopaba.

É em Imbituba também onde fica o Instituto Australis, responsável pela pesquisa e observação científica das Baleias Francas. Recomendo uma visita ao espaço para entender o quanto é incrível o trabalho de todos os profissionais.

Tem muito o que fazer em Imbituba, além da pôr do sol maravilhoso, você deve visitar o Farol de Imbituba.

Onde ficar em Imbituba

  • Hotel barato em Imbituba | Hostel Quintal do Rosasituado na Praia do Rosa, este local oferece piscina ao ar livre, jardim, bar e churrasqueira. Aproveite o restaurante, a cozinha de uso comum e lounge compartilhado, além de wi-fi gratuito. Os quartos contam com de ar-condicionado e guarda-roupa.
  • Hotel custo-benefício em Imbituba | Pousada Canto do Rosatambém na Praia do Rosa, ela possuí jardim, churrasqueira e vista para o lago, quartos com ar-condicionado, guarda-roupa e wi-fi gratuito. Em relação a alimentação, a propriedade conta com boa opções de pizzaria e restaurantes em seus arredores.

Sugestões de passeios para Imbituba

Depois de 12 dias no Sul de Santa Catarina é hora de relaxar conhecendo mais um pouco dos melhores atrativos antes de ir embora. Como explicado acima, os tours para reservar antecipadamente são:

Garopaba

Roteiro pelo sul de SC
Garopaba possuí lindas praias no Sul de Santa Catarina | Foto: QVM.

Em Garopaba, minha passagem também foi rápida. Passei pela Praia Central e Costão do Morrinhos; além da bela Praia da Gamboa. Para completar, o município é cercado de mata atlântica, trilhas ecológicas, cachoeiras e diversas alternativas para praticar o ecoturismo.

Mas ao todo são 9 praias fantásticas, sendo essas citadas como as melhores lugares para a observação das baleias. Por isso, marque logo a sua excursão às praias de Garopaba.

Onde ficar em Garopaba

  • Hotel barato em Garopaba | Lobo Hotelalém de barato, ele fica a somente 80 metros da Praia de Garopaba, possuindo frigobar, TV e ventilador de teto nos quartos; além de aceitar pets e contar com um variado buffet de café da manhã.
  • Hotel custo-benefício em Garopaba | Hotel Pousada da Lagoasituada a 300 metros da Praia de Garopaba, ela dispõe de piscina ao ar livre, estacionamento gratuito, serviço de quarto, café da manhã e TV nos quartos.

Sugestões de passeios para Garopaba

Pouca gente tem a oportunidade de ficar tanto tempo de férias em uma mesma cidade. Porém, se você tem esse privilégio, aproveite para curtir um lugar no Sul de Santa Catarina que você gostou muito ou ainda agende essas visitas:

Onde Neva em Santa Catarina?

Imagem de uma estrada com um campo nas laterais e coberto por neve
São Joaquim é uma das cidade onde cai neve em Santa Catarina | Foto: Arthur Puls, via Wikimedia Commons.

Essa possibilidade ver neve em Santa Catarina sempre atiça a curiosidade dos turistas, que desejam ver este fenômeno climático sem sair do Brasil.

A boa notícia é que, as cidades onde nevam no estado ficam próximas ao Sul de Santa Catarina, pois estão localizadas na região da serra catarinense; por isso, se estiver fazendo turismo no inverno e estiver nevando, basta pegar o carro e vivenciar essa sensação incrível de ver neve no Brasil.

Lauro Muller faz parte da serra catarinense por estar no caminho da Serra do Rio do Rastro; desta cidade, você estará a 34 km de Bom Jardim da Serra e a 77 km de São Joaquim; as outras cidades onde pode nevar em Santa Catarina são: Urubici (107 km), Urupema (155 km) e Lages (161 km).

Não há um período exato para nevar em Santa Catarina, mas a época mais provável é no início de julho. Consulte sempre a previsão do tempo e como é o Clima em Santa Catarina.

Quanto custa viajar pelo Sul de Santa Catarina por dia?

Para descobrir quanto custa viajar pelo Sul de Santa Catarina por dia, a conta leva em consideração os meios de transporte utilizados nos deslocamentos, alimentação, passeios e hospedagem. E essa conta varia de acordo com o perfil do viajante.

A acomodação geralmente tem um peso grande no custo total da viagem, portanto recomendo escolher bem entre os bons hotéis no Sul de Santa Catarina, pois dependendo da localização o preço e gastos com o roteiro aumentam.

Já para as entradas dos passeios, você pode encontrar grandes ofertas comprando online. Por isso recomendo organizar as atividades com antecedência, até porque os ingressos das principais atrações podem ficar indisponíveis.

No momento do planejamento do roteiro no Sul de Santa Catarina, acesse sites como o www.numbeo.com para verificar quanto custa o transporte público, alimentação e demais itens relevantes.

Assim, você evita surpresas desagradáveis no orçamento da viagem.

Agências para organizar o roteiro no Sul de Santa Catarina

O site da Civitatis também é bom e confiável, empresa espanhola fundada em 2008 e com milhões de clientes ao redor do mundo. A vantagem para brasileiros é fazer o pagamento em reais em até 12x.

Guias locais que fazem roteiros guiados no Sul de Santa Catarina

A melhor maneira de conhecer as melhores atrações durante seu roteiro no Sul de Santa Catarina, é fazendo uma visita guiada com um guia que mora no lugar.

No iFriend, site brasileiro fundado em 2017, você pode escolher entre uma variedade de tours para indivíduos ou pequenos grupos, possibilitando uma interação pessoal entre turistas e moradores locais.

As excursões são conduzidas por profissionais que vivem no local há muitos anos, ideal para explorar o que há de melhor no Sul de Santa Catarina. Os melhores para incluir no roteiro são:

Roteiro de van no Sul de Santa Catarina

Os roteiros de van no Sul de Santa Catarina são ideais para visitantes de primeira viagem, pois com tantos lugares para visitar, é difícil saber por onde começar.

A melhor parte é que essas empresas de vans turísticas oferecem descontos se você reservar on-line com antecedência, ao comprar os tickets de 1, 2 ou 3 dias.

Para te ajudar a obter o máximo de sua visita, veja a lista dos melhores tours para você organizar seu roteiro no Sul de Santa Catarina:

Roteiro de bicicleta no Sul de Santa Catarina

Os roteiros de bicicleta são uma excelente forma de explorar no Sul de Santa Catarina e ver tudo o que o lugar tem a oferecer.

A melhor parte é que os pontos turísticos mais famosos estão incluídos nos roteiros de bike. Além disso, com um guia ao seu lado você descobrirá lugares escondidos que geralmente passam despercebidos pelos olhares da maioria dos turistas.

Esses roteiros guiados de bicicleta no Sul de Santa Catarina são projetados tanto para ciclistas experientes como para aqueles que têm pouco contato uma bike. Há também a opção de aluguel da bicicleta para você fazer seu próprio roteiro.

Porém, às vezes pode ser difícil saber qual rota escolher, por isso separei abaixo as rotas de bike mais populares no Sul de Santa Catarina:

Roteiro a pé no Sul de Santa Catarina

Uma das melhores maneiras de conhecer uma cidade é caminhando, descobrindo suas joias escondidas e se perdendo em suas ruas.

Se você estiver interessado em história, arte, arquitetura, política, ou mesmo gastronomia, fazer um roteiro a pé no Sul de Santa Catarina é uma excelente forma de conhecer o destino a partir de um olhar local.

Seja um passeio pago com antecedência ou um free walking tour (quando o pagamento é opcional, feito no final da experiência), aqui estão minhas recomendações para os melhores roteiros no Sul de Santa Catarina para fazer a pé:

Roteiro no Sul de Santa Catarina com crianças

Montar um roteiro no Sul de Santa Catarina com crianças pode ser um pouco desafiador, mas definitivamente vale a pena. Se você está procurando ideias sobre como aproveitar a viagem com seus filhos, veja algumas sugestões de roteiros com crianças no Sul de Santa Catarina.

Primeiro, você deve decidir se quer um tour mais extenso ou de poucas horas, mais indicados para crianças mais jovens.

Desde museus e jardins até atrações bastante procuradas, muitas atividades estão disponíveis especificamente para famílias com crianças de todas as idades. Confira quais são os melhores lugares para visitar:

Roteiro romântico no Sul de Santa Catarina para lua de mel

Anualmente, milhares de casais de todo o mundo visitam o Sul de Santa Catarina para celebrar seu amor. Mas quais atividades são as melhores para um roteiro em casal? E como escolher o que fazer durante uma lua de mel?

Se você está organizando uma viagem romântica no Sul de Santa Catarina, saiba que existem muitos lugares que você pode ir para desfrutar de um passeio com seu parceiro, e cada um deles tem um charme especial.

Aqui está uma lista de roteiros românticos no Sul de Santa Catarina para você curtir durante a lua de mel, aniversário de casamento ou mesmo uma viagem para curtir um ao outro:

Roteiro gastronômico no Sul de Santa Catarina

Durante seu roteiro no Sul de Santa Catarina, você gostaria de visitar os lugares mais legais enquanto descobre o melhor da culinária local? Uma das melhores maneiras é fazendo um roteiro gastronômico 😉

Então, se você faz questão de comer bem enquanto explora a cultura, costumes e história local, um roteiro culinário no Sul de Santa Catarina é a opção ideal.

Além disso, te ajuda a economizar. Isso porque esses roteiros guiados são uma ótima maneira de experimentar muitas comidas e bebidas típicas enquanto aprende sobre a região.

Aqui estão algumas sugestões de roteiros gastronômicos para fazer no Sul de Santa Catarina:

Roteiro no Sul de Santa Catarina no inverno

A experiência de viagem muda completamente dependendo da época do ano, se está frio ou calor. Por isso organizar um roteiro no Sul de Santa Catarina no inverno é essencial para aproveitar melhor a estação, seja com esportes invernais ou atividades em lugares fechados, longe do vendo e frio.

Confira algumas sugestões de atrações para curtir o friozinho no Sul de Santa Catarina:

Dicas do Sul de Santa Catarina

Viu só como um roteiro pelo Sul de Santa Catarina é apaixonante? Estas cidades que visitei são muito ricas nas heranças culturais, na gastronomia e possuem lindas paisagens para admirar; sem contar todo o encanto do litoral sul, que possuí algumas das praias mais lindas de Santa Catarina.

Ainda ficaram de fora do meu roteiro cidades importantes como Gravatal, Jaguaruna, Urussanga, São Martinho, Santa Rosa de Lima, Forquilhinha e Criciúma. Sem dúvidas, bons motivos para voltar.

Se você tem pouco tempo, as paradas imperdíveis são Nova Veneza, Serra do Rio do Rastro e Laguna. E a melhor época para visitar o trio é em junho, para pegar o calendário de eventos regionais. Caso sua intenção seja incluir a Rota da Baleia Franca, viaje em setembro.

Para finalizar, recomendo o artigo sobre as atrações em Santa Catarina, com os principais atrativos turísticos para você conhecer no estado, incluindo também as cidades do Norte de Santa Catarina.

E você, quais destes destinos pretende conhecer no seu roteiro pelo Sul de Santa Catarina? Já esteve na região e tem mais alguma dica? Deixe sua resposta nos comentários!

Dúvidas frequentes

O que fazer em Urubici, no Sul de Santa Catarina?

Nos seus primeiros dias no Sul de Santa Catarina, você não pode deixar de fora as seguintes experiências:
Tour completo por Urubici
Trilha pela Pedra Furada

O que fazer em São Joaquim, no Sul de Santa Catarina?

Na sua viagem pelo Sul de Santa Catarina aproveite para conhecer essas atrações imperdíveis:
Tour de bicicleta pelos vinhedos da vinícola Villaggio Bassetti com degustação
Tour completo por São Joaquim
Tour pela Rota da Maçã
Trilha dos Xaxins
Tour de bicicleta por São Joaquim

O que fazer em Laguna, no Sul de Santa Catarina?

No seu roteiro, inclua algumas dessas atrações para conhecer no Sul de Santa Catarina que valem muito a pena:
Excursão a Laguna saindo de Garopaba
Avistamento de botos-pescadores em Laguna

O que fazer em Garopaba, no Sul de Santa Catarina?

Um roteiro de uma semana no Sul de Santa Catarina é perfeito para conhecer bem os pontos turísticos mais famosos e agendar antecipadamente os melhores tours, como os abaixo selecionados:
Excursão às praias de Garopaba
Tour pelas praias de Imbituba + Pôr do sol em Garopaba
Tour da cachaça por Garopaba
Excursão à Guarda do Embaú
Trilha da Pedra Branca
Excursão a Laguna saindo de Garopaba

Como fazer um roteiro de inverno no Sul de Santa Catarina?

O Sul de Santa Catarina se destaca turisticamente por oferecer experiências maravilhosas relacionadas a praias e a natureza. Por isso, é impossível visitar o Sul de Santa Catarina e não programar um dos passeios abaixo:
Tour completo por Urubici
Tour completo por São Joaquim
Tour de bicicleta pelos vinhedos da vinícola Villaggio Bassetti com degustação

Vale a pena programar um roteiro no Sul de Santa Catarina antes da viagem?

Sim, pois ao comprar com antecedência os passeios e tours imperdíveis no Sul de Santa Catarina você garante os preços mais baixos e ainda tem o direito de fazer o cancelamento gratuito até 48 horas antes da data prevista. Além disso, evita as longas filas na entrada das atrações. Saiba mais sobre roteiro completo no Sul de Santa Catarina.

CATEGORIAS
COMPARTILHE
Imagem do Autor
ESCRITO POR
ESCRITO POR
Polly Batista

Penso que todas as coisas são parte de mim. Procuro pelo mundo pedaços da minha alma escondidos em cada novo destino, cada pessoa, cada cultura, cada monumento. Os lugares me revelam o quanto sou pequena, ignorante e humana e, ao mesmo tempo, o quanto somos ricos, parecidos e divinos. Me sinto grata em redescobrir isso em cada viagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quero Viajar Mais