Roteiro na Coreia do Sul: dicas para viagens de até 30 dias

por Pâmela Meireles

Roteiro na Coreia do Sul: dicas para viagens de até 30 dias

Está pensando em como planejar um roteiro na Coreia do Sul? Então você veio ao lugar certo! De repente começou a ver notícias, fotos, doramas coreanos e pensou “quero conhecer a Coreia do Sul”.

Comigo aconteceu o mesmo e eu decidi visitar Seul, a capital. Aproveitei o mês de fevereiro na Ásia para curtir o inverno na Coreia do Sul e não me arrependi! Mas, claro, tudo contou com muito planejamento.

Não importa se o seu desejo é fazer um mochilão na Coreia do Sul ou uma viagem mais confortável, pois o planejamento é algo essencial em todos os casos!

Se você já é leitor do Quero Viajar Mais, sabe que batemos muito nessa tecla, pois é importante que os viajantes nunca passem perrengue em seus passeios.

Você sabe o que fazer em Gangnam, por exemplo? Sabe qual é o melhor tipo de hospedagem na Coreia do Sul para o seu perfil? Tudo isso é muito importante. E, para te ajudar, montei um roteiro dos melhores lugares para você aproveitar ao máximo esse lindo país.

Planeje sua viagem=> Hotéis na Coreia do Sul

Seguro viagem Ásia »

 

Roteiro de 7 dias na Coreia do Sul

  1. Portão Heunginjimun
  2. Museu Seul City Wall
  3. Monte Namsan
  4. N Seoul Tower
  5. Dongdaemun Design Plaza
  6. Cheong-gye-cheon
  7. Conjunto de Palácios
  8. Mercado Gwangjang
  9. Bukchon Hanok Village
  10. Seoullo 7017 Skypark
  11. Zona Desmilitarizada com a Coreia do Norte (DMZ)
  12. K-Star Road
  13. Rio Han
  14. Ponte Jamsu
  15. Lotte World
  16. Museu Trick Eye
  17. Museu de Cera

CLIQUE AQUI para agendar os melhores passeios na Coreia do Sul »

 

Primeiro dia

O que fazer em Seul
Seul vista à noite | Foto: Travel Oriented, via Wikimedia Commons.

Para quem  pretende passar sete dias na Coreia do Sul, recomendo que comece por Seul, a capital coreana. Aproveite para descobrir mais sobre os principais pontos turísticos de Seul.

No primeiro dia, vá até o Portão Heunginjimun, localizado em Dongdaemun, no centro de Seul; é um lindo lugar para tirar belíssimas fotos.

Depois continue o passeio até o Museu Seul City Wall, que é uma muralha construída para separar a cidade da zona rural, localizado ao lado da estação de metrô em Dongdaemun. O local guarda um grande tesouro de informações históricas sobre a Coreia do Sul; seus três andares mostram uma série de exposições interativas, inclusive sobre como a muralha foi construída.

A partir daí, você pode subir a muralha até o Monte Namsan, parando em alguns atrativos turísticos; lá de cima, poderá observar como a capital coreana se expandiu além de seus limites originais. Confira mais opções para montar um roteiro em Seul.

Aproveite o percurso para ir até a N Seoul Tower, um dos principais cartões-postais de Seul. Ou seja, é daqueles lugares que, se você não foi, não esteve em Seul.

De lá você vai obter a vista mais bonita e panorâmica da cidade. Além de poder deixar uma recordação com os cadeados que os visitantes prendem na torre; confesso que esse foi um dos momentos mais lindos da minha viagem.

Ao fim do dia, você pode ir até o Dongdaemun Design Plaza. Inaugurado em 2014, o local se diferencia em meio à arquitetura tradicional da região. O complexo futurista possui 83.000 m². Os amantes da arquitetura vão se inspirar com o jogo de luzes harmônico entre o complexo e os prédios no entorno.

Conheça => Excursão guiada por Seul

 

Segundo dia

roteiro em seul
Caminhar pelas margens do rio Cheong-gye-cheon  | Foto: Mark Pegrum, via Wikimedia Commons.

No segundo dia, caminhe pelas margens do córrego Cheong-gye-cheon. Essas águas já foram escondidas pelo concreto, pois eram esgoto a céu aberto e atualmente o local é um cartão-postal de Seul.

É um dos lugares preferidos dos coreanos nos dias ensolarados, porém também oferece uma paisagem belíssima no inverno. Entenda como é o clima na Coreia do Sul.

Depois, visite o Conjunto de Palácios. Adquirindo o Royal Palace Pass, você conhecerá os quatro grandes palácios de Seul: Gyeongbokgung, Changgyeonggung, Deoksugung, Changdeokgung e o santuário Jongmyo.

A maioria deles foi construída entre os anos de 1392 e 1897, durante a Dinastia Joseon, fundada por Taejo Yi Seong-gye. Porém, as invasões japonesas sofridas pela Coreia abalaram a estrutura dos palácios. E, ao longo dos anos, todos eles tiveram que ser  reconstruídos ou restaurados.

Para visitá-los, será necessário um dia inteiro; vá com calçados confortáveis, pois você vai andar bastante. Confira outras dicas da Coreia do Sul que irão te ajudar muito na viagem.

Se quiser começar pelo mais importante, visite o Gyeongbokgung Palace. O palácio está localizado no centro de Seul, mas o clima bucólico, formado pelas montanhas do Bukhansan National Park, aliado aos turistas vestindo hanbok (roupa tradicional coreana), vão fazer com que você se sinta um coreano vivendo na época da Dinastia Joseon.

Uma dica: na frente do Gyeongbokgung Palace acontece diariamente a cerimônia da troca de guarda imperial, menos na terça-feira; para assistir, vá até a entrada do palácio às 11h ou às 15h.

Ao lado deste palácio, fica o Museu Nacional da Coreia, onde a entrada é gratuita e vale a visita; depois, vá a pé até o Changdeokgung Palace, sendo que ambos ficam bem próximos.

O Changdeokgung Palace ocupa uma grande área onde também fica o Changgyeonggung, construído para ser um palácio de verão. A construção também é conectada ao Jongmyo Shrine, templo funerário da realeza.

Outro palácio interessante que fica no centro é o Deoksugung. Não é tão grande quanto os vizinhos, pois foi residência da realeza apenas durante a reconstrução dos mesmos, mas vale a pena.

Transporte e ingressos => Seul City Pass

 

Terceiro dia

compras em seul
Mercado Gwangjang é um ótimo lugar para provar os sabores típicos da Coreia do Sul.

No terceiro dia de viagem, recomendo a ida até o mercado Gwangjang. É lá que você vai encontrar uma grande diversidade de pratos exóticos. Depois, pegue um ônibus até a Bukchon Hanok Village.

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide na Coreia do Sul. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

Essa vila, construída para os militares que guardavam os palácios na Dinastia Joseon, conserva moradias tradicionais coreanas, sendo a maioria residenciais; porém, muitas se transformaram em lojas, restaurantes em Seul, cafés e galerias de arte. Com certeza, trata-se de um dos lugares mais charmosos da capital coreana.

À noite, você pode ir até o Seoullo 7017 Skypark, pertinho da Estação Seul. O parque foi construído em uma avenida suspensa que acabou sendo desativada. Para reaproveitar o espaço, foi criado uma estação de mais de 1 km, onde você pode desfrutar de uma grande variedade de cafés.

Como ter? => Internet na Coreia do Sul

 

Quarto dia

ponte seul
Banpo Bridge fica lotada de turistas à noite | Foto: Bryan Dorrough, via Wikimedia Commons.

No quarto dia, tire muitas fotos fofinhas na K-Star Road em Gangnam, um dos bairros mais luxuosos de Seul e também famoso mundialmente. Lá estão os Gangnamdols, ursos temáticos que representam os principais grupos de Kpop.

Certamente o maior de todos homenageia o cantor Psy, compositor responsável por tornar não só o estilo musical conhecido mundialmente, mas também a região de Gangnam com a música “Gangnam Style”.

À tarde, aproveite para desfrutar de um passeio às margens do rio Han. Você pode alugar bicicletas ou fazer piqueniques no local. Se puder, fique até a noite para ir à ponte Banpo e aprecie o maior espetáculo de show de luzes na água do mundo. Por falar em atividades noturnas, conheça as melhores baladas em Seul.

A ponte possui cerca de 10 mil luzes de LED instaladas em 1.140 metros de comprimento que contrastam com 190 toneladas de água por minuto. Diferentes combinações de cores criam um belo espetáculo.

Desfrute => Cruzeiro noturno no Rio Han em Seul

 

Quinto dia

lotte world seul
O Lotte World é um parque temático imperdível em Seul. | Foto: Khitai, via Creative Commons

Para o quinto dia, minha recomendação é a mais divertida de todas: não deixe de brincar bastante no Lotte World, o maior parque temático coberto do mundo, conhecido carinhosamente como a “Disney Coreana”. Garanto que você não vai se arrepender.

Se você gosta de conhecer museus diferentes, guarde o sexto dia para isso. Minhas recomendações são o Museu Trick Eye, onde são expostos vários cenários que brincam com a ilusão de ótica ao serem fotografados; além do famoso Museu de Cera.

 
Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 20% de desconto usando o cupom BFRIDAY, é só clicar no botão.

Conheça as principais vantagens:

  • Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de seguro viagem;
  • Assistência médica e hospitalar, seguro de cancelamento e atraso de voos, seguro bagagem, reembolso com despesas médicas e muito mais;
  • É mais barato do que comprar direto nas seguradoras;
  • Cancelamento da contratação sem taxas até 48 horas antes da viagem;
  • Parcelamento em 12x sem juros nos cartões de crédito;
  • Compras com boleto bancário têm 5% de desconto;
  • Atendimento ao cliente 24hs em português.
 

Aproveite => Ingresso Lotte World com desconto

 

Sexto e sétimo dia

fronteira entre as coreias
Fronteira entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte

No último dia, saia de Seul para ir até a Zona Desmilitarizada (DMZ). Você pode comprar o pacote de um dia em que o transporte sai cedinho e volta no fim do dia. A fronteira com a Coreia do Norte fica há apenas duas horas de viagem.

Lá existem pontos de observação em que os visitantes conseguem enxergar um pedaço da Coreia do Norte, onde existem pequenos vilarejos – é questionável se realmente existem pessoas vivendo lá.

E também podem passar por um túnel construído há décadas atrás para fins de espionagem e que atualmente está desativado. Conheça outras curiosidades da Coreia do Sul.

Um alerta: respeite todas as regras impostas pelos guias turísticos. Embora o clima entre as duas Coreias esteja relativamente tranquilo, nunca foi assinado um tratado de paz. Logo, é nítida a tensão existente entre ambas quando se chega próximo à fronteira.

Confira => Excursão à Zona Desmilitarizada da Coreia do Sul

 

Roteiro de 15 dias na Coreia do Sul

  • Sokcho
  • Boryeong
  • Gyeongju
  • Pyeongchang
  • Nami Island
  • Haeundae
  • Vila Cultural Gamcheon
  • Ponte de Gwangan

Vai passar mais uma semana na Coreia do Sul? Ótimo! Visite cidades próximas à capital. Dessa forma, você tem a opção de não precisar se deslocar para uma acomodação em outra cidade. Falando nisso, aproveite para saber todas as opções de passeios nos arredores de Seul.

Minha primeira recomendação é visitar Sokcho, uma cidade pertencente à província de Gangwon-do, a 150 km de Seul. O trajeto dura cerca de 2 horas de ônibus e a passagem custa W 20.100 (US$ 17,23).

belezas naturais da Coréia do Sul
Montanhas do Parque Seoraksan. | Foto: Olga Lipunova, via Wikimedia Commons.

É lá que estão as belezas do Parque Nacional de Seorak-san, composto por montanhas, cachoeiras e uma vista deslumbrante para o mar. Os visitantes também podem realizar trilhas em meio à natureza.

O parque foi nomeado pela Unesco como Reserva da Biosfera por preservar a sustentabilidade com suas mais de 2 mil espécies de animais e 1.400 tipos de plantas. Aproveite para visitar o templo budista Sinheungsa, construído no século XV.

Caso a sua viagem aconteça no verão, indico visitar a cidade de Boryeong, também conhecida como Daecheon. É lá que acontece o Festival de Lama!

A celebração ocorre normalmente nas duas primeiras semanas do mês de julho. A cidade fica a 150 km de Seul e o trajeto pode ser feito em duas horas de ônibus.

Gyeongju Coreia do Sul
Templo de Donggung, na cidade de Gyeongju. | Foto: Jean-Pierre Dalbéra, via Creative Commons

No décimo dia, visite Gyeongju. Mas, para essa cidade, recomendo fazer as malas e passar dois dias nessa que já foi a capital do antigo reino de Silla entre os séculos VII e IX. Por esse motivo, alguns pontos turísticos são considerados Patrimônio Mundial pela Unesco.

Comece pelo templo de Bulguksa, o mais antigo da Coreia do Sul, onde se encontram sete tesouros nacionais do país. Se quiser caminhar mais um pouco (cerca de 40 minutos), pode visitar o templo Seokguram, uma gruta que abriga uma bela estátua de buda.

Outro local belíssimo e histórico é o Anapji Pond, uma reconstrução do antigo complexo do palácio imperial localizada às margens do lago. O melhor horário para visitar é ao entardecer, mas leve um lanche, pois não há restaurantes próximos. Por falar em alimentação, saiba quais são as comidas típicas da Coreia do Sul.

Você também pode visitar o Museu Nacional de Gyeongju que reúne milhares de artefatos utilizados na época de Silla; a Yandong Folk Village também vai levar o turista a uma viagem ao passado.

Dentre os parques, destaco o Cheonmachong Tomb, um parque com vários pequenos montes, onde estão reunidas muitas tumbas de reis.

E não deixe de visitar o Parque Nacional de Gyeongju, onde é possível fazer trilhas ou apenas aproveitar a natureza de forma mais tranquila.

Por fim, visite o Cheomseongdae que é considerado o observatório astronômico mais antigo da Ásia. Construído pela rainha Deon-Seok (632-647), a torre tem 9,4 metros de altura e fica dentro de um complexo histórico.

Imperdível => Tour com Memorial de Guerra da Coreia em Seul

 

Dicas de locais para visitar no inverno

Pyeongchang Coreia do Sul
Pyeongchang é ideal para ser visitada no inverno | Foto: Korea.net, via Wikimedia Commons.

Se for inverno, não deixe de conhecer Pyeongchang (126 km de Seul), cidade que foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2018 e possuí uma atmosfera fantástica nesta época. E falando em estações do ano, não deixe de descobrir como é o clima na Coreia do Sul antes de planejar sua viagem.

Você pode passar um dia divertindo-se na neve praticando snowboard no Phoenix Snow Park ou apostar em um passeio mais tranquilo ao visitar o templo Woljeongsa. Outra opção é aproveitar Parque Nacional de Odaesan.

Tire um dia para conhecer a Nami Island. Essa ilha com formato de meia lua é famosa por ser cenário do dorama coreano Winter Sonata. No local, foi feita até uma estátua do casal protagonista.

Localizada na cidade de Chuncheon, a Nami Island é ideal para um passeio romântico. Com W 10.000 (cerca de 9 dólares) o visitante pode pegar o barco que leva até a ilha.

Conforto => Transfer do Aeroporto Internacional de Seul

 

 
Sabia que aprender através de cursos on-line nunca foi tão fácil?

Assista seus cursos pelo computador, tablet ou até mesmo pelo celular!

Devido a nossa parceria com a Learn Café, você terá acesso a cursos para todas as áreas do conhecimento, com alta qualidade, comodidade e de forma acessível. Cursos online para você:

  • Aprender rápido e ganhar dinheiro;
  • Se preparar para um novo emprego;
  • Melhorar seu currículo;
  • Continuar aprendendo sempre!
 

Roteiro em Busan

O que fazer em Busan
Busan é uma cidade costeira e a segunda maior da Coreia do Sul.

Esse é o momento de fazer as malas e passar alguns dias na segunda cidade mais populosa do país, com mais de 4 milhões de habitantes. Se pretende saber o que fazer em Busan, comece tirando um dia para curtir a praia de Haeundae; o local é um dos mais movimentados da cidade, com muita música e curtição.

Se quiser outra opção de praia com um visual incrível, vá até Gwangan. Para quem gosta de vistas panorâmicas, a Busan Tower oferece uma vista belíssima, principalmente à noite.

Não deixe de visitar o Templo Haedong Youggung, que fica à beira mar, deixando a atmosfera ainda mais espiritual.

Meu lugar favorito de Busan é a Gamcheon Culture Village, uma vila bem tradicional repleta de casinhas coloridas, localizada no alto de um morro. É lá que fica a estátua do Pequeno Príncipe admirando a cidade ao lado de sua amiga raposa.

Divertido => Pub Crawl em Busan

 

Roteiro de 30 dias na Coreia do Sul

  • Montanha Hallasan
  • Tuneis de Lava
  • Cavernas Manjang
  • Jeju Loveland
  • Teddy Bear Safari
  • Seosang Ilchulbong
  • Parque Gimnyeong Maze
  • Praia Hyeopjae

Que tal finalizar a viagem pela Coreia do Sul conhecendo a maravilhosa Ilha de Jeju?

É nesta ilha que está o ponto mais alto da Coreia do Sul: a montanha Hallasan. Estando a 1950 metros acima do nível do mar, a montanha Hallasan abriga um vulcão adormecido há aproximadamente 800 anos. No cume, há uma cratera onde formou-se um lago de águas cristalinas.

Os famosos Tuneis de Lava foram formados na época em que o vulcão estava em atividade.

Com isso, 120 cavernas surgiram para oferecer não só diversão, mas muito material científico para estudos geológicos. Para facilitar seu planejamento financeiro para a viagem, saiba tudo sobre a moeda da Coreia do Sul.

Tire um dia para conhecer as Cavernas Manjang, que estão situadas no nordeste da ilha. Com 13 km de extensão, apenas 1km está aberto para turistas, pois pesquisadores exploram o imenso túnel que abriga algumas espécies de animais.

Não esqueça de ir com roupas apropriadas, pois a temperatura dentro da caverna fica abaixo de 20°C.

jeju Coreia do Sul
Vista aérea da Ilha de Jeju | Foto: Republic of Korea, via Wikimedia Commons.

E que tal um passeio mais exótico? Se você gosta desse tipo de programa, visite o Jeju Love Land, um parque temático sexual que expõe 140 esculturas eróticas. As peças foram feitas por artistas graduados na Universidade Hongik, reconhecida pela faculdade de Belas Artes.

Se você não curte essa pegada e quer partir para um outro extremo, conheça o Teddy Bear Safari. Uma espécie de museu cuja proposta é reunir vários ursinhos de pelúcia, grandes e pequenos, onde os visitantes podem interagir com eles.

Quem não perde a oportunidade de apreciar o horizonte, não pode deixar de ir até o Seosang Ichulbong, um local que oferece a melhor vista da baía da cidade de Seogwipo.

A subida leva uma meia hora, mas a recompensa vale a pena. Para conhecer todos esses destinos, saiba como funciona o Aluguel de carro na Coreia e como é a burocracia para dirigir no país.

Para tirar belas fotos em meio à natureza, vá até o Parque Gimnyeong Maze, uma espécie de jardim botânico com vários tipos de plantas de toda a Ásia. O atrativo mais famoso é o labirinto feito de plantas.

Outra dica de praia é a de Hyeopjae, que faz parte do Parque Hanrim. A areia branca contrastada com o mar azul transmite paz e tranquilidade para os banhistas. Saiba quais as melhores praias da Ásia.

Incrível => Ingresso para o Teddy Bear Safari

 

Aproveite seu roteiro na Coreia do Sul

Deu para perceber que o país oferece muitos atrativos para quem quer fazer viagens longas ou curtas durante um roteiro na Coreia do Sul. Com tantas dicas e opções de lugares para desbravar, escolha as que melhor se encaixam com seu gosto e aproveite essa experiência inesquecível.

E se você ficou animado com a possibilidade de conhecer o país, saiba quais são os passeios na Coreia do Sul que são mais procurados pelos turistas do mundo inteiro que ingressam em solo sul-coreano.

E você, fará um roteiro na Coreia do Sul em quais cidades? Já esteve no país e tem mais alguma dica? Deixe sua resposta nos comentários!

Até + !!!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Pâmela Meireles

ESCRITO POR

Pâmela Meireles

Pâmela Meireles é jornalista e cantora de chuveiro. Especialista em Comunicação Empresarial pela Umesp, atualmente é repórter do programa Entre Família na TV Novo Tempo. Itinerante, já morou em todas as regiões do Brasil, menos o nordeste (aguardando convites). Gosta de música, de doces e de viajar, claro.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *