Quebrada de Humahuaca em Jujuy: o que fazer para aproveitar

Quebrada de Humahuaca em Jujuy: o que fazer para aproveitar

A Quebrada de Humahuaca é considerada patrimônio natural e cultural da humanidade pela Unesco.

A história, o cotidiano e a cultura na Quebrada de Humahuaca misturam muitas tradições de povos pré-hispânicos andinos com a cultura que mais reconhecida como Argentina.

Esta mistura da cultura e a preservação de aspectos culturais andinos são os que provocaram que a Quebrada de Humahuaca fosse declarada patrimônio cultural da humanidade.

Mas, a viagem à Quebrada de Humahuaca, não é somente linda neste aspecto, a natureza brindou e muito os povos que viveram e vivem nas cidades da Quebrada com uma paisagem única.

E este é o motivo da Quebrada ser também patrimônio natural. Na Quebrada de Humahuaca há montanhas de formação geológica muito antiga.

Inclusive, geólogos já conseguiram identificar no Cerro de Siete Colores, na cidade de Purmamarca (Montanha de Sete Cores, em português) sedimentos com mais de 600 milhões de anos. Saiba a seguir tudo sobre esta região incrível em Jujuy.

Planeje sua viagem => Hotéis de Jujuy

Seguro viagem América do Sul »

 

Mapa da região da Quebrada de Humahuaca

humahuaca altitude
Região fica a 1.500 quilômetros de Buenos Aires.

A Quebrada de Humahuaca fica ao norte da capital da província de Jujuy, San Salvador de Jujuy, e é cortada pela Ruta Nacional 9.

Saindo da capital, você passará pelas cidades de Volcán, Tumbaya, Purmamarca, Maimará, Tilcará, Humahuaca, Tres Cruces e La Quiaca na divisa com a Bolívia.

A Quebrada de Humahuaca é um grande vale que corta toda a província de Jujuy e tem montanhas com cerca de três mil metros de altitude tanto ao lado oeste quanto ao leste.

Depois de Volcán, a altitude na Quebrada de Humahuaca já muda bastante, praticamente todas as cidades mais ao norte estão pelo menos a 2.500 metros de altitude.

Ruta Nacional 9 argentina
Ruta Nacional 9 | Foto: Diego Salgado, via Wikimedia Commons.

Importante: se exige muito do corpo, a altitude pode influenciar mais, este é outro motivo pelo qual aconselho os tours, com eles é tudo mais programado e não há caminhadas ou trajetos desnecessários para chegar aos pontos turísticos da região.

Aproveite e leia, também, sobre os principais pontos turísticos de Jujuy. Voltando ao nosso mapa, a província é a mais ao norte do país no lado oeste.

A última cidade ao norte da Quebrada já faz divisa com a Bolívia e a oeste já fora da Quebrada, a província faz divisa com o Chile, separados apenas pelas Cordilheiras dos Andes.

A capital da província dista cerca de 1.500 quilômetros de Buenos Aires e a 120 da capital da província vizinha Salta, que está ao sul da província de Jujuy e pode ser usada para chegar até a Quebrada.

CLIQUE AQUI para reservar passeios em Quebrada de Humahuaca »

 

História da Quebrada de Humahuaca

quebrada de humahuaca cerro de los siete colores
Vista para Cerro de Siete Colores | Foto: Augusto Sarita, via Wikimedia Commons.

Quando se fala da história da Quebrada de Humahuaca, há duas histórias para contar, a da formação geológica, que a natureza preparou durante milhões de anos e a história da cultura andina.

E, assim, como foi se dando o processo de desenvolvimento das cidades. Primeiro, vou contar para você como foi que se formou geologicamente uma paisagem tão ímpar.

A erosão e a sedimentação de terras onde um dia já foi mar e rio forma montanhas com distintas cores, como o Cerro de Los Siete Colores (Montanha de 7 cores em Purmamarca), e a Montanha de 14 Cores, em Hornocal, no norte da província.

Estes sedimentos também foram mudando a altitude da Quebrada de Humahuaca, há 600 milhões de anos estava ao nível do mar, no fim do primeiro período geológico estudado, a região já estava a 65 metros de altitude, esta formação tem rochas escuras que podemos ver nas serras coloridas.

As montanhas mais alaranjadas têm cerca de 115 milhões de anos, quando já não havia mais o mar na região. As últimas formações datam de mais ou menos dois milhões de anos. Depois de todas estas formações há lugares em Jujuy com cerca de 4 mil metros de altitude.

quebrada de humahuaca carnaval
Quebrada de Humahuaca é um dos pontos turísticos mais buscados na região.

Os geólogos afirmam que há mais ou menos 15 mil anos foi quando se formaram os rios da região, provocados por mudanças bruscas climáticas, o que trouxe as primeiras civilizações para a região. Há cerca de 550 anos, os incas conquistaram a região.

Nos sítios arqueológicos que vou falar mais para você um pouco mais adiante, há evidências de que alguns povoados foram tomados por guerra, enquanto em outros aconteceu um processo mais natural e o processo era mais simbólico.

No século XVI, a região passou a ser um dos caminhos de minerais preciosos, principalmente prata e ouro, para o alto Peru, onde embarcavam para a Espanha. Estes carregamentos eram feitos por mulas, assim os habitantes da região começaram produzir pasto para comercializar com os espanhóis como alimento para as mulas.

Isto aconteceu durante aproximadamente 250 anos, mas o plantio de pasto para a criação de animais continua até hoje sendo uma atividade econômica nas cidades da Quebrada. No século XIX, a Quebrada teve grande importância na Independência da Argentina.

Na verdade a quebrada e todo norte do território argentino. Mas por estar tão próximo de duas fronteiras, muitas cidades da Quebrada foram se formando com o intuito de ir delimitando o que hoje é o território argentino.

Excelente => De Salta ou Jujuy: Excursão de 2 dias a Iruya e Salinas Grandes

 

Como chegar na Quebrada de Humahuaca

Quebrada de Humahuaca fica em Jujuy?
Prefira voos com conexão em Buenos Aires, que são mais baratos.

Os dois aeroportos mais próximos da região são o Aeroporto de Salta e o Aeroporto de San Salvador de Jujuy, nenhuma das duas cidades recebe voos diretos do Brasil. Normalmente os voos com conexão em Buenos Aires são os mais baratos.

Mas há possibilidades de conectar em outras cidades. Leia, também, sobre quanto custa viajar para Jujuy. Salta recebe mais voos e por isto costuma ser um pouco mais barato chegar por Salta e na rodoviária da cidade há ônibus para San Salvador de Jujuy.

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide na Argentina. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

Os coletivos custam cerca de 400 pesos argentinos, o equivalente a um pouco menos de 30 reais e há ônibus a cada duas horas mais ou menos. Veja, também, sobre como chegar em Jujuy. Depois, na rodoviária de San Salvador de Jujuy há ônibus para todas as cidades da Quebrada.

Vou citar a frequência e valor com base em fevereiro de 2020 para as principais cidades da Quebrada de Humahuaca. Os ônibus de San Salvador de Jujuy a Humahuaca, Purmamarca e Tilcará são os mesmos, mas você compra a passagem para a cidade que você vai desembarcar.

Há três horários durante a madrugada, dois pela manhã mais dois à tarde e um às 20h30, que é o último. A passagem a Purmamarca e Tilcará custam 220 pesos argentinos, cerca de 17 reais e dá uma hora e meia de viagem.

Quebrada de Humahuaca
Do aeroporto, você pode pegar um ônibus para se locomover pela região.

Para Humahuaca, o valor é de 330 pesos argentinos, o que equivale a mais ou menos 25 reais, e a uma viagem de um pouco mais de duas horas. Para quem for optar por aluguel de carro, há locadoras nos dois aeroportos e um carro econômico tem diária média de 100 reais.

Mas com um carro comum você não chegará a todos os pontos turísticos da Quebrada de Humahuaca. Você pode, também, pesquisar na plataforma Rentcars. Para chegar de carro em todos os pontos você vai precisar de um 4×4 e aí a diária do carro muda para cerca de 300 reais.

A necessidade de um carro mais potente encarece bastante a viagem, por isto, o que sempre sugiro para quem vai para à Quebrada de Humahuaca é contratar tours e usar remisses. Os remisses são similares a táxis, mas a contratação é feita por viagem.

Para você ter ideia, para ir de San Salvador de Jujuy a Tilcará, principal cidade da Quebrada de Humahuaca, te cobrarão cerca de 1.500 pesos argentinos, o que seria um pouco mais de 100 reais. Mas com os tours tudo fica mais econômico e mais cômodo, os remisses eu aconselho para percursos mais curtos.

Comento remisses, porque o serviço de Uber, único transporte por aplicativo, só está disponível nas capitais das duas províncias. Então, o melhor é mesmo a contratação de tours com os remisses quando for fazer algum trajeto mais curto.

Imperdível => Excursão para Yala e termas de Reyes

 

Como funciona e acesso aos pontos turísticos

Como chegar em Quebrada de Humahuaca
Jujuy | Foto: Juan, via Wikimedia Commons.

Os principais pontos turísticos da Quebrada de Humahuaca não possuem entrada paga, por serem espaços da natureza. Leia, também, sobre como fazer um roteiro em Salta e Jujy.

Apenas o Museu Antropológico de San Salvador de Jujuy tem entrada paga. Ele fica na Rua Lavalle, 434, e funciona das 9 horas às 12 horas e reabre das 15 horas até às 20 horas.

A entrada custa o equivalente a um pouco mais de 10 reais. Além do Museu, a Garganta do Diabo, que está em um parque tem entrada cobrada, mas vou falar um pouco mais adiante especificamente sobre este ponto turístico.

Descubra, ainda, lugares perto de Jujuy bons para visitar.

De Salta => Excursão para Cafayate com degustação de vinho

 

   
   

O que fazer na Quebrada de Humahuaca

Quebrada de Humahuaca de dia
Região de Tilcará | Foto: Fajro, via Wikimedia Commons.

A visita à Quebrada de Humahuaca permite esta mistura tão rica entre a beleza da cultura andina, boas vinícolas e muita natureza, além de sítios arqueológicos muito preservados com pinturas rupestres.

Paleta do Pintor: Em Maimará, está a Paleta do Pintor que é uma formação montanhosa com cerca de 50 milhões de anos e tem formas retangulares muito coloridas e similares à paleta de um pintor, vale a parada no caminho a Tilcará.

Tilcará: Apesar da cidade de Humahuaca ser a que leva o nome da Quebrada, a cidade mais importante da Quebrada é a cidade de Tilcará. Na praça central há uma grande feira de artesanato e muitos restaurantes.

Pucara de Tilcará: Dentro da cidade de Tilcará fica também o Pucara de Tilcará, que é um dos sítios arqueológicos da Quebrada de Humahuaca, na verdade, é o mais conhecido. O Pucara foi habitado no período entre 3 mil e 500 anos atrás.

A ocupação deste povoado que tinha cerca de 1.500 habitantes é no alto da serra e longe das plantações que ficavam nas áreas mais baixas.

Já no território onde está o Pucara há um grande Jardim Botânico com pedras e plantas típicas andinas, ainda há pequenas plantações de milho e batata, cultivos típicos da região e os impressionantes e gigantescos cactos.

Dentro de onde foi o povoado, há uma sala de vídeo que conta bem a história de como foi o lugar e suas transformações, onde está o Pucara, que foi a capital de uma província inca.

tilcara
Sítio arqueológico de Pucara de Tilcará | Foto: LuigiStudio, via Wikimedia Commons.

Garganta do Diabo: Ainda em Tilcará está a Garganta do Diabo. A entrada no parque que está a Garganta custa cerca de 10 reais. Saindo do Centro, a Garganta fica a 8 quilômetros e o caminho é por uma sinuosa estrada belíssima, também dá para ir andando por trilhas, neste caso, são seis quilômetros de caminhada.

A Garganta do Diabo é como uma fenda no meio da montanha com uma linda cachoeira e um riacho, formando como se fosse uma garganta mesmo. O nome tem a ver com um dos ritos do Carnaval de Jujuy e que tem Tilcará como a principal cidade do festejo.

Humahuaca: Humahuaca é o lugar para a música andina, no carnaval também há festejos, mas a música é viva em Humahuaca em qualquer período do ano. Nos fins de tarde você poderá acompanhar os músicos circulando pelas ruas do centro de Humahuaca, uma beleza visual e sonora.

Quebrada de Humahuaca - montanhas
Região de Hornocal | Foto: Lahi, via Wikimedia Commons.

Serranía de Hornocal: Ao norte de Humahuaca, está o Hornocal, um grande vale onde está a montanha de 14 cores, que vale e muito a visita em um dos tours que vou deixar para você é possível incluir a visita até a montanha.

Carnaval: Na Quebrada de Humahuaca há um lindíssimo Carnaval, que preserva muito da cultura da região. Durante o carnaval acontece o desenterro e descida do diabo, tradicional ritual de culturas andinas, onde muitos nativos da região descem as montanhas vestidos de diabo e dão início à grande festa.

história da Quebrada de Humahuaca
Descubra muito sobre a história da região em sua viagem.

Pinturas Rupestres e sítios arqueológicos: O Pucara de Tilcará é o sítio arqueológico mais conhecido da Quebrada de Humahuaca, como te comentei anteriormente há evidências de vida no Pucara há mais de 10 mil anos.

Mas, isto, não é algo exclusivo que aconteceu somente no Pucara, em Tilcará, nem tampouco sobre na Quebrada de Humahuaca, na província de Jujuy, mas as condições climáticas da Quebrada permitiu que estes povoamentos, hoje, sítios arqueológicos, estejam extremamente preservados.

Um dos sítios arqueológicos mais importantes é o de Coactaca, que fica a 10 quilômetros de Humahuaca, podendo chegar pela rodovia provincial 73.

Neste sítio foi encontrado evidências de troca de produtos entre diferentes comunidades que habitavam na Quebrada. Também foram encontradas pinturas rupestres na região, desde as quais é possível provar que houve domesticação de animais e plantas há mais de cinco mil anos.

O único animal que era domesticado e continua sendo até hoje são as lhamas e somente depois da colonização espanhola que chegaram gados, ovelhas e cavalos na região.

Além do Pucara de Tilcará e de Coctaca, na Quebrada de Humahuaca há mais dois sítios arqueológicos importantes, o Los Amarillos que fica próximo a San Salvador de Jujuy, mas só dá para chegar em 4×4.

Outro é o La Huerta, onde foram encontrados muitos utensílios, colares e outras peças produzidas pelos incas há mais de 500 anos, ele fica ao lado da cidade de Huacalera, na própria Ruta 9 entre as cidades de Tilcará e Humahuaca.

Dicas => Roteiro na Argentina

 

Tours para a Quebrada de Humahuaca

Tours na Quebrada de Humahuaca
Montanhas em Hornocal.

Como falei tanto dos tours, aqui vou explicar um pouco melhor como são estes tours, todos são pela Get Your Guide, empresa mundial e que trabalha com guias locais.

Tour de 1 dia de Salta para Quebrada de Humahuaca: O  passeio sai da cidade de Salta, visita as cidades de Purmamarca, o Cerro de los Siete Colores, Humahuaca, a cidade Uquía e Tilcará.

Duração do passeio: 1 dia
Cancelamento: reembolsável com até 24 horas de antecedência

Excursão de 1 dia saindo de Jujuy para Quebrada de Humahuaca: Visita os mesmos pontos do tour anterior, sendo que a diferença é o local de saída que, neste caso, é de Jujuy.

Duração do passeio: 8,5 horas
Cancelamento: reembolsável com até 24 horas de antecedência

Hornocal: Tour montanha das 14 cores e Quebrada do Humahuaca: O tour guiado para a montanha das 14 cores visita as mesmas cidades da Quebrada de Humahuaca, com exceção de Uquía, mas ele vai até Hornocal, que é onde está a montanha de 14 cores.

Para isso, quando você chegar a Humahuaca trocará de transporte, seguindo  em um 4×4 para poder chegar até a impressionante paisagem que forma a natureza com suas multicores.

Duração do passeio: entre 9 e 12 horas, dependendo do estado da estrada.
Cancelamento: reembolsável com até 24 horas de antecedência

Excelente => Tour guiado de Salta até a Montanha dos Andes

 

   
   

Hotéis perto da Quebrada de Humahuaca

hoteis perto de jujuy
Na região há opções de hotéis para todos os perfis de viajante.

Aqui separei um bom hotel em cada uma das principais cidades da Quebrada de Humahuaca.

Prático => Tour Deserto de Sal, Purmamarca e Caminhada Los Colores

 

Melhor hotel no centro de Jujuy – Lo de Viviana

O Lo de Viviana está bem no centro de Jujuy e é uma excelente opção para sair com os tours à Quebrada. O hotel é bastante exclusivo, com poucos quartos e excelente café da manhã.

Os hóspedes o consideram fantástico com nota 9,7. O Lo de Viviana fica na Rua Lima, 1054, em San Salvador de Jujuy.

Dúvida => Aerolíneas Argentinas é boa?

 

Melhor hotel em Purmamarca – La Casa del Abuelo

O Casa del Abuelo tem a vantagem de oferecer apartamentos para até quatro pessoas, mas com serviço de hotel. Outra grande vantagem é que o hotel fica a apenas 300 metros do principal ponto turístico de Purmamarca, o Cerro de los Siete Colores.

Com avaliação 9,6, o hotel tem excelente atendimento e fica na Rua Salta, sem número, na esquina com Rua Gorriti, é bem fácil encontrar, as cidades da Quebrada são pequenas.

Dicas => Cidades mais baratas da Argentina para morar

 

Melhor hotel em Humahuaca – Hotel Boutique Urku Wasi

Com decoração e arquitetura andina, o Urku Wasi é a melhor opção em Humahuaca, apesar de na cidade não estarem os melhores hotéis, ele cumpre com os requisitos de um bom hotel.

O Urku Wasi tem avaliação 8,6 por pessoas que já hospedaram no hotel e ele fica na Isla Gran Malvina, lote 16 casa 2, em Humahuaca.

Consulte => Tour privado por Cafayate

 

Dicas da Quebrada de Humahuaca

dicas da argentina
Humahuaca | Foto: Manuela Abuela, via Wikimedia Commons.

Os pontos turísticos da Quebrada de Humahuaca costumam não ter restaurantes, então é melhor levar algo para comer e água, já que pela altitude na Quebrada de Humahuaca é melhor estar bem alimentado e hidratado.

Roupas confortáveis, mas que te aqueçam também são necessárias, as temperaturas oscilam muito nas cidades da Quebrada de Humahuaca.

Portanto, o melhor horário para as visitas é na parte da tarde quando o sol já esquentou a região depois das madrugadas frias.

Dica => Como usar WhatsApp no exterior

 

Aproveite a Quebrada de Humahuaca

Com estas dicas, o que posso te desejar é uma excelente viagem, com a certeza de que você trará lindas fotos e lembranças da Quebrada de Humahuaca.

Aproveite para ler o máximo de posts sobre esta região e conheça tudo sobre roteiros, passeios, gastronomia, cultura e tudo de melhor que a região oferece.

Somente deste forma você poderá aproveitar de forma prática e eficiente o seu roteiro. E se quiser conhecer ainda mais sobre as belezas naturais desta região, acesse o post sobre o Deserto de Sal em Jujuy.

Veja mais deste lugar incrível neste vídeo feito pelo site oficial de turismo da Argentina:

Gostou de conhecer a Quebrada de Humahuaca? Compartilhe nos comentários a sua opinião!

 

ESCRITO POR

Jairo Araldi

ESCRITO POR

Jairo Araldi

Jairo Araldi, é sociólogo e consultor, sempre busca trabalhos que envolvam viagens, com isto já viajou por muitos países da América Latina. Paulistano, migrou primeiro a Rosário, na Argentina, onde viveu por quase um ano, mudando-se para Buenos Aires para cursar mestrado em políticas públicas e viveu quatro anos na cidade, em 2018 recebeu convite para um trabalho em Assunção no Paraguai, onde vive atualmente. Adora escrever, viajar e conhecer outras culturas.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *