Qual moeda levar para Argentina em 2022 e dicas de câmbio

Qual moeda levar para Argentina em 2022 e dicas de câmbio

Imagem do Autor por Polly Batista
5/5 - (8 votos)
Atualizado em:

Qual moeda levar para Argentina em 2022 e dicas de câmbio

Malas prontas, passagem comprada e agora chega a dúvida: qual moeda levar para Argentina? É melhor trocar real por pesos ou a moeda brasileira é aceita? E o dólar?

Seja na Argentina ou em qualquer outro país da região, você deverá analisar com cautela a situação do câmbio antes da viagem e, assim, considerar se precisa comprar pesos, dólares, levar reais ou usar o cartão.

E quando falo da situação econômica dos hermanos, as coisas se complicam mais, pois a inflação atual está batendo a casa dos 40%. O resultado de tudo isso pode ser sentido no bolsos, não só dos moradores, mas dos turistas.

Mas não é hora de desistir de ir a Argentina por conta disso! O país ainda continua bem acessível para os brasileiros, se comparado aos países com moeda mais forte.

Para você ter uma ideia, há 5 anos atrás o real valia 4 pesos. Hoje, o real pode valer até 50 vezes mais. Esse “pode” tem uma explicação bem específica para o caso da Argentina, pois por aqui existem 3 tipos de câmbio que você pode fazer!

Descubra agora como economizar no câmbio na Argentina e qual é a melhor moeda para levar agora em 2022.

Descubra => Bairros para se hospedar em Buenos Aires

Seguro viagem América do Sul: cotação e dicas »

Tipos de câmbio na Argentina: conheça os três

A economia na Argentina está em constante alteração (para pior, infelizmente). A alta da inflação e a queda constante da peso argentino, proporciona a existência de três tipos de câmbio: o oficial, o paralelo e o blue (e ainda pode passar a existir mais um!). Entenda agora!

CLIQUE AQUI para comprar online moeda estrangeira »

Câmbio Oficial

Como o próprio nome já diz, esse é o câmbio oficial do governo. Esse é o valor reconhecido pelo Banco Central da Argentina. Por ser uma cotação oficial, ela envolve várias taxas e impostos, portanto, é o câmbio que paga menos pelo real ou dólar que você trocar.

Por exemplo, em agosto de 2022, esse câmbio oficial pagava 42 pesos por cada 1 real trocado. Você pode fazê-lo no Banco de La Nacion. Embora, há alguns anos essa era forma mais segura de trocar dinheiro na Argentina, hoje em dia não é a mais vantajosa.

Por ser oficial, é preciso preencher alguns dados e você receberá comprovante da troca da moeda. Tudo bem comprovado.

Câmbio Paralelo

Esse é o câmbio amplamente realizado na Argentina, mesmo não sendo oficial. O câmbio paralelo é o que paga um valor intermediário para o real ou dólar. Em 2022, ele pagava 50 pesos por cada real trocado, ou seja, mais vantajoso que o câmbio oficial.

 
Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 20% de desconto usando o cupom VIAJARMAIS15, é só clicar no botão.

Conheça as principais vantagens:

  • Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de seguro viagem;
  • Assistência médica e hospitalar, seguro de cancelamento e atraso de voos, seguro bagagem, reembolso com despesas médicas e muito mais;
  • É mais barato do que comprar direto nas seguradoras;
  • Cancelamento da contratação sem taxas até 48 horas antes da viagem;
  • Parcelamento em 12x sem juros nos cartões de crédito;
  • Compras com boleto bancário têm 5% de desconto;
  • Atendimento ao cliente 24hs em português.
 

Você pode fazê-lo nos hotéis, restaurantes, koiskos e com todo aquele pessoal que fica abordando na Calle Florida ou em pontos turísticos. Esse é um tipo de câmbio mais arriscado, pois há fama de notas falsas e nenhuma garantia legal para a transação (nenhum comprovante), embora ela é aceita e reconhecida pelo governo.

Câmbio Blue

Esse é o mais novo tipo de câmbio que você pode fazer para viajar para a Argentina. Ele é feito por instituições que intermediam transações financeiras entre países.

O processo funciona como uma transferência bancária, só que com taxas super baixas, e por isso, é atualmente a melhor forma de levar dinheiro para a Argentina. E mais: tudo é oficial.

A instituição mais popular para fazer o câmbio para a Argentina em 2022 é a Western Union. Você só precisa abrir uma conta gratuita e fazer pix ou transferência da sua conta do Brasil para a sua conta na Western Union.

Depois disso, você procura uma agência da Western Union para sacar os pesos já convertidos. Em 2022, a cotação de agosto era de 54 pesos para cada real enviado. Ou seja, a melhor cotação.

Você só precisa se atentar ao local mais próximo da agência para sacar; ir logo que a agência abrir e evitar às segundas e sextas, para fugir das filas grandes; e levar seu passaporte ou RG com menos de 10 anos de emissão.

A transferência do dinheiro do seu banco pode ser feita tanto antes de sair do Brasil como já na Argentina. Você pode também ficar fazendo a transferência aos poucos, conforme você for gastando. Mas lembre-se que você sempre terá que sacar presencialmente o dinheiro e, embora pequena, você pagará sempre uma tarifa (em 2022: R$ 9,90) por cada transação o IOF correspondente.

Uma dica é você abrir sua conta ainda no Brasil, pois você precisa de um número de celular que receba SMS para validar a conta. Além disso, é uma oportunidade de você já transferir uma pequena quantia para testar o processo e entender como funciona.

Câmbio especial para os turistas (ainda não está em vigor)

Esse câmbio foi anunciado recentemente (2022) pelo governo argentino como forma de criar uma troca mais favorável para os turistas em comparação ao câmbio oficial. Uma tentativa de frear as transações do câmbio blue, o preferido entre os viajantes.

No entanto, ainda não há data para que ele comece a ser realizado, tampouco se será efetivamente colocado em prática.

Qual moeda levar para a Argentina

Moeda da Argentina
Moeda oficial da Argentina é o Peso Argentino.

A Argentina é um país onde historicamente tudo é realizado em dólares, seja compras grandes como uma casa, planejar uma viagem para fora ou até as transações comuns do governo argentino.

Por isso, é comum ouvir os argentinos falarem sobre o dólar. A moeda americana, inclusive, tem uma procura muito alta pelos argentinos no seu dia a dia, mas não necessariamente quer dizer que você encontrará um bom preço na casa de câmbio.

Mas, afinal, é melhor levar reais, pesos ou dólares para a Argentina? Descubra agora:

CLIQUE AQUI para comprar online moeda estrangeira »

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide na Argentina. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

Quando levar dólares para a Argentina?

Quando levar dólares para a Argentina?
Dólares americanos | Foto: QVM.

Essa é a melhor opção de moeda para levar para a Argentina, mas somente se você já tem dólares de viagens anteriores ou possua uma conta em dólares.

Porém, se a ideia for trocar real por dólar antes de sair do Brasil, não recomendo. Essa transação só vale a pena se o dólar não estiver tão alto em relação ao real, já que você vai comprar a moeda americana ainda no Brasil. E como sabemos, dificilmente o dólar tem tido alguma queda desde 2020.

Porém, como escrevi anteriormente, se você já tiver dólares adquiridos em uma boa cotação, leve a moeda. Ela é fortíssima na Argentina.

E vale lembrar que você não terá dificuldades para pagar nada com o dólar (é mesmo como se fosse a segunda moeda da Argentina) e encontrará uma cotação altíssima nos três câmbios: oficial, paralelo e blue (esse último só funcionará se você tiver um conta bancária com dólar).

Principalmente, se você está indo para Argentina no inverno como, por exemplo, para Mendoza, Bariloche ou Buenos Aires, a dica é levar dólares, que é sempre valorizado no país e nunca cai, só aumenta.

Inclusive, do início ao término de sua viagem, você poderá perceber que o dólar aumentou, o que seria um ótimo negócio.

Dicas de câmbio em Buenos Aires
Puerto Madero | Foto: QVM.

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?
Compare preços e compre online na Confidence Câmbio »

Quando levar pesos para a Argentina?

Dicas de Buenos Aires
Obelisco | Foto: QVM.

Se você não tem dólares de viagens anteriores ou uma conta com dólares, o melhor é trocar reais por pesos no câmbio blue. Ou seja, em uma transferência do seu banco para uma instituição que intermedia transações financeiras entre países, como a Western Union.

A dica para economizar mais é nunca transferir muito dinheiro, pois se sobrar pesos no final da viagem, você sairá perdendo, caso decida “destrocar” o que restou, uma vez que o peso argentino se desvaloriza de um dia para o outro.

Inclusive, em muitas situações, o peso argentino nem é aceito no seu próprio país. Muitos transfers já avisam que não recebem a moeda local. Sendo a grande maior dos orçamentos de turismo cotada em dólar e até em real, dificilmente em peso argentino.

Quando levar real para a Argentina?

Levar dólares para Buenos Aires
Casa Rosada | Foto: QVM.

Se você estiver com real no bolso não passará aperto na Argentina. Principalmente, em Buenos Aires. Você conseguirá pagar transfers, passeios, restaurantes, hotéis e compras no comércio local. Mas saiba que cotação que será utilizada será a paralela. Ou seja, menos vantajosa que o câmbio blue, porém melhor que o câmbio oficial.

Entretanto, fique atento porque em alguns lugares da Argentina usar o real no câmbio paralelo pode não ser vantajoso.

Por exemplo, na alta temporada de inverno, quando os brasileiros invadem Bariloche e Buenos Aires, o valor no câmbio paralelo tende a cair, pois com tanto real circulando, ele acaba perdendo valor. Já em destinos não tão procurados por brasileiros, como Córdoba, Mar del Plata ou Salta, o valor a ser pago por cada real é muito maior quase em qualquer época do ano.

Resumo: Qual moeda levar para a Argentina? 

  • 1ª opção: Fazer transferência bancária do real para uma instituição que recebe esse dinheiro e converte para pesos. Daí você saca os pesos na agência já em solo argentino (mais popular: Wise);
  • 2ª opção: Leve dólares, caso você tenha comprado a moeda por uma boa cotação;
  • 3ª opção: Negocie com real dentro da Argentina, mas sabendo que irá pegar taxas menores.

Onde fazer câmbio para ir à Argentina em 2022

Onde fazer câmbio para ir à Argentina

O peso argentino encontra-se cada vez mais desvalorizado dentro e fora da Argentina. Logo, o melhor é você transferir dinheiro da sua conta para uma conta criada gratuitamente em uma instituição que faz transações bancárias internacionais (por exemplo, a Western Union). Isso se chama câmbio blue.

Você saca o dinheiro em mãos em uma agência com documento oficial. Pesquise se na cidade onde você vai tem uma agência. Em Buenos Aires há muitas da Western Union, mas se você for para o interior, melhor verificar ou sacar ainda na capital, antes de seguir viagem.

No Brasil, não vale a pena comprar pesos, uma vez que a moeda é muito flutuante e se desvaloriza rápido demais.

Nas casas de câmbio da Argentina, você terá uma cotação desvantajosa, bem como no Banco de La Nación.

 
BLACK FRIDAY DA AMERICA CHIP COM INTERNET EM DOBRO E 50% OFF!

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a America Chip, você ganha 10% de desconto com o cupom QUEROVIAJARMAIS para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão 4G de ALTA VELOCIDADE em diversos países. Conheça as vantagens:

  • De US$ 58 por US$ 28,50;
  • Receber o chip na sua casa ainda no Brasi;
  • A configuração do chip é extremamente fácil;
  • Os planos têm excelente custo-benefício, com preços a partir de USD 31,00;
  • Muita economia, porque você contrata apenas os dias que for usar;
  • O pagamento pode ser parcelado em até 6x, com IOF de apenas 0,38%;
  • É sem dúvida a opção mais fácil, prática e segura para ter a melhor internet 4G;
  • Já falei internet ilimitada? ;)
 
   

CLIQUE AQUI para comprar online moeda estrangeira »

Onde trocar dinheiro na Argentina
Banco de La Nacion dentro do Ezeiza | Foto: QVM.

Mas, se ainda assim, você prefere trocar o real por peso na cotação oficial do governo, saiba que existem unidades do Banco de La Nacion nos dois aeroportos de Buenos Aires e caso tenha pressa de sair dos aeroportos, procure um Banco de La Nacion na cidade. Existe um lindo ao lado da Casa Rosada em Buenos Aires.

O processo é muito simples: escolha o valor que quer trocar já no aeroporto, troque no guichê no Banco de La Nacion. Vão pedir seu passaporte para tirar cópia e você receberá um comprovante da transação.

Um alerta muito importante: não leve notas de real riscadas! Eles não vão aceitar seu dinheiro. Todas as notas de real precisam estar limpas.

Digo isso, pois imagina você levar metade das suas notas riscadas à caneta e, simplesmente, não conseguir trocar? É isso que acontece, sim! Em Bariloche, onde usei esse câmbio oficial, me devolveram várias notas de real riscadas à caneta.

Casa de câmbio na Argentina
Casa de câmbio no centro de Buenos Aires | Foto: QVM.

Caso isso aconteça com você, deixe para trocar suas notas nas casas de câmbio, pois eles são menos exigentes em relação às condições de preservação das notas.

Vale a pena usar cartão de crédito na Argentina?

A resposta é clara: não vale a pena usar cartão de crédito na Argentina! O primeiro motivo é porque a conversão é feita com a cotação oficial. Ou seja, a menos vantajosa.

O segundo ponto e o mais importante é que: seu cartão de crédito internacional provavelmente vai converter sua compra, que foi feita em pesos, para dólar e depois para real. O resultado disso é: você pagará em dólar (5x vezes mais)!

Vou dar um exemplo claro para você entender: dependendo do estabelecimento onde você pagar com o cartão, o valor será debitado em pesos argentinos. Ao receber o débito em pesos, seu cartão internacional vai converter para dólar e, depois, de dólar para real.

Em 2022, um almoço em família me custou 12 mil pesos. O que sairia por mais ou menos 250 reais no câmbio blue. Porém, ao pagar com cartão de crédito, os 12 mil pesos foram convertidos inicialmente para 99 dólares, que se transformaram em 530 reais na fatura do cartão! Prejuízo grande!

Ou seja, não use cartão de crédito na Argentina, pois o valor atualmente é convertido para dólar. E mesmo para pagar hotéis (que abrem mão dos 21% de imposto quando é no cartão de crédito, ainda não vale a pena, pois na conversão o dólar vale mais que 21%).

Uma coisa é certa: acompanhe a cotação todos os dias. Os eventos econômicos da Argentina sofrem variação. Crises políticas, eleições, tudo é motivo para o peso cair ainda mais e o dólar aumentar.

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?
Compare preços e compre online na Confidence Câmbio »

Quanto gasto por dia na Argentina

Quanto gasto por dia na Argentina
Costela Argentina servido no Puerto Madero | Foto: QVM.

O quanto você gastará na sua viagem pela Argentina depende de vários fatores, principalmente o que você deseja fazer, quais cidades vai visitar e a época da viagem. Tirando valores de hospedagem e passagem que costumam manter uma média, dá para você economizar com comida, transporte e passeios.

O bom de um país grande como Argentina é que tem muitas opções para aproveitar e conhecer, algumas delas gratuitas até. Buenos Aires, por exemplo, é cheia delas!

Como o peso argentino está bastante desvalorizado, em geral, você não gastará muito. Porém, não pense que encontrará preços extremamente baratos, uma vez que a inflação é alta, principalmente sobre alguns produtos e serviços.

Entretanto, em geral, está saindo bem barato visitar a Argentina, se você comparar com destinos brasileiros. Veja mais detalhes atualizados em 2022:

Transporte na Argentina em 2022

Voo na Argentina
Andes, cia de baixo custo na Argentina | Foto: QVM.

Para se deslocar internamente pelo país, os voos são relativamente baratos, pois há companhias aéreas low cost.

Inclusive, saiba como é voar pela Andes para Bariloche ou se a Aerolíneas Argentinas é boa. Os ônibus também são confortáveis e oferecem até serviços, como café da manhã (para viagens noturnas e longas).

Para circular pelas cidades, só em algumas se encontram disponíveis o Uber, que ainda não está legalizado em Buenos Aires, embora funcione.

CLIQUE AQUI para comprar online moeda estrangeira »

Quanto gasto com transporte em Buenos Aires
Metrô em Buenos Aires | Foto: QVM.

Para capital, recomendo andar de metrô, pois uma passagem pode custa 0,60 centavos de real em 2022. Ele funciona super bem em Buenos Aires, principalmente nas áreas mais turísticas. Andei muito de metrô em Buenos Aires e, até na hora de pico, dá para se deslocar sem grandes transtornos.

Você só precisa comprar o cartão SUBE e adicionar os créditos da passagem em qualquer kiosko ou dentro das estações. Um cartão pode servir para várias pessoas. Então, é só colocar crédito e usufruir.

Também é possível andar muito de táxi, principalmente nas cidades do interior, quando a corrida fica muito barata. Já para Buenos Aires não indico tanto, exceto para lugares onde o metrô não atende.

Para saber mais leia sobre o transporte público de Buenos Aires.

Alimentação na Argentina em 2022

Comida barata em Buenos Aires
Preços baratinhos em Buenos Aires | Foto: QVM.

Em relação à alimentação na Argentina, não é comum encontrar buffet livres como no Brasil, e os que existem são bastante caros, mas ainda assim há uma variedades gastronômica muito grande, assim como os preços.

Para economizar nas refeições, considere os combos vendidos em muitas cafeterias/pizzarias de Buenos Aires. Por exemplo: é possível comer dois pedaços de pizza com refrigerante, cerveja ou taça de vinho por menos de 25 reais. As saladas custam 20 reais nos restaurantes e 12 reais nos kioskos. Uma pizza grande sai por 40 nas áreas mais turísticas.

E pasme: as empanas argentinas custam, em 2022, menos de 2 reais cada! Ou seja, dá para se fartar de empadas pagando bem pouco. Os cafés saem por cerca de 4 reais em 2022, assim como os deliciosos alfajors. Uma deliciosa casquinha de doce de leite custa R$ 1,80.

Um combo no MC Café, por exemplo, sai por 240 pesos com café e 2 medialunas. Convertendo no câmbio blue isso dá menos de 5 reais. Já nos lugares mais arrojados, como o Café Tostado, que oferece uma vista maravilhosa do Obelisco, o mesmo combo (café + medialunas) custa 10 reais.

Quanto preciso por dia para Buenos Aires
Salada no Caminito | Foto: QVM.

O mesmo serve para compras nos mercados, de vinhos, chocolates, verduras e frutas. Você pode economizar bastante usando o câmbio blue.

Em geral, você pagará entre 30 e 50 reais por uma refeição mais completa nos restaurantes mais tops, com um bom churrasco; ou até menos, dependendo do estabelecimento. Uma massa bem servida no Panera Rosa (um restaurante que vive cheio!) custa cerca de 28 reais. Uma sobremesa, 10 reais.

   

Esses preços variam de acordo com o lugar. Por exemplo, comer em Palermo deve sair mais caro que comer no microcentro. Uma Milanesa a cavalo com batatas fritas + refrigerante custa 33 reais em Palermo. Já um bife de chorizo com 2 acompanhamentos que serve 2 pessoas em um dos restaurantes mais tradicionais de Buenos Aires custa R$ 50.

À conta, você deve adicionar o cubierto (que é cobrado nos restaurantes mais sofisticados) e a propina (gorjeta), que geralmente é livre, mas costuma-se pagar 10%. E vale lembrar que se você não estiver com muita fome tem como “compartir” seu prato, pois geralmente eles são enormes!

Dicas para lidar com dinheiro na Argentina

Qual moeda levar para Argentina
Centro Cívico de Bariloche | Foto: QVM.

Independente de onde você irá fazer o câmbio, deve ter muito cuidado, pois obviamente, você pode demonstrar que é turista e tem dinheiro em mãos.

Então, na hora de fazer a troca de dinheiro, esteja atento. Embora Buenos Aires seja uma cidade segura, quando comparada com o Brasil, é melhor prevenir. Não deixe dinheiro no hotel (nem documentos). Ande sempre com você em um porta-dólar.

Eu não recomendo usar cartão. No fim das contas seria mais prático, mas a realidade é bem diferente. Argentina é um dos países menos bancarizados da América Latina, e com as diferentes crises que enfrentou, as pessoas não gostam de utilizar cartão e muitos estabelecimentos só aceitam dinheiro, principalmente em cidades menores, no interior.

Além disso, o cartão converte sua compra feita em pesos em dólar. E de dólar para real. Na prática, você estará pagando em dólar, mesmo estando na Argentina!

CLIQUE AQUI para comprar online moeda estrangeira »

cartão de crédito ou dinheiro para Argentina
Puerto Madero | Foto: QVM.

Ao mesmo tempo que a inflação na Argentina é muito alta, tem poucas notas em circulação de valor alto, então você provavelmente levará muitas notas de 100, 500 e 1.000 pesos, então sua carteira ficará bastante gorda e chamará atenção, por isso é importante saber cuidar seu dinheiro no seu bolso.

Mas, repito: Argentina é um país seguro. Salvo exceções, os destinos turísticos são bem seguros. Em Ushuaia, El Calafate, Bariloche, Córdoba, Rosário e nas áreas turísticas de Buenos Aires, digo por experiência própria, e por conversas com moradores locais: são lugares seguros.

Qual moeda levar para Argentina: dicas para 2022

Qual moeda levar para Argentina
Banco de La Nacion no centro de Buenos Aires | Foto: QVM.

Neste artigo, apresentei as melhores e principais formas de levar seu dinheiro para Argentina, considerando a situação cambiária tão particular que tem no país do Maradona e do Papa Francisco.

A principal recomendação é você ficar atento ao câmbio pela movimentação na Argentina. Leve dólar se já o tiver ou faça remessas da sua conta do Brasil para instituições que recebem dinheiro no exterior.

Se você vai para as cidades da Argentina que ficam no interior saque o dinheiro em Buenos Aires, pois esse tipo de agência para saque existe em menor quantidade. Caso não tenha tempo de parar em Buenos Aires, terá que fazer a troca de dinheiro nas cidades menores em casas de câmbio, no Banco de La Nación ou no câmbio paralelo, cuja cotações são menos vantajosas.

Ademais, é sempre importante cuidar do seu dinheiro, isso em qualquer lugar do mundo. Espero que tenha gostado das dicas e que aproveite muito da sua viagem pela Argentina!

Dúvidas frequentes sobre moeda da Argentina

Qual moeda levar para Argentina em 2022?

A Argentina é um país onde historicamente tudo é realizado em dólares, seja compras grandes como uma casa, planejar uma viagem para fora ou até as transações comuns do governo argentino.

Por isso, é comum ouvir os argentinos falarem sobre o dólar. A moeda americana, inclusive, tem uma procura muito alta pelos argentinos no seu dia a dia, mas não necessariamente quer dizer que você encontrará um bom preço na casa de câmbio.

A cotação online no site do Banco Central Argentino quase nunca é a mesma das agências. Isso porque, as agências de câmbio precisam faturar e, claro, cobram taxas pelos seus serviços. E nessas horas, todo centavo faz diferença. Por isso, pesquise sempre.

Mas, afinal, é melhor levar reais, pesos ou dólares para a Argentina? Depende da época do ano, uma vez que a alta e a baixa temporada influenciam no câmbio.

Qual é o melhor câmbio para fazer para viajar para Argentina?

Existem 3 tipos de câmbios na Argentina: o oficial (pago pelo Banco de Lá Nación e casas de Câmbio); o paralelo (feito por hotéis e pessoas que te abordam na rua) e o blue (onde você faz transferência online e saca na Argentina). Saiba mais em Moeda da Argentina.

Como fazer câmbio barato para Argentina em 2022?

A melhor forma de fazer câmbio barato hoje para viajar para Argentina em 2022 é fazer um pix dos seus reais para uma conta gratuita da Western Union e sacar já em peso, em uma das agências da Western Union na Argentina.

Vale a pena usar cartão de crédito na Argentina?

Nunca use cartão de crédito na Argentina. Ao fazer sua compra, o valor será primeiro convertido em dólar e, de dólar para o real. Quando sua fatura chegar, você pagará 5 vezes mais o valor.

Onde trocar dinheiro em segurança na Argentina?

A forma mais segura é fazer um pix do seu banco para uma conta gratuita da Western Union. Em poucas horas, seu dinheiro em real será convertido para pesos, com as melhores taxas. Depois de algumas horas, seu dinheiro estará disponível em pesos e só é você sacar em uma das agências da Western Union espalhadas pelas grandes cidades argentinas. Praticamente sem burocracia, apenas documento recente com foto ou passaporte, uma taxa de R$ 9,90, além do IOF obrigatório. Mais dicas em Moeda da Argentina.

Quando levar pesos para a Argentina?

Para mim, essa é a melhor opção. Principalmente, se o real estiver muito desvalorizado frente ao dólar. Dessa forma, prefira comprar pesos na Argentina.

A dica para economizar mais é: saiba quanto você gastará, assim você troca somente o que vai usar. Isso faz com que você não perca com muitas taxas de conversão.

Vou te dar uma dica simples e básica: eu sempre divido meu dinheiro nas viagens para a Argentina em 2 fases.

Uma quantia que é troco por pesos na Argentina e outra parte guardo em real, cuja ideia é não trocar. Chegando mais perto do final da viagem, eu decido se troco o resto do real ou se não será necessário.

Isso evita que eu fique com pesos na carteira no final da viagem por ter trocado demais e tenha que “destrocar” a moeda antes de voltar para o Brasil, perdendo no câmbio.

Quando levar dólares para a Argentina?

Essa é a segunda melhor opção de moeda para levar para a Argentina.

Principalmente, se você está indo para Argentina no inverno como, por exemplo, para Mendoza, Bariloche ou Buenos Aires, a dica é levar dólares, que é sempre valorizado no país e nunca cai, só aumenta.

Inclusive, do início ao término de sua viagem, você poderá perceber que o dólar aumentou, o que seria um ótimo negócio. Mas essa transação só vale a pena se o dólar não estiver tão alto em relação ao real, já que você vai comprar a moeda americana ainda no Brasil. Caso o real sofra alguma queda em relação ao dólar na semana da sua viagem, é melhor levar pesos.

Vale lembrar que você não terá dificuldades para pagar nada com o dólar (é mesmo como se fosse a segunda moeda da Argentina) e encontrará uma cotação altíssima, algo maior que 46 pesos por cada 1 dólar.

Vale a pena levar real para Argentina?

O real é bem aceito na Argentina. Você pagará hotel, restaurantes, compras e até táxis com ele. Porém, a cotação do câmbio é a paralela, cujo valor é menor do que o câmbio blue, que você faz ao transferir dinheiro para Argentina. Então, deixe seus reais para emergências.

Para finalizar veja lindas imagens do que a Argentina pode lhe proporcionar, no vídeo feito pelo site oficial de turismo da Argentina:

Gostou desse conteúdo? Então, compartilhe com aquele amigo que sonha conhecer a Argentina.

Até + !!!

CATEGORIAS
Imagem do Autor
ESCRITO POR
ESCRITO POR
Polly Batista

Penso que todas as coisas são parte de mim. Procuro pelo mundo pedaços da minha alma escondidos em cada novo destino, cada pessoa, cada cultura, cada monumento. Os lugares me revelam o quanto sou pequena, ignorante e humana e, ao mesmo tempo, o quanto somos ricos, parecidos e divinos. Me sinto grata em redescobrir isso em cada viagem.

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Hotéis na Neve

Hospede-se em hotéis exclusivos para curtir destinos de neve

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Roteiro de Viagem

Confira tudo sobre o que fazer durante seus dias no destino

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Hotéis na Neve

Hospede-se em hotéis exclusivos para curtir destinos de neve

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Roteiro de Viagem

Confira tudo sobre o que fazer durante seus dias no destino

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post
  1. Eduardo
    tem lugares para trocar reais e dólares no paralelo, estilo cuevas, em El Calafate e no Ushuaia? algo como acontece em Buenos Aires na Calle Flórida em várias casas de câmbio paralelo lá. obrigado
  2. Polly Batista
    Oi, Eduardo. Tudo bem? Já estive nas duas cidades e troquei quase tudo em Buenos Aires. El Calafate é bem pequena e não tem nada parecido com a Calle Florida. No máximo, 2 casas de câmbio oficiais ou algum comércio local que oferece trocar para você, porém com a taxa que eles quiserem aplicar... Já Ushuaia, apesar de ser maior, também aplica um câmbio desfavorável quando comparado à capital. Inclusive, fiz algo como um câmbio paralelo em Ushuaia no hotel, porém com uma cotação bem ruim. Sempre haverá estabelecimentos que aceitam pagamentos em dólar, daí é avaliar apenas a cotação aplicada. Acredito que em Buenos Aires as possibilidades e ofertas são maiores!