Início / Américas / América do Sul / Chile / Atacama / Geysers el Tatio: dicas do passeio no Deserto do Atacama

Geysers el Tatio: dicas do passeio no Deserto do Atacama

O Deserto do Atacama, no Chile, é cheio de paisagens incríveis e únicas que valem muito a pena conhecer. Entre elas estão os Geysers el Tatio, um dos passeios que mais gostei de fazer. E olhe que fiz muitos: Laguna Cejar, Lagunas Altiplânicas, Salar de Tara, Valle de la Luna entre outros tours fabulosos.

Os geysers também são chamados de Gêiseres de Tatio ou Geisers del Tatio. Eles são um tipo de nascente de água termal que entra em erupção periodicamente, lançando para cima uma coluna de água quente e vapor de ar. É um espetáculo muito bonito e raro de se ver. Ele acontece somente em áreas vulcânicas, existem apenas cerca de 1.000 gêiseres ao redor do mundo.

Agora imagina a cena: crateras localizadas no deserto mais árido do mundo expelindo água fervendo! Tudo isso a mais de 4.200 metros de altura, em pleno amanhecer, com temperatura geralmente negativa. É inesquecível: o frio e o espetáculo hahahaha. E para quem tem vontade de apreciar esse fenômeno, preparei algumas dicas imperdíveis do passeio para os Geisers el Tatio, no Deserto do Atacama.

Planeje sua viagem => Onde ficar em San Pedro de Atacama?

Melhor seguro viagem para América do Sul: cotação do mais barato »

 

Onde ficam os Geysers el Tatio

Geysers el Tatio

Os Gêiseres de Tatio ficam em uma bacia geotérmica de mesmo nome. O atrativo está a 90 quilômetros ao norte de San Pedro de Atacama e tem uma altitude muito elevada, cerca de 4.200 metros.

Como expliquei anteriormente, trata-se de um tipo de nascente de água termal. A água brota a uma temperatura que pode alcançar os 85°C e pode ser lançada até 10 metros de altura. Já que estamos falando de água quente, conheça também os melhores resorts de águas termais do Uruguai.

Gêiseres de Tatio

A região tem uma área de 3 quilômetros quadrados e no espaço há aproximadamente 40 geisers. O fenômeno se dá porque as águas geladas dos rios subterrâneos da região entram em contato com rochas quentes. Essa junção proporciona a formação do vapor de água e os jatos. Para saber sobre mais destinos com formações geológicas impressionantes no Atacama, leia sobre o Vale do Arco-íris.

Alguns dos gêiseres obedecem um intervalo regular para “explodirem” e a força da natureza impressiona todos os visitantes. Se você curte cenários surreais, gostará de ler também meu artigo sobre o Salar de Uyuni.

Aproveite => Excursão Geyser e Machuca de el Tatio

 

Sobre o passeio dos Geisers el Tatio

Geysers el Tatio, no Deserto do Atacama

Não há dúvidas que o Deserto do Atacama é um dos lugares mais bonitos do mundo. E sorte a nossa que fica aqui na América do Sul. Logo, dá para organizar suas férias para um destino surpreendente sem precisar ir tão longe.

Durante o passeio aos Gêiseres de Tatio dá para unir várias sensações: frio, falta de ar, calor do vapor devido à altitude, luz do sol invadindo o cenário … enfim, você percebe que está em um lugar especial do planeta!

Estrada para ir aos Geysers el Tatio

A maioria das agências de San Pedro do Atacama oferece esse passeio dos Geisers el Tatio, fiz com a Ayllu Atacama. E essa contratação é recomendada, pois a estrada é bem ruim e muitas vezes há neve. Tenho amigos que foram de carro, uma caminhonete comum, mas casos de gente que atolou o carro na neve indo para os Geysers el Tatio.

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

O valor do passeio para o Geysers el Tatio pode variar entre as empresas, mas na Ayllu o preço é de 80 mil pesos chilenos, com direito a um café da manhã com uma das vistas mais lindas do Atacama.

Confira => Seguro viagem para esporte radical e aventura: qual o melhor?

 

Horário do passeio aos Geisers el Tatio

O passeio sai de San Pedro do Atacama ainda de madrugada, por volta das 5 horas da manhã, com retorno às 13 horas. Para ver esse espetáculo da natureza é preciso chegar lá bem cedo, isso porque é durante o amanhecer que o vapor e os jatos d’água fervendo são mais intensos.

 

Temperatura durante a visita aos Geysers el Tatio

Visita aos Geysers el Tatio

Apesar dos gêiseres ficarem ativos durante todo o dia, o vapor é mais intenso durante a madrugada, quando há um contraste marcante entre a temperatura da água, cerca de 80°C e a temperatura do ambiente. Como durante a madrugada o Atacama é bem frio, esse contraste se destaca e o fenômeno fica ainda mais intenso e bonito.

A temperatura no começo da manhã varia entre – 5 e – 20 °C, mas pode chegar aos 25 graus no final das manhãs de verão. Entenda melhor sobre o clima no Deserto do Atacama.

Oportunidade => San Pedro do Atacama: Excursão para vales da Lua e da morte

 

Observação dos Gêiseres de Tatio

Passeio nos Gêiseres de Tatio

As trilhas para observação dos Gêiseres de Tatio são todas sinalizadas, pois é perigoso se queimar com o vapor. Imagine um jato de água a uma temperatura de 85°C! Mas é possível sim chegar bem perto de alguns deles, as fotos ficam incríveis. Além disso, há vários mirantes de onde é possível observar toda a beleza do lugar.

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 

 

Café na manhã no campo geotérmico

Por ter acordado bem cedo e as curvas e altitude causarem um pouco de mal-estar em parte das pessoas, muitas delas saem sem comer do hotel e no dia anterior só ingerem alimentos leves. Por isso, logo após a observação desse espetáculo natural, é servido um café da manhã ali mesmo no local, tipo buffet. Mas não exagere: você ainda estará a mais de 4 mil metros de altitude e terá mais algumas horas de passeio.

Mais passeios => Veja colônias de flamingos no Atacama

 

Banho termal próximo aos Geysers el Tatio

Temperatura nos Geysers el Tatio

Após um delicioso café da manhã, o tour nos Geysers el Tatio continua com a visita a uma piscina de água termal que fica bem próxima, e também integra o campo geotérmico. É possível nadar (inclusive existem vestiários), e a temperatura da água chega a 40°C.

 

Visita à Vila Machuca

Vila Machuca, no Atacama

O passeio inclui ainda uma visita a pequena Vila Machuca. Perdido no meio do Atacama, a 4 mil metros de altitude, o vilarejo tem pouquíssimos moradores, mas é muito interessante conhecer … rende fotos lindas.

Vila Machuca

Pensando na viagem e não sabe como começar?
"Quero Viajar Mais", o livro, por R$ 14,95 »
Ganhe 10% OFF no Seguro Viagem + bônus!
 

Na vila é vendido um espetinho de carne de lhama, uma boa oportunidade para quem curte experimentar comidas locais.

Descubra => Dólar x real x peso: qual moeda levar para o Chile

 

Dicas para o passeio aos Geysers el Tatio

A principal dica é que o passeio é mais indicado para ser feito no final da viagem. Pois nesse momento, já acostumamos um pouco com a altitude elevada. Os Geisers el Tatio ficam a 4.200 metros de altitude. Fique sabendo como amenizar os efeitos da altitude.

Para se ter uma noção, San Pedro do Atacama, que já é uma cidade de altitude elevada, fica a 2.400 metros. Então, é muito comum as pessoas passarem mal com a altitude. Principalmente quem acabou de chegar ao Atacama e ainda não se “ambientalizou”.

Para minimizar os efeitos da altitude é importante se preparar para o passeio. Uma das principais recomendações é não ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica e não comer carne vermelha na véspera da saída. Mas não é por isso que você vai deixar de fazer o tour do vinho no Atacama.

Geysers el Tatio

Outra dica importante é ir bem agasalhado, durante a madrugada o frio é intenso. No verão, a temperatura no início do passeio é de cerca de 8°C negativos. Quem fizer o passeio no inverno encontrará temperaturas ainda mais baixas.

Além disso, o vento baixa ainda mais a sensação térmica. Sendo assim, vá de tênis ou bota, casaco bem quente, cachecol, gorrinho, etc. Por isso é importante você conferir o post sobre o que levar na mala para o Atacama.

No café da manhã não coma muito, pois a altitude ainda pode embrulhar o seu estômago. E durante o mergulho na piscina de água termal, não engula a água ou passe nos cabelos, olhos ou rosto, pois ela é bem rica em enxofre e pode prejudicar o seu organismo. Leve também toalhas para se enrolar assim que sair da piscina.

Quando estiver visitando a pequena Vila Machuca não tenha pressa e observe como vivem os poucos moradores de lá. A simplicidade e simpatia do povo é uma delícia! Valorize o trabalho deles e aproveite para experimentar alguma das guloseimas vendidas pelos locais.

Gostou das dicas para visitar os Geisers el Tatio? Quando você pretende conhecer o Deserto do Atacama?

 

Últimos artigos sobre o Atacama:

 

Guilherme Tetamanti viajou a convite da Ayllu Atacama. A viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui publicadas são de livre expressão do autor.

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 35 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *