Início / Américas / América do Sul / Chile / Dólar x real x peso: qual moeda levar para o Chile?

Dólar x real x peso: qual moeda levar para o Chile?

O Chile é um país fantástico. Cercado de atrativos naturais, como o Deserto do Atacama e a Patagônia Chilena, é possível se deparar com vulcões, lagunas, formações rochosas, glaciares, termas e inúmeras outras atrações de deixar qualquer viajante apaixonado. O país recebe milhares de europeus e norte-americanos em busca de vivenciar experiências únicas. Sorte nossa que estamos no mesmo continente, mais próximos de tantas belezas.

Além da proximidade, a moeda do Chile, o peso chileno, costuma ter uma cotação mais vantajosa em relação ao nosso real. Mas na hora de planejar a viagem sempre bate a insegurança sobre qual é a melhor moeda para levar. Será que compensa mais comprar os pesos chilenos no Brasil ou no Chile? É melhor levar dólar ou real? Vale a pena usar cartão de crédito? Estas são dúvidas recorrentes para quem está embarcando para o Chile. Então preparei um guia completo sobre qual moeda levar para o Chile.

Planeje sua viagem => Onde é melhor se hospedar em Santiago?

Melhor seguro viagem para América do Sul: cotação do mais barato »

 

Qual moeda levar para o Chile?

Qual moeda levar para o Chile?
Moeda do Chile é o peso chileno |Foto: Order_242, via Wikimedia Commons.

Com a cotação do mês de dezembro/2017, com 1 real você comprava 191 pesos chilenos. Mas não se anime muito, embora tenhamos uma leve vantagem em relação ao câmbio, o custo de vida no país é alto. Por exemplo, uma água mineral pequena custa em média 700 pesos em Santiago, o que dá cerca de 3,65 reais.

 

Comprar peso Chileno no Brasil ou no Chile?

É melhor comprar peso no Brasil ou no Chile
Compre pesos no Chile | Foto: Penarc, via Wikimedia Commons.

Minha primeira dica é que não vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil para levar na viagem. Isto porque, comprando diretamente no Chile, você conseguirá uma cotação melhor, em média 20% abaixo que em casas de câmbio no Brasil.

Há diversas opções de casas de câmbio no Chile, então ao desembarcar no país você poderá trocar o dinheiro com facilidade. Outra dica importante é que a cotação da casa de câmbio do aeroporto de Santiago é bem alta em relação a outras casas de câmbio da cidade. Por isso, troque apenas o necessário para pagar seus gastos iniciais no Chile, como transporte e alimentação do dia.

Uma dica relevante é que a cotação durante os dias de semana e no horário comercial costuma ser melhores que em finais de semana. Então, aproveite esses horários para fazer sua compra. Vale destacar ainda que em destinos como Atacama, Lagos Andinos ou Patagônia chilena a cotação costuma ser pior que em Santiago. Então, se for passar por algumas destas cidades, planeje-se para trocar seu dinheiro no centro de Santiago.

 

Vale a pena levar reais ou dólares?

Melhor levar peso, real ou dólar para o Chile?

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Uma dúvida recorrente é se vale mais a pena levar reais ou dólares para a viagem ao Chile. Com ambas moedas, você terá facilidade de comprar pesos chilenos e, em alguns casos, até mesmo pagar sua conta no hotel e em alguns restaurantes. Desta forma, antes de escolher a dica é pesquisar as cotações das três moedas e fazer as contas de qual moeda será mais vantajosa naquela época.

Vamos fazer uma simulação, caso a viagem fosse em dezembro de 2017. No dia 15 de dezembro de 2017, 1 dólar valia 3,32 reais e 636 pesos chilenos. Por sua vez, 1 real valia 191 pesos chilenos. Para saber qual moeda é mais vantajosa a continha é simples. Então vamos aos cálculos, considerando 100 reais como base!

A pessoa que quiser trocar diretamente R$ 100 em pesos chilenos, conseguirá comprar 19.100 pesos chilenos. Já aquele que quiser comprar dólares, com R$ 100 comprará 30,12 dólares. Por sua vez, 30,12 dólares valem 19.164 pesos chilenos.

Assim, com essa cotação é mais vantajoso levar dólares, quase empatando. Porém, devido à pequena diferença nesse é bem mais prático levar reais, já que você não precisará trocar moedas duas vezes. Mas é preciso ficar atento a cotação da época de sua viagem, pois o câmbio é flutuante e tanto real quanto o peso chileno podem sofrer desvalorização diante do dólar. Isso também varia de acordo com a casa de câmbio!

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 15% de desconto usando o cupom PROTETORSOLAR (até 28/02), é só clicar no botão.
 

 

Dicas para comprar pesos chilenos

Vale a pena levar dólar para o Chile
Inverno aumenta o câmbio | Foto: Rennboot, via Wikimedia Commons.

Uma percepção fundamental é que na temporada de inverno um grande número de brasileiros visitam o Chile, principalmente para esquiar no Valle Nevado. Assim, a cotação do real costuma piorar no país e, nesses casos, pode ser mais vantajoso levar o dólar.

Por sua vez, no verão, quando muitos chilenos viajam para o Brasil, a cotação costuma ser melhor. Por isso, é tão importante antes de fazer sua escolha pesquisar bem qual a cotação das moedas, para ter a certeza de qual será mais vantajosa no momento.

Além disso é bom lembrar que, como falei acima, as casas de câmbio em Santiago oferecem preços melhores do que em destinos turísticos do interior, como San Pedro de Atacama e a Patagônia Chilena. Nestas cidades, muitas vezes o dólar costuma ser uma boa opção.

 

Saques em moeda local

Qual é a moeda do Chile
Caixa automático no desembarque do aeroporto de Santiago.

Uma outra opção é realizar saques em caixas eletrônicos na moeda local. A vantagem desse tipo de operação é não ter que andar com grandes quantidades de dinheiro.

Por outro lado, é uma opção que pode sair mais cara, pois além do IOF, que é de 6,38%, o turista tem que pagar as tarifas bancárias, tanto a do banco que é cliente, quanto a do operador daquela máquina. Os valores das tarifas variam de banco para banco e do tipo de conta que você tem, mas em alguns casos, somando todos os custos (IOF + tarifas), pode chegar a 9%.

Levar dólar ou real para o Chile?
Taxa de 4.738 pesos chilenos para o saque.

Então, antes de optar por esse tipo de transação, consulte seu banco para saber qual é sua tarifa. Em alguns tipos de contas e bancos, essas transações são gratuitas ou as taxas têm alguns descontos.

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha 10% OFF para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.
 

 

Devo usar cartão de crédito no Chile?

Qual é a melhor moeda para levar para Chile
Vinã del Mar no Chile | Foto: G. Küppers, via Wikimedia Commons

Utilizar o cartão de crédito também é uma ótima opção. Ele é prático e seguro, já que você não precisa andar com grandes quantidades de dinheiro em espécie. Uma desvantagem é que a cotação válida para calcular o valor da fatura é a do dia do fechamento, não o da compra. Então, isso gera uma incerteza do valor a ser pago.

Por sua vez, além da praticidade e segurança, uma grande vantagem de usar o cartão de crédito é que assim é possível acumular milhas. Dessa forma, você já vai juntando pontos para uma próxima viagem!

Leia também => Dinheiro em viagem internacional: espécie, crédito ou pré-pago?

 

Vale a pena usar cartão pré-pago no Chile?

Vale a pena levar cartão pré-pago para o Chile
Valparaíso no Chile | Foto: Diego Delso, via Wikimedia Commons.

Os cartões pré-pagos são muito utilizados em viagens internacionais. Entre as vantagens, estão o fato de não ter que andar com uma quantia grande de dinheiro em espécie e, ao contrário do que acontece com o cartão de crédito, ele congela a cotação do dia que foi “carregado”.

Entretanto, ele só é carregado em dólar e não tem a opção de colocar créditos em pesos chilenos. Além disso, você paga o IOF de 6,38%. O cartão pré-pago pode ser uma boa saída para cidades do interior em que a cotação costuma ser pior que em Santiago. Ou quando você aproveita um baixa da cotação do dólar.

Você já esteve no Chile? Qual foi a melhor forma que encontrou para pagar as despesas durante a sua viagem: dólar, peso ou real? Deixe nos comentários.

 

Leia mais sobre o Chile:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 37 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

2 Comentários

  1. Racksan Machado

    Se eu pagar no debito as coisas no Chile por ex: comida. Vale a pena ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *