Viagem para Cuba: 10 dicas de ouro para embarcar ao país

Viagem para Cuba: 10 dicas de ouro para embarcar ao país

Pronto, finalmente você conseguiu comprar sua passagem e agora precisa de dicas de viagem para Cuba! Mas aí começam as surgir as primeiras dúvidas….

O que fazer para ingressar no país com tranquilidade, visto, passaporte? Qual é o valor da moeda cubana? Corro o risco de ficar sem acesso à internet? Qual é o fuso horário entre Brasil e Cuba? O que preciso levar realmente? Quais as vacinas necessárias para viajar? Quantas caixas de charuto posso trazer de Cuba?

Neste artigo, reuni algumas das principais informações que você precisa e vai querer saber sobre Cuba. Que lo disfruten!

Planeje sua viagem => Onde ficar em Cuba

Seguro viagem para o Caribe e América Central »

 

Visto e passaporte em viagem para Cuba

10 dicas de viagem para Cuba
Visto cubano, ou tarjeta del turista.

Para entrar em Cuba, é preciso ter um passaporte que esteja dentro da validade até a data de retorno prevista e com pelo menos duas páginas disponíveis. O visto de turista neste país da América Central terá validade de 30 dias, prorrogáveis por igual período por autoridades cubanas.

A emissão do visto ocorre na embaixada de Cuba, em Brasília, ou em um dos consulados-gerais, localizados em Manaus, Salvador e São Paulo. Para outras informações, acesse o Portal Consular.

Além disso, é exigido ainda que seja realizado um seguro viagem com cobertura de despesas médicas. A Copa Airlines, principal companhia aérea que voa para a ilha caribenha, costuma oferecer a emissão do seguro para seus passageiros, mediante taxa.

CLIQUE AQUI para agendar os melhores passeios em Cuba »

 

Vacinas obrigatórias para Cuba

Algumas dicas para quem vai para Cuba
Certificado Internacional de Vacinação – febre amarela.

Brasileiros e brasileiras que viajam para Cuba, desde 7 de fevereiro de 2017, precisam apresentar o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. A vacina tem validade vitalícia, ou seja, só precisa ser feita uma vez, e o certificado de vacinação pode ser emitido gratuitamente. Quem já fez a vacina no período em que tinha validade de 10 anos, como no meu caso, pode solicitar a reemissão do documento.

Minha viagem ocorreu em um momento em que o número de casos de febre amarela aumentava no Brasil. Quando cheguei, o controle migratório cubano já sabia exatamente o número de brasileiros que estavam naquele voo e fomos encaminhados a um guichê separado. O comprovante de vacinação foi apresentado a uma enfermeira, mas foi tudo bem tranquilo.

 

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide em Cuba. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
[/box]  

Valor da moeda cubana

Cuba tem um sistema com dualidade monetária: enquanto os cubanos utilizam o peso cubano (CUP), os negócios comerciais e as operações de turistas são cobradas em pesos conversíveis (CUC), também chamada de moneda dura. O dólar tem cotação fixa de 0,86 CUC. Um CUC vale atualmente 25 CUP, e em alguns serviços, enquanto um turista paga 1 CUC, o cubano paga 1 CUP – ou seja, 25 vezes mais barato.

Dependendo do lugar que você for, é possível que os preços estejam em CUP, atente para isso. Se o montante for muito alto, é provável que seja equivalente à moeda local.

Apresentarei mais informações sobre transações com as moedas cubanas no post qual moeda levar para Cuba e quanto custa viajar.

 

Fuso horário entre Brasil e Cuba

Cuba, assim como algumas regiões do Brasil, adota o horário de verão. No período em que estiver vigente, de março a outubro, o relógio será adiantado em uma hora. Já no Brasil, isso ocorre entre novembro e fevereiro.

10 dicas para quem está de viagem marcada para Cuba
Em laranja os meses de vigência do horário de verão; no campo Cuba, a diferença de horário em relação ao Brasil.

Então, o fuso de Cuba pode ser de menos uma, duas ou três horas em relação ao Brasil, dependendo da época da sua viagem. A tabela acima ajuda a entender.

 

   
   

Corrente elétrica e tipo de tomada em Cuba

A corrente elétrica cubana é de 110v. As tomadas suportam dois pinos paralelos e achatados. Ou seja, o padrão brasileiro de três plugues redondos e até mesmo o modelo antigo de dois vai requerer um adaptador universal.

 

Acesso à internet

10 recomendações para quem vai viajar para Cuba
Cartão de internet cubano.

Todas as cidades em que fiquei possuíam pontos de acesso à internet. São cerca de 200 pontos pelo país, localizados em áreas públicas. Para acessar, basta comprar um cartão pré-pago de 1h, ele geralmente é vendido por 1 CUC para turistas, e se dirigir até o ponto mais próximo. Os principais hotéis e hostels possuem acesso na área comum, que também precisa do cartão para conectar.

Falarei mais sobre esse assunto no post Mitos sobre Cuba.

 

O que levar para Cuba?

É importante levar apenas o que fuja do básico, pois o que for essencial você encontrará por lá. Possivelmente você não achará suas marcas favoritas, mas haverão outras opções, geralmente mais simples.

Em uma segunda viagem, eu não deixaria de levar duas coisas: condicionador de cabelo e repelente de insetos. Acho que até podemos encontrar esses produtos por lá, mas eu não correria o risco de ficar sem. Shampoo, desodorante, sabonete, pasta de dente, papel-higiênico… são itens comuns nos mercadinhos cubanos.

 

Ajude os animais de rua da ilha

10 dicas para quem vai para Cuba
Cachorrinho encontrado na Praia Caribe, que fica ao lado do Restaurante Grill Caribe, em Trinidad | Foto: Aline Schons.

Quando estava arrumando as malas para Cuba, pensei em levar coisas que pudesse deixar por lá depois, para auxiliar de alguma forma. Apesar disso, notei que a maioria dos itens que levei com esse intuito eram encontrados com facilidade, e não ajudariam tanto. Ainda assim, fui deixando essas coisas pelo caminho.

Acabei não percebendo o que de realmente importante faltava para as pessoas, afinal, todo mundo tem acesso às coisas e serviços essenciais.

No entanto, havia inúmeros gatos e cachorros pelas ruas de todas as cidades que passei. Muitos, obviamente, doentes e precisando de cuidados. Nada muito diferente do que vemos em alguns locais do Brasil, infelizmente.

Quando voltei, pesquisando sobre o assunto, descobri que já há algumas iniciativas que visam ajudar esses bichos, inclusive no exterior. De Cuba, encontrei o grupo Cubanos en Defesa de los Animales (CeDA), que auxilia no tratamento, castração e adoção. O trabalho é voluntário e atua em Havana. Qualquer turista pode ajudar levando medicamentos, ração ou doando dinheiro diretamente.

Principais informações para quem está de viagem marcada para Cuba
A imagem mostra apenas um gato, mas havia pelo menos uns cinco nesse local, em Havana | Foto: Aline Schons.

Pelo que vi na ilha, muitos animais têm problemas de pele – sarna, alergias e até câncer de pele -, então, acredito que remédios que auxiliem no tratamentos dessas enfermidades seriam bastante úteis. Medicamentos contra bicheiras, pulgas e carrapatos também são sempre bem-vindos.

Para mais informações, acesse o site do CeDA. Se quiser saber exatamente qual é a melhor forma de ajudá-los ou quais remédios levar, mande um e-mail para [email protected]

   
   

 

Quantos charutos posso trazer de Cuba?

Dicas para quem está de viagem marcada para Cuba
Foto: Aline Schons.

Grande parte das pessoas que vão para Cuba a turismo retornam com alguns charutos na mala, ainda que não sejam fumantes. O habano, como são chamados por lá, é um presente e uma lembrança interessante, afinal, ele é um dos produtos cubanos mais reconhecidos do mundo.

E então, até quantos charutos eu posso levar tranquilamente dentro da mala? Segundo as regras cubanas, para que não seja cobrada nenhuma documentação, os passageiros podem levar, de uma mesma marca e tipo, até 20 unidades avulsas ou 50 unidades na caixa original lacrada.

Mas se você for sair do país com três caixas diferentes de 20 unidades, por exemplo, não precisaria de nenhuma documentação. Caso ultrapasse essa quantia, deverá ser apresentado um comprovante de compra, expedido por uma das lojas autorizadas a comercializar tabaco. Já as regras brasileiras de importação são bem mais rígidas: o limite é de 25 unidades, no total, por passageiro maior de 18 anos.

Aliás, não deixe de fazer a visita guiada em uma das fábricas, e de conhecer as Tiendas Caracol, pontos de venda oficiais dos habanos cubanos! 

 

Assista ao documentário “Cuba e o Cameraman”

Recomendo que você assista a esse documentário antes de embarcar para Cuba, pois ele lhe dará um panorama sobre um período histórico recente do país.

Cuba e o Cameraman foi desenvolvido a partir de gravações realizadas pelo jornalista estadunidense Jon Alpert, em suas viagens para Cuba, ao longo de mais de 40 anos. Nele, o contato com Fidel Castro e a história de três famílias evidenciam as mudanças ao longo de quatro décadas, a partir dos anos 1970, inclusive em relação ao turismo.

Outras dicas de filmes podem ser encontradas no post Ernest Hemingway: o elo entre Cuba e Estados Unidos.

Espero que essas dicas realmente ajudem na programação da sua viagem para Cuba. Se você já foi para a ilha, aproveitou essas informações e/ou tem outros conselhos, deixe seu comentário!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Aline Schons

ESCRITO POR

Aline Schons

Gaúcha morando em Brasília. Sou de opinião que é mais interessante explorar primeiro o Brasil e a América Latina para só depois partir para os outros cantos desse mundão. Gosto de conhecer os estereótipos, as imagens que definem os locais, e também aprecio descobrir aquilo que foge dos roteiros turísticos. Sou mestra em Comunicação pela UnB, graduada em administração e em jornalismo. Feminista. Além de viagens, também me interesso por temas como direitos humanos, empreendedorismo, política e pets (tenho dois gatos e um cachorro, todos tirados da rua).

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. patricia

    Ola francis, tudo bem? voce conseguiu fazer esta viagem HAVANA/MIAMI? Tambem estou querendo fazer isto, deu tudo certo? obrigada.

  2. FRANCIS

    Segundo a embaixada de Cuba em Brasilia não teria problemas, a embaixada Americana informa que é preciso estar nesses motivos estabelecidos. Estou tentando contato com a embaixada brasileira em Cuba ou alguém de lá que possa me dar informações de como funciona na pratica. Já ouvi relatos de que as pessoas embarcaram sem problemas.

  3. Francis

    Sabe informar sobre o trajeto Havana para Miami? Estarei em Havana dia 14/12 e pretendo embarcar para Miami, mas soube que posso ser impedido de embarcar devido a problemas diplomáticos entre os dois países.

  4. Polly Batista

    Olá, Francis. Tudo bem?! Nossa, que pergunta difícil! Fui pesquisar também e não há praticamente nada sobre ir da Havana para Miami. Para descobrir, eu fiz a simulação de compra de uma passagem só de ida de Havana para Miami. Encontrei as grandes cias americanas vendendo normalmente o trecho. Só que quando parte para a compra, a Delta é bem clara ao avisar que para voar para Cuba ou de Cuba para os EUA você tem que se encaixar em 12 motivos estabelecidos pelos EUA e turismo não é um deles. É preciso preencher um formulário que justifique a viagem do “OFAC” (Office of Foreign Assets Control). Entre os motivos para embarcar estão a visita a parentes, fins educacionais, religiosos etc. As regras são para qualquer pessoa que embarque entre ambos os países, não precisa ser cidadão local. Ou seja, eu não arriscaria. Boa sorte! E volta por aqui para dizer se você arriscou e conseguiu! Obg pelo comentário!