Início / Américas / América do Norte / Estados Unidos / City Pass em NY: vale a pena comprar?

City Pass em NY: vale a pena comprar?

Se tem uma coisa que todo mundo tem dúvida durante a organização de uma viagem é se os “passes” que dão acesso livre a atrações turísticas de uma grande cidade compensam financeiramente. Com o City Pass em NY não é diferente. O visitante sempre se questiona se está fazendo um bom negócio em comprá-lo.

Então, para ajudar quem está embarcando para Nova York, preparei um guia com todas as informações sobre o City Pass. Aqui você saberá se vale mesmo a pena comprar o City Pass em NY, como funciona o City Pass, onde comprar e os preços do City Pass da Big Apple. Confira agora!

Planeje sua viagem => Encontre ofertas de hotéis em Nova York »

É necessário contratar seguro viagem para os EUA? 

 

O que é o City Pass?

Vale a pena comprar o City Pass em NY
The MET é um dos lugares atendidos pelo City Pass | Foto: QVM.

O CityPass nada mais é que um passe que dá acesso a seis das principais atrações turísticas de Nova York. O valor do City Pass em NY é 122 dólares para adultos.

Como evitar filas em NY
Filas são constantes nas atrações de NY | Foto: QVM.

Além da entrada, ele ainda lhe dá o direito de não enfrentar filas, o que é ótimo para poupar tempo, principalmente para quem fica poucos dias na cidade.

As atrações inclusas são:

  • Empire State Building;
  • Museu Americano de História Natural;
  • The Metropolitan Museum of Art;
  • Deque de Observação do Top of the Rock OU Museu Guggenheim;
  • Estátua da Liberdade e Ilha Ellis OU Cruzeiros da Circle Line;
  • Memorial & Museu do 11 de setembro OU Museu Intrépido do Mar, Ar & Espaço.

Atenção para o “ou” das três últimas atrações. No caso delas, o turista deve escolher somente uma para visitar. Além disso, vale a pena destacar que assim que for realizada a primeira visita, o City Pass tem validade de 9 dias corridos.

Descubra => Como ir dos aeroportos de Nova York para o centro

 

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Vale a pena comprar o City Pass em NY?

Como evitar filas em Nova York
Filas para atrações em NY.

Não há uma resposta correta para essa questão. Isso vai depender de vários fatores, sobretudo do interesse do turista em visitar os atrativos inclusos e também o planejamento de sua viagem.

Por exemplo, há dias em que os museus têm entrada gratuita, caso consiga visita-los nesses dias específicos, o City Pass já não vale a pena. Mas vale lembrar que para isso, é necessário planejar a visita aos atrativos nos dias e horários específicos da gratuidade.

Como economizar com passeios em NY
Pátio interno do MET | Foto: QVM.

Por sua vez, para quem deseja visitar todos os atrativos inclusos e não tenham muita flexibilidade com horários para garantir a entrada gratuita, ele sim valeria a pena.

Dependendo da escolha dos atrativos, ele pode significar uma economia de até 25% caso as entradas forem compradas individualmente. Quer visitar espaços ao ar livre? Leia sobre os melhores parques de Nova York (breve).

Quanto custa o City Pass em NY
Em alta temporada, atrações são disputadíssimas | Foto: QVM.

Além disso, para quem viaja em alta temporada o City Pass tem uma outra vantagem: não ter que enfrentar filas é um ótimo negócio! Nos meses de alta temporada Nova York fica muito cheia e as filas costuma ser enormes.

Muitas vezes os turistas perdem até 2 horas para comprar ingressos. Mas já em baixa temporada, as filas, quando existem, são pequenas e não prejudicariam o dia.

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 
Dicas para visitar as atrações de NY sem filas
Fila no Empire State Building | Foto: QVM.

Dessa forma, minha dica é fazer um roteiro com quais atrações pretende visitar e em quais dias. Conferir o valor do ingresso para cada uma na data e horário escolhido e somar os valores.

Por falar em roteiro, veja como andar de metrô em NY e outros transportes públicos.

Só assim você saberá se para o seu roteiro específico o City Pass em NY vale a pena.

Valor do City Passa de NY
City Pass contempla Estátua da Liberdade | Foto: QVM.

Para você ter uma noção, o valor do ingresso em 2018 para cada um dos atrativos individualmente é:

Com esses preços em mãos, é só somar os que gostaria de visitar e ver se compensa. Não esquecendo que alguns deles, como é o caso do Museu de Arte Moderna (MoMa) tem entrada gratuita em alguns dias da semana. Aproveite para conhecer os tipos de roteiros dos ônibus turísticos em Nova York (em breve).

Leia mais =>  Williamsburg: o bairro mais cool de Nova York

Pensando na viagem e não sabe como começar?
"Quero Viajar Mais", o livro, por R$ 14,95 »
Ganhe 10% OFF no Seguro Viagem + bônus!
 

 

Onde comprar o City Pass em NY?

City Pass em Nova York é um bom negócio
City Pass facilita a vida do turista | Foto: QVM.

Adquirir o City Pass é bem simples e pode ser feito de duas formas. A primeira é pela internet, através do site da empresa responsável. É possível comprar também diretamente em uma das atrações incluídas no passe. Eu sugiro comprar pela internet para evitar filas.

Para comprar pela internet é só acessar o site oficial. Basta selecionar a quantidade e o tipo do City que deseja, lembrando que menores de 18 anos pagam um valor mais barato.

City Pass dá acesso ao Top of the Rock
Deque de Observação do Top of the Rock | Foto: QVM.

O City Pass para maiores de 18 anos custa 122 dólares e para crianças e jovens entre 6 e 17 anos, o valor é de 98 dólares. Após selecionar a quantidade e o tipo do passe basta efetuar o pagamento e imprimir o voucher.

Pontos turísticos de NY sem fila
City Pass evita fila dos pontos turísticos de NY | Foto: QVM.

O City Pass tem validade de 6 meses, mas é bom lembrar que após ativá-lo na primeira visita, o prazo para uso é de 9 dias.

Há também outras formas de comprar passes para as principais atrações de Nova York, como: o Passe Turístico Flex Pass e o New York City Sightseeing.

Você já comprou City Pass em algum lugar do mundo? Deixe nos comentários suas dicas.

 

Confira os últimos posts sobre Estados Unidos:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 35 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *