quinta-feira , 25 / maio / 2017
Início / Europa / Itália / Transporte público e como se locomover em Florença

Transporte público e como se locomover em Florença

Sabe aquele último brigadeiro do pote que você precisa comer devagarzinho? Florença é assim. Não adianta ter pressa e perder o melhor que a cidade tem a oferecer. Por isso, vou logo resumir que o melhor jeito de se locomover em Florença é a pé!

Primeiro, porque o microcentro é pequeno e todos os pontos de interesse da capital da Toscana são relativamente próximos. Os carros também são proibidos em algumas vias e, diferentemente das maiores cidades da Europa, Florença não tem metrô.

Portanto, o transporte público na cidade é basicamente composto de ônibus, trem, tram, táxis e bus turístico. Acompanhe esse artigo e descubra qual é a forma mais e tudo sobre como se locomover em Florença!

Planeje sua viagem => Seguro viagem para Europa é obrigatório?

Onde ficar em Florença: dicas dos melhores bairros e hotéis »

 

1) Como funciona o trem em Florença?

Transporte público de Florença
Foto: Sailko, Via Wikipedia Commons.

Para quem vem de Roma ou Milão, vai estranhar descobrir que Florença (e muitas cidades menores da Toscana) não possuem uma malha de metrô. No máximo, algumas linhas de trem que unem o município a outros da Itália, mas internamente, as opções são restritas. Em parte, porque a população não chega nem a quatrocentos mil habitantes e seu território se estende somente por 102 km².

A principal estação de trem de Florença é a Santa Maria Novella. O local recebe por dia mais de 400 trens (regionais e de alta velocidade), cuja origem e destino são Roma, Veneza, Milão, Munique, Viena, Nápoles, Pisa, entre outras. Ela é a mais próxima do centro, fica na Piazza della Stazione, sendo a única que tem conexão direta com o aeroporto.

Depois dela, só existem mais duas estações de trem. Se você estiver na cidade a turismo, dificilmente chegará a Firenze Campo di Marte e a Firenze Rifredi. Essas estações levam às proximidades do estádio Artemio Franchi e ao polo universitário, respectivamente.

 

2) Como se locomover em Florença: ônibus

Como se locomover em Florença
Foto: Andrzej Otrębski, via Wikimedia Commons.

A opção mais prática para se locomover por Florença (depois de a pé) é usar os ônibus de circulação urbana. Existem os tipos de veículos tradicionais e os elétricos. Os bilhetes ao preço de € 1,20 podem ser adquiridos na sede da empresa ATAF, que fica na galeria comercial da Santa Maria Novella, como também nas tabacarias espalhadas pela cidade ou com o próprio motorista pagando mais caro (€ 2,00). Lembre-se de que é preciso validar os bilhetes na máquina que fica dentro de cada coletivo.

Já a partir do aeroporto Amerigo Vespucci é possível pegar uma linha especial chamada “Vola in Bus”, com preços de € 6,00 o trecho ou € 10,00 para ida e volta. Ele segue até a galeria comercial localizada na estação Santa Maria Novella. De lá, você parte para qualquer lugar da cidade. Também publiquei um artigo com tudo o que você precisa saber sobre o Aeroporto e como ir ao centro de Florença.

Veja as outras linhas disponíveis de ônibus tradicionais, separadas pelos números e as principais vias que são atendidas:

  • Linha 1: Stazione Palazzo dei Congressi – Cartoleria Il Gatto e La Volpe <=> Le Cure – Via Boccaccio/ Via Faentina – Salviati FS;
  • Linha 2: Stazione Palazzo Congressi – Scuola Internazionale Ottica <=> Calenzano;
  • Linha 3: Cure <=> Nave A Rovezzano;
  • Linha 4: Piazza Unità Italiana – Poggetto – Piazza Unità Italiana;
  • Linha 5: Soffiano – Via del Filarete <=> Rifredi Fs – Via Vasco de Gama;
  • Linha 6: Coverciano – Via Novelli <=> Ospedale Torregalli;
  • Linha 7: San Marco – Via La Pira <=> Fiesole – Vinandro Osteria;
  • Linha 8: Bagno A Ripoli I Ponti <=> Careggi Dino Del Garbo;
  • Linha 9: T1 Batoni <=> T1 Federiga;
  • Linha 10: San Marco / Via Pacinotti <=> Settignano – Villa Morghen Florence Campus;
  • Linha 11: Salviatino <=> Galluzzo La Gora;
  • Linha 12: Stazione Parcheggio <=> Piazzale Michelangiolo;
  • Linha 13: Stazione Palazzo dei Congressi – Cartoleria Il Gatto e La Volpe <=> Piazzale Michelangiolo;
  • Linha 14: Il Girone / Stazione Valfonda – Scuola Internazionale Ottica / Via Della Ripa – For You Parrucchiere Estetica <=> Niccolo’ Da Tolentino / Piazza Giovanni Meyer / Stazione Largo Alinari – Scuola Internazionale Ottica;
  • Linha 15: Scuola Russell – T1 De Andrè <=> Badia a Settimo;
  • Linha 17: Coverciano – Viale Verga <=> Via Boito / Parco delle Cascine;
  • Linha 19: San Marco Via La Pira – Stazione Campo Marte – San Marco Via La Pira;
  • Linha 20: Gignoro – Via Comparetti / San Marco – Via La Pira <=> Le Panche – Largo Caruso;
  • Linha 21: Firenze – Via Pacinotti <=> Fiesole – La Querciola;
  • Linha 22: Piazza Santa Maria Maggiore <=> Novoli – Via Valdinievole;
  • Linha 23: Nave a Rovezzano / Sorgane / Bagno a Ripoli <=> Firenze Nova – Nuovo Pignone;
  • Linha 24: Sorgane Piazza Rodolico <=> Grassina / Osteria Nuova;
  • Linha 25: San Marco – Via La Pira <=> Pian di San Bartolo / Pratolino;
  • Linha 26: Ospedale Torre Galli – Ofisa Onoranze Funebri <=> Badia A Settimo / San Colombano;
  • Linha 27: Casellina – Largo Spontini <=> Vingone – Largo San Zanobi;
  • Linha 28: Stazione Palazzo dei Congressi – Cartoleria Il gatto e la volpe <=> Sesto Fiorentino – Volpaia;
  • Linha 29: Leopolda Porta Al Prato <=> Adige / Deposito Peretola / Motorizzazione Civile / Piazza Marconi / Ticino;
  • Linha 30: Leopolda Porta Al Prato <=> Campi Bisenzio Galilei / Campo La Villa / Piazza Togliatti;
  • Linha 31: San Marco – Via La Pira <=> Grassina.

Ao todo, são 88 linhas de ônibus que circulam por Florença. O site da ATAF disponibiliza informações sobre todas elas.

Nesse conjunto, destacaria as linhas 12 e 13 que vão para a Piazza Michelangelo, um mirante fabuloso da cidade; a linha 25 que passa próximo ao Parque dos Medici, que já foram donos de tudo por ali; a 37 que se aproxima da Porta Romana e a linha 7 que vai para Fiesole, uma vila encantadora cravada no alto de uma colina nos arredores de Florença.

Para se chegar mais perto do microcentro, o ideal são os ônibus elétricos da mesma empresa, a ATAF. As linhas recebem as letras A, B, C e D. Veja o mapa:

A melhor ferramenta (pgto em 10 x s/juros) para planejar suas viagens
Ônibus elétrico em Florença
Foto: Mapa do ônibus elétrico de Florença.

Destaque para as linhas A, que passa perto de alguns dos principais pontos turísticos de Florença, e B que passa pela Galeria Uffizi, Rio Arno e Ponte Vecchio, igualmente procurados por quem visita a cidade.

Se você vai se locomover muito por Florença de ônibus, existem alguns combos que podem valer a pena (o bilhete único de 90 minutos custa € 1,20):

  • Bilhete válido por 24 horas: € 5,00;
  • Bilhete válido por 3 dias: € 12,00;
  • Bilhete válido por 7 dias: € 18,00;
  • Quatro bilhetes para uma família válidos por 24h: € 6,00.

 

3) Como funciona o tram em Florença?

Eu não escrevi errado, é tram mesmo. Eles são uma espécie de bondinho moderno que fazem a linha T1 que tem 14 paradas. Os preços e os locais de venda são os mesmos dos ônibus.

Observe a ilustração abaixo e veja se alguma parada fica próxima aos seus pontos de interesse na capital da Toscana.

Como andar de tram em Florença
Paradas do Tram em Florença.

 

4) Vale a pena andar de táxi em Florença?

Isso depende bastante do seu orçamento. Por ser uma cidade relativamente pequena, caso você tenha dificuldades de locomoção ou queira mais praticidade, vale a pena sim. Florença é bem servida de táxis. Os preços são os seguintes:

  • Táxi bandeira 1: € 3,30 (das 6h às 22h);
  • Táxi bandeira noturna: € 6,60 (das 22h às 6h);
  • Táxi bandeira feriado: € 5,30 (das 6h às 22h).

Atenção: os táxis locais cobram € 1,00 por cada mala, tendo o limite de 7 bagagens por carro.

Do Aeroporto para o centro ou vice-versa a tarifa em dias comuns custa € 22,00 durante o dia e € 25,30 à noite. Aos finais de semana e dias festivos custa € 24,00. Para saber outras tarifas acesse o site 4242.

Do Brasil não é possível calcular (nem pela web nem pelo aplicativo) a estimativa de preço dos deslocamentos de Uber em Florença, mas o site oficial da companhia afirma que possui frota na cidade. Ganhe desconto em suas primeiras corridas, cadastrando-se através desse link => Desconto Uber.

 

5) Florença a bordo do ônibus hop-on, hop-off

Ônibus turístico de Florença
Hop-on, Hop-off de Florença.

Sei que muito viajante não gosta dos ônibus turísticos e acha uma maneira superficial de conhecer um lugar. Eu discordo e adoro! Quando não dá para fazer tudo a pé, os estilos “hop-on, hop-off” são ótimas opções.

Eles são cômodos, percorrem as principais vias da cidade, tem áudio-guia e você pode descer em todas as paradas e escolher ficar o tempo que quiser nelas. Depois, é só esperar o próximo ônibus da mesma linha e ir embora.

Quando estive em Florença fui com minha família. Estávamos em uma maratona pela Itália, em pleno verão. O ônibus turístico para nós foi um alívio, tanto pelo clima quente, quanto pelo cansaço mesmo. O vento durante a subida para Fiesole era incrível e a paisagem do alto do ônibus deslumbrante.

Para aproveitar melhor o roteiro você pode fazer assim: compre o ingresso válido por 24h do ônibus turístico e aproveite para conhecer os lugares mais distantes do seu roteiro. Neste dia você terá uma boa noção da geografia de Florença e poderá explorá-la mais a pé nos dias seguintes. Eu fiz isso e deu super certo!

O preço do bilhete para adulto, válido por 24h, é € 23,00. Para dois dias é € 28,00 e para três é € 33,00. Até 15 anos paga metade do preço em cada uma das modalidades. Atualmente, duas linhas podem ser feitas por esses valores, A e B. Veja no mapa a rota de cada uma delas.

Mapa do ônibus turístico de Florença

No site da City Sightseeing você também pode consultar valores para ‘casadinhas’ do ônibus, entradas de museus e eventos. E para quem gosta de coisas grátis 🙂 se comprar o bilhete do hop-on, hop-off pelo site, ganha um cupom para tomar refrigerante no Hard Rock Café Florence!

Outra maravilha é que dá para acompanhar online o percurso das linhas, ou seja, só precisa ir para a parada quando o bus estiver pertinho da sua localização, só é preciso ter internet. Veja o comparativo entre os chips internacionais de internet.

Então é isso! Esse é um resumo de como funciona o transporte público de Florença e as melhores maneiras de se locomover na cidade. Se você tem alguma experiência, deixe um comentário e vamos ajudar uns aos outros, afinal, nós sempre queremos viajar mais!!!

 

Mais dicas sobre Florença:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Polly Batista

Penso que todas as coisas são parte de mim. Procuro pelo mundo pedaços da minha alma escondidos em cada novo destino, cada pessoa, cada cultura, cada monumento. Os lugares me revelam o quanto sou pequena, ignorante e humana e, ao mesmo tempo, o quanto somos ricos, parecidos e divinos. Me sinto grata em redescobrir isso em cada viagem.

Confira Também

Dicas de restaurantes em Dublin

Comidas típicas da Irlanda e dicas de restaurantes em Dublin

Nada melhor que começar dizendo que as comidas típicas da Irlanda podem conter sua tradicional …

Um comentário

  1. Brenda Costa

    Excelente post. Completíssimo. Parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *