Início / Europa / Croácia / Qual o melhor parque de cachoeiras da Croácia? Plitvice, Krka e +

Qual o melhor parque de cachoeiras da Croácia? Plitvice, Krka e +

Não é só de baladas, ilhas paradisíacas e praias banhadas pelo intenso azul do mar Adriático que o turismo na Croácia vive. A beleza natural e selvagem do país é preservada em áreas de proteção máxima: os Parques Nacionais da Croácia, com suas fascinantes cachoeiras.

Além do mais famoso, o Parque Nacional dos Lagos Plitvice, existem mais sete parques nacionais na Croácia. O Parque Krka é outro que atrai muitos visitantes. Mas qual será que vale mais a pena conhecer? Alias, são os únicos que valem a visita? Descubra aqui e veja dicas preciosas.

Planeje sua viagem => Encontre as melhores opções de hospedagem na Croácia

Chip de celular na Europa: internet ilimitada com a EasySIM4U »

 

Lagos Plitvice

Parque Nacional Plitvice

Entre Zadar e Zagreb está o Parque Nacional dos Lagos Plitvice, um dos lagos mais bonitos do mundo. Na realidade, é um complexo de lagos e cachoeiras, que se destacam pela cor impressionante da água. É só olhar as fotos para se encantar.

Mas atenção, toda essa beleza é apenas para ser admirada a partir das várias trilhas que cruzam o parque. Não é permitido entrar na água, mas vale a pena ir apenas para contemplar e se sentir no meio de toda essa natureza.

 

Como conhecer o Parque Nacional dos Lagos Plitvice?

O Parque Nacional Plitvice já tem algumas sugestões prontas de percursos, independente da entrada que você chegar. Tudo depende de quanto tempo você quer andar. As trilhas menores têm 3,5 km de extensão e demoram 2-3 horas para completar. Têm opções intermediárias e o percurso completo leva de 6 a 8 horas, pois são 18.300 metros.

Todos os percursos sugeridos incluem o passeio no trem panorâmico e no barco elétrico, que já estão inclusos na entrada e aceleram a visita.

Lagos Plitvice na Croácia

Aproveite banheiros e lanchonetes quando encontrá-los, pois pode demorar a vir o próximo. Uma dica importante é levar água e um lanche na mochila, especialmente para quem quiser fazer o percurso mais longo. Mesmo nos percursos curtos, na alta temporada é aconselhável levar um lanche, para não perder muito tempo na fila dos restaurantes.

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Se avistar uma placa indicando Vidikovac, não perca! É um mirante de onde é possível ver o parque de cima e tirar fotos clássicas.

 

Quanto custa para visitar o Parque Nacional Plitvice?

  • 55 kunas em baixa temporada – novembro a março. Só da para fazer as trilhas a pé. O barco e o trem não funcionam nesta época. No entanto, as paisagens ficam lindíssimas no inverno;
  • 110 kunas nos meses de abril, maio, junho, setembro e outubro. A melhor época para visitar o parque;
  • 180 kunas na altíssima temporada – julho e agosto;
  • 100 kunas = 50 reias.

 

Como estacionar no Parque Plitvice, se alugar um carro?

  • Há duas entradas e, portanto, dois estacionamentos. O número 1 que é para quem vem de Zagreb e o número 2, para quem vem do sul;
  • Sistema de estacionamento de shopping, pega ticket na entrada e paga-se 7 kunas por hora.
Planejando alugar um carro na Croácia?
Compare preços e faça sua reserva no portal RentCars.

 

Qual o horário de funcionamento do Parque Plitvice?

  • Diariamente, inclusive domingos e feriados;
  • Das 7:00 às 20:00;
  • Chegar cedo para dar tempo de aproveitar bem o parque.

 

Parque Krka

Parque Krka na Croácia

Outra opção para conhecer as cachoeiras da Croácia é visitar o Parque Nacional de Krka. Em 2017, os valores da entrada para o Krka são exatamente iguais do Parque Plitvice. A única diferença é que na baixa temporada, os preços do Krka baixam mais ainda, chegando a 30 kunas. Da mesma maneira, há um passeio de barco já incluso, que não funciona no inverno.

Diferentemente dos Lagos Plitvice, é possível nadar no Parque Krka. Mas não vai se animando muito. Não é em todo lugar. Existe apenas um ponto que é permitido, que lota na alta temporada.

E não vá achando que vai tomar aquele banho de cachoeira. É bem perto de Skradinski Buk, a cachoeira principal, mas tem um cordão que te impede de chegar na cascata, pra levar água na cabeça. Também seria bem difícil pela forte correnteza.

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 

O horário de funcionamento do parque no verão é das 08:00 às 20:00, mas nas outras épocas fecha mais cedo. Confira no site oficial do Krka antes de visitar.

 

Krka ou Plitvice: qual o melhor parque nacional de cachoeiras da Croácia?

Parque Krka ou Lagos Plitvice?
Cachoeira Skradinski Buk no Parque Nacional de Krka, área permitida para banho.

Inicialmente quando planejei minha viagem para Croácia, o plano era conhecer o parque nacional mais bonito: os Lagos Plitvice. Por isso, pesquisei todas estas dicas, mas chegando lá, modificamos o roteiro e fui ao Krka.

Primeiramente, porque descobrimos que só era possível nadar nas cachoeiras do parque Krka, o que achamos que era uma vantagem. E principalmente pela proximidade do Parque Krka às melhores cidades de praia da Croácia.

Enquanto o Parque dos Lagos Plitvice é próximo da capital Zagreb, no interior do país, o Krka é mais próximo de Zadar, Split e Dubrovnik. Como eu não passei por Zagreb e só conheci o litoral, o Parque Nacional de Krka se encaixou melhor ao meu roteiro de poucos dias.

E não me arrependo, é um lugar bem bonito, que vale a pena conhecer sem dúvidas. Mas é apenas uma amostra do grandioso Lago Plitvice, que ainda sonho em visitar. Portanto, se tiver oportunidade de ir, não acho que se arrependerá.

 

Outros parques da Croácia

Aproximadamente 9% de todo o território croata corresponde a áreas protegidas com o intuito de preservar as belezas naturais da Croácia. Além dos oito parques nacionais, o país possui 11 parques naturais, menos preservados que os primeiros, além de reservas. Será que não tem outros parques nacionais e naturais da Croácia que merecem a visita? Tire suas próprias conclusões.

Pensando na viagem e não sabe como começar?
"Quero Viajar Mais", o livro, por R$ 14,95 »
Ganhe 10% OFF no Seguro Viagem + bônus!
 

 

Parque Nacional de Kornati

Parque Nacional na Croácia
Ilhas Kornati.

Nas Ilhas Kornati fica o parque nacional conhecido como um paraíso subaquático. É o lugar para mergulhar, seja com equipamentos ou apenas snorkel. Além do mergulho autônomo, que lá só é permitido com agências autorizadas, mesmo que você já seja mergulhador, a prática de snorkeling também é uma boa pedida. É só colocar a máscara e snorkel na cara e já dá pra curtir bastante as águas, mesmo superficialmente.

Parque Natural da Croácia
Falésias do Parque Natural Telašćica.

Dentro do Parque Nacional de Kornati também fica o Parque Natural Telašćica, famoso por suas falésias.

Este parque nacional da Croácia também é pago, ou seja, é preciso de um ticket para conhecer o parque, inclusive de barco. E por falar nisso, esta parece ser a melhor maneira de conhecer o local. Existem vários passeios de barco pelo arquipélago de Kornati saindo de Zadar e outras cidades, que já incluem o ticket de visitação e almoço. Você pode conferir no site oficial do Parque Nacional Kornati a lista de empresas credenciadas, bem como seus contatos.

 

Parque Nacional Risnjak

O Parque Nacional Risnjak é bem menos visitado, mas é um ótimo passeio para quem curte observar a vida selvagem e/ou fazer caminhadas e escaladas. Trata-se de uma cadeia de montanhas, cujo ponto mais cobiçado é Veliki Risnjak, o cume mais alto, com 1.528 metros de altitude. A trilha demora cerca de três horas a partir do centro de visitantes, que já está a 800 metros do nível do mar, indicado somente para alpinistas ou quem está acostumado com trilhas.

Outro percurso bem bonito, indicado para todos, é o que leva à nascente do Rio Kupa. A trilha passa por chalés e raízes de árvores, que parecem personagens de conto de fadas, e então leva ao lago que desagua dois invisíveis feixes de água. Também há a trilha educativa para Leska.

Parques da Croácia
Nascente do rio Kupa | Foto: Veseli.leptir, via Wikimedia Commons.

A entrada do Parque Risnjak fica em Crni Lug, um pequeno vilarejo entre Rijeka, cidade de praia da Croácia e a capital Zagreb. São 134 km partindo de Zagreb, o que leva aproximadamente 1h40. A entrada do Parque Nacional Risnjak custa 45 kunas, bem mais barato que os outros parques da Croácia mencionados acima.

E aí, qual parque da Croácia deu mais vontade de conhecer? Se você já foi ao Lago Plitvice ou a qualquer outro parque nacional da Croácia, não deixe de comentar e compartilhar sua experiência.

 

Mais dicas sobre a Croácia:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Carolina Arbache

Paulistana, 27 anos, herdei a paixão por viagens dos meus pais. Faço loucuras para sair, nem que seja por poucos dias, de São Paulo. Sempre em busca de viajar mais e mais, meus destinos preferidos são aqueles que posso ficar em contato com a natureza. Não ligo para lugares da moda. Gosto mesmo é de explorar a cultura do lugar, conversando com moradores, apreciando a gastronomia e descobrindo pérolas escondidas. Sou formada em nutrição, adoro escrever e trabalho com produção de conteúdo desde 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *