Início / Américas / América do Sul / Chile / Atacama / Trekking de Guatin e os cactos gigantes em San Pedro de Atacama

Trekking de Guatin e os cactos gigantes em San Pedro de Atacama

Uma das formas mais legais de se explorar o Deserto do Atacama é através de trilhas e caminhadas, apesar das condições extremas de clima e temperatura. Ok, não é como caminhar no parque, mas fazer o trekking de Guatin tem um nível fácil, basta se preparar para diminuir possíveis desconfortos. Uma coisa te garanto: a experiência vale a pena! Elas possibilitam um contato intenso e intimo com a natureza, uma verdadeira imersão no deserto.

O trekking de Guatin é um dos mais tradicionais e interessantes de serem feitos em San Pedro de Atacama. A trilha percorre paisagens lindas, rodeadas de cactos gigantes, rochas e uma vegetação bem específica da região. Por ser um passeio feito numa altitude elevada (como tudo no Atacama), que varia entre 3200 e 3600m, algumas pessoas podem sentir mais o esforço físico. Mas não desista, há uma incrível recompensa!

Planeje sua viagem => Onde ficar em San Pedro de Atacama?

Melhor seguro viagem para América do Sul: cotação do mais barato »

A caminhada de aproximadamente 7km de extensão, percorridos em cerca de 3 horas, termina nas Termas de Puritama (artigo em breve), um verdadeiro oásis de águas termais no Atacama. Um belo presente depois da longa caminhada!

Conheça alguns detalhes do passeio, uma das expedições do Atacama oferecidas por agências de San Pedro!

 

Trekking de Guatin

Trekking de Guatin, no Atacama

O trekking pelo cânion conhecido como Quebrada de Guatin é considerado de nível iniciante, assim pode ser feito pela maior parte dos visitantes do Atacama, basta ter boa vontade. A trilha é simples, e, apesar de ter pedras irregulares e algumas subidas e descidas, não apresenta grande dificuldade.

Quebrada de Guatin

O passeio leva este nome pois percorre parte do Vale de Guatin. O vale é cortado por um rio de águas frias e límpidas, e tem uma vegetação bastante peculiar. Logo no início da trilha avistamos cactos gigantes, com 10 metros de altura, e muito antigos (alguns com mais de 300 anos!). A medida que a caminhada avança chegamos a um espaço onde a trilha é bem estreita, cercada por paredões de pedra, um visual incrível.

Cactos gigantes do Atacama

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Cactos gigantes no Atacama

O passeio é oferecido por várias agências de receptivo, então vale a pena pesquisar quais as melhores condições. Na maior parte delas a saída é às 8 da manhã. Neste horário a temperatura costuma estar um pouco mais fria, mas logo na sequencia já esquenta bastante, ainda mais com a caminhada. Eu fiquei tirando e colocando blusa, pois como em alguns trechos o sol ficava encoberto pelas montanhas, o friozinho voltava.

Trekking no Atacama no Vale do Guatin

A altitude é elevada, durante o trajeto varia entre 3.200 metros a 3.600 metros, um pouco mais do que a altitude de San Pedro, mas bem menos que de outros passeios, como o Salar de Tara e Geisers el Tatio. Por isso, uma dica é fazer este passeio logo nos primeiros dias de viagem, para se aclimatar e assim amenizar os efeitos da altitude.

 

O que vestir e levar para o Trekking de Guatin

O que vestir no trekking de Guatin

Alguns itens são essenciais na mochila de quem vai fazer o trekking de Guatin. Entre os mais importantes estão o boné ou chapéu, óculos escuros, protetor solar e protetor labial. Ao longo do dia a temperatura esquenta, e a caminhada é longa, é muito importante se proteger. Saiba mais sobre o que levar para o Atacama.

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 

Água e lanche a agência oferece para o tour do Trekking de Guatin + Termas de Puritama. Na verdade é um almoço, com direto a vinho no final do passeio. Fiz com a Ayllu Atacama, foi tudo incrível, desde a van que nos levou até o início da trilha, guias e refeição. Porém, como a caminhada é longa, se você é uma pessoa que sente muita fome vale a pena levar um lanche na mochila, barra de cereal, uma fruta ou algo assim. Além claro, de uma garrafa de água para se hidratar ao longo do trajeto.

Quando o assunto é roupa, é importante lembrar que a temperatura mudará bastante ao longo do dia, e vale lembrar que isso varia de acordo com a época do ano (leia sobre quando ir e o clima no Atacama). Mas o padrão é que durante a saída do passeio é mais frio e ao longo do dia esquenta bastante, com o tempo aberto – quase sempre -, a amplitude é ainda maior. Em algumas épocas do ano a variação pode ser de quase 30°C.

Que roupa usar no trekking de Guatin
Travesseiro de sogra, um tipo de cacto do Atacama.

Assim, é importante sair agasalhado, mas pensar em uma blusa leve e usar aquelas calças que viram bermuda, para que seja mais fácil guardar tudo na mochila. Outra dica importante é não ir de bermuda ou short, durante a trilha, pois em alguns pontos a vegetação é mais fechada, e ao passar nestes locais o visitante pode machucar ou arranhar as pernas.

E nos pés, os calçados ideais são bota de trekking ou tênis. Roupas de banho também é essencial, uma vez que ao final  do passeio o prêmio da caminhada é mergulhar nas águas termais das Termas de Puritana.

 

Termas de Puritama

Trekking de Guatin e as Termas de Puritama
Chegada nas Termas de Puritama.

Depois de caminhar por três horas debaixo de sol, vem a recompensa: chegar às Termas de Puritana. O atrativo é um grande oásis em meio ao deserto, com pequenas quedas d’água e poços de água termal.

Passeio nas Termas de Puritama

Pensando na viagem e não sabe como começar?
"Quero Viajar Mais", o livro, por R$ 14,95 »
Ganhe 10% OFF no Seguro Viagem + bônus!
 

No total são 8 poços e a gente fica até em dúvida de qual entrar. É uma experiência bem relaxante entrar na água quentinha depois de andar por 7 km. Além de relaxar, dizem que estas águas têm propriedades medicinais. Nas Termas de Puritana há uma infraestrutura para os turistas, como vestiários e locais para o almoço.

Termas de Puritama

Passeio no Vale do Guatin

Vale lembrar que para chegar às termas não é necessário fazer a trilha. Existem o passeio conjugado com o Trekking de Guatin, mas também é possível contratar passeios em agências que levam o turista de carro até o atrativo, sem precisar fazer longa caminhada.

Para quem fizer a trilha, terá cerca de 1:30 hs para curtir as termas. O lugar é tão incrível, que voltei outro dia para ficar mais tempo curtindo as piscinas naturais de águas quentinhas, únicas no Atacama.

E você, já fez o trekking de Guatin ou curtiu as águas termais das Termas de Puritama? Conta pra gente sua experiência e o que mais gostou do passeio.

 

Últimos artigos sobre o Atacama:

 

Guilherme Tetamanti viajou a convite da Ayllu Atacama. A viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui publicadas são de livre expressão do autor.

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 35 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *