Death Valley: o que fazer, onde ficar e dicas sobre o parque

Death Valley: o que fazer, onde ficar e dicas sobre o parque

Imagem do Autor por Guilherme Tetamanti
Publicado em:

Qualquer bom viajante deve ter o Death Valley National Park em seu roteiro pela Califórnia. Sendo o maior parque nacional dos Estados Unidos, há muito o que fazer no local, que mais parece saído de um filme ou série.

O parque, que fica 160 km a oeste de Las Vegas, possui belezas que são encontradas em poucos lugares. Um deserto quente e seco, que apresenta pouquíssima chuva e temperatura que supera facilmente os 50°C durante o verão.

Essa condição especial o torna mais do que interessante, sendo diferente de tudo que você já viu. Por isso, continue neste artigo e confira mais informações sobre o mapa e atrações do Death Valley e como adicioná-lo em seu roteiro de uma road trip ou excursão.

Planeje sua viagem => Seguro viagem para os Estados Unidos

Comprar chip de celular para os Estados Unidos »

O Incrível Death Valley National Park

Com uma geografia extremamente desértica, o Death Valley é um dos locais mais quentes dos Estados Unidos e do mundo. Seu clima atrai diversos turistas, que se encantam com as paisagens surreais e aproveitam para tirar fotos.

 
Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 20% de desconto usando o cupom VIAJARMAIS15, é só clicar no botão.

Conheça as principais vantagens:

  • Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de seguro viagem;
  • Assistência médica e hospitalar, seguro de cancelamento e atraso de voos, seguro bagagem, reembolso com despesas médicas e muito mais;
  • É mais barato do que comprar direto nas seguradoras;
  • Cancelamento da contratação sem taxas até 48 horas antes da viagem;
  • Parcelamento em 12x sem juros nos cartões de crédito;
  • Compras com boleto bancário têm 5% de desconto;
  • Atendimento ao cliente 24hs em português.
 

Mais do que isso, entretanto, o espaço já foi lar de diversas tribos de nativos americanos, o colocando também com uma importância histórica inegável.

CLIQUE AQUI para comparar os preços e alugar um carro na Califórnia »

Quando ir ao Death Valley

death valley
A temperatura no Death Valley pode ultrapassar os 50°C.

Visitar o Death Valley é um passeio que indico a todos, mas é preciso cuidado na época da viagem. Isso se dá, principalmente, por conta das características geográficas do parque, que o tornam um dos lugares mais quentes do mundo.

Localizado no meio do deserto, entre os estados de Califórnia e Nevada, o local é extremamente seco. Com isso, suas temperaturas podem, facilmente, ultrapassar os 50°C, especialmente no verão.

Os números superam, com folga, os registrados no clima da Califórnia. Sendo assim, os meses de junho a agosto não são os mais indicados para a visita.

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide nos Estados Unidos. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos – sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

Para poder aproveitar bem o passeio, uma boa opção é ir na primavera ou no outono. Os meses de março a maio são bons para curtir o dia de calor, enquanto entre setembro e novembro as noites se tornam mais frias. Em geral, esse é o padrão nas duas estações: dia quente e noite fria. Para mim, essa é a melhor combinação.

A grande maioria dos turistas, entretanto, não concorda com meu ponto de vista. A alta temporada do parque é justamente no inverno, quando as temperaturas estão mais amenas e o vento gelado.

Para visitar o parque durante essa época, porém, é preciso muita organização. Esse é o período mais cheio, o que resulta em hotéis e campings lotados, e pessoas em todos os pontos. Assim, lembre-se de fazer sua reserva com alguns meses de antecedência, evitando de passar nervoso na procura por uma acomodação.

Como chegar ao Death Valley?

dicas vale da morte california
O caminho até o Death Valley é um passeio à parte.

Por estar localizado entre os estados de Califórnia e Nevada, existem diversos trajetos para se fazer até o Death Valley.

Entre os mais comuns, estão os que saem das cidades de Los Angeles e Las Vegas. Outros, também usuais, são os que tem como ponto de partida São Francisco e San Diego.

Sendo assim, é interessante saber a distância do parque para essas cidades.

  • Las Vegas: Aproximadamente 200 km — 2 horas de carro
  • Los Angeles: Aproximadamente 350 km — 3 horas e meia de carro
  • San Diego: Aproximadamente 450 km — 5 horas de carro
  • São Francisco: Aproximadamente 750 km — 7 horas e meia de carro

Para facilitar, falarei aqui das duas cidades que mais enviam turistas ao Death Valley: Las Vegas e Los Angeles.

 
Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a America Chip, você ganha 10% de desconto com o cupom QUEROVIAJARMAIS para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão 4G de ALTA VELOCIDADE em diversos países. Conheça as vantagens:

  • Receber o chip na sua casa ainda no Brasi;
  • A configuração do chip é extremamente fácil;
  • Os planos têm excelente custo-benefício, com preços a partir de USD 31,00;
  • Muita economia, porque você contrata apenas os dias que for usar;
  • O pagamento pode ser parcelado em até 6x, com IOF de apenas 0,38%;
  • É sem dúvida a opção mais fácil, prática e segura para ter a melhor internet 4G;
  • Já falei internet ilimitada? 😉
 

Partindo de Las Vegas

Para quem for fazer um roteiro de viagem em Las Vegas, esse passeio é um ótimo adicional. Saindo da cidade do pecado, o melhor trajeto para se chegar ao Death Valley é através da US-95.

Você permanecerá nela por praticamente todo o trajeto, até sua intersecção com a NV-374. Você percorrerá cerca de 15 quilômetros na interestadual, até que adentre o Parque Nacional Death Valley.

Partindo de Los Angeles

Se seu ponto de partida for a cidade dos famosos, então o caminho é diferente. Nesse caso, a principal via utilizada será a CA-14, na qual você trafegará por cerca de 180 km.

Depois disso, pegará trechos de algumas estradas, sendo as principais Redrock Randsburg Rd, US-395 e CA-178, Trona Rd e CA-190.

Em ambos os casos, a melhor solução é alugar um carro, visto que não há aeroportos próximos ao parque. Além disso, a vista do trajeto é incrível — independente de seu ponto inicial.

Onde ficar no Death Valley

death valley
Os hotéis ficam, geralmente, a cerca de 50 km do parque

Os turistas começaram a aparecer em 1920, quando foram construídos hotéis e resorts na região de Stovepipe Wells e Furnace Creek, onde hoje funciona o centro comercial e administrativo do Death Valley. Mesmo com tantas belezas foi declarado parque nacional apenas em 1994.

É essencial planejar com antecedência onde ficar no Death Valley. As distâncias entre as atrações são longas, e caso deixe para reservar os hotéis de última hora, poderá enfrentar problemas para otimizar os deslocamentos.

O grande problema aqui está nessa distância, visto que o parque fica meio deslocado dos municípios. Sendo assim, é complicado encontrar hotéis nos arredores, fazendo com que os mais próximos se encontrem a, no mínimo, 50 quilômetros de seu destino.

O ideal é ficar hospedado entre Stovepipe Wells e Furnace Creek. As duas únicas cidades que ficam dentro do parque e oferecem alguma estrutura, como postos de gasolina, hotéis, campings e restaurantes.

As opções de hospedagem indicada é o The Ranch At Death Valley, um hotel quatro estrelas com ótima estrutura, localizado em Furnace Creek, mais perto das principais atrações do parque.

Ainda assim, se isso não for problema para você, há boas opções nos arredores do parque. Entre elas, cito duas com notas boas no Booking e com boa infraestrutura.

Outra opção viável é alugar um motorhome e estacionar nas áreas de camping dentro do parque, são muitas. É possível passar dias dormindo uma noite em cada lugar, com visuais incríveis e bem diferentes.

O que fazer no Death Valley

mapa vale da morte usa
O Badwater Basin é um dos principais pontos do parque

Apesar de estar bem próximo a Las Vegas, o Death Valley é um dos principais pontos turísticos da Califórnia. Assim, ele acaba sendo roteiro frequente para quem planeja uma viagem de carro pela região.

São diversos pontos turísticos e lugares com vistas incríveis, sendo um local muito procurado por fotógrafos. Eles buscam as cores e cenários proporcionados pelo nascer e pôr-do-sol. Dessa forma, este é um ótimo ponto para fazer ensaios fotográficos da natureza, moda e viagem.

O parque é também uma Reserva Internacional da Biosfera, com uma incrível biodiversidade de plantas e animais. Com isso, diversos são os turistas que vão para admirar o ecossistema local e visualizar novos seres.

Aqui está localizado Badwater Basin, segundo ponto mais baixo do hemisfério ocidental, 86 metros abaixo do nível do mar. É possível caminhar e tirar fotos nesse incrível deserto de sal, com um branco que vai até o horizonte.

Há diversas trilhas e caminhadas no parque. Diversas delas são acessíveis aos mais inexperientes, o que torna esse um passeio obrigatório a todos os visitantes. Procure a que mais chama a atenção e se jogue na aventura!

Além disso, coloque em seu roteiro:

  • Artiste Drive: Rota de mais de 15 quilômetros com belas montanhas coloridas
  • Dantes View: Ponto mais alto do Death Valley, a melhor vista do parque
  • Devils Golfe Course: Paisagem formada por cristais de sal, simplesmente estonteante
  • Furnace Creek: Pequena cidade próxima ao parque, um oásis no meio do deserto
  • Natural Bridge: Formação rochosa natural com forma de ponte
  • Twenty Mules Team Canyon: Uma incrível estrada, que passa por entre os cânions
  • Zabriskie Point: Melhor lugar do parque para assistir ao pôr do sol

Informações Importantes do Death Valley

death valley
As incríveis montanhas coloridas do Vale da Morte.

Para estar sempre bem informado, é bom levar com você alguns dados básicos sobre o Death Valley. Embora simples, são pontos importantes, e que muitas vezes passam despercebidos na hora de preparar o roteiro.

  • Endereço do Parque: Se precisar colocar o parque no GPS de seu carro ou celular, é bom ter o endereço correto. Assim, coloque: PO Box 579, Death Valley, CA 92328.
  • Horário de Funcionamento: O Death Valley National Park funciona basicamente ininterruptamente, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Mesmo contando todos os feriados dos Estados Unidos, ele continua aberto, com exceção do Memorial Day, em 25 de maio.
  • Entrada e Ingressos: Para adentrar o parque, é preciso comprar um ingresso. Ele te dará permissão para aproveitar do espaço por sete dias, a contar a partir do dia de compra. São oferecidos dois tipos de ingresso: 30 dólares por carro ou 15 dólares por pessoa.
  • Internet e Celular: Por ser um lugar afastado, o sinal de telefonia e internet na região é limitado. Os pontos com melhor acesso são nas cidades próximas ao parque.

Planejando uma viagem para o parque?

Gosto muito de fazer viagens para conhecer as belezas naturais de cada país. Por isso, certamente os Parques Nacionais dos Estados Unidos sempre entram no roteiro. Não teria como deixá-los de fora, não é?

O Death Valley, por suas paisagens tão diferentes e excêntricas, se tornou um grande sonho, não somente meu, mas de todos os apaixonados por fotografia. Eles disputam os melhores locais nos principais pontos turísticos do parque, buscando o ângulo ideal e a foto perfeita.

Aproveite você também e conheça esse maravilhoso pedaço da Califórnia. Ainda que desconhecido por muitos, ele deve estar no roteiro de qualquer um que valorize a natureza.

E você, está com planos de viajar para a Califórnia? Não se esqueça de incluir o Death Valley em seu roteiro! Tire suas dúvidas nos comentários!

Até + !!!

Dicas para ECONOMIZAR MUITO nos Estados Unidos

Quer dicas para economizar com todo o planejamento da viagem para os Estados Unidos? Então confira quais são os melhores comparadores de preços para sua viagem sair muito mais barata!

  • Hospedagem => recomendo utilizar o buscador de hotéis nos Estados Unidos para encontrar preços – geralmente mais baixos – dos melhores hotéis. É mais econômico devido a negociação em massa feita com as propriedades, além da segurança para reservar online!
  • Aluguel de Carro => ao fazer a pesquisa no comparador de aluguel de carro, você recebe instantâneamente cotações da melhores locadoras de veículos nos Estados Unidos. O pagamento pode ser feito em até 12x sem juros, em reais e com isenção do IOF de 6,38%.
  • Passagens Aéreas => para economizar tempo e dinheiro na compra dos voos para os Estados Unidos, a dica é usar a ferramenta de pesquisa de passagens para você não precisar entrar no site de cada companhia, além de ter a certeza que está comprando em um dos sites mais seguros do Brasil.
  • Transfer do Aeroporto para o Hotel => nada melhor do que chegar no aeroporto e haver alguém nos esperando para levar até o hotel nos Estados Unidos. Para ter esse conforto – sem gastar muito – indico o pesquisador de transfers para você escolher a melhor opção de trajeto e tipo de carro.
  • Viagens de Trem, Ônibus e Ferry Boat => é muito prático e fácil para planejar os trajetos nos Estados Unidos, e por toda a América do Norte, pois mostra as rotas mais populares entre dois destinos e compara os preços. Minha dica para achar as melhores passagens – e mais baratas – é utilizar o buscador de tickets de transporte.

Melhores passeios nos Estados Unidos

O ideal é reservar com antecedência os ingressos para seus passeios nos Estados Unidos, para evitar filas de espera na entrada das atrações e garantir presença em atividades mais concorridas, pois elas podem ficar indisponíveis para compra de última hora.

Recomendo os sites da Get Your Guide e Civitatis, que oferecem os preços mais baixos, cancelamento gratuito até 48hs antes da data agendada e bilhetes otimizados para celular. Além de atendimento disponível 24/7 em português.

Chip de internet nos Estados Unidos

Ter um chip de celular nos Estados Unidos com internet 100% do tempo é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a America Chip, você ganha 10% de desconto com o cupom QUEROVIAJARMAIS para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão 4G de ALTA VELOCIDADE durante sua viagem nos Estados Unidos.

Seguro viagem nos Estados Unidos

Contratar um seguro viagem para os Estados Unidos é essencial para sua segurança no exterior, pois garante atendimento médico, hospitalar e odontológico para tratamento em caso de acidente ou doença contraída durante a viagem, com um atendimento 24h por dia.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 20% de desconto usando o cupom VIAJARMAIS15.

CATEGORIAS
COMPARTILHE
Imagem do Autor
ESCRITO POR
ESCRITO POR
Guilherme Tetamanti

Paulistano de 40 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Quero Viajar Mais