Início / Europa / Espanha / Onde ficar em Valência: dicas dos melhores bairros para se hospedar

Onde ficar em Valência: dicas dos melhores bairros para se hospedar

Sua próxima viagem será para Valência e você sonha em se hospedar perto dos principais pontos turísticos da cidade? Ou melhor, próximo da zona boêmia, praias e principais festas? Devo dizer que este post é especial para você, pois descobrirá onde ficar em Valência. Fiz aqui um verdadeiro apanhado com os melhores bairros da cidade par você se hospedar por alguns dias, ou mesmo alugar um apartamento, se tiver pretensão de passar uma boa temporada na Espanha.

Valência é muito procurada por pessoas do mundo inteiro por ser uma das principais cidades espanholas, e ao mesmo tempo não ser tão cara quanto outros lugares que são símbolos do país, como Madrid e Barcelona. Isso acontece porque ela é acima de tudo, uma cidade com grande concentração de faculdades, logo, estudantes e logo, com dinheiro curto. Quem é ou já foi estudante sabe do que eu estou falando, né?

Planeje sua viagem => Confira as melhores ofertas de hotéis em Valência »

Entenda de vez como funciona o seguro viagem para Europa »

Claro que o valor dos aluguéis e das diárias nos hotéis dependerá muito da região que você escolher ficar ou morar. No caso do aluguel de casas e apartamentos, o tamanho do imóvel, idade da construção e todas as facilidades que ele proporcionar, como metrô e ônibus nas imediações, influem no preço.

Como disse no artigo com dicas de hotéis em Valência (em breve), a cidade é basicamente dividida em duas partes, a parte velha e a nova. São nessas regiões em que 80% das coisas acontecem. É onde estão as principais festas, pontos turísticos, museus, oceanográfico, restaurantes mais famosos da região, que servem além de um bom vinho, jamón (que no Brasil seria um presunto de parma), mas também o prato símbolo de toda a região: a paella.

Para quem não sabe, a paella é um prato típico da Espanha, porém a paella valenciana é reconhecida como a melhor de todo o país. Além disso, por serem as regiões mais procuradas, a estrutura de transporte público é melhor, contando com mais ônibus e maior concentração de táxis. Então, vãos esmiuçar esses bairros!

 

Onde ficar em Valência: Ciudad Vieja

Onde ficar em Valência, Espanha

É impossível falar com alguém sobre Valência e não citar, em primeiro lugar, esta região, pois é o bairro onde conta de fato a história da cidade. Na Ciudad Vieja, ou centro histórico é onde estão muitos dos cartões postais de Valência, além de ser o local, na minha opinião, com maior riqueza arquitetônica.

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

É no Centro Histórico que conseguimos ver de fato muito da história de Valência, a influência árabe e igrejas medievais, com suas casas e ruas extremamente charmosas, restaurantes excelentes e muitos deles com preços acessíveis. Nesta região você terá muita facilidade com transporte público.

Onde se hospedar em Valência, na Espanha

Entre os pontos turísticos que estão situados no centro histórico estão: Torre dos Serranos, Plaça de L’Ajuntament, a Catedral de Valência, Plaza de la Virgen, Iglesia de Santa Catalina, Mercat Central, La Llotja de Mercaders e Carrer del Poeta y Plaza Museo del Patriarca e claro, o Mercado Central.

Outra coisa que é importante dizer também, é que esta região é bastante freqüentada por conta da gastronomia, como falamos no artigo sobre os pratos típicos de Valência (em breve). Sério, são os lugares mais famosos e tradicionais da cidade nesse quesito.

Encontre as melhores opções de hospedagem no Centro Histórico »

 

Ciudad de las Arts y las Ciencias

Onde é melhor se hospedar em Valência

Mesmo sendo uma cidade com muita história, influências e ter orgulho de manter suas raízes, Valência também deu largos passos para o futuro. A grande prova disso é Ciudad de las Arts y las Ciencias (Cidade das Artes e Ciências), a parte nova e moderna da cidade, com prédios bonitos, projetados por arquitetos famosos e renomados. A própria Ciudad foi projetada por Santiago Calatrava (o mesmo arquiteto que ficou responsável pela construção do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro) e é um dos principais cartões postais da cidade.

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 

A Ciudad, como o próprio nome diz, pode ser de fato considerada uma cidade. Tem o El Museu de les Ciències Príncipe Felipe, um museu interativo de ciência; o L’Hemisfèric, um Imax Cinema e Planetário; restaurantes; bares; discoteca e o parque oceanográfico, nada mas e nada menos do que o maior aquário da União Européia, com 110.000 metros quadrados, 42 milhões de litros de água e 45 mil espécies. Ou seja, divertimento garantido para os casais, os solteiros, as crianças e quem já passou dos 60 anos.

Encontre as melhores opções de acomodação na Cidade das Artes »

 

Bairro El Carmen

Melhores bairros de Valência

Quem gosta de explorar a vida noturna das cidades que visita, este é um bairro muito bom para ficar hospedado. O El Carmen é onde estão localizados muitos dos bares noturnos, além de algumas discotecas. Se você vai para a cidade com o foco na badalação, esta região será uma parada obrigatória. Mas, se quiser saber mais sobre as discotecas, festas e festivas, sugiro que você leia o nosso artigo sobre Baladas e vida noturna em Valência, nele eu dou muitas dicas para você conhecer e entender melhor o que significa para um espanhol o termo “salir de fiesta”. Festa é com eles!

Se quiser explorar mais o lado boêmio da cidade, os bairros Cánovas e a Cidade Universitária também são conhecidas pelo agito dos jovens durante a noite, com muitos bares, pubs e discotecas. Por isso, se você pensa em alugar apartamento por mais de um mês ou ficar de vez na cidade eu não recomendaria este bairro, a noite é agitada. Bom pra quem for curtir, ruim para quem quer dormir e não consegue por causa do barulho.

Mas fora essa coisa dos bares, agitação e do barulho, o Bairro El Carmem vale muito a pena para quem gosta de arquitetura, história ou é fascinado em descobrir a cultura de cada lugar. O bairro ainda mantém um ótimo estado de conservação, muitos prédios construídos no período árabe, o que deixa as ruas ainda mais charmosas. É algo que vale a pena ver.

Encontre as melhores opções de hotéis em El Carmen »

E com isso terminamos esta lista sobre onde é melhor se hospedar em Valência. Espero que este guia tenha te ajudado e tirado algumas dúvidas, mas se ainda as tiver, escreva nos comentários que faremos de tudo para esclarecê-las. É para isso que escrevemos e passamos um pouco do que vivemos em nossas viagens, para que você aproveite e se divirta tanto quanto nós.

Até a próxima!

 

Leia mais artigos sobre Valência:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Elisabeth Almeida

Jornalista, 29 anos, apaixonada por filmes clássicos e pipoca. Uma garota que nasceu no interior de São Paulo e hoje tenta a vida em Lisboa, fazendo mestrado em Cultura e Comunicação. Nesse mesmo curso aprendi, no primeiro dia de aula, que "VIAJAR é um formador de identidade, hoje é mais importante dizer 'para onde se foi' do que 'o que se tem', é ser cidadão do mundo".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *