Início / Américas / América do Sul / Argentina / Como ir para Laguna Esmeralda, em Ushuaia

Como ir para Laguna Esmeralda, em Ushuaia

Ushuaia era um sonho antigo. A magia do fim do mundo, na cidade mais austral do planeta, terra do fogo e tantos outros títulos ostentados por ela atraem muitos visitantes, em especial os europeus e americanos. Os brasileiros aos poucos estão descobrindo esse destino na Argentina que oferece inúmeros atrativos. Um deles é o passeio na Laguna Esmeralda. Neste artigo, você verá como ir para Laguna Esmeralda, preço, quando ir e se vale mesmo a pena fazer o trekking.

Assim como a maior parte dos melhores passeios de Ushuaia, o trekking até a Laguna Esmeralda é feito por meio de uma agência. E por mais que você goste de explorar suas viagens sem intermediadores, nessa região inóspita do mundo não é aconselhável, nem seguro fazer por conta própria, principalmente no outono e inverno, quando a neve cobre as sinalizações do percurso durante boa parte da trilha.

Planeje sua viagem => Hotéis em oferta em Ushuaia

Seguro viagem para esporte radical, de neve e aventura »

 

Qual é o preço para ir a Laguna Esmeralda?

Como ir para Laguna Esmeralda
Laguna Esmeralda | Foto: Cayetano Roso, via Wikimedia Commons.

Os custos de uma viagem para Ushuaia, na Argentina, se equiparam ao valor que você gastará para conhecer a Europa, por exemplo.

Pois, apesar de o peso argentino ser mais desvalorizado que o euro, grande parte dos passeios é pago e as passagens aéreas também são mais caras (Ushuaia fica a mais de 3 mil km de distância de Buenos Aires). Veja como é voar na Aerolíneas Argentinas.

A excursão para a Laguna Esmeralda custou 400 reais por pessoa. Nesse valor, estava incluso o transporte de ida e volta a partir do hotel, um lanche, guia e lanternas de cabeça.

Não tive dificuldade de achar vagas para a expedição. Éramos em três e havia uma quarta pessoa na agência que também queria fazer o passeio para Laguna Esmeralda. Logo, formou-se o grupo e já marcamos para o mesmo dia, depois do almoço.

Trekking para Laguna Esmeralda
Av. San Martin | Foto: QVM.

A agência é a Brasileiros em Ushuaia, ela fica na Av. San Martin, principal da cidade, e no mesmo edifício tem uma loja de aluguel de roupas e equipamentos para o frio. Resolvemos não alugar nada, exceto um casaco impermeável para o meu pai, que não levou um.

Quando fechamos o pacote, seja por ansiedade ou empolgação, não perguntamos muito a respeito do percurso. Ah, e aí vai uma dica: ache a melhor agência para você e feche todos os pacotes com ela, dá para conseguir um bom desconto. Confira agora os passeios imperdíveis em Ushuaia.

Pensando nisso, contratamos a Laguna e o trekking ao Cerro Martial no mesmo lugar.

Leia mais => Principais pontos turísticos de Ushuaia

 

Como ir para Laguna Esmeralda

Melhores trilhas em Ushuaia
Início do trekking | Foto: QVM.

Nossa viagem a Ushuaia foi na segunda semana de maio, meu maior medo era não encontrar muita neve por lá (sim, amooo frio), mas isso não foi problema. A cidade estava branquinha apesar de ser outono e ainda pegamos neve caindo nos demais dias.

O transfer para ir para a Laguna Esmeralda nos pegou no hotel às 14h e seguimos para uma estrada que dá acesso ao início do trekking. Logo na chegada tem uma placa com o mapa do percurso e foi então que descobri que seriam 9km de caminhada (ida e volta).

Isso mesmo! Não tem como chegar na Laguna Esmeralda de carro. É tudo na base de uma longa caminhada.

Achei o trecho bem longo e senti falta de um esclarecimento por parte da agência antes de fecharmos o passeio. Ushuaia era a nossa última parada depois de estarmos viajando há dias e, sinceramente, estávamos em ritmo desacelerado.

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Mas Ushuaia é isso: aventura, desafio e paisagens deslumbrantes!

Não perca => Sobrevoo sobre a Laguna Esmeralda em Ushuaia

 

A ida até a Laguna Esmeralda

Que roupas levar para Ushuaia
Solo alagado | Foto: QVM.

Seguimos caminho e logo de cara percebi que ia me dar mal, pois minhas botas deslizavam como esquis no gelo. No momento do trekking não estava nevando, porém, o acúmulo da noite anterior já derretia.

Nosso guia, Ignácio, improvisou alguns bastões de caminhada para cada um de nós. São pedaços de árvores que ficam sempre na chegada da trilha, já para serem usados para essa finalidade. E eles são uma mão na roda. Me ajudaram muito a manter o equilíbrio entre um escorregão e outro.

Aventura => Trenó na neve em Ushuaia

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 15% de desconto usando o cupom PROTETORSOLAR (até 28/02), é só clicar no botão.
 
Melhores dicas de Ushuaia
Trekking em Ushuaia | Foto: QVM.

O primeiro trecho da trilha tem muitas árvores. Todas sem folhas e totalmente cobertas de neve. Um espetáculo caminhar por elas. Nesse momento, a trilha é mais fechada e parece que estamos em um bosque congelado.

Depois de atravessar a primeira ponte de madeira, o trecho fica mais aberto e o cenário também muda. É possível ter uma panorâmica das montanhas ao redor.

Depois dessa fase, chega o que considero o trecho mais difícil, pois tem algumas inclinações, mas em geral, a trilha para Laguna Esmeralda é bem nivelada (sem subidas nem descidas bruscas).

Inesquecível => Passeio de moto noturno nos bosques de Ushuaia

Trilha para Laguna Esmeralda
Floresta congelada | Foto: QVM.

Você tem que atravessar algumas corredeiras de água geladas se equilibrando entre as pedras. Perdi as contas das vezes que escorreguei. E mesmo longe das corredeiras de água, o solo é totalmente encharcado de lama, água e gelo.

Por mais que você siga as pegadas do guia, pois ele vai na frente para atestar a segurança do percursos, seus pés, vez ou outra, vão afundar uns 20 cm no solo. O resultado você já sabe: dedos congelados e dormentes.

Neve e fogo => Passeio noturno até cabana no meio da floresta em Ushuaia

Trekking para Laguna Esmeralda
Paisagens | Foto: QVM.

Devo confessar que depois da metade do percurso, já estava com medo de algo mais grave acontecer com meus membros inferiores. Nesses casos, a orientação do guia era não ficar parado. Então, seguimos o trekking sem pararmos até a Laguna Esmeralda.

Quase 1 hora e meia depois estávamos de frente a um dos pontos turísticos mais incríveis de Ushuaia. A Laguna Esmeralda não estava tão verde por conta do tempo nublado, mas ela não decepcionou. Infelizmente, só pudemos ficar lá 15 minutos.

Prático => Aula de snowboard em Ushuaia

Caminhada para Laguna Esmeralda
Laguna Esmeralda | Foto: QVM.

A temperatura de 2 graus, o vento e o avançar da tarde não permitiram que ficássemos mais. Então, lanchamos, tiramos algumas fotos da Laguna Esmeralda e iniciamos o nosso outro trecho de volta.

Incrível => Caminhada com pinguins em Ushuaia

 

A volta da Laguna Esmeralda

Passeios de aventura em Ushuaia
Trekking para a Laguna Esmeralda | Foto: QVM.

A volta da Laguna Esmeralda foi mais cansativa, porém pareceu ser mais rápida que a ida. Voltamos pelos mesmos lugares e tivemos um bônus da natureza: uma lua linda surgiu enquanto o sol se punha por trás da cadeia de montanhas lindas da Patagônia.

Lindo e inesquecível!

Nessa hora, o guia fornece as lanternas de cabeça para que cada um veja o que está bem à frente. Se na ida já senti dificuldades, imagina na volta, no escuro? Foram outros escorregões para a conta, e muita diversão.

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha 10% OFF para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.
 

Imperdível => Passeio 4×4 em Ushuaia

Quando ir para a Laguna Esmeralda em Ushuaia
Volta da Laguna | Foto: QVM.

Por mais que meus pés estivessem realmente me incomodando, o meu grupo era ótimo e nosso guia super atencioso. Ele falou sobre a vegetação, clima e diversas curiosidades de Ushuaia ao longo da trilha.

Nos últimos trechos da volta, só pensava uma coisa: “amanhã, vou pular fora desse trekking para o Glaciar Martial”, pois já havíamos deixado marcado, pois eu me sentia esgotada.

Já avistando as luzes da estrada, onde a van da agência esperava por nós, minha irmã caiu em um buraco que tinha em uma pequena ponte. A neve e a escuridão encobriram a falha. Por sorte, somente a perna dela passou pela fenda, ela não se machucou e foi só um susto.

Mais alguns metros e estávamos de volta à estrada. Cansados, porém felizes por termos completado o trekking até a Laguna Esmeralda.

Posso afirmar que o caminho até ela é tão ou mais interessante quanto o destino final e que, apesar das dificuldades, eu simplesmente faria os 9km de novo. Os cenários são deslumbrantes e o passeio vale muito a pena!

Fácil => Aula de esqui em Ushuaia

 

Dicas práticas para a Laguna Esmeralda

Dicas para ir a Laguna Esmeralda
Trekking para Laguna | Foto: QVM.
  • São 9km. A placa da entrada da trilha diz ‘dificuldade moderada’. Foi exatamente isso que achei: não é fácil, mas dá para completar;
  • Cuidado com o peso da mochila. Evite todo peso desnecessário;
  • Na cidade, a temperatura é uma. Nos vales e montanhas, é outra. Ao se afastar de Ushuaia, a tendência é sempre mais frio. Portanto, vá protegido;
  • Mas não esqueça de ter alguma roupa mais leve por baixo. Ao longo da trilha, acabei abrindo o casaco e tirando as luvas e cachecol. Senti calor;
  • Leve água;
  • Dê preferência ao horário da tarde, assim você verá o pôr do sol nas montanhas e o céu estrelado da Patagônia;
  • A lente da sua câmera pode embaçar dentro da van, se o ambiente estiver aquecido e lá fora estiver gelando. Proteja-a;
  • Pise onde o guia pisa;
  • Use um bastão de caminhada ou um simples pedaço de galho, como nós;
  • Aproveite para tirar fotos na ida. Na volta, você estará mais cansado;
  • Jamais vá com sapatos inadequados. Alugue-os sem pestanejar.

Apesar de ter pensado seriamente em abrir mão do trekking para o Glaciar Martial agendado para o dia seguinte, percebi que seria uma tonta se deixasse o cansaço me vencer.

Então, nessa noite só descasamos no hotel para nos prepararmos para o segundo dia de aventuras em Ushuaia. No artigo Trekking em Ushuaia: subida ao Glaciar Martial, você descobrirá se eu realmente consegui.

E, você já fez um passeio de aventura? Deixe nos comentários sua experiência!

 

Leia mais sobre a Argentina:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Polly Batista

Penso que todas as coisas são parte de mim. Procuro pelo mundo pedaços da minha alma escondidos em cada novo destino, cada pessoa, cada cultura, cada monumento. Os lugares me revelam o quanto sou pequena, ignorante e humana e, ao mesmo tempo, o quanto somos ricos, parecidos e divinos. Me sinto grata em redescobrir isso em cada viagem.

2 Comentários

  1. Caroline Tuna

    Oi Polly!
    Adorei seu post!… Vai me ajudar muito, muito mesmo! Ele é bem completo!

    Mas queria tirar uma dúvida… Eu sou beeem sendentária. Bem mesmo. Apesar disso, se preciso andar 10 km, consigo. Você diz no texto que o caminho não tem muitos desníveis. O que vc considerou mais díficil? Existe algum momento que vc passa por algum lugar mto alto? (Tenho medo de altura e isso me impossibilitaria mais do que o sedentarismo).

    Bjs!
    Muito obrigada!

    • Polly Batista

      Oi, Caroline! Tudo bem?! Ótimo receber seu feedback! Vamos lá… Não há nenhum trecho alto para Laguna Esmeralda, não. Nada, nada. Nem se preocupe (também tenho medo de altura hihihihi). Tem apenas algumas subidinhas (tipo ladeiras), mas é logo no começo do bosque, depois que a vegetação abre fica bem plano. O que pega mesmo é a distância para quem é sedentário (como nós hihihi). Porém, o mais difícil (sem dúvida) foram as condições do solo, estava bem encharcado de água gelada e neve, fica muito escorregadio. Alugue botas para neve, por favorrrrr. Meus pés congelaram, foi bem complicado. Pensei que não ia conseguir, mas depois que concluímos, foi super gratificante! Vai e me conta como foi!!!! Já estou curiosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *