Início / Europa / Holanda / Roteiro em Amsterdam: o que fazer de 1 a 5 dias de viagem

Roteiro em Amsterdam: o que fazer de 1 a 5 dias de viagem

Em dúvida sobre como montar o seu roteiro em Amsterdam? Então, salva este artigo para não perder nenhuma atração. Amsterdam é uma cidade incrível e muito fácil para se locomover, o que ajuda muito na hora de montar o roteiro. Dá para fazer quase tudo a pé, mas sempre vai ter uma estação de trem bem pertinho para te salvar na hora do cansaço.

Eu passei três dias na cidade e é o mínimo que eu recomendo para conseguir ver os principais pontos turísticos, sem que o roteiro fique muito corrido. Se puder escolher uma estação do ano para visitar Amsterdam, aposte na primavera. Os passeios ao ar livre ficam mais agradáveis e a cidade mais florida.

Contudo, Amsterdam irá te receber de braços abertos em qualquer época do ano. Eu fui no inverno e foi uma experiência maravilhosa.

Planeje sua viagem => Onde ficar em Amsterdam

Melhor seguro viagem para Europa »

 

Como montar roteiro em Amsterdam?

O difícil em montar o roteiro de Amsterdam, na Holanda, é decidir quais atrações priorizar. A capital holandesa tem muito lugar interessante para ver e que merece ser apreciado com calma.

Os pontos turísticos agradam a todo o tipo de público: para quem gosta de parques, Amsterdam tem um belo parque no meio da cidade; para quem prefere museus, há diversos; já quem vai para Amsterdam esperando encontrar história, principalmente do período da Segunda Guerra Mundial, também irá encontrar atrações muito ricas. Fique de olho nas dicas abaixo para montar o seu roteiro.

Mapa => Principais pontos turísticos de Amsterdam

 

Roteiro dia a dia em Amsterdam

Roteiro de 1 dia em Amsterdam

O que fazer em Amsterdam
Museu Anne Frank.

Um dos passeios obrigatórios de Amsterdam é o Museu da Anne Frank. Talvez essa não seja a primeira atração que venha à sua mente quando pensa na cidade, mas pode apostar que esse museu permanecerá na sua memória por muito tempo.

O museu fica no bairro Joordan, que por si só já é considerado uma atração à parte em Amsterdam. Dá para chegar ao museu saindo da estação Centraal, são 15 minutos de caminhada, ou utilizando o ônibus N97 (o mesmo que sai do aeroporto em direção à cidade) no ponto Nieuwezijds Kolk até o ponto Westermarkt, esquina do museu. Caso você esteja próximo à praça dos museus, pegue o N97 na Rijksmuseum até o ponto Westermarkt.

Eu recomendo muito que você compre o seu ingresso antecipadamente. A entrada custa 10 euros para adultos, adolescentes de 10 a 17 anos pagam meia e crianças até 9 anos não pagam. Além de garantir o seu lugar, você ainda terá a vantagem de escolher o melhor horário para a visita.

Há tickets disponíveis na bilheteria do local. Porém, apenas após às 15h30 e muita gente sem ingresso chega cedo para ficar na fila. Sinceramente, acho que o passeio é essencial demais para se arriscar. Com o ingresso antecipado na mão, basta chegar vinte minutos antes.  Não se esqueça de pegar o seu áudio-guia, tem tradução para o português.

Além da emoção de visitar um local tão simbólico para a história de Amsterdam e do período nazista, é interessante ver que o silêncio respeitoso dos turistas ao longo de toda a caminhada pelos cômodos da casa que, por dois anos, ajudou a esconder a família Frank e outros quatro judeus da perseguição nazista. A experiência é única.

Veja também a opção de tour histórico pelos olhos de Anne Frank por Amsterdam.

Prático => City Card Amsterdam para 24, 48 ou 72 horas

 

Atrações do primeiro dia em Amsterdam

Dicas de passeios em Amsterdam
Letreiro foi retirado | Foto: Danbu14, via Wikimedia Commons.

Dali, você pode visitar o Rijksmuseum, museu nacional de Amsterdam que conta com um acervo enorme (são quatro andares e oitenta salas) sobre a história da Holanda dentro do contexto internacional, desde a Idade Média até os dias de hoje.

O museu fica na Museumplain (Museumstraat 1, 1071 XX Amsterdam), também conhecida como praça dos museus. Saindo da casa de Anne Frank, basta pegar o N97 no ponto Westermarkt  até o Rijksmuseum.

Além da riqueza do museu, a arquitetura dele é muito bonita, tanto externa quanto internamente. Os ingressos custam 17,50 euros para adultos e menores de 18 anos não pagam. Ou veja um ingresso sem fila para Rijksmuseum em Amsterdam, antecipadamente por 18,50 euros.

Quando sair do museu, aproveite para parar no famoso letreiro Iamsterdam. (esse letreiros foram removidos em outubro de 2018).

E que tal terminar o seu dia com um tour cervejeiro? Cerveja é uma paixão nacional na Holanda e em Amsterdam está a fábrica da Heineken. Da praça dos museus, basta andar menos de 10 minutos e você chegará lá (endereço: Stadhouderskade 78, Amsterdam).

De sexta a domingo, a fábrica funciona até mais tarde e o último tour sai às 19 horas. De segunda à quinta, o último tour é às 17h30.  O passeio é bem legal e interativo passando por toda a história da cervejaria até os dias de hoje. E ah, no final você ainda ganha dois chopps no bar da Heineken. O ingresso mais simples custa 21 euros.

Tem até ingresso para a Heineken Experience em Amsterdam mais barato. Confira.

Descubra => Como se locomover em Amsterdam

 

Roteiro de 2 dias em Amsterdam

Dois dias em Amsterdam
Free walk tour pela Red Light.

É inegável que a Red Light desperta a atenção dos turistas. O bairro é conhecido como “Luz Vermelha” e é onde estão as famosas mulheres nas vitrines. Comece o seu segundo por dia por lá fazendo o Free Walk Tour que, entre outros pontos do centro de Amsterdam, passa pela Red Light e conta muito sobre a história e a tradição do distrito.

A prostituição é legalizada em Amsterdam, assim como em toda Holanda, o que significa que as prostitutas possuem direitos trabalhistas e a profissão é fiscalizada pelo governo a fim de garantir boas condições de trabalho.

Adoro fazer Free Walk Tour nas cidades em que visito porque eles sempre são realizados por guias locais didáticos e dispostos a passar conhecimento aos turistas.

Em Amsterdam, os passeios duram em média duas horas, porém são feitos apenas em inglês, às vezes em espanhol. Lembrando que, apesar do tour ser gratuito, é de praxe dar uma gorjeta ao seu anfitrião ao fim do passeio.

Depois que você já conheceu boa parte do centro da cidade no Free Walk Tour, que tal relaxar um pouco no parque mais famoso de Amsterdam? O Vondelpark (Vondelpark, 1071 Amsterdam, Netherlands) é o maior parque urbano de Amsterdam. São 45 hectares de verde, que incluem restaurantes, parque infantil, etc.

Não deixe de passar por lá para uma pausa entre os passeios. Ele é gratuito, fica aberto 24 horas e dá para fazer piquenique ou andar de bicicleta, outra paixão holandesa. Experimente até fazer um passeio guiado de bicicleta pelo Vondelpark em Amsterdam.

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5, é só clicar no botão.
 

Dica => Pratos típicos e onde comer em Amsterdam

 

Roteiro de 3 dias em Amsterdam

Dicas de passeios em Amsterdam, na Holanda
Museu Van Gogh | Foto: Warrox, via Wikimedia Commons.

Inicie o seu terceiro dia no Museu do Van Gogh (Museumplein 6, 1071 DJ Amsterdam), um dos mais visitados de Amsterdam. Também, pudera, o pintor holandês é considerado uma das figuras mais famosas e influentes da arte. As filas da bilheteria são grandes, por isso recomendo chegar cedo para garantir o seu ingresso.

Um dos pontos altos do museu é conhecer o famoso autorretrado de Van Gogh. Os ingressos custam 18 euros. Em seguida, caminhe até a Praça Leidseplein (Leidseplein, 1017 MB) e faça um passeio de barco pelos canais de Amsterdam (também há saídas de passeios de barco da estação Centraal).

Ou adquira um ingresso para o Museu de Van Gogh em Amsterdam com acesso exclusivo e imediato por 20 euros.

Amsterdam é conhecida como “Veneza do norte”, seus canais têm valor histórico e cultural e você não pode perder a oportunidade de ver a cidade de um outro ângulo. Os barcos são confortáveis e fechados para que você não se preocupe com o sol ou com o frio do inverno.

Os quiosques das empresas ficam próximos uns dos outros. Pergunte sobre os passeios oferecidos e o diferencial de cada um. São várias opções, depende do que você procura. O passeio mais simples fica em torno de 15 euros. As partidas são diárias, normalmente de hora em hora e sempre há um guia no barco.

Confira também as opções agendadas antecipadamente do passeio de barco pelos canais de Amsterdam de dia por apenas 13 euros ou excursão noturna pelos canais de Amsterdam.

 

Mais sobre o que fazer no terceiro dia em Amsterdam

O que fazer em 3 dias em Amsterdam
Adam Tower | Foto: Sanderflight, via Wikimedia Commons.

Termine o dia no maior balanço da Europa assistindo ao pôr-do-sol “voando”. Como assim? Eu explico. O balanço fica no topo do Adam Lookout (Overhoeksplein 5, 1031 KS Amsterdam), um prédio que tem várias atrações culturais, desde boate até restaurantes e, claro, um balanço no topo de seus 21 andares.

Se você gosta de agito, aproveite também para pode agendar uma visita ao Icebar em Amsterdam.

Você paga o acesso ao rooftop na recepção. Há opções de combos do tipo: rooftop + bebidas ou descontos para família. O balanço em si é uma atração paga a parte (5 euros). São quatro balanços, a estrutura é segura, você fica preso por um cinto de metal.

Além do balanço, o topo do Adam tem uma vista 360° de Amsterdam com algumas plataformas para facilitar na hora da foto e binóculos. O Adam abre diariamente das 10 às 22 horas e a última entrada é às 21 horas. Os preços começam em 12,50 euros. Crianças com menos de quatro anos não pagam.

A experiência é incrível. Se quiser, você pode adquirir o ticket antecipado da plataforma de observação da A’DAM Toren em Amsterdam, com direito a duas bebidas.

Ingressos => Melhores tours guiados em Amsterdam

 

Roteiro de 4 dias em Amsterdam

Passeios imperdiveis em Amsterdam
Albert Cuyp | Foto: Alf van Beem, via Wikimedia Commons.

Se você gosta de feiras ao ar livre, você pode aproveitar o quarto dia para visitar a maior e mais tradicional de Amsterdam, a Albert Cuyp. A feira fica no bairro De Pjip (Albert Cuypstraat, Amsterdam) e são três quarteirões generosos com ofertas para todos os gostos.

Desde lembrancinhas para a família (chaveiros, imãs, porta-retratos, miniaturas) até roupas, sapatos e, claro, comidas típicas. Na feira você encontra barracas de queijos holandeses a bons preços e também os típicos stroopwaffles.

Entre o museu do Van Gogh e o Rijksmuseum está o Modern Contemporary Museum (Moco). O espaço é recente e muito bacana, diferente da grandiosidade dos seus vizinhos. A ideia do museu é apresentar obras que tenham o poder de instigar e inspirar os visitantes.

As exposições são temporárias. Até janeiro de 2019, por exemplo, o museu abrigará obras de Banksy, artista britânico conhecido por seus grafites com críticas sociais. Para saber o que estará em exposição no museu quando estiver em Amsterdam, acesse o site. Os ingressos custam 13,50 euros. O museu fica no endereço: Honthorststraat 20, 1071.

 

O que ver mais em 4 dias em Amsterdam

roteiro a pé em Amsterdam
Moco | Foto: C messier, via Wikimedia Commons.

Para fechar o dia, um passeio bem típico de Amsterdam: andar de bicicleta pelo bairro Joordan. As magrinhas são uma paixão nacional e o Joordan é o bairro queridinho de muitos turistas graças à sua arquitetura e, claro, seus canais. Perca-se sem medo. Tem passeios que você pode explorar o bairro Joordan em Amsterdam e outros lugares e ruas incríveis da cidade.

Muitos hotéis dispõem de aluguel de bicicleta, mas se esse não for o seu caso, procure uma empresa. As mais famosas são a MacBike e Yellow Bike. Não se esqueça de seguir as regras de trânsito e usar os equipamentos de segurança.

Dúvida =>  Quanto custa usar internet na Europa?

 

Roteiro de 5 dias em Amsterdam

Roteiro de 5 dias em Amsterdam
Keukenhof | Foto: Balou46, via Wikimedia Commons.

Amsterdam também é conhecida como a cidade das tulipas. E, se você estiver na cidade durante a primavera, não pode deixar de conferir o Keukenhof, o famoso Jardim das Tulipas (Stationsweg 166ª – Lisse). O parque fecha nos demais períodos do ano, por isso é preciso aproveitar os meses da estação.

O Keukenhof é enorme, o equivalente a mais de 30 campos de futebol. Imagina tudo isso com mais de 800 variedades de tulipas? Como o parque é sazonal, para evitar visitá-lo muito cheio, prefira os dias de semana. Você pode chegar ao parque através de um ônibus especial, o 858 que sai do aeroporto Schiphol. Para chegar ao aeroporto use o 197 da Connexxion.

Outra opção é um bate-volta a Zaanse Schans, onde estão os famosos moinhos de vento da Holanda. O lugar é uma vila histórica preservada dos séculos XVIII e XIX, quando foi uma importante área industrial. Caminhar pelo vilarejo é gratuito e uma viagem ao passado.

Ele é acessível o ano inteiro, mas prefira uma boa manhã de sol para visitá-lo. Os moinhos também ficam abertos para visitação e o ingresso custa cerca de 4 euros. Para chegar a Zaanse Schans basta pegar um trem na estação Centraal até Koog-Zaandijk, Zaanse Schans fica a 10 minutos da estação.

Economia =>  Bilhete nos ônibus de Amsterdam

 

Montar roteiro para Amsterdam

Roteiro em Amsterdam
Zaanse Schans | Foto: Malis, via Wikimedia Commons.

Amsterdam é uma cidade linda, cheia de lugares interessantes para visitar e, principalmente, com muita história.  Aqui neste artigo, passei sugestões de atrações que considero imperdíveis durante a sua estadia na cidade, otimizando o dia por locais próximos ou fáceis de chegar.

Inclusive, isso é uma dica importante: Não se esqueça de pensar no deslocamento e no tempo de visita que irá gastar nos museus quando for montar o seu roteiro. É claro que as minhas sugestões de dias podem ser alterados para que o roteiro tenha a sua cara.

Tenho certeza de que irá aproveitar o máximo que a cidade tem para oferecer. E irá querer visitá-la novamente por diversas vezes.

Gostou das dicas? Sentiu falta de algum passeio neste roteiro em Amsterdam? Conte nos comentários.

 

Leia mais artigos sobre a Holanda:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Raquel Araujo

Raquel Araujo, de 28 anos, é jornalista formada pela PUC-Rio, com pós graduação em Transmídia. É carioca, pisciana, ama os livros e batatas fritas. Para ela, viajar é se conectar com outras culturas enquanto descobre um pouco mais de si mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *