quinta-feira , 25 / maio / 2017
Início / Ásia / Myanmar / Turismo em Myanmar: informações gerais para planejar sua viagem

Turismo em Myanmar: informações gerais para planejar sua viagem

Pra mim, conhecer Myanmar era: 1) um sonho; e 2) uma questão de honra.

Meu avô, que infelizmente não cheguei a conhecer, era um médico da OMS (Organização Mundial de Saúde) que morou por 3 vezes na Birmânia (antigo nome de Myanmar), nos anos 60, pesquisando uma cura para a lepra. Eu cresci ouvindo histórias dele, contadas pelo meu pai, que pegou o “vírus do viajante” do meu avô e o retransmitiu a mim!

Então, quando decidi viajar para o Sudeste Asiático, priorizei essa nação desconhecida pra maioria das pessoas, mas sobre a qual eu já tinha ouvido falar bastante. E desde que voltei, quando me perguntam “qual país você mais recomenda pra viajar?”, eu respondo na hora: MYANMAR!

A resposta não parece nada óbvia, mas quem se aventura a conhecê-lo, entende o porquê.

Planeje sua viagem => Encontre hotéis nos principais destinos de Myanmar

Vantagens de contratar um seguro viagem + 5% de desconto »

 

Turismo em Myanmar
Shwedagon Paya, o maior símbolo de Myanmar.

Myanmar é um mundo à parte, onde tudo é diferente e fantástico aos olhos de um ocidental. Parte disso se deve ao fato de que até recentemente, esse era um dos países mais fechados e isolados do planeta, por causa das ditaduras comunistas que estiveram no governo por cerca de 50 anos. Consequências diretas disso foram o empobrecimento do povo birmanês a níveis quase africanos e o “congelamento” da infraestrutura local, que causam ao visitante a sensação de se ter voltado no tempo.

Assim, pra quem gosta de exotismo, Myanmar é um prato MUITO cheio, e nas seções deste artigo você vai descobrir os motivos e as informações gerais pra planejar a sua viagem!

Com as recentes reformas políticas e econômicas, agora a modernidade e o Ocidente estão começando a descobrir Myanmar. Justamente por isso, é hora de ir pra lá!

Isto porque esse é um dos países mais bonitos e fascinantes do planeta, e em poucos anos, esse imenso potencial turístico deverá transformá-lo num dos destinos mais visitados da Ásia. Portanto, descubra essa joia rara antes que seja tarde e Myanmar vire uma nova versão da Tailândia (já bastante “americanizada” e hipersaturada de turistas)…

A melhor ferramenta (pgto em 10 x s/juros) para planejar suas viagens

 

Informações gerais sobre Myanmar

Informações gerais sobre Myanmar
Arquitetura birmanesa.
  • Localização: Ásia (sudeste)
  • Área: 676.578 km2
  • População: 51.486.253 (2014)
  • Capital: NAYPYIDAW
  • Maior cidade: YANGON
  • Língua/alfabeto: BIRMANÊS
  • Religião: BUDISMO (THERAVADA)
  • Moeda: KYAT (US$ 1 = aprox. 1.300 Kyat)
  • IDH: 0,556 (145º de 188 no mundo)

 

Como tirar visto para Myanmar?

Como tirar o visto de Myanmar?
Relaxe: saber birmanês não é requisito para tirar o visto!

Myanmar exige visto de entrada para turistas da maioria dos países do mundo, incluindo brasileiros. Ele custa US$ 50,00, é válido por 90 dias a partir de sua emissão, dá direito a 28 dias de permanência no país e pode ser obtido pela internet, no seguinte endereço: www.evisa.moip.gov.mm

 

Qual é a melhor época do ano para ir a Myanmar?

Qual é a melhor época do ano para ir a Myanmar?
Templos de Bagan e a sempre verde vegetação birmanesa.

Assim como no restante do Sudeste Asiático, o clima em Myanmar é praticamente sempre quente, havendo apenas uma divisão entre o período de monções (bastante chuvoso, entre maio e outubro) e o período seco (que é a melhor época, de novembro a abril).

 

Meios de transporte em Myanmar: como se locomover?

Como explicado nas outras seções, a despeito da extrema riqueza de seus templos e Budas, Myanmar é dos países mais pobres da Ásia. Logo, é natural que isso se reflita na infraestrutura do país.

Em relação aos transportes, com exceção dos aeroportos de Yangon e Mandalay, que foram modernizados recentemente, a situação é bastante precária: asfalto e iluminação pública só existe nas vias principais dessas cidades maiores, o trânsito é confuso e perigoso, com milhares de motoqueiros e pouca ou nenhuma sinalização, não há metrôs nem estradas de qualidade, e os poucos trens e estações existentes no país são muito velhos e lentos.

Assim, em YANGON, a melhor opção são os táxis, que geralmente são Toyotas com vários anos de uso trazidos de outros países asiáticos, mas que pelo menos são baratos e mais seguros do que os outros meios de transporte locais.

Meios de transporte em Myanmar
Aeroporto de Yangon, o principal de Myanmar.

Na região de MANDALAY, que é menor e menos caótica, moto-táxis também são uma boa alternativa. Em média, alugar um táxi comum pelo dia todo custa US$ 30,00, enquanto um moto-táxi sai por US$ 15,00.

Como se locomover em Myanmar
Explorando Mandalay de moto-táxi!

Já em BAGAN, além das opções acima, alugar uma bike para explorar a área pode ser uma ótima ideia. Custa menos de US$ 5,00 por um dia inteiro, mas esteja preparado para encarar muitas estradinhas de terra em bicicletas comuns, o que dificulta as coisas para quem não tem muito preparo físico.

Também há o aluguel de scooters, por cerca de US$ 10,00 – mas, mais uma vez: seja prudente! Se não está habituado, evite, porque não vale a pena correr o risco de se machucar e eventualmente estragar a sua viagem (e não deixe de viajar sem contratar um seguro viagem). Ah, e uma observação importante: o aeroporto mais próximo de Bagan não fica exatamente lá, mas sim numa cidade vizinha chamada Nyaung U.

Como planejar uma viagem para Myanmar?
Encarando o trânsito de Bagan…

E entre as cidades?”… Avião! Não apenas em Myanmar, mas no Sudeste Asiático como um todo, as distâncias não são tão longas, mas voar, apesar de não ser muito barato e de implicar nos chatos trâmites aeroportuários, acaba sendo a opção mais rápida, confortável e segura.

Dentro de Myanmar, há diversas companhias aéreas locais, como a Air KBZ e a Mann Yadanarpon. Ambas operam com aviões a hélice, mas não se preocupe: eles são novos e têm um serviço de bordo bastante satisfatório! Já para entrar ou sair de Myanmar, a maioria dos voos conectam o aeroporto de Yangon aos de capitais asiáticas, e são operados por empresas como Air Asia, Thai e Myanmar Airways. Para ver a lista completa de destinos e companhias aéreas, acesse: Yangon International Airport.

Transporte público em Myanmar
“… Será que é o mesmo avião que meu avô usou em 1965?”

Gostou das dicas? Já foi e tem mais dicas sobre o turismo em Myanmar, algo diferente que gostou e queira nos contar? Deixe aqui nos comentários!

 

Mais dicas sobre turismo em Myanmar:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Eduardo Quagliato

Tem 28 anos, é formado em Direito pela USP e vive em São Paulo. Já morou em Buenos Aires (Argentina) e San Diego (EUA) – experiências que o fizeram entrar de vez num caminho sem volta, que já vinha trilhando desde criança: o do amor incondicional por viajar. Também é músico e adora escrever, o que o levou a ser colaborador de sites como o Whiplash.net e o QueroViajarMais.com, além de ter criado recentemente o CIDADANIA MUNDIAL, seu próprio blog/perfil de viagens.

Confira Também

Maldivas mais barato

Maldivas mais barato: guia passo-a-passo para conhecer o paraíso

Esses dias estava conversando com alguns amigos, sobre a vontade de visitar as Ilhas Maldivas. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *