Onde ficam os Lençóis Maranhenses, quando ir e como chegar

por Thais Batista
5/5 - (2 votes)

Onde ficam os Lençóis Maranhenses, quando ir e como chegar

Passei alguns dias maravilhosos nos Lençóis Maranhenses e vim aqui contar para você onde ficam, quando ir e como chegar nesse paraíso de 155 mil hectares entre campos de dunas, lagoas de águas doce provenientes das chuvas e um bioma diverso de cerrado, caatinga, áreas de restinga e muita vegetação.

Esse paraíso nordestino costuma encantar quem visita e comigo não foi diferente. Já havia lido diversos relatos, visto milhares de fotos e mesmo assim ao me deparar com a visão cênica da lagoas interdunares me surpreendi!

Embora fique no interior do Maranhão, existem diversas formas de chegar e a estrutura turística das cidades bases evoluíram muito nos últimos anos.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses fica aberto todos os dias do ano, mas para garantia de uma experiência completa, saiba o período certo para visitar. É importantíssimo entender os diferentes cenários do Parque ao longo dos meses do ano.

Então, acompanhe essas e mais algumas informações sobre a maior atração turística do estado do Maranhão, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Programe sua viagem => Onde ficar nos Lençóis Maranhenses

Seguro viagem mais barato para destinos nacionais

Onde ficam os Lençóis Maranhenses: mapa

CLIQUE AQUI para ver preços dos passeios nos Lençóis Maranhenses »

Onde se localizam os Lençóis Maranhenses?

Quais cidades fazem parte dos Lençóis Maranhenses?
Mapa do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses | Foto: QVM.

Os Lençóis Maranhenses estão localizados no litoral oriental do Maranhão, a uma distância de 265km da capital do estado, São Luís.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é distribuído entre as cidades de Barreirinhas, Vila de Atins, Santo Amaro do Maranhão e Primeira Cruz.

Quem é o dono dos Lençóis Maranhenses?

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é administrado pelo ICMBio, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

O Parque foi criado no ano de 1981 e possui uma área de 155 mil hectares. Desses, 90 mil são de dunas e lagoas.

O ICMBio tem como missão proteger o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e atuar em projetos de pesquisas científicas e educação ambiental, de forma a envolver cada vez mais a sociedade nessas áreas de conservação.

O Instituto dita as regras de convivência, bem como a fiscalização e o cadastro dos guias turísticos e veículos para ter acesso ao Parque.

Os nativos da região também têm sua parcela de contribuição no desenvolvimento e proteção ambiental, uma vez que atuam como verdadeiros protetores independentes desse bioma que é único no mundo.

Houve até um episódio em que a população local se uniu contra interesses pessoais de políticos na região. Nesse caso, a força do povo foi maior e conseguiu travar uma tentativa mal intencionada. Isso tudo foi um belo exemplo de amor e cuidado do povo maranhense para com esse grande presente da natureza.

Quais cidades fazem parte dos Lençóis Maranhenses?

Barreirinhas

Lençóis Maranhenses quando ir
O Rio Preguiças corta a cidade de Barreirinhas e dá acesso ao Parque dos Lençóis | Foto: QVM.

A principal base e a mais visitada é o município de Barreirinhas. A cidade tem uma boa estrutura turística e isso a diferencia das demais.

Mas nem sempre foi assim. Demorou cerca de uma década após a fundação do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses para que Barreirinhas ganhasse fama (até internacional) como cidade portal dos Lençóis Maranhenses.

A partir do ano de 1990 a divulgação do turismo na cidade explodiu e só assim começou a receber turistas que buscavam um cenário único em todo o mundo: lagoas cristalinas entre dunas de areia branca.

A origem do nome Barreirinhas é devido às paredes de argila que existem nas margens do Rio Preguiças, que corta a cidade.

Barreirinhas possui mais de 60 mil habitantes e hoje o turismo movimenta a economia, além das atividades de pesca e agricultura.

Embora seja a cidade Portal dos Lençóis Maranhenses, geograficamente não é a que está mais próxima do Parque. Do centro de Barreirinhas, ainda é preciso atravessar de balsa pelo Rio Preguiças por 5 minutos, além de percorrer de carro quase 20km, para finalmente colocar os pés nas dunas de areia fofa.

Fiquei 3 dias em Barreirinhas e durante minha estadia pude observar o quanto mesmo com toda fama turística, a cidade mantém o clima de interior. Pessoas simples e muitas vezes até tímidas para lidar com o turismo e com os turistas.

Os próprios nativos contam que nos últimos anos o investimento em pousadas e restaurantes vieram de investidores de fora da região.

Os principais atrativos de Barreirinhas são os Circuitos da Lagoa Azul e Lagoa Bonita, fiz os dois circuitos na minha visita à cidade. Outros atrativos em Barreirinhas são Caburé, Vassouras e o Rio Preguiças.

CLIQUE AQUI para ver um pacote de 7 dias e 6 noites pela Rota das Emoções »

Vila de Atins

turismo em atins
O kitesurf enfeita o céu da Praia de Atins | Foto: QVM.

O vilarejo de Atins ou Canto de Atins pertence ao município de Barreirinhas e oferece uma experiência diferente nos Lençóis. Além de sua proximidade com Parque, a Vila é mais pacata que Barreirinhas, mas com boa assistência aos turistas.

É refugio de muitos estrangeiros que visitam a região, além de famosos escolherem se hospedar em Atins. Para quem não deseja pernoitar em Atins, existem passeios de bate e volta a partir de Barreirinhas.

Atins é a única base que possui praia, a Praia de Atins, onde ocorre a prática do kitesurf. Existe até escola do esporte na Vila.

Escolhi não pernoitar em Atins, fiz apenas o passeio de bate e volta a partir de Barreirinhas. As principais lagoas de Atins são as Lagoa Tropical, Lagoa da Ilha e Lagoa da Gorjeta. Visitei as três e confesso que é difícil escolher a melhor e mais bonita.

Pela minha experiência e opinião pessoal, elegi as lagoas de Atins as MAIS LINDAS! Me encantei pela Lagoa da Gorjeta, e me pareceu ser a de águas mais límpidas. O banho foi uma delícia e pra mim foi um momento inesquecível.

 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da Easy Travel Shop no Maranhão. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 48 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

O ponto negativo do bate e volta entre Barreirinha e Atins, com certeza, é o longo percurso. São mais de 20km percorridos em estrada de areia fofa e no sacolejo das caminhonetes estilo jardineira. Pelas condições do caminho, os 20km se transformam em 1h e 20 minutos de viagem.

É um percurso um tanto puxado e não recomendo para idosos ou criancinhas de colo. Existe também opção de fazer a rota Barreirinhas para Atins de voadeira ou lancha pelo Rio Preguiças com duração de 1h. Ouvi outra turista comentando que também não é uma viagem confortável, uma vez que a embarcação balança muito e bate forte o casco no rio, causando um certo desconforto.

Mesmo com esse percurso difícil e longo, acredito que vale super a pena fazer o bate e volta. Encontrei alguns turistas que escolheram se hospedar em Atins e disseram que também vale a experiência. Apesar de ser um vilarejo, existem alguns restaurantes e um centrinho animado à noite.

Santo Amaro

Quando as lagoas dos Lençóis Maranhenses estão cheias?
Entrada do Parque dos Lençóis em Santo Amaro do Maranhão | Foto: QVM.

Santo Amaro do Maranhão talvez seja a cidade menos visitada e ainda pouco explorada como base dos Lençóis Maranhenses. Posso considerar que a pequena cidade ainda é um tesouro explorado por poucos.

Isso porque o turismo explodiu por aqui apenas em 2018, assim que houve a construção de boa parte do asfalto de acesso a Santo Amaro. Antes disso, era muito difícil chegar, pois esse trecho era de estrada de areia fofa e só circulavam veículos estilo 4×4.

Lembra que comentei sobre o clima de interior de Barreirinhas? Multiplique por 10 e você vai imaginar como é em Santo Amaro.

A cidade tem cerca de 13 mil habitantes e o desenvolvimento ainda não chegou por aqui. Ao caminhar nas ruas de Santo Amaro é comum ver os moradores sentados nas calçadas de casa pra conversar, sem nenhuma pressa ou perturbação.

Crianças brincam na praça principal, comércios simples e casas pitorescas. Esse é o cenário da pequena cidade.

A gama de pousadas e hotéis não é tão grande. Confesso que tive até uma certa dificuldade até de encontrar hospedagem de tão poucas opções nos sites de busca.

Santo Amaro é a cidade que fica mais próxima ao Parque dos Lençóis Maranhenses, pode-se dizer que está cravada nas dunas. Em menos de 20 minutos de carro, é possível chegar nas primeiras lagoas.

Porém, mesmo com toda essa proximidade, a estrutura turística é muito fraca! O vilarejo de Atins chega a ter mais assistência aos turistas que a própria cidade de Santo Amaro.

Entretanto, há quem diga que as lagoas mais bonitas estão em Santo Amaro. Os circuitos mais famosos são: América, Emendadas, Ponta Verde e Betânia.

CLIQUE AQUI para ver preços de 2 noites em Santo Amaro + 4 passeios »

Lençóis Maranhenses quando ir

Qual a melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses?

 Quantos dias para conhecer os Lençóis Maranhenses?
Circuito Lagoa Bonita em Barreirinhas | Foto: QVM

Essa é uma questão que muita gente não sabe: existe SIM uma época ideal para ir ao Lençóis Maranhenses. Para quem não sabe, as lagoas não ficam cheias em todos os meses do ano.

Como são formadas por água da chuva, nos meses de estiagem algumas lagoas chegam a secar totalmente. Encontrar lagoas transparentes e cheias, vá por mim, vai fazer toda a diferença na sua viagem.

 
Procurando uma agência de turismo confiável para viajar no Brasil?

A melhor alternativa é utlizar os serviços de empresas conhecidas para evitar dores de cabeça ao organizar sua viagem.

Por isso, faça um orçamento sem compromisso com a Koa Viagens, que oferece atendimento diferenciado e personalizado para seu perfil de viajante. Algumas vantagens de viajar com a Koa Viagens:

  • Pagamento em até 12x sem juros;
  • Grupos exclusivos a partir de 2 pessoas;
  • Atendimento 100% online;
  • Suporte total antes e durante a viagem.
 
   

Se você não prestar atenção no momento ideal de visitar os Lençóis Maranhenses, pode ter uma experiência frustrante… e isso é muito sério!

Para quem sonha com essa viagem há algum tempo, esse é o questionamento mais buscado, com certeza!

Então, temos dois grupos: os que não sabiam dessa informação e os que pesquisam, pesquisam e ainda ficam confusos sobre os meses ideais.

Digo isso, pois confesso que depois de ler em várias fontes, eu ainda tinha dúvidas sobre o período ideal.

Vamos lá, vou esclarecer tudo!!

Na prática, na região só existem duas estações: inverno e verão. O inverno é a temporada de chuvas e vai de janeiro a junho, e o verão de julho a dezembro. Dessa forma, temos o seguinte cenário:

  • Janeiro a Junho: temporada de chuvas;
  • A partir de abril ou maio: lagoas começam a ficar cheias;
  • Junho, julho e agosto: Lagoas muito cheias
  • A partir de setembro até dezembro: lagoas média a secas, até recomeçar a temporada de chuvas novamente.

Isso quer dizer que a melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses é entre o final da temporada de chuvas: junho até setembro, quando o cenário das lagoas começa a mudar, pois depois de meses de estiagem naturalmente as lagoas secam.

Viajando entre junho e agosto você vai conhecer um Lençóis Maranhenses no seu melhor momento.

Mas ATENÇÃO a minha dica de ouro: todo esse cenário depende exclusivamente da quantidade de chuva que caiu na região no ano em questão.

Outro indicador que faz diferença na viagem é a transparência da água da lagoa. Quanto mais a lagoa está seca, menos água esverdeada ela tem. Isso se deve ao fato do acúmulo de algas e lodo no fundo, tornando a água turva. Isso quer dizer que, lagoas perenes não são cristalinas.

Se você optar por ir aos Lençóis nos meses de chuva, também não deve se preocupar tanto, pois as chuvas não chegam a atrapalhar os passeios. Contam os nativos que são passageiras e não chega a passar o dia todo chovendo.

Programei minha viagem para meados de setembro. Arrisquei vir mesmo estando no limiar da boa temporada.

Deu certo? Deu sim! Mas poderia não ter dado rsrsrsrs. Apenas quando cheguei no Maranhão descobri de um guia que esse ano de 2021 não foi um ano bom de chuvas na região. Por isso, peguei muitas lagoas médias, e muitas quase secas.

Mas curiosamente, nos últimos 4 anos as lagoas não chegam a secar totalmente. Mas é claro que essa é uma condição que pode sofrer mudança a qualquer momento.

Então minha segunda dica de ouro: entre em contato com algum nativo, agência ou guia turístico e pergunte como foi o período de chuvas daquele ano, para entender como estarão os níveis de água nas lagoas.

Não imagino como deva ser visitar os Lençóis Maranhenses com lagoas vazias. Tenho que lhe dizer que não será uma experiência completa: a sensação de mergulhar em lagoas de águas transparentes e ver o contraste com as areias brancas das dunas é insubstituível.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses fica aberto à visitação o ano inteiro, de segunda à segunda, das 08:00 às 18:00.

Se você só tem férias em períodos que não coincidem com a temporada de lagoas cheias nos Lençóis, o ICMBIO recomenda algumas atividades alternativas como contemplação de dunas, pôr do sol, caminhadas e recreação nas lagoas perenes.

Vale lembrar que os Lençóis são uma natureza viva e se modificam de acordo a ação do tempo, do ventos e das chuvas.

Quando as lagoas dos Lençóis Maranhenses estão cheias?

Tomando por base o que acontece normalmente em todos os anos: junho, julho e agosto as lagoas estarão cheias.

Um dos guias com quem conversei recomenda sem medo de errar: venha pro Lençóis no início de agosto. Você encontrará lagoas cheias de água e vazias de turistas, pois após o período de férias escolares a região recebe menos visitantes.

Quantos dias para conhecer os Lençóis Maranhenses?

Se você optar por conhecer as lagoas das três bases dos Lençóis: Barreirinhas, Atins e Santo Amaro. Reserve ao menos 5 dias.

Lembre-se que entre um lugar e outro o deslocamento demora em média de 1h e meia de viagem e dependendo do seu cansaço não conseguirá fazer passeio no mesmo dia que você chegar.

Vale ressaltar que a maioria dos passeios é bem cansativa. No sobe e desce de dunas, o esforço de andar na areia fofa vai te deixar sem pique pra nada ao final do dia.

Caso opte por conhecer apenas Barreirinhas e fazer um bate e volta em Atins, 3 dias inteiros serão suficientes.

Lençóis Maranhenses como chegar

Qual o aeroporto mais perto dos Lençóis Maranhenses?

aeroporto de são luís ma
Saguão do aeroporto de São Luís | Foto: QVM.

Os aeroportos com voos comerciais mais próximos aos Lençóis Maranhenses são os de São Luis/MA (SLZ) e Parnaíba/PI.

A construção do aeroporto de Barreirinhas é uma promessa antiga, mas finalmente está em andamento com previsão de inauguração em breve.

Foram investidos mais de R$ 9 milhões na obra e isso irá facilitar o acesso aos Lençóis. O que se comenta na cidade é que após a entrega do novo aeroporto, o turismo vai fluir muito mais na região, além de novas oportunidades de emprego e movimentação da economia.

No novo empreendimento vão operar voos comerciais e particulares e terá capacidade para receber até 300 pessoas por dia.

Mas enquanto isso não acontece, os voos continuam chegando com mais frequência no aeroporto da capital maranhense.

Como ir de São Luís para os Lençóis Maranhenses?

Para conhecer os Lençóis você precisará ficar em uma das três bases: Barreirinhas, Santo Amaro ou no vilarejo de Atins. Conheça agora como chegar nesses lugares, de carro, ônibus ou transfer, a partir de São Luís.

Como chegar em Barreirinhas de São Luís?

De avião, você chegará em São Luís e se deslocará por 260km. Uma parte do percurso é feito pela BR-135 e depois pela MA-402, totalizando uma média de 4h de viagem.

As opções de transfer são diversas, podendo ser compartilhado ou privativo. O compartilhado é realizado em vans ou micro-ônibus e saem a um custo médio de R$70 por pessoa. Durante o trajeto é feita uma parada para lanche e banheiro.

   

Optei por ir de transfer privativo, custo médio de R$400/500 para o carro com até 4 pessoas. O conforto e a rapidez no trajeto é bem maior que o tranfer compartilhado. Além da oportunidade de já no caminho absorver conhecimentos com o motorista sobre a região.

Outra opção para chegar em Barreirinhas é de ônibus. Existem 2 empresas que fazem o percurso: a Cisne Branco, que opera com ônibus diários por R$50 em dois horários fixos, com exceção dos domingos que só viaja em um horário. Um adendo é que essa empresa faz paradas nas cidades vizinhas, o que torna o percurso um tanto cansativo e muito mais longo.

Um segunda alternativa de empresa de ônibus é a Guanabara, que tem inclusive ônibus noturnos, realiza menos paradas e o trajeto torna-se menos longo. Recomendo consultar nos sites dessas empresas em caso de mudança de horário e de preço.

O aluguel de carro é uma excelente opção, no aeroporto de São Luís existem várias locadoras de veículos. Dependendo da quantidade de pessoas que viaje com você pode sair mais barato que o transfer privativo.

Ainda assim, considere que Barreirinhas é uma cidade pequena e o centro pode ser percorrido tranquilamente a pé. Além de que, o seu carro de maneira nenhuma poderá ter acesso ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Uma informação útil: A multa para quem se atreve a entrar no Parque dos Lençóis com carro particular chega a 10 mil reais. Apenas veículos autorizados e credenciados podem acessar o Parque.

A seguir trago uma lista de empresas sugeridas para realizar transfers:

Como chegar em Atins de São Luís?

Atins é um vilarejo que pertence ao município de Barreirinhas. Para chegar em Atins, você provavelmente terá que fazer parada ou passar por Barreirinhas. Portanto, considere os meios de transporte para Barreirinhas, com exceção do ônibus que não chega em Atins.

Inclusive, uma curiosidade é que tentei colocar um mapa com o trajeto e o Google Maps informa que não é possível fazer esse trajeto!

Como chegar em Santo Amaro de São Luís?

Não existe linha de ônibus que faça o trecho São Luís para Santo Amaro. Para você ter uma ideia, a estrada que dá acesso à cidade foi construída há pouco tempo. O que os nativos fazem é pegar a linha de ônibus de São Luís para Barreirinhas, fazer a parada na via de acesso a Santo Amaro e daí pegam um transporte local até chegar na cidade. Portanto, essa não é uma alternativa boa para quem está a turismo.

Dessa forma, a maneira mais utilizada será o transfer compartilhado ou privado. A média de preços é o mesmo valor que Barreirinhas: R$70 por pessoa em van ou micro-ônibus ou R$400/500 o carro privativo para até 4 pessoas.

A seguir trago uma lista de empresas sugeridas para realizar transfers:

Como ir de Barreirinhas para Santo Amaro (vice e versa)

Como ir de Barreirinhas para Santo Amaro
Carros circulam no centro de Barreirinhas | Foto: QVM.

Na minha viagem, fiz o percurso entre Barreirinhas e Santo Amaro numa van compartilhada, no valor de R$50 por pessoa. Infelizmente, os carros que geralmente fazem essa rota estão em estado precário. Veículos velhos e mal conservados, sem cinto de segurança. De toda forma, o trecho entre as duas cidades tem uma estrada boa.

Atenção: Os transfer compartilhados de Barreirinhas para Santo Amaro e vice-versa têm horário fixos, portanto, atente-se ao horário do check-out/check-in do hotel e faça a reserva no transfer de forma antecipada.

Sugestão de empresas que fazem o percurso:

  • Trip Tur
  • MiroTur
  • COOPCART

Um boa alternativa, talvez mais prática é reservar os transfers diretamente com seu hotel ou pousada. Entenda que todos os serviços turísticos nas cidades estão interligados.

Em cidades pequenas todos se conhecem e é assim na região dos Lençóis. De repente você reserva o hotel, o hotel pode te indicar o transfer, que por sua vez te indica alguém para fazer os passeios.

Então, até para evitar algum desgaste, solicite ao hotel opções de transfer de acordo com sua preferência.

Caso decida você mesmo realizar as reservas dos transfers, apenas atente-se que em alguns casos irão te cobrar um adiantamento de 20% a 50% do valor total. Então, para garantir uma transação segura, priorize empresas sérias que tenham boa procedência.

Dica extra: como ver os lençóis de cima de graça

sobrevoo dos lençois maranhenses
Vista do alto da aeronave. Foto: QVM

Um dos passeios mais caros e exclusivos nos Lençóis Maranhenses é fazer um sobrevoo. A experiência deve ser realmente fantástica! Mas hoje trago uma dica para ver essa paisagem incrível do alto sem pagar a mais por isso. Sabe como?

No voo de volta da Azul, o avião passa por cima dos Lençóis. Apesar de muito alto, dá para ver a grandeza desse bioma.

Foi o piloto quem avisou e pediu para olharmos da janela da aeronave. Vale lembrar que não sei se em todo percurso isso acontece ou se é um hábito apenas do piloto daquele dia. Só sei que foi uma despedida inesperada dessa paisagem arrebatadora! Na dúvida, marque seu assento da volta do lado esquerdo do avião e aproveite!

Visite os Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um deserto de dunas de areias branquinhas e mais de 90 mil lagoas azuladas, esverdeadas e de águas límpidas. Uma beleza compartilhada pelo Maranhão, Piauí e ainda o Ceará. Juntos eles formam a Rota das Emoções.

Espero ter ajudado nas questões sobre o período ideal para conhecer os Lençóis e todas as formas de chegar.

Em relação às cidades base, não existe a melhor ou mais ideal. Na realidade, cada cidade é diferente e proporciona uma experiência particular nos Lençóis Maranhenses.

Em relação a preços e horários de transportes, você deve consultar atualização da época da sua viagem

Quer saber mais sobre os Lençóis Maranhenses? É só acompanhar aqui os demais guias desse paraíso, tenho ainda muitos detalhes da minha viagem para compartilhar com você!

ESCRITO POR

Thais Batista

ESCRITO POR

Thais Batista

Sou apaixonada por lugares do mundo! Viajar me traz uma felicidade incrível e me faz enxergar a vida com mais leveza e força.

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Melhores Hotéis

Descubra as melhores opções de hotéis para se hospedar

#03
Icone
Roteiro de Viagem

Confira tudo sobre o que fazer durante seus dias no destino

#04
Icone
Onde Comer

Dicas de bons restaurantes para saborear a culinária local

#05
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#06
Icone
Atrações

Explore os lugares turísticos mais famosos entre os turistas

#07
Icone
Rota das Emoções

Rota que percorre o litoral do Ceará, Piauí e Maranhão

#08
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#09
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Melhores Hotéis

Descubra as melhores opções de hotéis para se hospedar

#03
Icone
Roteiro de Viagem

Confira tudo sobre o que fazer durante seus dias no destino

#04
Icone
Onde Comer

Dicas de bons restaurantes para saborear a culinária local

#05
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#06
Icone
Atrações

Explore os lugares turísticos mais famosos entre os turistas

#07
Icone
Rota das Emoções

Rota que percorre o litoral do Ceará, Piauí e Maranhão

#08
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#09
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#10
Quero Viajar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *