Início / Américas / América do Sul / Brasil / Minas Gerais / O Santuário do Caraça e minha primeira noite na Estrada Real

O Santuário do Caraça e minha primeira noite na Estrada Real

Você já se imaginou fazendo uma viagem pela Europa para conhecer castelos, construções e a história por trás de uma cidadezinha qualquer??? E no Brasil, já cogitou fazer um roteiro histórico??? É provável que a maioria dos leitores responda “não”, nem mesmo eu faria diferente alguns meses atrás, mas a chance de viajar pelos caminhos da Estrada Real, em Minas Gerais, me abriu os olhos e comecei a pensar diferente.

Antes de começar a viagem li bastante material sobre as diferentes rotas, vi centenas de fotos e comecei a perceber como todo o trabalho de divulgação da Estrada Real é impecável, além da facilidade para planejar um roteiro com a cara de cada um.

Vai viajar? => Saiba as reais vantagens de contratar um seguro de viagem

As 10 principais dicas e segredos para acumular milhas aéreas

Mesmo com tanta informação, confesso que fiquei impressionado quando avistei de longe o local onde passaria a primeira noite, depois de um dia inteiro explorando uma pequena parte do Caminho dos Diamantes. O Santuário do Caraça, uma antiga hospedagem para romeiros construída no século XVIII, que foi transformada em colégio de padres e hoje em dia funciona como hotel, foi o local que me causou tão boa impressão.

 

O Santuário do Caraça

Santuário do Caraça.
Igreja e janelas dos quartos no Santuário do Caraça.

A van vinha mansinha, serpenteando as estradas sinuosas entre as montanhas de Minas Gerais. Eu já estava quase se esperanças, mas ansioso para chegar a tempo de curtir o pôr-do-sol em algum mirante especial. Foi quando gritei para o motorista: – “Pare aqui”. Foi a primeira vez que vi o Santuário do Caraça, todo iluminado e colorido pela luz do entardecer. Após algumas fotos, seguimos para conhecer um pouco mais desse lugar que pode ser considerado uma aula de história particular.

O Santuário do Caraça, inaugurado em 1774 para ser uma hospedagem para romeiros e visitantes, que viajavam até aqui com o intuito de se converter e mudar os rumos de sua vida, foi novamente reativado como pousada a partir da década de 1970, após 150 anos dedicados a educação e formação intelectual de meninos e de seminaristas.

Hoje conta com mais de 42 apartamentos e 8 quartos com banheiros externos, além de algumas casas, com acomodações mais simples, para a hospedagem de até 190 pessoas. Suas diárias são com pensão completa, isto é, com direito a café da manhã, almoço e jantar, além da entrada na Reserva Natural.

 

Lobo Guará no Santuário do Caraça.
Lobo Guará e turistas se preparando para o jantar.

Lobo Guará no Caraça | Foi em 1982 que moradores do Santuário, entre eles o padre responsável na ocasião, perceberam que algumas lixeiras eram reviradas durante a noite. Resolveram colocar carnes e frutas em bandejas nos portões de entrada, que ficavam vazias pela manhã. Foram aproximando as bandejas, até subir até a porta da igreja, o que não afugentou os animais. Hoje alimentar o Guará virou tradição, que acontece religiosamente todas as noites.

Lá pelas 19 horas, o padre coloca a bandeja e começa a chamar pelo Guará, que costuma aparecer todos os dias. O silêncio toma conta do ambiente e somente os assobios e chamados do padre são escutados por longos minutos. Não demora muito e o lobo aparece, imponente, elegante, com a certeza de haver ali uma boa refeição. Fiquei impressionado com suas orelhas, sempre atentas a qualquer ruído ou até movimento mais brusco. Após o jantar apareceram outros, que pareciam não se importar com os flashes e tanta gente a observar.

 

Santuário do Caraça na Estrada Real.
Museu e quartos no Caraça.

Hospedagem | De verdade uma daqueles lugares escolhidos para se desligar da vida real, pois quase nada do mundo moderno chega até o Caraça. O fogão à lenha ajuda a preparar as refeições, não existe televisão, sinal de celular e internet são pouco importantes por aqui.

Os quartos são simples, mas bem amplos e com todo o conforto necessário. Por ser uma construção antiga, suas portas e paredes são quase que a prova de som, proporcionando um silêncio difícil de acreditar. Um lugar para pensar, descansar e para entender que as melhores coisas da vida é você mesmo que pode proporcionar.

 

Museu na Estrada Real.
Livro com anotações do então Imperador D.Pedro II.

Museu do Caraça | Construído nas ruínas do antigo colégio que foi destruído por um incêndio em 1968, foi montado a partir das peças de mobiliário e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça, alguns remanescentes de séculos anteriores, constitui um interessante lugar de visitação, diariamente procurado pelos hóspedes e visitantes, através de percursos guiados pelos monitores ou por conta própria.

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 15% de desconto usando o cupom PROTETORSOLAR (até 28/02), é só clicar no botão.
 

As peças mais interessantes são as camas utilizadas por D. Pedro II, além do acervo que foi salva da biblioteca, com exemplares de livros antigos e até mesmo anotações do então Imperador do Brasil.

 

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha 10% OFF para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.
 

Conhece a Estrada Real?

Já conhece a Estrada Real??? Ficou com vontade depois de ver as fotos, vídeos e ler o artigo???

Comente e ajude a criar vida no blog!!!

Até + !!!

 

Blogueiros na Estrada Real

O projeto Blogueiros na Estrada Real (#BlogueirosnaER) foi uma realização do Instituto Estrada Real e apoio da Bancorbrás Turismo. A viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui expressas são de livre expressão do autor. Veja também os blogs que participaram da viagem: Dentro de Mochilão, Pé na Estrada, Segredos de Viagem, Territórios, Trilhas e Aventuras, Quero Viajar Mais e Viagens Cinematográficas.

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 37 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

3 Comentários

  1. Miguel Nonose

    Partindo de Ouro Preto é possível encontrar empresas que alugam bicicletas para percorrer a estrada?
    Normalmente a estrada é percorrida em vans? qual o custo?

  2. Incrível mesmo, essa viagem me levou a perceber o quanto de história ainda temos para aprender. E parece que viajando é a forma mais interessante. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *