Morar na Espanha: dicas e curiosidades para quem vai se mudar

Morar na Espanha: dicas e curiosidades para quem vai se mudar

A ideia de morar na Espanha, mesmo que seja por um pequeno período, mexe com a cabeça de muita gente. Seja para estudar ou para trabalhar, morar na Europa, em países como a Itália, Alemanha ou Portugal, já é um sonho, mas o território da Espanha tem muitos atrativos.

Se você costuma ler artigos sobre a Espanha , já percebeu que o país está entre os melhores para se viver em qualidade de vida, e que muitos europeus decidem passar uma temporada no país quando se aposentam. Muitos brasileiros também se perguntam se o aposentado brasileiro pode morar em países como a Espanha, o que é possível com algum planejamento. E pode ser mais fácil ainda com outra cidadania européia, como a portuguesa ou a italiana, em mãos.

Mas para sair do superficial do que você sabe sobre o país e descobrir um pouco mais sobre como é a experiência de viver na Espanha, coloquei neste artigo minhas primeiras impressões, dicas para quem vai morar no país e para se planejar, contei como é o mercado de trabalho na Espanha para brasileiros e também apresentei curiosidades que só descobri no dia a dia.

Leia também => Hotéis em oferta na Espanha

Seguro viagem na Europa »

 

Como é morar na Espanha?

Morar na Espanha.
Edifício Metrópolis, na Espanha | Foto: Emilio J. Rodríguez Posada, via Wikimedia Commons.

Morar na Espanha se parece com quando éramos crianças e íamos passar as férias na casa daquela avó que nos enchia de doces. De cara fiquei deslumbrada com o transporte público, o clima estável e a qualidade na educação e saúde.

Mas morar na Espanha também significa começar do zero. Você será um “estranho no paraíso”, e os choques iniciais de cultura são inevitáveis.

CLIQUE AQUI para fazer remessa online de dinheiro para exterior »

 

Minhas experiências na Espanha

Choque de costumes

morar na espanha com cidadania portuguesa.
Metrô de Madrid, Espanha | Foto: Stanislav Kozlovskiy, via Wikimedia Commons.

O choque inicial foi com os dois beijos. Nasci e cresci no interior de São Paulo, então é algo bem fora da minha realidade – os cariocas não terão problemas.

A próxima surpresa foi o transporte em Barcelona. Em primeiro lugar, praticamente a cada esquina de Barcelona há um acesso ao metrô. Em segundo lugar, se o metrô está programado para chegar às 9h19, ele chegará exatamente no horário previsto. Não é 9h20 nem 9h18. Se você se atrasar, o azar é seu.

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?
Compare preços e compre online na Confidence Cambio »

 

Voltagem diferente

Algo que eu não previ e me dei mal, por falta de preparação antes de viajar, foi em relação à força da energia.

A voltagem em toda a Espanha é 220v, e eu portava aparelhos com voltagem 110v.

Como um transformador é muito caro, peguei emprestado o secador da dona da casa em que fiquei hospedada. Para quem já mora no Brasil com voltagem 220v, é ótimo.

 

Hora do banho

O chuveiro que os espanhóis usam também é um pouco diferente. Trata-se de uma ducha. Então, você deve encaixá-la na parede, ou segurá-la enquanto se banha. Na casa que fiquei, a ducha não encaixava na parede. Então, para uma brasileira que está acostumada com o nosso chuveiro tradicional, tomar banho com uma ducha móvel foi como tomar banho de mangueira no quintal.

 

Água é valorizada

Informações para quem vai morar na Espanha.
Reflexo da Catedral de Toledo, na Espanha | Foto: J.Ligero & I.Barrios, via Wikimedia Commons.

Depois de ficar quase 2 dias sem beber água, porque estava frio e simplesmente esqueci, descobri que água na Espanha não é como no Brasil que tem um bebedouro de graça em todo lugar. A água é sagrada, e raramente é distribuída de graça.

O resultado é que várias pessoas carregam garrafas de 2 litros com água de casa em suas bolsas, e algumas reabastecem essas garrafas em torneiras de banheiros. Sim, eu vi isso na escola que estava estudando! Parece que as pessoas tem menos preconceito com isso do que nós brasileiros.

 

Não chame um espanhol de espanhol

Antes de ir para os pontos positivos e negativos, tenho a obrigação de dizer que, se você planeja morar na Espanha sem criar inimigos, NUNCA chame um espanhol de espanhol (redundante, eu sei). Eles não gostam.

A regra é simples: se você está na Catalunha, os chame de catalães. Se está em Madrid, são madrilenos. E assim em diante. A Espanha é a união de várias Comunidades Autônomas que são como reinos que se uniram. Cada uma dessas Comunidades tem sua identidade, costumes e até legislação própria. Então, os cidadãos se identificam pela região que nasceram. 

Recomendo => Ônibus turístico em Madrid

 

Pontos positivos de morar na Espanha

Custo de vida na Espanha

Aposentado brasileiro pode morar na Espanha.
Apple em Madrid, Espanha | Foto: Benjamín Núñez González, via Wikimedia Commons.

Algo que me surpreendeu muito ao estudar na Espanha, foi o preço das coisas. Com poucos euros é possível comprar vários itens alimentícios, escolares, roupas, entre outros. Itens considerados de luxo no Brasil são acessíveis com um salário mínimo, como eletrônicos de última geração.

Sempre que digo isso, ouço um sonoro “mas também, um euro custa R$ 4,00!”. Verdade. Mas se você trabalha na Espanha, seu salário será em euros.

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide na Espanha. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

Se por outro lado, sua estada vai depender de suas economias do Brasil, minha dica é não ficar convertendo. Você está vivendo como um espanhol agora. Pense em euro!

 

Transporte público na Espanha

Morar na Espanha com cidadania europeia.
Estação de Metrô em Madrid, na Espanha | Foto: Nelson Pérez, via Wikimedia Commons.

O transporte público na Espanha é algo fora de qualquer realidade brasileira e quem já mora no país vai concordar comigo. Nas cidades da Espanha, ao menos nas grandes, não é necessário ter um carro.

O metrô vai para todos os lugares e entre as cidades é possível ir de trem. Sem contar as linhas de ônibus urbano e interurbano. E mais uma vez, os valores de transporte para quem mora na Espanha são bem acessíveis.

Ainda falando sobre deslocamento, andar nas ruas da Espanha é muito agradável. Então por mais que você tenha que andar um pedaço a pé, não será uma experiência ruim.

Descubra => Como usar WhatsApp na Europa

 

Opções de lazer

Dicas sobre morar na Espanha.
Trem passando pela montanha Montserrat, na Espanha | Foto: Eldelinux, via Wikimedia Commons.

Se morando no Brasil você sonha em ir passar as férias na Europa, morar na Europa e ir de um país a outro de trem parece incrível, não é?

Os países que fazem parte do Espaço Schengen não solicitam visto até 3 meses a cada semestre para fins de turismo. Na prática quer dizer que dá para fazer aquele bate-volta em Portugal no fim de semana, ou conhecer as diferentes regiões da Espanha. E como já mencionado, os valores de trem, ou até voos low cost são acessíveis. Por isso, leia também sobre o mapa das linhas de trem na Europa.

 

Estações bem definidas

Outra coisa que me surpreendeu e que foge um pouco à nossa realidade é que as estações climáticas são bem definidas. O que quer dizer que no verão é verão, no inverno é inverno. Tudo característico à sua época. Dependendo da região que você morar na Espanha, dá até para esperar que caia neve no inverno.

 

Pontos negativos de morar na Espanha

Para falar a verdade, não encontrei muitos pontos negativos em morar na Espanha. Tudo se resume a se adaptar à cultura da região onde você está vivendo da melhor forma possível. Para te ajudar, leia o post curiosidades da Espanha.

Apenas dois aspectos me pegaram de surpresa:

 

   
   

Alimentação na Espanha

Morar na espanha: dicas para brasileiros.
Comida espanhola | Foto: Juanedc, via Wikimedia Commons.

Vai ter quem discorde, mas eu não me dei muito bem com a culinária espanhola. Longe de ser ruim, a Espanha tem muitos pratos deliciosos. É que para quem, como eu, cresceu comendo arroz e feijão 2 vezes por dia e comendo coxinha e farofa, depois de 3 semanas, começa a sentir falta.

No meu primeiro dia em Barcelona comprei um pão com batata que sinto o gosto até hoje, de tão enjoativo. Mas pode ser que você não tenha a mesma impressão que eu tive.

Uma opção para contornar essa situação é comprar os ingredientes e cozinhar em casa, em vez de ir sempre a restaurantes e lanchonetes. É uma alternativa também comer em restaurantes brasileiros – têm alguns muito bons por sinal. Confira o post sobre as comidas típicas da Espanha.

 

Inverno

Morar na Itália ou na Espanha.
Município de Mestanza, na Espanha | Foto: Javier Martin, via Wikimedia Commons.

Embora não seja tão severo quanto o restante da Europa, é mais intenso que o do Brasil. É importante saber quando ir para a Espanha.

Quando fui para à Espanha, tive que comprar vários tipos de agasalhos que eu não tinha, como casacos, cachecóis, gorros. Então, se você mora em uma região no Brasil que não faz muito frio, se prepare para comprar agasalhos. Minha dica é comprar já na Espanha porque é bem mais barato, mesmo se convertido em real. E para economizar mais, leia também qual moeda levar para a Espanha.

Completo => Roteiro por Portugal e Espanha

 

Há preconceito contra brasileiros?

Morar na Europa: espanha.
Jogo de futebol feminino | Foto: Agência Brasil Fotografias, via Wikimedia Commons.

Que o Brasil não está na melhor, já sabemos. O que nem sempre pensamos é que isso tem reflexo no exterior. No entanto, o modo que os jornais internacionais mostram o Brasil para o mundo nem é o ponto. Mas sim, como os brasileiros expõem o Brasil para os outros países.

Não faltaram vezes em que ouvi colegas de sala brasileiros diminuindo nosso país para os professores, que mal acreditavam que certas coisas realmente acontecem. E isso me deixou chateada em certo ponto.

Mas minha surpresa foi que, mesmo com o desabafo dos brasileiros, os catalães não pareceram muito preocupados com nossa “situação caótica”.

Eles ficam impressionados ao saber que um país grande como o Brasil não tem o trem como um meio de transporte viável, mas ao ouvir que nossa política é instável, eles acrescentam que a deles também é. Achei isso muito interessante, não é só o Brasil que tem problemas (embora ainda tenhamos mais).

Particularmente, não sofri preconceito ao morar na Espanha. Os lojistas que tive contato, por exemplo, na maioria das vezes nos associavam com Neymar e Pelé, e com o jeito alegre do brasileiro. Conheci até alguns catalães que tinham visitado Salvador durante as férias, e que acharam tudo muito bonito.

Chip => Chip de celular na Europa

 

É fácil trabalhar/estudar na Espanha?

Morar e estudar na espanha.
Universidade Complutense de Madrid, na Espanha | Foto: Benjamín Núñez González, via Wikimedia Commons.

Para quem mora na Espanha, estudar é fácil. Até porque, você está pagando por um curso, e isso faz de você um cliente. Então, depois que você é aceito em uma Instituição de Ensino e consegue o visto de estudante, não há problemas.

Trabalhar é um pouco mais difícil, pelo menos na contratação. Muitas empresas deixam de contratar brasileiros pela espera do visto de trabalho, ou porque ainda há uma taxa considerável de desemprego na Espanha. E na Espanha, os empregadores devem priorizar contratar espanhóis antes dos estrangeiros.

 

Experiência profissional

Outro ponto é que, por mais que você tenha experiência de trabalho no Brasil, muitos lugares não levam isso em conta ao contratar. Se você não tem experiência na Espanha, é como se não tivesse experiência nenhuma. Mas há casos e casos.

Superada a etapa de contratação, o restante não é difícil. Eu particularmente não trabalhei no período que morei na Espanha, mas conheci brasileiros que trabalhavam. Um deles era garçom em um restaurante à beira da praia de Barcelona. Segundo ele, a experiência estava sendo boa e muito útil para aprimorar o espanhol. Veja mais dicas da Espanha.

 

Dicas

Não deixe o processo de visto para última hora

Morar em Madrid, na Espanha.
Passaporte brasileiro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil, via Wikimedia Commons.

O primeiro a se pensar ao planejar morar na Espanha, é conseguir a autorização para isso. Como você já deve saber, acima de 3 meses por semestre – seja qual for seu objetivo ao morar na Espanha –, é obrigatório ter um visto.

Ao contrário de outros países, não é possível solicitar o visto para morar na Espanha já estando no país, como indica a Embaixada da Espanha. A autorização deve ser solicitada no Consulado espanhol no Brasil à que seu domicílio pertence.

Em geral, o tempo para solicitar essa documentação é de no mínimo 3 meses, essa é a recomendação do Consulado da Espanha em São Paulo, por meio de seus anexos do Ministério de Assuntos Exteriores e de Cooperação.

Existem vários tipos de visto relacionados a viver na Espanha. Cada processo pede um rito de documentação própria, e condições específicas, bem como período de validade de passaporte e taxas.

Para estudar, por exemplo, é necessário ter um documento que comprove sua aceitação em uma Faculdade ou outro tipo de Instituição de Ensino. Para trabalhar é preciso já ter sido contratado, e apresentar um comprovante. Para reagrupamento familiar, é preciso um documento que comprove parentesco com alguém que já mora na Espanha. E por aí vai…

Como cada processo difere em seus trâmites, é recomendável que você pesquise no site do Consulado espanhol do seu estado, ou no site do Ministério de Assuntos Exteriores.

Tire suas dúvidas => Comprar dólar e euro online

 

   
   

Não subestime o espanhol

Aposentar e morar na espanha.
Ilhas Canárias, na Espanha | Foto: HHSS, via Wikimedia Commons.

Um dos principais requisitos para quem pretende morar em outro país é aprender o idioma. E se tem uma coisa que o brasileiro adora fazer ao se programar para morar na Espanha é subestimar a língua espanhola.

Quando cheguei à Espanha, descobri que o espanhol de lá é mais enrolado que o do restante da América Latina, e o sotaque dos espanhóis vem da garganta (palavras de um professor espanhol). Enquanto para eles, o brasileiro “fala delicado”.

Claro que, se comparado a outros idiomas, para nós brasileiros é bem mais fácil entender o espanhol. Mas os espanhóis dão uma enrolada na língua, que se você nunca teve contato com o idioma fica difícil até entender uma fala comum na rua.

E se seu desejo é morar na Espanha, estudar ou conseguir um bom emprego e ser respeitado, é uma obrigação se dar bem com a língua.

A vantagem do espanhol é que, se você se dedicar, em alguns meses dá para ter um bom domínio. Não precisa fazer um monte de cursos. Pegue o hábito de assistir todas as suas séries com áudio em espanhol – e depois de um tempo com legenda em espanhol também, seja um adepto de músicas espanholas, e te garanto que em menos de 1 ano você vai estar até sonhando em espanhol.

Mais opções => Excursão particular em Madrid

 

Foque no espanhol da Espanha

Morar na Espanha: falar espanhol.
Madrid, Espanha | Foto: Diario de Madrid, via Wikimedia Commons.

Ao estudar espanhol para morar na Espanha, atente-se para aprender o espanhol da Espanha. Pode parecer redundante, mas há diferenças no idioma de um país para outro.

Só para você entender, enquanto na Espanha o “você” é traduzido para “Tú”, na Argentina se usa o “Vos”. E enquanto na América Latina o “vocês” é traduzido para “Ustedes”, na Espanha se costuma usar o “Vosotros”. As mudanças também podem ocorrer em palavras do dia a dia.

Tome cuidado com os falsos sinônimos entre o português e o espanhol. Por exemplo, se você chegar a uma loja e pedir uma “escova”, o vendedor vai te entregar uma vassoura. Para um espanhol, se você disser que tem uma “borracharia”, ele vai entender que você é dono de um bar (borracho em espanhol significa bêbado). São várias as palavras do espanhol que são semelhantes, mas com significados diferentes.

Um mês => Roteiro viagem na Europa

 

Se prepare para as regiões com idioma próprio

Morar na Espanha 2019.
Região da Catalunha, na Espanha | Foto: Resalado, via Wikimedia Commons.

Se você vai morar na Espanha em regiões com idioma próprio, como a Catalunha com o catalão, e o País Basco com o basco, não precisa aprender esse segundo idioma (porque aí já seria demais!).

Nos primeiros dias morando no país, acostume-se a procurar o significado das palavras nesse segundo idioma que encontrar na rua. Em Barcelona, por exemplo, nas placas de rua não está escrito calle (rua em espanhol), mas sim carrer (rua em catalão). Então, ter uma noção superficial desse outro idioma pode te deixar menos perdido.

Veja mais => Mapa das linhas de trem na Europa

 

Esteja aberto a todo tipo de experiência

Quando chegar à Espanha, saia de casa, ande muito. Assista ao máximo de apresentações típicas possíveis e converse com as pessoas. Visite museus e conheça as praias. Se aprofunde nos feriados na Espanha e participe das tradições.

Morar na Espanha vai exigir de você paciência com a adaptação, e a melhor forma de tornar esse processo mais rápido é mergulhar na cultura deles.

 

De mudança: vou morar na Espanha

Morar na Espanha 2020.
Aeroporto de Barajas | Foto: Thomas Stellmach, via Wikimedia Commons.

Com toda a certeza você tem expectativas bem específicas quanto a morar na Espanha. Os motivos para se mudar são muitos: estudos, carreira, família, segurança… Seja como for, é importante analisar tudo que está envolvido nessa mudança.

Cada região da Espanha tem características bem particulares. Então, se você até agora só pesquisou sobre a Espanha em geral, é bom pesquisar sobre a Comunidade Autônoma que você pretende residir. Tenha certeza que a região escolhida atende suas necessidades e que o custo de vida da localidade está dentro das suas possibilidades.

Mudar-se para outro país, ou melhor, para outro continente, não é como mudar de cidade. Se possível, vá pessoalmente conhecer o lugar, fique um tempo no país, converse com pessoas na cidade. Tomar essa decisão com calma vai evitar que você crie expectativas infundadas ou até se decepcione.

Como você está se preparando para morar na Espanha? Gostou do post? Deixe seu comentário, eu vou adorar saber o que você tem a dizer!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Thainá Fernanda

ESCRITO POR

Thainá Fernanda

Thainá Fernanda, 21 anos, estudante, curiosa e apaixonada por culturas estrangeiras. Cursa Administração de Empresas e pretende ser Mestre em Marketing. Fez intercâmbio de espanhol em Barcelona ao terminar a escola e está planejando um mochilão pela Europa após terminar a Graduação. Seu sonho é conhecer o mundo e tornar isso parte do seu trabalho. Adora música, aprender idiomas e viver a vida o mais intensamente possível.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Quero Viajar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. Gisela Lisboa

    Bom post. Vejo que a sua experiência foi boa, até hoje, nunca conheci ninguém que não tenha tido uma boa experiência na Espanha. É claro, que devem existir relatos menos felizes, mas imagino que sejam raros. Só gostaria de fazer uns comentários: Quanto ao banho: Não fui à Barcelona, mas em Madrid, outras cidades centrais e do sul da Espanha, em todos os lugares em que fiquei, os chuveiros eram normais. Ou seja, presos na parede, inclusive no apartamento alugado pelo meu primo em Madrid. Então, acho que depende da região e talvez da casa ou apartamento aonde se fica. Não se pode generalizar como se todos fossem assim. Quanto à água: De novo, acho que é questão de região, pois em Madrid, existem diversos bebedouros de água nas ruas, recentemente, foram instalados ainda mais, em virtude das ondas de calor. Não tive também nenhum problema com água e sim, no inverno se bebe menos água, pois se transpira menos e não se sente calor. Além disso, vários países da Europa, assim como nos EUA, Canadá, entre outros, existe o costume de beber água da torneira, pois a água é tratada para isso, para ser potável e consumida. Não é questão de preconceito, no Brasil, a nossa água não é tratada para ser bebida então não deve ser bebida direto da torneira, sem filtro. Salvo raros lugares aonde existem fontes de água mineral na rua como São Lourenço, por exemplo. Quanto à comida: Mais uma vez, acho que deve ser questão de região. Pois, a Espanha, de todos os países da Europa, é o mais fácil de se viver em relação à alimentação. Pois é eclético, se come e se encontra de tudo, tanto na rua quanto nos mercados e a preços acessíveis. E feijão não existe apenas em restaurantes brasileiros. E muitas das comidas espanholas, como frutos do mar, as batatas, Tortillas, entradas, salgados e aperitivos e as tapas; são maravilhosas.. Claro que existem coisas esquisitas e até meio nojentas pros nossos costumes, mas é questão de escolha de onde e o que comer.. De novo, Barcelona, foi uma das poucas regiões que não estive na Espanha, gostaria de ter ido, mas durante o tempo que fiquei no país, acabei não tendo esta oportunidade, com os estudos e escolhi outros lugares. Mas, pretendo voltar, dessa vez pra ficar, porém, agora, não se sabe quando isso será possível..

  2. Polly Batista

    Oi, Gisela! Que ótima contribuição você deu ao post! É muito bom receber relatos de experiências que acrescentam ou mostram outra vivência! Muito obrigada!

  3. Laércio

    Excelente post, Guilherme. ou apaixonado pela Espanha, tenho colegas em Zaragoza, na Universidad Sn Jorge. Quando levamos alunos em intercâmbio, ou vamos a passeio, aproveito para conhecer mais e aprender. Quando voltamos, as saudades batem fortes. Obrigado.

  4. Polly Batista

    Também amamos a Espanha, Laércio! Valeu!