Morar na Bélgica: o que você precisa saber antes de se mudar

Morar na Bélgica: o que você precisa saber antes de se mudar

Quando fui morar na Bélgica, já havia passado um período de algumas semanas no país no ano anterior e feito alguns contatos e amizades que me facilitaram tomar a decisão de me mudar para lá.

Mesmo assim, o período de planejamento envolveu muito mais ansiedade do que qualquer outra coisa. Todo o esforço para comprar as passagens e o seguro viagem, o medo de ser barrado da imigração, como seria o período de adaptação, o que levar comigo do Brasil, etc.

Atualmente, é muito comum para brasileiros deixar o Brasil em busca de estudo, trabalho ou apenas novas experiências em uma terra diferente. Mas é preciso ter em mente que você tem que ter o visto para morar na Bélgica, um trabalho ou estudo, e saber exatamente qual é o custo de vida na Bélgica.

A Bélgica é um lugar perfeito para buscar tudo isso. Falando um pouco da minha experiência de alguns anos morando lá, espero tirar algumas dúvidas e mostrar alguns fatos que podem ser desconhecidos sobre esse belo país.

Planeje sua viagem => Onde ficar em Bruxelas

Seguro viagem Europa »

 

Como é morar na Bélgica

Como entrar na Bélgica
Antuérpia foi o primeiro lugar que conheci da Bélgica.

Morar na Bélgica, para mim, foi incrível e é uma experiência que pretendo repetir. No primeiro momento que desembarquei no país, de um trem vindo da França, eu senti que ali seria um lugar onde eu gostaria de viver.

Meu primeiro contato com as pessoas e as ruas da Antuérpia causou um impacto tão grande em mim que foi para essa cidade que voltei depois e onde fixei residência.

Esse talvez seja o principal fator quando estamos de mudança para algum lugar: é preciso sentir-se bem na nova casa e ter uma boa interação com o povo local, pois você vai precisar muito disso nos primeiros dias.

CLIQUE AQUI para fazer remessa online de dinheiro para o exterior »

 

O que você precisa saber antes de se mudar

O que saber antes de mudar para Bélgica
Bruxelas.

A Bélgica oferece muitos atrativos para quem quer tentar a vida fora do Brasil: a economia favorável e a qualidade de vida com mais igualdade estão entre os principais, sem falar das belezas turísticas e da gastronomia.

No entanto, também existem muitos obstáculos para um brasileiro se inserir devidamente na sociedade belga, como dificuldade para conseguir emprego na sua área e aprender o idioma.

Aqui, segue uma série de dicas sobre esses e outros tópicos que são muito importantes saber antes de tomar qualquer decisão de morar na Bélgica.

Confira => Passeios imperdíveis em Bruxelas

 

Economia e mercado de trabalho na Bélgica

Mercado de trabalho na Bélgica
Mercado de trabalho belga é bem competitivo.

A economia da Bélgica é uma das mais fortes da Europa, tendo sofrido um revés, assim como outros países do continente, com a crise da última década.

Mesmo tendo uma indústria diversificada que importa e exporta de diversas nações, o mercado de trabalho na Bélgica é muito competitivo e mais ainda para nós brasileiros.

Para começar, um cidadão comum na Bélgica já sai da escola com alguma formação profissionalizante que lhe garante um lugar no mercado de trabalho. E se essa pessoa não parar com os estudos ao final do Ensino Médio e decidir fazer um curso superior e uma especialização, isso a torna ainda mais qualificada.

Isso sem falar na questão do idioma. São três as línguas oficiais na Bélgica, holandês, alemão e francês. É muito comum que nativos belgas tenham pelo menos dois desses idiomas fluentes, quando não os três, além é claro do inglês, que é falado extremamente bem no país.

Morar na Bélgica é fácil?

O domínio de um ofício, fluência em três ou mais idiomas e curso superior tornam extremamente difícil para um estrangeiro ingressar no mercado de trabalho do país – mesmo com igual formação acadêmica – e muitos brasileiros acabam saindo de sua área de atuação para conseguir emprego, pois a preferência vai ser sempre do nativo.

Porém, não é impossível conseguir trabalho na sua área na Bélgica. Na maioria dos casos, os cargos ocupados por brasileiros são preenchidos através de transferências feitas por empresas, enquanto o trabalhador ainda mora no Brasil.

As leis trabalhistas na Bélgica permitem que apenas o empregador belga solicite um visto de trabalho para um estrangeiro, comprovando que não encontrou um cidadão europeu capacitado para desempenhar a função. Saiba mais em trabalhar na Bélgica.

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?
Compare preços e compre online na Confidence Câmbio »

 
 

Aqui estão alguns dos principais motivos do porquê recomendamos de olhos fechados esses passeios da GetYourGuide na Bélgica. Temos certeza de que ao contratar tours e excursões, você vai amar sua experiência:

  • Milhares de atividades imperdíveis para todas as idades e interesses;
  • Os preços mais baixos, garantidos - sem taxas de reserva ou cobranças ocultas;
  • Faça a pré-reserva de ingressos e pule a fila nas principais atrações com o inventário exclusivo de ingressos;
  • Mantenha-se flexível com cancelamento fácil até 24 horas antes;
  • Pagamento e bilhetes otimizados para celular para reservas onde você estiver;
  • Atendimento ao cliente amigável e experiente, disponível 24/7 no seu idioma.
 

 

Educação e idioma

Educação infantil na Bélgica
Educação na Bélgica é cara até o Ensino Fundamental.

Estudar na Bélgica custa caro apenas para as séries iniciais e Ensino Fundamental. Cursos superiores e especializações como doutorado e mestrado, custam muito menos do que se imagina.

Antes de morar na Bélgica, saiba que estudantes podem trabalhar meio turno enquanto estudam, os programas de bolsas e intercâmbios facilitam o acesso às universidades.

Existem três principais modelos de ensino superior no país, que podem sofrer pequenas alterações de acordo com cada região.

O Ensino Superior Curto não é oferecido por universidades, mas sim por escolas superiores. Consiste em bacharelados e cursos profissionalizantes de três anos no máximo e foca em formar profissionais de campo, mais ligados a atividades práticas.

Viver na Bélgica

O Ensino Superior Longo, oferecido pelo mesmo tipo de instituição, dura o mesmo tempo e ainda inclui uma especialização de um ano. Também foca nas atividades práticas, porém em áreas consideradas complexas.

Esses modelos não garantem acesso a mestrado ou doutorado em universidades. Para obter esse acesso, são oferecidos cursos de passagem, com créditos complementares.

Já as universidades oferecem o Ensino Universitário, mais parecido com o que conhecemos no Brasil, porém com uma infra-estrutura muito mais preparada. O foco das universidades belgas é formar pensadores e profissionais na área da pesquisa e análise de problemas.

 

Mais sobre a educação na Bélgica

Ensino superior na Bélgica
Bélgica incentiva o intercâmbio de estudantes.

O ensino superior na Bélgica é regido pela Convenção de Bolonha – um tratado assinado entre vários países da Europa que propõe uma equivalência de diplomas entre esses países. Facilitando o intercâmbio de estudantes.

Apesar de existirem alguns cursos que são ministrados exclusivamente nas línguas nativas, existem muitas opções para quem domina apenas o inglês, principalmente para especializações.

Falar bem a língua inglesa vai te salvar em qualquer situação, afinal os belgas falam inglês muito bem e não tem problema se o estrangeiro não fala nenhuma das línguas deles.

   

Porém, quem deseja trabalhar no país é obrigado a falar pelo menos uma língua oficial, de preferência a da região onde vai morar.

Existem aulas de inglês para todos os bolsos e níveis de aprendizado; de gratuitas até alguns bem caros que são intensivos. As cargas horárias também variam bastante e certamente tem algum curso que se encaixa no seu horário.

O assunto ensino superior é muito amplo e com diferentes detalhes de acordo com o curso, a região e a instituição. É fundamental que o estudante faça muita pesquisa e entre em contato com o estabelecimento onde deseja estudar para entender bem o seu caso.

Imperdível => Entrada para o Atomium de Bruxelas

 

Qualidade de vida e segurança na Bélgica

Qualidade de vida na Bélgica
Bélgica tem excelente qualidade de vida.

A Bélgica é um país com excelente qualidade de vida entre as classes sociais e pouca disparidade entre elas, o que torna muito atrativo morar na Bélgica. Apesar de pagarem muitos impostos, esse dinheiro é revertido em serviços a favor da comunidade de maneira muito eficiente.

O salário mínimo é alto e permite que uma pessoa com um emprego simples possa ter um lugar decente pra viver, um carro, animal de estimação, férias pagas, plano de saúde e benefícios, alimentação saudável, etc.. O povo da Bélgica valoriza muito o trabalho e o tempo livre, mantendo um equilíbrio invejável entre os dois.

O transporte público e a malha ferroviária funcionam de maneira exemplar. Levam a todos os cantos e os preços são módicos. Os passes e travel cards possibilitam pagar menos por mais viagens de trem, ônibus, bonde ou metrô.

Segurança pública não é um problema. Uma situação curiosa que aconteceu comigo quando perguntei a um amigo belga se era perigoso sair na rua de madrugada, ele ingenuamente não entendeu a pergunta.

É que a Bélgica tem índices de violência muito pequenos e apesar de existir criminalidade, como em qualquer lugar do mundo, as ocorrências são muito baixas.

Confira => Maratona de bares e casas noturnas em Bruxelas

 

Clima da Bélgica da Bélgica

Documentos para entrar na Bélgica
Clima da Bélgica é temperado.

A Bélgica é um país costeiro, banhada pelo Mar do Norte e tem clima temperado. Chove muito em qualquer estação do ano e as chuvas são de todos os tipos, mas a garoa fina é a mais comum.

O inverno é bem frio e neva em muitos lugares. O verão fica entre 20 e 30 graus e, às vezes, até passa dessa marca. Outono e primavera são mais amenos, mas ainda assim chove!

O período de luz do sol é mais curto no inverno e bem longo no verão. Saiba tudo sobre quando ir para a Bélgica.

Compare => Aluguel de carro na Bélgica

 

Vistos e imigração na Bélgica

Imigração para a Bélgica
Há vários tipos de vistos para entrar na Bélgica.

A Europa se tornou um lugar muito visado por pessoas de países com alta desigualdade social ou em situação de conflito. As mudanças das políticas imigratórias dos últimos anos dificultaram bastante para essas pessoas se tornarem cidadão ou residentes legais na Bélgica.

Cada situação requer um tipo específico de visto – por isso conheça os tipos de visto para Bélgica – que deve ser muito bem estudado e preparado por parte do estudante, trabalhador ou turista e todos que pretendem morar na Bélgica. Pedidos de imigração ou cidadania são ainda mais complexos e concedidos após muita averiguação e burocracia.

O alto número de imigrantes ilegais na Europa nos últimos dez anos fez com que a população ficasse cética sobre o assunto, o que acarretou na eleição de políticos com visão mais conservadora. Isso confundiu as pessoas de fora que começaram a ver o europeu como preconceituoso.

Essa é uma afirmação exagerada e embora haja algum receio em relação às políticas de imigração e como o governo administra a situação, a população belga se relaciona bem com quem vem de fora, seja para visitar ou morar.

Incrível => Degustação de chocolate na Bélgica

 

População belga

População belga
População belga é receptiva e educada.

A Bélgica passou por misturas étnicas desde sua primeira ocupação feita por celtas, romanos e francos. Talvez isso tenha desencadeado o fator cosmopolita tão presente nas cidades belgas.

No bairro que morei, o que menos eu via eram belgas. Muitos imigrantes africanos e asiáticos residem no país de forma legal.

O belga em geral, tanto o nativo quanto o imigrante, está muito acostumado a receber turistas. São receptivos, educados e atendem bem nos serviços e estabelecimentos de comércio. É um povo honesto e que cumpre horário, porém estão longe de serem certinhos.

   

As pessoas na Bélgica são uma mistura equilibrada de franceses, alemães e holandeses; e vez ou outra uma característica dessas nacionalidades se manifesta de maneira mais enfática.

Gostam de beber cerveja nas refeições, não são muito ligados na aparência (o que por si só acaba sendo um estilo), são modernos, as rádios tocam muito rock e pop, e o clima influencia diretamente no seu comportamento.

É muito comum estarem mais reclusos no inverno e passarem horas na rua nos dias de calor. Embora não seja muito difícil fazer amizade com os belgas, penetrar a barreira social dos círculos de convivência já estabelecidos entre eles é outra história.

Pode ser bem complicado para um brasileiro que gosta de estar sempre com gente em volta, se ver sob certo desamparo em um lugar onde conhece os locais superficialmente.

Descubra => Como usar WhatsApp na Europa

 

Turismo, cultura e gastronomia

Bélgica dicas de viagem
Bélgica tem comidas e bebidas deliciosas.

Eu costumava dizer que cada cidade na Bélgica é um ponto turístico. Para mim, o choque cultural nesse sentido foi enorme. A conservação e valorização de sua história fazem com que cada cidade tenha pelo menos um lugar que seja digno de um cartão-postal.

Lugar bonito pra ver não falta! Arquitetura e natureza estão lado a lado na Bélgica.

Também existe muita música na Bélgica. Dezenas de festivais de música de vários estilos acontecem no país: do eletrônico ao heavy metal; do pop à música folclórica; bares com música ao vivo e músicos de rua estão por toda parte.

Uma quantidade de museus que não acaba mais, exposições de arte em locais públicos e os festivais de gastronomia são formas de exaltar e apreciar a rica cultura do país.

A comida é excelente: batatas fritas, cerveja e chocolate são os carros chefe para qualquer turista. Mas uma vez que você estiver morando no país, vai descobrindo aos poucos outros pratos típicos do país como cozidos, ensopados, peixes de água doce e frutos do mar.

Em dias de sol é muito comum ver as pessoas comendo na rua, nas praças e nos parques.

Tire suas dúvidas => Comprar euro online

 

Vale a pena morar na Bélgica?

Dicas para morar na Bélgica
Bruges.

Morar na Bélgica foi uma experiência e tanto na minha vida. Fiz grandes amizades e conheci muitos lugares e pessoas interessantes. Viajar pelo interior do país como músico foi algo enriquecedor e inigualável.

Hoje, podendo olhar em perspectiva tenho muito mais informação e conhecimento de fatos que desconhecia na época que fui ao país pela primeira vez.

Para quem está pensando em se aventurar pelas terras belgas como estudante ou em busca de emprego, recomendo que busque detalhes sobre o lugar para onde está indo.

Vale ressaltar que apesar de me valer de alguns dados de pesquisa, a maioria das informações presentes nesse artigo é de caráter pessoal e tem a ver com a minha vivência na Bélgica. E pode ser que outra pessoa tenha observações totalmente diferentes das minhas, mesmo falando da mesma coisa.

Espero que esse relato tenha te ajudado a entender como algumas dessas questões funcionam e quais foram as minhas impressões ao viver de perto a cultura dos belgas.

Você está com planos de morar na Bélgica? Então, tire suas dúvidas nos comentários abaixo.

Até + !!!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Matheus Osório

ESCRITO POR

Matheus Osório

Matheus Osorio Goelzer é músico, técnico de som e roadie freelancer. Graduado em Produção Fonográfica, mora em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Viveu cerca de 3 anos na Bélgica e viajou o país como baterista de uma banda. Gosta de ler, viajar, escrever e é apaixonado por música.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Tours Nacionais

Reserve atividades com pagamento em até 10x

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Tours Nacionais

Reserve atividades com pagamento em até 10x

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. Raquel Schelbauer

    Matheus, em primeiro lugar, gostei muito do vosso artigo! Esclarecedor. Eu gostaria de saber, no entanto quais são as possibilidades para pessoas da área de saúde, meu marido tem apenas o ingles fluente, mas eu falo alemão, inglês é arranho um francês? Outra pergunta, e me desculpa se for muito pessoal, por que não quiseste continuar na Bélgica? Onde moras agora? Muitíssimo grata!

  2. Sander Sales

    Excelente texto! Parabéns e obrigado!