Como funciona a imigração em aeroportos?

por Juliana Lessa

Como funciona a imigração em aeroportos?

Uma viagem internacional começa na imigração em aeroportos. Depois do planejamento e definido o roteiro, compradas as passagens e verificado o passaporte, você pode começar a pensar no processo de controle da imigração. No dia do embarque, esse deve ser o foco principal.

Saindo do país ou na volta para o Brasil, a verificação de passaportes e vistos (se for o caso) é uma etapa obrigatória. E é importante saber o que precisa ser dito e o que deve ser apresentado aos agentes da imigração. Dependendo do local de destino, as exigências são maiores e se não tiver a documentação necessária, a viagem pode acabar antes mesmo de começar.

E ser barrado, seja na imigração dos Estados Unidos ou na Europa, por exemplo, não será uma boa experiência para ninguém! Qualquer conversa ou ação que leve o agente da imigração a uma mínima desconfiança, principalmente quando se é estrangeiro em outras partes do mundo, pode ser decisiva para impedir a entrada do turista brasileiro em outro país.

A partir da leitura deste artigo, você será esclarecido quanto a dúvidas, por exemplo, sobre como é a imigração no aeroporto de Lisboa, imigração no aeroporto dos Estados Unidos, imigração em Amsterdam, como não ser barrado na imigração da Europa, como se dá a imigração na volta para o Brasil, como é o formulário de imigração da Europa, e sobre se casal pode passar junto na imigração, entre outras dúvidas. Confira!

Aproveite => Melhores ofertas de hotéis do mundo

Tudo sobre Seguro viagem»

 

O que é uma imigração?

A imigração em aeroportos é uma fiscalização que acontece aos passageiros de voos internacionais. Todos as pessoas, tanto na entrada quanto na saída de um país, devem passar pelo controle migratório quando fazem uma viagem internacional.

Vale observar que nem todos os aeroportos têm uma unidade de controle migratório. Em aeroportos de menor porte ou naqueles que só operam voos domésticos, o processo de imigração poderá ser feito em outra cidade que não a de destino final da sua viagem. Quando isso acontece, a imigração ocorre geralmente onde são feitas paradas para troca e conexão de voo.

Planeje-se => Como ter internet na viagem

 

Como funciona a imigração nos aeroportos?

Como funciona a imigração nos aeroportos?

Uma vez feito o check-in no seu voo e despachadas as malas, o passo seguinte é passar pela imigração antes do embarque.

Na área de controle de imigração em aeroportos, os agente federais ficam em cabines individuais para atendimento dos viajantes. A fila para atendimento é única, a não ser pela separação entre cidadãos locais e estrangeiros.

Quando for chamado, você vai ter que apresentar seu passaporte ou documento de identidade e informar ao agente:

  • Para onde está indo ou de onde está voltando
  • Qual o propósito da sua viagem (turismo, trabalho ou negócios, educação, etc.)
  • Se está viajando sozinho ou acompanhado
  • Por quanto tempo irá permanecer naquele destino.

Se você estiver viajando com familiares – mãe, pai, filho(s) ou cônjuge – vocês poderão se apresentar e ser atendidos em grupo. Logo, casal pode ir junto para imigração. Na verdade, se você estiver entre amigos, primos até umas 3 pessoas dá para ir todo mundo junto. 

No Brasil, essa fiscalização é de responsabilidade da Polícia Federal.

Viagem saudável => Vacinas necessárias para viajar

 

Dicas para passar pela imigração

Dicas para usar aeroportos
Aeroporto de Fortaleza | Foto: QVM.

Embora pareça uma tarefa complicada, passar pela imigração não é um processo complicado. Pode até mesmo ser bem rápido, uma vez que você tenha em mãos tudo o que precisa.

A imigração em aeroportos dos Estados Unidos é tida como uma das mais rígidas. Mesmo com o visto emitido, não há garantia de entrada no país.

Para que tudo corra bem e você desembarque sem problemas na cidade escolhida, é imprescindível ter sua reserva de hotel e passagem de volta, para mostrar ao agente migratório. Se for se hospedar na casa de parentes ou amigos, esses devem ter endereço fixo e essar situação regular, ou seja, não viverem ilegais nos EUA.

Mesmo assim, ainda há outras situações em que você pode ser impedido de entrar nos EUA ou ter a sua entrada postergada.

imigração em aeroportos dos Estados Unidos
Aeroporto de Nova York | Foto: QVM.

Um visto novo em um passaporte que já tenha registradas outras entradas nos Estados Unidos; um passaporte com validade próxima; o fato de ter sido demitido pouco tempo antes de realizar a viagem e não ter mais um emprego fixo no seu país de origem etc.

Tudo isso pode se converter em razão para gerar insegurança e impedir uma pessoa de entrar ou permanecer nos Estados Unidos, independente de você ter todas as reservas e passagens de volta emitidas.

Quando isso acontece, seu passaporte é entregue a um outro agente de imigração e você é encaminhado a uma sala da Polícia Federal americana. Até ser chamado para os eventuais esclarecimentos adicionais, fica sem contato com outras pessoas.

Nesse ponto, mesmo que não deixe de responder às perguntas feitas e nem de apresentar todos os documentos e informações solicitadas, eles podem decidir que não é prudente te deixar entrar no país.

Infelizmente, o viajante pode ser deportado no mesmo momento ou ser detido até que os oficiais da imigração entendam que não há risco envolvido.

Imigração da Europa
Aeroporto de Roma | Foto: QVM.

Já na Europa, para entrar em países como França, Espanha ou Suíça, que costumam ter uma movimentação frequente de turistas, a passagem pela imigração costuma ser rápida e bem objetiva.

Uma vez informados o propósito da visita e o planejamento de estadia, o carimbo no seu passaporte vem sem mais delongas.

No Reino Unido, por outro lado, a verificação é complexa. Além de tudo o que é previsto e esperado – passaporte, passagens de ida e volta, objetivo da visita ao país, tempo de permanência – em algumas ocasiões podem ser solicitadas informações específicas.

Por exemplo: sobre com o que você trabalha, o porquê visitou ou não outras cidades e países antes de chegar ali, quanto em dinheiro você está levando para passar a temporada no país, se tem um cartão de crédito habilitado para uso internacional etc.

Em alguns lugares, outras exigências ainda mais particulares podem surgir.

 
Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 20% de desconto usando o cupom BWEEK, é só clicar no botão.

Conheça as principais vantagens:

  • Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de seguro viagem;
  • Assistência médica e hospitalar, seguro de cancelamento e atraso de voos, seguro bagagem, reembolso com despesas médicas e muito mais;
  • É mais barato do que comprar direto nas seguradoras;
  • Cancelamento da contratação sem taxas até 48 horas antes da viagem;
  • Parcelamento em 12x sem juros nos cartões de crédito;
  • Compras com boleto bancário têm 5% de desconto;
  • Atendimento ao cliente 24hs em português.
 
migração Aeroporto de Paris
Aeroporto em Paris | Foto: QVM.

Na Irlanda, se você tiver a intenção de se hospedar na casa de familiares ou de algum amigo que esteja morando no país, você vai precisar levar uma carta convite, dirigida a você e assinada pelo morador. Sem esta carta, você corre um risco grande de não conseguir nem sair do aeroporto.

Caso sua viagem seja a trabalho ou para um evento de negócios, é sempre recomendável levar uma carta da empresa confirmando que você tem um vínculo empregatício no Brasil e/ou o comprovante de inscrição no evento ao qual você vai participar.

Saúde => Remédio para o estresse

 

Imigração na volta para o Brasil

Chegando no Brasil, assim como todos os passageiros, você também vai passar pela imigração antes de ir para casa.

Para cidadãos brasileiros, a chegada em São Paulo e no Rio de Janeiro – respectivamente no Aeroporto Internacional de Guarulhos/Cumbica e Aeroporto Antônio Carlos Jobim/Galeão, os serviços de controle migratório estão em funcionamento e agregam o atendimento, quando preciso, para os voos que chegam de fora e se destinam a cidades brasileiras onde não há imigração nos aeroportos.

Descubra => Como usar celular no exterior

 

Como passar tranquilamente pela imigração

barrado na imigração europa
É necessário evitar alguns comportamentos para passar tranquilamente.

O tratamento na imigração em aeroportos, apesar de ter um padrão de operação, pode variar bastante. Por isso, é extremamente importante seguir as regras impostas pelo local.

Brasileiros chegando em outro país comumente precisam preencher formulários de imigração, que são entregues aos passageiros no próprio voo, antes do pouso.

O ideal é que esse formulário seja preenchido antes de você chegar à imigração. Junto com ele, deixe seus documentos ao alcance, para não precisar procurar em bolsas ou mochilas no momento do atendimento pelo agente federal.

No ambiente oficial da imigração não é permitido falar ao telefone ou tirar fotos, por questões de segurança. A não obediência à uma dessas ou a qualquer outra obrigação indicada pode ser o suficiente para proibir a sua entrada no país estrangeiro.

Como funciona uma imigração no exterior
Aeroporto de Miami | Foto: QVM.

Para evitar chamar a atenção de forma equivocada, procure conversar em voz baixa, não escute músicas, não sente no chão ou deixe seus pertences espalhados.

Evite ao máximo conversar com desconhecidos. Se uma pessoa tiver algum problema durante o controle migratório e você tiver sido visto falando com ela, mesmo que por poucos minutos, até que tudo se esclareça você pode ter problemas ou ser prejudicado.

Hoje em dia, muitos aeroportos implantaram sistemas automatizados de verificação de passaporte. O processo costuma ser bem rápido: basta posicionar o passaporte no local indicado e olhar fixamente para a câmera, conforme apontado no local.

Se, por acaso, o acesso não abrir, significa somente que você foi selecionado aleatoriamente para passar por um oficial. Caso aconteça, se dirija ao agente e siga o procedimento padrão.

Leia => Livros viajantes profissionais

 

Como passar pela imigração sem falar inglês?

Não é obrigatório falar inglês para entrar em qualquer país. Esse não é um fator impeditivo. Claro, se você conseguir responder as perguntas dos agentes de imigração no idioma do país que estiver visitando ou em inglês, melhor.

Se não, entregue os documentos pertinentes e informe o que você sabe que será solicitado. Somente se o agente entender como necessário, ele irá solicitar a presença de um tradutor ou intérprete.

 
Sabia que aprender através de cursos on-line nunca foi tão fácil?

Assista seus cursos pelo computador, tablet ou até mesmo pelo celular!

Devido a nossa parceria com a Learn Café, você terá acesso a cursos para todas as áreas do conhecimento, com alta qualidade, comodidade e de forma acessível. Cursos online para você:

  • Aprender rápido e ganhar dinheiro;
  • Se preparar para um novo emprego;
  • Melhorar seu currículo;
  • Continuar aprendendo sempre!
 

Importante => Como acumular milhas aéreas

 

É preciso passaporte/visto em outros países?

Dicas do aeroporto de Atlanta
Aeroporto de Atlanta.

O passaporte é o documento oficial utilizado para viagens internacionais e alguns destinos exigem um prazo de validade mínimo de pelo menos seis meses, em relação à sua data de saída para voltar ao seu país de origem.

Se estiver indo para Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile, Peru, Equador, Colômbia e Venezuela, cidadãos brasileiros podem viajar levando um documento de identidade civil emitido pelas Secretarias de Segurança Pública dos Estados.

Mas aqui cabe uma ressalva: carteiras de motorista e carteiras profissionais ou funcionais não são aceitas e o documento de identidade deve ter sido emitido em um prazo máximo de até 10 anos, anterior à data da viagem. Saiba mais no post sobre países que não precisam de passaporte.

Aeroporto de Santiago
Aeroporto de Santiago | Foto: QVM.

Nem todos os países exigem visto para entrada de estrangeiros. De qualquer modo, é importante verificar sobre a exigência de cada local, antes de embarcar.

O processo para solicitação e emissão de um visto pode levar muito tempo e, se não for feito com a antecedência devida, pode acabar inviabilizando a sua viagem.

Para os Estados Unidos e Canadá ou para a China, o Japão, a Índia e outros países do continente asiático, o visto é obrigatório e não depende do tempo que você vá ficar no país.

Na Europa, a maioria dos países permite a permanência sem vistos por até noventa dias, a não ser pelo Reino Unido, onde o prazo é de seis meses.

Imigração documentos necessários
Aeroporto em Londres

Pela América do Sul também vale a estadia sem visto por um período de três meses. Mas se você planeja viajar até os Emirados Árabes, a obrigatoriedade dos vistos vai depender do local exato de destino.

Dubai suspendeu, recentemente, a necessidade de vistos para brasileiros; já em Abu Dhabi, o visto deve ser emitido mesmo em casos de saída do aeroporto para uma permanência curta, porém superior a 72 horas.

Cada caso é um caso! Então, para não errar, o melhor é consultar a tabela de exigências para brasileiros que consta no site do Itamaraty.

Por fim, uma ressalva bastante pertinente: caso você tenha um visto válido para qualquer país emitido em um passaporte vencido, você deverá levar os dois passaportes na sua viagem: tanto o antigo sem validade mas com o visto ainda dentro do prazo, quanto o novo, mais recente.

Útil => Aplicativos úteis para usar em viagem

 

Tudo sobre imigração em aeroportos

A imigração em aeroportos não é um bicho de sete cabeças. O processo todo é mais simples do que parece e pode ser bem rápido e tranquilo. Seguindo as orientações devidas não há porque ter medo de algo sair errado.

Se informe corretamente sobre tudo o que é preciso apresentar nesta etapa, organize seus documentos pessoais e os referentes à sua viagem com antecedência e mantenha a tranquilidade. Depois, é só aproveitar!

Bom, as dicas foram suficientes? Qual a sua experiência com imigração em aeroportos? Participe nos comentários!

 

CATEGORIAS
ESCRITO POR

Juliana Lessa

ESCRITO POR

Juliana Lessa

Juliana é engenheira de formação, escritora por paixão e viajante por vocação. É carioca, batuqueira e da estatística dos que convivem (muito bem) com a doçura do diabetes tipo 1. Atua como jornalista e faz MBA em Gestão de Saúde.

Organize sua viagem

10 dicas para você
planejar sua viagem

Separamos as principais ofertas dos nossos parceiros para você economizar.
Clique nos itens abaixo e confira:

Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Icone
Passagens Aéreas

Compre passagens com até 35% off e pgto parcelado

#01
Icone
Onde Ficar

Reserve o hotel pelo Booking, com cancelamento grátis

#02
Icone
Passeios e Tours

Reserve atividades e atrações ao redor do mundo

#03
Icone
Seguro Viagem

Até 20% off e pagamento em até 12x sem juros

#04
Icone
Aluguel de Carro

Reserve com desconto em até 12x sem juros

#05
Icone
Pacotes de Viagem

Viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros

#06
Icone
Ingressos

Reserve as entradas para tours, atividades e espetáculos

 

#07
Icone
Chip de Internet

A melhor conexão 4G no exterior, pelo menor preço

#08
Icone
Problema com Voo?

Seja indenizado pelo atraso ou cancelamento

#09
Icone
Câmbio

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?

#10
Quero Viajar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do post

  1. Brunna G

    Boa noite, Irei viajar com meu namorado para os Estados Unidos, ele é americano e eu não, podemos passar juntos na fila da imigração?

  2. Polly Batista

    Oi, Brunna. Tudo bem? Certamente, não. Na imigração tem sempre uma fila para os estrangeiros e outra para os cidadãos locais. Se o passaporte dele é americano e o seu brasileiro são filas diferentes, com guichês de atendimento diferentes. Boa sorte!

  3. Rodrigo Costa

    Boa tarde, Estou pensando em comprar uma passagem Guarulhos - Edimburgo, com parada em Zurique. O tempo de conexão é de 45 minutos. Acha que dá tempo? Corro risco de perder o voo por causa da imigração?

  4. Polly Batista

    Oi, Rodrigo. Tudo bem? Se a conexão está dentro da sua passagem, a cia aérea é responsável pelo seu embarque. Agora, se são trechos diferentes, comprados por vc, não arrisque, é pouquíssimo tempo! Boa viagem!