Início / Dicas / Dicas para intercâmbio: 10 coisas para saber antes de estudar fora

Dicas para intercâmbio: 10 coisas para saber antes de estudar fora

Dar dicas para intercâmbio é uma missão muito prazerosa. Isso porque viajar para aprender ou aperfeiçoar um novo idioma é o desejo de praticamente todo o estudante. Contudo, aqueles que estão fazendo isso pela primeira vez possuem muitas dúvidas sobre o tema. Por isso, baseada na minha experiência, escrevi 10 coisas que você precisa saber antes de planejar e fazer um intercâmbio, seja em Dublin, no Canadá, em lugares mais caros ou baratos.

Em julho de 2011, fiz meu intercâmbio para aperfeiçoar o inglês. Estudei na ETC International College, em Bournemouth, na Inglaterra. Separei algumas dicas essenciais que aprendi com essa experiência única, que foi viver em outro país, para quem sonha em fazer o mesmo. Aproveite-as e faça da sua viagem algo ainda mais enriquecedor.

Planeje sua viagem => Melhor cobertura de seguro viagem para estudante

Confira quem tem direito a viajar de graça »

 

O que saber antes de fazer um intercâmbio

Aprender um novo idioma, interagir com pessoas do mundo inteiro, experimentar comidas diferentes, conhecer novos lugares, viver com novos costumes; a lista de benefícios de um intercâmbio é imensa. Saiba tudo que você precisa saber antes de fazer essa viagem para aproveitar ainda mais essa experiência:

 

1) Pesquise bem sobre diversos países diferentes

Onde fazer intercâmbio
Destino tem peso relevante no sucesso do seu intercâmbio.

Por mais que você tenha o desejo de conhecer um país em específico, faça uma pesquisa sobre os preços, vantagens e estilos de vida de cada região. Muitas vezes pode valer mais a pena uma viagem para um país menor, que possibilite fazer viagens por diversos outros lugares.

Os lugares da Europa, por exemplo, facilitam o deslocamento de um país para outro, pois além de serem muito próximos, também são de fácil deslocamento.

Há também países, como o Canadá, onde existe mais de uma língua falada pelos habitantes, oferecendo ao estudante a possibilidade de aprender mais de um idioma durante o intercâmbio.

Resposta => Cambridge ou Oxford: qual é a melhor?

 

2) Confira os documentos necessários para cada destino

Documentos obrigatórios para intercâmbio
Documentos não pode ser deixados para última hora.

Principalmente se sua viagem está acontecendo de última hora, se informe de quais documentos são necessários para conseguir viajar.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o intercambista precisará do visto americano, passaporte e comprovante de passagem de volta.

Já os países da Europa exigem o passaporte, seguro viagem e o pedido do visto varia muito de acordo com o tempo de viagem e de qual país será o destino.

Alguns desses documentos costumam levar um tempo para serem obtidos, exigindo ainda hora e data marcada para a solicitação. Não deixe nada para muito próximo do embarque.

Saúde => Veja como emitir o certificado internacional de vacinação

 

3) Escolha bem sua agência de viagem

Como escolher uma agência de intercâmbio
Pesquise os diversos tipos de pacotes das agências.

Faça uma vasta pesquisa entre diversas agências antes de fechar com alguma delas. Além de saber sobre o preço, existem outras questões que devem ser levadas em contas na hora da escolha.

Procure uma agência de viagem que tenha vínculo com escolas de idiomas que são renomadas no país. Pesquise sobre a instituição, busque depoimentos de outros alunos que já estudaram nela, se informe sobre os certificados disponibilizados etc.

A agência de viagem será a intermediadora entre o intercambista e a instituição de ensino. Por isso, exija uma empresa que possa estabelecer um contato com uma escola que venha a atender todas as suas necessidades.

É fundamental que você saia da agência seguro de que qualquer imprevisto que acontecer durante sua viagem a agência saberá como lidar com ele.

Confira => Quanto custa um intercâmbio na Califórnia?

 

4) Selecione a escola que irá estudar

Como escolher a escola ideal para intercâmbio
Qualidade da escola é primordial para uma boa experiência.

Entenda quais são suas necessidades antes de fechar o contrato com uma agência de viagem, logo, com uma escola também.

Se sua prioridade é de um inglês básico, existem diversas escolas preparadas para receber intercambistas que possuem exatamente esse perfil. Deixe isso claro na hora de fechar com a agência e escola.

Já se você deseja aprender um idioma que tenha, por exemplo, a linguagem de negócios como diferencial, procure estudar em uma instituição que atenda essa demanda.

Prefira escolas que ofereçam mais que apenas aulas. O aprendizado de um novo idioma fica ainda melhor quando é oferecido ao estudante mais do que, simplesmente, o que é visto na sala. É crucial que o aluno vá além e interaja com novas culturas para colocar a nova língua, de fato, em prática.

É importante também se assegurar que a escola garante a convivência com estudantes de outros países, principalmente para a haver a prática do novo idioma. Opte por instituições que recebam pessoas de diversos tipos de lugares.

 

5) Contrate um seguro de viagem

Seguro viagem para estudante
Seguro viagem é essencial para saúde do estudante.

Além de muitos países só aceitarem a entrada de um estrangeiro com o seguro viagem, ele tem outra grande importância. Por isso, entre essas dicas para intercâmbio não poderia faltar algo relacionado à sua saúde.

Pois, costumamos ter o pensamento de que nada de mal vai nos acontecer durante uma viagem. Mas, muitas vezes, somos pegos de surpresa e até mesmo uma simples gripe pode acabar com a viagem, principalmente se seu intercâmbio for de curta duração, afinal, imprevistos acontecem!

E a verdade é que uma consulta fora do país pode sair mais caro do que toda a sua viagem, principalmente se algo mais sério acontecer.

Existem agências de viagens que disponibilizam pacotes com o seguro, mas ele também pode ser adquirido por fora, com a ajuda de ferramentas de comparação de seguro.

 

6) Decida-se sobre o melhor lugar para morar

O lugar onde o estudante vai morar é uma escolha tão importante quanto saber onde estudar. A moradia ideal é algo que varia de acordo com o perfil de cada aluno e isso pode influenciar até mesmo no aprendizado do idioma.

Quando fiz intercâmbio, optei por morar em casa de família (homestay) o que, para o meu estilo de vida, era o que mais combinava comigo.

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5, é só clicar no botão.
 

Fiquei com uma família de pai e dois filhos ingleses e uma mãe colombiana e durante minhas quatro semanas de estadia eles, realmente, me fizeram sentir em casa.

Eu, que sou um verdadeiro desastre na cozinha e nas demais atividades domésticas, tinha direito ao café da manhã e jantar e ainda pude conviver com as tradições e culturas tanto da família quanto dos outros quase dez intercambistas de vários lugares do mundo.

Por outro lado, muitas famílias têm suas tradições e costumes e é muito normal em alguns lares as atividades domésticas serem divididas entre todos os moradores da casa.

Fazer intercâmbio nem casa de família
Destino pode influenciar até mesmo no aprendizado da língua.

A família que me abrigou me disponibilizou uma chave da casa e eu tinha liberdade de sair e voltar a hora que quiser, mas o mesmo não aconteceu com os alunos menores de idade, por exemplo.

Os horários de refeição para essa família eram muito importantes e atrasos ou falta sem um aviso prévio eram muito mal vistos para eles.

Mas isso não são regras impostas para todos as casas, elas variam de acordo com cada perfil da família. Por isso, converse antes com sua agência de viagem e procure saber um pouco mais sobre o estilo de vida de quem irá lhe hospedar.

Para quem gosta de um pouco mais de independência, uma boa opção são as residências estudantis. Nelas, é possível morar em um quarto individual ou compartilhá-lo com outra pessoa.

As residências costumam atender diversas necessidades de jovens e contam ainda com academias, restaurantes, lavanderias, salas de jogos e televisão e outros ambientes onde é estimulada a interação com os demais alunos.

Apesar de ser uma opção que proporciona uma maior liberdade, ela também exige grandes responsabilidades. Por isso, avalie se esse estilo de vida combina com o seu. Afinal, ali será o seu lar e antes de tudo você terá que se sentir confortável e feliz nele.

Há também opções de hotéis, albergues e ainda aluguel de imóveis. Converse com sua agência e avalie a melhor opção.

Dúvida => Quais cidades da Austrália escolher para intercâmbio?

 

7) Analise como usar dinheiro no intercâmbio

Melhor forma de levar dinheiro para intercâmbio
Leve dinheiro vivo, cartão pré-pago ou faça uma remessa internacional.

Leve uma quantidade em espécie de dinheiro para usar durante a viagem, principalmente na chegada do país. Você possivelmente irá comer algo no aeroporto ou, pelo menos, precisar se locomover usando algum tipo de transporte.

Além de levar a quantidade em cash, faça isso também com uma boa quantia no cartão pré-pago, onde é possível usá-lo como débito nos estabelecimentos ou até mesmo sacar dinheiro em caixa eletrônico.

Procure abrir uma conta no banco do país onde irá passar o intercâmbio enquanto ainda estiver no Brasil. Faça uma remessa internacional e assim que chegar ao seu lugar de origem já haverá dinheiro para você.

Confira => Cidades baratas da Inglaterra para intercâmbio

 

8) Dê atenção à bagagem

Que mala levar para um intercâmbio
Mala deve ir com espaço vazio para voltar com compras.

Na hora de preparar a mala para seu intercâmbio, seja racional e leve apenas o essencial para sua viagem. Nada de exageros.

Cada passageiro tem direito de transportar duas bagagens despachadas de 32kg. Mas lembre-se que haverá a volta e, nela, possivelmente, você trará muitas compras. Por isso, poupe espaço na mala.

Não esqueça que é proibido frascos com mais de 100 ml na bagagem de mão, ferramentas ou objetos cortantes.

Mesmo que seu intercâmbio seja de longa duração, saiba que não vale a pena levar roupas de cama do Brasil. Isso só irá ocupar espaço na mala.

Assim que você chegar ao seu destino, independente da acomodação que terá escolhido, haverá roupas de cama disponíveis. Se preferir, basta depois comprar alguns desses itens em qualquer loja de departamento.

Além dos seus itens pessoais e documentos, não esqueça de levar um adaptador de tomada universal, pois elas costumam ser diferentes do Brasil já nos aeroportos.

Mala extraviada? => Veja como funciona o seguro viagem para bagagem

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha 10% OFF para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.
 

 

9) Estabeleça o tempo ideal de intercâmbio

Intercâmbio de 4 semanas
4 semanas parecem pouco, mas me ajudou bastante.

Quando falamos em intercâmbio, costumamos pensar algo de longa duração. Mas existem viagens para estudos que são menores, atendendo todos os tipos de necessidades e disponibilidade dos alunos.

No meu intercâmbio, estudei quatro semanas na Inglaterra. Aproveitei as férias da faculdade e do estágio para viajar exatamente o tempo que passei de folga das minhas obrigações no Brasil.

Nesse tempo tive contato com aulas, excursões da escola, viagens com os amigos, passeios pelo parque da cidade, convívio com dezenas de pessoas de lugares diferentes e, é claro, muito inglês.

Apesar de parecer ser pouco tempo, essas quatro semanas falando basicamente somente inglês e tendo aulas para aperfeiçoá-lo me ajudaram bastante a melhorar no idioma e, para a minha rotina no Brasil, a qual não queria deixar de lado, foi o tempo ideal.

Existem intercâmbios que duram poucas semanas ou aqueles que vão até mais de um ano. Cada pacote possui suas vantagens e desvantagens. Converse com alunos que tiveram diferentes experiências e avalie qual o melhor para você.

Intercâmbio => San Diego x Los Angeles x São Francisco?

 

10) Tenha cuidado com o convívio com brasileiros

Dicas para intercâmbio
Pratique o idioma, mesmo com brasileiros.

Não tem para onde fugir; qualquer lugar do mundo que você for aprender inglês, pode ter absoluta certeza que encontrará um brasileiro também por lá.

Encontrar com alguém da mesma nacionalidade é algo que passa a sensação de conforto e segurança, mas é preciso ter muito cuidado com isso.

Esse convívio com alguém que fala sua língua pode criar uma zona de conforto e dificultar o aprendizado e a prática do novo idioma.

Você só irá aprender a língua do país que está visitando ao praticá-lo bastante. Então, procure falar o idioma até mesmo com brasileiros.

Viagem longa => Veja como se preparar para horas de avião

 

Vale a pena fazer um intercâmbio?

A escolha de fazer um intercâmbio é uma decisão importante e precisa ser avaliada com cuidado junto com toda sua família. Por isso, é essencial observar essas dicas para intercâmbio.

Pois passar uma temporada fora de casa, com pessoas e culturas novas é algo bastante desafiador, mas é uma experiência que fará você crescer e se transformar, não apenas como um estudante, mas também como pessoa.

Está nos seus planos estudar fora do país? Deixe nos comentários!

 

Leia os últimos artigos do blog:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Anynha Portillo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *