Início / Oceania / Austrália / Intercâmbio na Austrália além de praias e cangurus: dicas e depoimentos

Intercâmbio na Austrália além de praias e cangurus: dicas e depoimentos

Conheça a realidade de um intercâmbio na Austrália além das praias e cangurus. Foi criada uma imagem de que um intercâmbio na Austrália se resume em praias todos os dias, sol e cangurus fofinhos espalhados por todos os cantos. Nesse post eu não venho para destruir os sonhos de ninguém. Por favor me entendam! O que eu quero fazer é compartilhar os depoimentos, dicas e experiências de uma pessoa que morou 1 ano e 3 meses na Terra dos Cangurus.

Poder contar um pouco das histórias e sentimentos que muitas vezes não são contados. Nada muda o fato da experiência ser incrível e muito válida para o nosso amadurecimento. Se você me perguntar se eu indico a experiência, SIM indico muito!

Leia também => Porque é tão importante contratar um Seguro Viagem?

Eu faria tudo de novo sem pensar duas vezes. O meu intercâmbio na Austrália me transformou na pessoa que sou hoje! E eu sou extremamente grata por isso.

 

Valor investido

Eu me lembro como se fosse hoje a quantidade de pessoas me perguntando o valor que eu havia pago no meu intercâmbio de 6 meses na Austrália, logo depois que anunciei a partida, pois elas também gostariam de fazer.

Por esse motivo acabei escrevendo um post onde eu detalho bem os meus gastos aqui: Quanto custa um intercâmbio na Austrália?

Tenham em mente de que não é barato. Por mais que o dólar australiano seja mais em conta do que o dólar americano e euro para nós, o investimento exige planejamento e organização. Além disso, o valor inicial cotado com a sua agência não será realmente tudo o que você gastará.

Existem sempre gastos adicionais com documentação, vacina, exames, coisas que você precisará levar, dólares que você precisará comprar, etc. Sempre jogue um valor extra a ser gasto.

Se organize para não partir zerado, deixe sempre uma graninha de segurança no Brasil, você nunca sabe o que poderá acontecer por lá. Se apertar, pelo menos você terá algo aqui para recorrer. O mesmo vale com relação ao seu retorno, você não vai querer voltar zerado né?

 

Moradia

Quando paguei pelo meu intercâmbio na Austrália, fiz o que a maioria das pessoas fazem, que é pagar por 4 semanas em casa de família e depois encontrar algo mais em conta.

A questão é que encontrar uma casa que você goste, com um bom preço e boa localização, demandará bastante energia da sua parte. E aí pode ser que problemas aconteçam e que você precise mudar de casa algumas vezes.

Essa parte é bem chatinha e acaba influenciando diretamente no nosso psicológico e às vezes até nos estudos. Segure a barra! As coisas sempre se ajeitam.

Peça por ajuda se necessário, principalmente para outros brasileiros. Eu mesma já fiquei “sem casa” por duas semanas e precisei encontrar um local para ficar provisoriamente. Dá um alívio quando tudo está resolvido! Ufa! 🙂

 

Intercâmbio na Austrália

Dicas de intercâmbio na Austrália
Escola Kaplan em Adelaide – South Austrália.

Independentemente do nível de inglês que você tenha, você precisou pagar por uma escola para estar no país, e vamos combinar que não foi barato! Aproveite essa oportunidade e dê o melhor de si. As vezes a gente acaba deixando essa parte dos estudos para depois, colocamos trabalho e passeios em primeiro lugar.

Acontece que a diferença é enorme quando você consegue se dedicar pelo menos algumas horas do seu dia para estudar. Sua evolução fica muito mais acelerada e isso ajudará a melhorar a sua vida no país, em diversos setores.

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Só não queira passar pela experiência de no final do seu intercâmbio, se arrepender por não ter realmente se dedicado aos estudos.

 

Amizades

Podem falar o que for, mas morar com brasileiros se o seu inglês não está bom, vai te prejudicar SIM. Aquela ideia de que vocês vão combinar de conversar só em inglês, não vai rolar.

Sempre que apertar ou sempre que não souberem algo, vocês irão recorrer ao idioma nativo, e isso não o ajudará a se virar em situações que venham a acontecer no seu trabalho e/ou escola.

Agora, eu também não nego que os brasileiros serão as melhores amizades que você irá fazer, e serão quem mais te ajudará quando você precisar, isso é fato!

Meu conselho é o seguinte: no começo, more com gringos e melhore o seu inglês. Depois disso, more com brasileiros e viva as melhores experiências da sua vida!

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5, é só clicar no botão.
 

 

Trabalhar na Austrália

Trabalhar durante intercâmbio na Austrália
Durante um dia de trabalho nas fazendas da Austrália.

Complicado falar desse pilar, é um misto de emoções e sentimentos. Sou uma pessoa que adora trabalhar e não arrego, mas vou te falar que segurar a barra nos meus trabalhos na Austrália foi um dos maiores desafios.

São diversas situações de medo, insegurança, vergonha alheia, mico, preconceito, falta de paciência, inexperiência, esforço físico, falta de reconhecimento, etc.

O que me fazia segurar as pontas, muitas vezes eram alguns elogios vindos de clientes, alguns atos de compreensão e compaixão, superação e a necessidade pelo dinheiro.

Não estou generalizando, longe de mim!

Tive trabalhos em ambientes ótimos também durante o meu intercâmbio na Austrália, mas quis listar aqui alguns dos sentimentos que fizeram parte da minha vida profissional na Terra dos Cangurus.

Compartilhei algumas das minhas experiências nesses posts:

Sou grata por todas as oportunidades e experiências por lá, e falo para você: se eu já não tinha medo de trabalhar antes, agora então. Pode vir que eu to preparada!

 

Família

Esse pilar vai pegar mais do que você imagina.

Experiência própria: eu tenho uma relação ótima com a minha família, mas sempre fui muito independente. Pensei: ah vai dar saudade? Vai, mas até aí eu consigo segurar.

Depois de 6 meses por lá, essa coisinha chamada saudade começou a apertar de verdade e você se verá pensando em tudo e em todos em diversas situações.

Um abraço nunca fez tanta falta, um olhar de um pessoa conhecida que você tem certeza que te ama e que te quer bem, nunca foi tão desejado como nessa experiência.

E não, uma conversa no Skype não vai resolver isso tudo! Você terá que aprender a carregar essa saudade com você!

 

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha 10% OFF para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.
 

Conflitos internos

Vai chegar um momento em que você vai se questionar: o que eu estou fazendo aqui? Será que eu realmente tomei a decisão certa? É isso mesmo que eu quero pra minha vida? Por mais que a vida no Brasil não fosse lá aquelas coisas, era bem mais fácil do que a minha vida na Austrália!

Eu não estou falando de dinheiro e nem qualidade de vida, estou falando no geral, pois o nosso dia a dia envolve muito mais. Família, amigos, seu país, seu idioma, etc.

 

Praias e cangurus

Dicas para estudar na Austrália

Eu morei em 3 da melhores cidades para intercâmbio na Austrália: Adelaide, Melbourne e Brisbane.

Entrei no mar da Austrália depois de 7 meses vivendo por lá e conheci pessoas que nunca tinham visto canguru, morando há 1 ano por lá.

  • Adelaide: possui belíssimas praias, mas passei 7 meses por lá sem ver o sol;
  • Melbourne: não possui praias de verdade próximas da city e é mais frio do que em Adelaide;
  • Brisbane: é calor! Mas as praias de verdade ficam a 1 hora de distância.

Nas cidades você só verá cangurus nos zoológicos. Eu cheguei a ver muitos deles pois fiz duas road trips de carro na Austrália: da costa de Adelaide até Melbourne e depois de Melbourne até Brisbane. Aí sim era canguru que não acabava mais rs

Como eu já falei na introdução desse post, a minha intenção aqui é apenas compartilhar alguns sentimentos e experiências e preparar vocês.

Não quero desanimá-los em momento algum! Se fortalece e manda ver!

Tenha em mente que não serão apenas flores, se fosse não teria graça! Mas você vai passar por todas essas situações de aprendizado e se tornar uma pessoa ainda melhor 😉 Acredite nisso!

 

Últimos artigos sobre a Austrália:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Jess

Viajante, sonhadora, 27 anos e formada em Sistemas de Informações. Desde a descoberta da minha paixão por viagens, os meus objetivos mudaram, a minha maneira de me relacionar com as pessoas mudou e a minha visão sobre a vida se transformou! Criadora do blog Em busca do desconhecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *