Início / Américas / América do Sul / Argentina / 11 dicas de ouro para conhecer Buenos Aires: moeda, idioma etc

11 dicas de ouro para conhecer Buenos Aires: moeda, idioma etc

Está de viagem marcada para a capital da Argentina e quer dicas? Então, aqui vai uma lista com 11 dicas ouro para conhecer Buenos Aires. Mesmo sendo um dos destinos mais turísticos e frequentados por brasileiros da América Latina, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre a cidade. Por isso, separei informações gerais sobre a capital portenha.

Este artigo te ajudará a entender como conhecer Buenos Aires e tirar algumas dúvidas para hora de montar seu roteiro de viagem. Ao final, caso ainda não esteja ansioso, temos certeza que ficará doido para “botar os pés” em terras argentinas.

Planeje sua viagem => Onde ficar em Buenos Aires: bairros e melhores hotéis

Melhor seguro viagem para América do Sul

 

Como conhecer Buenos Aires

Conhecer Buenos Aires
Buenos Aires é um ótimo destino turístico para brasileiros.

Pesquisar sobre o destino que queremos conhecer é parte muito importante da viagem. É nesse momento que você descobre dicas e orientações de outros viajantes e mesmo de moradores que podem ajudar a tornar sua viagem ainda mais interessante e também a fugir de roubadas. Quer viajar para Buenos Aires, na Argentina? Pesquise neste blog de viagem!

Descubra => Melhores passeios em Buenos Aires

 

1) Informações gerais: documentos, moeda e idioma

Buenos Aires dicas
Região Central de Buenos Aires | Foto: Luis Argerich, via Wikimedia Commons.

Buenos Aires é a capital e também a maior cidade da Argentina. É o lar de quase 3 milhões de pessoas, muitas delas estrangeiras. Embora a colonização tenha sido a espanhola, tanto que a língua oficial é o espanhol, essa miscigenação é parte da cidade, seja na arquitetura, costumes ou mesmo na culinária.

Cosmopolita, a cidade possui bairros, passeios, baladas e restaurantes de todos os tipos. Por isso, é queridinha entre os turistas da América Latina incluindo, claro, os brasileiros, e também da Europa. Tem as estações bem definidas e, por isso, dá para escolher a melhor época do ano para ir à Buenos Aires, de acordo com seu gosto pelo clima.

Para viajar para a Argentina, os brasileiros não precisam de passaporte, apenas do documento de identidade (RG), que deve estar em bom estado de conservação e ter sido emitido a menos de 10 anos. É claro que, caso você tenha o passaporte, poderá utilizá-lo como documento de identificação. E, assim, ganhar um lindo carimbo para sua “coleção”.

 

Moeda e idioma de Buenos Aires

Qual é a moeda da Argentina
Moeda oficial da Argentina.

A moeda oficial da Argentina é o peso argentino. Há alguns anos, ela está desvalorizada em relação ao real. Isso já foi motivo de comemoração para brasileiros, uma vez que a viagem para Buenos Aires se tornava barata com a conversão. Mas, a desvalorização da moeda está acompanhada de uma inflação alta e preços em flutuação. Não dá mais para se sentir “rico” durante a estadia no país vizinho.

Como muitos brasileiros frequentam o país é comum as pessoas falarem portunhol (português + espanhol) por lá, sobretudo na região central. Mas, em bairros menos turísticos, pode ser mais difícil de encontrar essa mistura de idiomas.

O idioma tem palavras muito parecidas com as que usamos no Brasil, mas com outro significado. Vaso, por exemplo, é copo e esquisito, significa delicioso. E não se assuste se alguém te pedir propina, é apenas gorjeta! Em relação às comidas, também há diferenças: papas fritas são batatas fritas (não deixe de experimentar!). Já quando está escrito batata frita no cardápio é batata doce (também deliciosa). Portanto, não confunda.

Imperdível => Excursões em Buenos Aires

 

2) Aeroportos de Buenos Aires

Como sair do aeroporto de Buenos Aires
Aeroporto Ezeiza | Foto: Matías, via Wikimedia Commons.

Atualmente, há dois aeroportos que recebem voos internacionais. O Aeroporto Jorge Newbery, mais conhecido como Aeroparque, em Palermo; e o Aeroporto Ministro Pistarini, chamado de Ezeiza, localizado na cidade de Ezeiza, na grande Buenos Aires. Veja um transfer do aeroporto internacional de Buenos Aires.

Ambos foram construídos na década de 1940, mas com finalidades diferentes. O Ezeiza “nasceu” para ser a porta de entrada para voos estrangeiros no país. Possui uma infraestrutura melhor, vários terminais para embarque e desembarque, um grande freeshop, diversas lojas e uma praça de alimentação com grande variedade. Ele fica distante do centro, são aproximadamente 30 quilômetros (40 ou 45 minutos de carro).

Já o Aeroparque estava destinado apenas para voos domésticos, realizado por aeronaves pequenas. Por isso, é menor, não possui uma infraestrutura de lojas e restaurantes. Por estar apenas a 8 quilômetros do Centro (10 ou 15 minutos de carro), acabou sendo cobiçado para voos internacionais.

 

Voos do Brasil para Buenos Aires

buenos aires hoje
Outra opção é o Aeroparque | Foto: Carlos Daniel Dobelli, via Wikimedia Commons.

Embora prático pela proximidade ao Centro, o Aeroparque voltará a ter foco na operação de voos domésticos, com exceção aos voos internacionais vindos do Uruguai, que também poderão pousar no local, por decisão do governo argentino.

Assim, até abril de 2019, os brasileiros poderão escolher o aeroporto. A partir dessa data, a única porta de entrada para conhecer Buenos Aires será o Ezeiza. Caso sua viagem seja antes dessa data, escolha seu aeroporto levando em consideração a disponibilidade de horários de voos na companhia aérea de sua preferência e, claro, o valor da passagem aérea mais o do transporte até o hotel.

Dos dois aeroportos há diversas opções de transporte para chegar ao centro de Buenos Aires. Você pode escolher ônibus executivos, transporte público, táxis ou até remis (carros particulares).

Oportunidade => Espetáculos e musicais em Buenos Aires

 

3) Melhor bairro para se hospedar em Buenos Aires

Dicas úteis de Buenos Aires
Alvear Palace, na Recoleta.

A capital da Argentina tem diversos bairros e, neles, opções de hospedagem para todos os tipos de bolsos e também de viajantes. Há hotéis próximos aos pontos turísticos, as regiões de restaurantes e baladas ou ainda próximas aos parques e áreas mais residências. Tudo isso a sua escolha (veja o artigo os 10 hotéis em Buenos Aires para fazer sua visita valer a pena (em breve).

Ainda com dúvidas sobre as atrações turísticas?
 

Mas, embora haja hotéis em diversos bairros, os mais recomendados aos turistas pela infraestrutura e qualidade de acomodações são a Recoleta, Palermo, Centro, Puerto Madero e San Telmo. Cada um possui suas características, mas independente de onde você se hospedar, visite todos eles.

 

Centro de Buenos Aires

O centro de Buenos Aires é o lugar preferido de muitos turistas brasileiros, uma vez que está próximo de tudo: pontos turísticos, casas de câmbio, lojas e agências de turismo. Também é o ponto de partida de muitas linhas de ônibus, tem pontos de táxis e é cortado por todas as linhas de metrô (Subte). Possui várias categorias e preços de hotéis. Por outro lado, como toda região central de capital é cheio de dia e muito barulhento. Confira uma visita guiada ao Teatro Colón, que fica no centro de Buenos Aires.

 

Recoleta em Buenos Aires

Já a Recoleta é o melhor bairro da cidade – opinião de viajantes e portenhos – com suas ruas largas e arborizadas, diversos pontos turísticos, opções de hotéis de 5 estrelas, restaurantes também estrelados e shoppings com lojas de grife internacional. É fácil de se locomover, possui ônibus e metrô perto. Mas, tudo isso, claro, tem o seu preço e a Recoleta é o lugar mais caro para se hospedar. O bairro tem um ponto turístico diferente, pois é possível fazer excursão a pé pelo Cemitério da Recoleta em Buenos Aires.

Palermo em Buenos Aires

Quem procura diversão, deve optar por Palermo. É o lugar mais boêmio e descolado da cidade, mas um dos bairros mais extensos. Tente não se perder por lá. Em Palermo há lojas de decoração e design, de roupas estilosas e peças únicas, os melhores restaurantes da cidade, bares e baladas da moda, hotéis boutiques. É um bairro lindo e uma ótima opção para se hospedar. Vale ressaltar que, por abrigar locais da moda, os preços são um pouco mais caros que bairros como o Centro.

 

Puerto Madero em Buenos Aires

Hotéis famosos em Buenos Aires

Em Puerto Madero, o clima é bem diferente do restante da cidade. Isso porque a região foi revitalizada na década de 1990, ganhando modernos arranha-céus, lojas, escritórios e restaurantes sofisticados. Possui também cassinos, baladas e bares, além de lugares para passeios a pé. Agrada a diversos tipos de viajantes. Atualmente é um dos bairros mais caros da cidade, porém, por ser perto do Centro e da Recoleta, permitindo passeios a pé, dá para economizar em deslocamentos.

 

San Telmo em Buenos Aires

Já San Telmo é o bairro mais antigo e tradicional da cidade – antiga área nobre. Abriga muitos pontos turísticos, restaurantes e hotéis de preços variados. É o local mais procurado por mochileiros para se hospedar e um dos bairros preferidos para o passeio dos turistas aos fins de semana. Nesses dias, inclusive, fica um pouco mais difícil caminhar tranquilamente pelo bairro, que fica muito cheio de pessoas e um pouco sujo. Ainda assim, é um local “clássico” e bacana para se hospedar.

Confira => Tours guiados para visitar a Casa Rosada

 

4) Como se locomover por Buenos Aires

Como se locomover em Buenos Aires dicas
Cidade tem mais de 200 linhas de ônibus | Foto: Barcex, via Wikimedia Commons.

Buenos Aires é uma cidade plana, com ruas largas e arborizadas, boa sinalização e ainda oferece diversos quilômetros de ciclovia. Possui mais de 200 linhas de ônibus circulando 24 horas por dia, além de sete linhas de metrô interligadas às de trem. A frota de táxis também é enorme e estão disponíveis carros por aplicativos, como o Uber e o Cabify.

Você também pode circular com facilidade a pé, mesclando com outros meios de transporte, ou alugar uma bicicleta e pedalar por toda a cidade. São muitas opções, com tarifas baixas e para todos os gostos. É fácil e práticos utilizar os meios de transporte para se locomover por Buenos Aires. Não se preocupe.

Vale ressaltar apenas que para utilizar o transporte público na cidade é preciso ter o cartão SUBE, uma espécie de bilhete único local. E que se você utilizar os carros por aplicativos com pagamento em cartão de crédito terá tarifas para compras no exterior, como o IOF.

Para evitar qualquer tipo de contratempo com taxistas, que já tiveram fama de mal humorados e de darem troco errado, leve dinheiro trocado e saiba sempre para onde vai. Há aplicativos como o Google Maps, o BA Como Llego e o Taxista Virtual que ajudam a conhecer a rota e calcular distância e preço.

 

Vai viajar e não contratou seu Seguro Viagem?
 

5) Passeios imperdíveis em Buenos Aires

o que visitar em buenos aires
Casa Rosada está aberta a visitação.

Há muitas atrações para você conhecer na sua visita à capital da Argentina. A cidade possui diversos e lindos parques localizados em Palermo, como o Rosedal, o Jardim Japonês e o Jardim Botânico, e mesmo a Reserva Ecológica de Buenos Aires, em Puerto Madero; museus dedicados à cantora e ex-primeira-dama Evita, à arte moderna, ao design e à história da própria Argentina.

Alguns pontos turísticos, como o Obelisco, a Plaza de Mayo e a Casa Rosada, também contam um pouco da história da cidade e são ótimos pontos para fotos. Assim como a Floralis Genérica, a Faculdade del Derecho e a Biblioteca Nacional da Argentina.

Na cidade, você pode passar horas em uma livraria montada em um antigo teatro, a El Ateneo, visitar teatros e assistir a shows de tango, desde os mais intimistas aos pirotécnicos. E ainda tomar deliciosos café e experimentar dezenas de sabores de sorvete.Se você aprecia o ritmo, pode participar de uma aula de tango em Buenos Aires.

As regiões de compras, os vários shoppings, dos mais sofisticados aos populares, as lojas outlets e as feiras de artes e artesanato também não podem ficar de fora dos passeios para conhecer Buenos Aires. Os próprios bairros portenhos, com suas características e estilos bem diferentes, já são passeios imperdíveis para conhecer a cidade.

Seja em dias ensolarados ou chuvosos, há diversos e imperdíveis pontos turísticos de Buenos Aires que não devem ficar de fora da sua lista.

Demais => Passeios pelo Puerto Madero

 

6) Comidas típicas de Buenos Aires

Comidas típicas de buenos aires
Empanadas argentinas são perfeitas para conhecer Buenos Aires.

O que comer em Buenos Aires? Bom… para quem gosta de carne, conhecer Buenos Aires é imprescindível. Isso porque a qualidade da carne produzida no país é reconhecida mundialmente. E, com isso, estão disponíveis diversos e deliciosos pratos com o ingrediente. Mas, nem só de carne vive a Argentina. O cardápio dos portenhos incluí também diversos tipos de massas, pizzas, empanadas, medialuna, além de sobremesas deliciosas.

Entre os pratos mais famosos com carne estão os bifes de ancho e chorizo (partes do contra-filé), que são feitos nas parrillas (grelhas) e temperados apenas com sal. O sabor defumado da grelha e a maciez da carne irão te surpreender. Mas, fique atento, caso não goste de carne ao ponto peça ao garçom a “la mariposa”. O bife, que é alto, será cortado ao meio e aberto como as asas da mariposa (borboleta em espanhol). Aproveite e agende um almoço de luxo em Buenos Aires.

A parrillada, uma espécie de churrasco argentino com carnes de boi, frango, porco e cordeiro, as milanesas e o choripán, que é um pão com linguiça, também irão agrada a quem gosta de carne. Os molhos, como o chumichurri completam o sabor. Já as empanadas  (uma espécie de esfiha), assim como as pizzas, possuem diversos sabores com e sem carne. Um detalhe da pizza portenha é que as massas são sempre grossas.

Aproveite sua visita para comer medialuna (tipo de croissant) no café da manhã. Seja com manteiga ou com doce de leite que, inclusive, é um dos doces argentinos que recomendamos que você experimente. Falando em doces, o alfajor e os sorvetes também devem fazer parte do seu menu de degustação na Argentina.

Especial => Visite a Catedral Metropolitana e a escola do Papa Francisco

 

7) Onde comprar vinhos e doces argentinos

Onde comprar vinho em Buenos Aires
Bons vinhos são encontrados em casas especializadas, supermercados e kioskos.

Assim como a produção de carne na Argentina, a de vinho também é reconhecida mundialmente pela qualidade. E também muito premiada. Por isso, há na cidade diversas casas especializadas no produtos. Como também acontece com os doces argentinos. Veja uma excursão de vinho em Palermo.

Mas, há diversos outros locais onde podemos encontrar vinhos e doces argentinos e, no geral com preços um pouco mais convidativos. Minha dica para a compra de produtos típicos em Buenos Aires (em breve)como os vinhos e os doces, é pesquisar.

Conheça as lojas especializadas, como as vinotecas Ligier e Frappé, no centro e Recoleta, respectivamente. Mas também visite as grandes redes de supermercado na Argentina, como o Carrefour, o Dia e o Jumbo, e até mesmos os kioskos (mercearias espalhadas pela cidade), você irá encontrar diversas marcas de produtos, com ótima qualidade e preços bem mais convidativos.

 

Pensando na viagem e não sabe como começar?
"Quero Viajar Mais", o livro, por R$ 14,95 »
Ganhe 10% OFF no Seguro Viagem + bônus!
 

8) Como economizar na viagem

Como economizar em Buenos Aires
Cidade possui diversas atrações gratuitas.

Para economizar na viagem e conhecer Buenos Aires não é preciso comer menos e nem deixar de fazer alguns passeios pela cidade. O ideal é você otimizar seus gastos de acordo com o planejado e, para isso, você pode mesclar passeios pagos, mas que você gostaria muito de fazer com outros gratuitos.

E, na capital da Argentina a lista de passeios gratuitos é bem grande. Os diversos parques da cidade, como o Rosedal e o Jardim Japonês, em Palermo, a Casa Rosada e o Museo del Bicentenário, a Catedral Metropolitana, o Cemitério da Recoleta e a Biblioteca Nacional da Argentina, por exemplo, são lugares muito bacanas e gratuitos.

Os diversos museus da cidade costumam ter dias gratuitos ou mesmo promoções para a compra de ingressos antecipados, assim como alguns espetáculos de teatro, shows e passeios. Vale sempre ficar de olho nos sites dos seus pontos turísticos preferidos para encontrar as promoções.

Se curte o ao livre, você pode caminhar pela cidade ou ainda utilizar uma bicicleta. Há lojas que alugam bike, mas o governo possui um sistema de empréstimo de veículos que também pode ser utilizado por turistas. Basta se cadastrar no site do Ecobici BUE (saiba mais no artigo sobre como alugar bike na cidade e os passeios mais bacanas).

Descubra => Melhor época para fazer um viagem na América do Sul

 

9) Visitar Buenos Aires é seguro?

Buenos Aires é segura?
Polícia Metropolitana | Foto: Gobierno de Buenos Aires, via Wikimedia Commons.

Buenos Aires é sim uma cidade segura para passear. É claro que, como toda cidade grande e turística, Buenos Aires possui bairros não tão seguro e pessoas querendo “se dar bem” em cima dos viajantes.

Por isso, na hora que estiver organizando sua viagem procure sempre se hospedar nos bairros mais turísticos. Isso porque, eles possuem infraestrutura (hotéis, táxis, lojas, restaurantes e até policiamento) mais adequada. Além disso, sempre use táxis cadastrados na prefeitura.

Outra dica importante é na hora de fazer os passeios ou mesmo explorar a cidade. Se você vai andar a pé à noite, seja para ir ao restaurante ou voltar de um bar ao hotel, certifique-se que a distância não é muito longa e pesquise o caminho para não se perder.

Já durante os passeios, sobretudo em locais muito cheio de turistas como o Caminito e a Feira de Antiguidades de San Telmo, fique de olho nos seus pertences como carteira, bolsas e máquina fotográfica. São dicas básicas, mas importantes para toda cidade grande, seja São Paulo, Natal ou Buenos Aires.

Descubra => Visita guiada pela La Bombonera

 

10) Buenos Aires é uma viagem para a família

Passeios para família em Buenos Aires
Opção de passeio para toda família | Foto: Beatrice Murch, via Wikimedia Commons.

Sim!!!!!! A viagem para conhecer Buenos Aires é perfeita para todo tipo de viajante, não importa a idade ou os gostos. Há atrações para quem gosta de curtir ao ar livre, passear a pé ou de bicicleta, como parques, praças e reservas ecológicas. Conheça um passeio de bike por Buenos Aires.

E também opções para quem gosta de balada, de fazer compras, de conhecer a história do país vizinho, visitar museus, conhecer a arquitetura. Sem falar na culinária, que possui pratos com e sem carne, massas, vinhos e deliciosos doces.

Há eventos e opções específicas para os pequenos, como o Museo de Los Niños no Shopping Abasto, em Palermo, ou a República de Los Niños, na cidade de La Plata, que possuem mini cidades onde a criança pode passear. La Plata também possui o maior museu de ciências naturais da América Latina, o Museo De La Plata.

Por estar a cerca de 2,2 mil quilômetros de São Paulo, o voo é de aproximadamente 3h30. Assim, também não é muito longo e cansativo para as crianças pequenas. Definitivamente, conhecer Buenos Aires é para toda família.

 

11) Passeios bacanas nos arredores de Buenos Aires

passeios nos arredores de buenos aires
Villa Ocampo fica em Beccar | Foto: Beatrice Murch, via Wikimedia Commons.

Além das diversas atrações da capital da Argentina, quem tem mais tempo de viagem ao país pode incluir no roteiro algumas cidades localizadas nos arredores de Buenos Aires (em breve). Entre os mais famosos, estão o passeio de barco pelo delta do rio Tigre e a visita a cidade uruguaia Colônia Del Sacramento, este último por meio da travessia do Rio de La Plata. Veja uma excursão até Colonia del Sacramento de Buenos Aires.

San Isidro com seus museus e igrejas também são uma ótima opção de passeio. Assim como a Villa Ocampo, localizada em Beccar, um museu considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

O Museo de La Plata, citado acima, está entre as melhores opções de tours para conhecer Buenos Aires. Quanto mais tempo disponível você tiver, mais rico será o seu roteiro para conhecer Buenos Aires. Inclusive, você pode fazer um cruzeiro pelo Rio La Plata.

 

Como aproveitar mais Buenos Aires

Minhas dicas de ouro devem te ajudar a conhecer Buenos Aires um pouco mais, facilitando sua locomoção, adaptação e também a saber as opções de comida e as dicas de onde comprar presentes e souvenirs.

Espero, com isso, te auxiliar na montagem de um roteiro de viagem que seja a sua cara. E, mais do que isso, mostrar que conhecer Buenos Aires é fantástica e, com certeza, você vai se apaixonar e querer voltar várias vezes.

Já foi conhecer Buenos Aires? Quais são as suas dicas de ouro para quem vai visitar a cidade pela primeira vez?

 

Confira mais artigos sobre a Argentina:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Carolina Brusarosco

Jornalista, pós-graduada em Jornalismo Literário, sagitariana e cheia de paixões distintas. De origami a astronomia, de pets a romances de Jane Austen. Uma das maiores paixões é escrever sobre turismo. Sonha em fazer o Caminho de Santiago de Compostela, conhecer todos os continentes e (quando tiver) levar seus filhos para mochilões mundo afora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *