Início / Volta ao Mundo / 5 alternativas para viajar sozinho

5 alternativas para viajar sozinho

Sou bastante suspeito quando o assunto é viajar sozinho, afinal decidi que faria minha primeira volta ao mundo sem a companhia frequente de ninguém, e confesso que adorei. Não ter que dividir decisões ou dar satisfações, apenas acordar e ter o dia todinho pra mim.

Nunca havia viajado tanto tempo sem companhia, apenas poucos dias entre uma cidade e outra para dar tempo de encontrar amigos. Talvez não seja a opção certa para você, pois é preciso estar bastante confortável com as dificuldades que a solidão trará para seu dia-a-dia. Particularmente, senti muita falta daquela pessoa para dividir as risadas e perrengues, alguém para compartilhar as lembranças da viagem pelo resto da vida.

Vai viajar? => Dicas para encontrar os melhores hotéis no Booking.com

As 10 principais dicas e segredos para acumular milhas aéreas

Não é porque estava viajando por conta própria, que pretendia ficar sem companhia, pelo contrário. Queria sim estar sempre aberto às oportunidades que a viagem traria pra mim. Aquela pessoa que te olha no saguão do hotel, ponto de ônibus ou num passeio qualquer…sempre usei essas “janelas” para tentar uma nova amizade. Mais do que isso, busquei alternativas para conhecer novas pessoas.

 

Estudar no exterior

Estudar no exterior.
Festa no Vantaggio, residência estudantil de San Diego.

Este foi meu ponto de partida para conhecer gente em minha volta ao mundo. Meu primeiro destino foi a minha cidade favorita na Califórnia. Durante as 6 semanas iniciais da viagem, fiz um curso de inglês em San Diego para aprimorar meus conhecimentos na lingua, ganhar confiança e claro, conhecer muita gente. Estudantes são sociáveis em qualquer parte do mundo.

Não foi a única vez que utilizei esse recurso, afinal estudar no exterior também é uma excelente maneira de interagir com os locais. Fiz cursos de culinária e massagem na Tailândia e até mesmo um curso de artesanato nas Ilhas Fiji. Mas isso pode ir muito além…imagine fazer um curso de vinhos na França ou de esportes radicais na Nova Zelândia!!!

 

Trabalho voluntário

Fazer um trabalho voluntário no exterior pode ser a melhor alternativa para quem pretende explorar alguma parte do mundo e realmente vivenciar a cultura de sua população. Além disso, você poderá utilizar seus conhecimentos para ajudar no desenvolvimento da comunidade, interagindo com pessoas que jamais conheceria.

Tive uma experiência de trabalho voluntário no Camboja, após conhecer alguns amigos que já estavam planejando ajudar um pequeno orfanato numa cidadezinha do país. Também conheci uma ONG na Tanzânia, mas não pude ficar mais tempo na capital Dar Es Salam.

Infelizmente, muitas opções que encontramos na internet são caríssimas, o que sempre me fez duvidar de certas organizações. Como um trabalho voluntário pode sair tão caro??? Para quem pretende conhecer a Índia, encontrei uma lista de 40 lugares para trabalho voluntário.

 

Viajar em grupo

Alternativas para viajar sozinho.
Grupo da Stray Travel durante viagem na Nova Zelândia.

Apesar de não nunca ter sido favorável a viajar com excursões, fiz isso muitas vezes durante a viagem. Descobri que em vários países, existem alternativas para jovens que estão viajando sozinhos, tudo muito diferente daquele velho conceito de que viajar em grupo é algo somente para idosos aposentados.

Fiz roteiros incríveis na Austrália (Fraser Island), África do Sul (Baz Bus), Nova Zelândia e Sudeste Asiático (Ambos com a Stray Travel). Em todas essas viagens, o roteiro foi elaborado em atividades que privilegiam a diversão, esportes, contato com a natureza e a interação com os participantes, que em sua maioria têm entre 20 e 35 anos.

Leia também => Saiba as reais vantagens de contratar um seguro de viagem

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5, é só clicar no botão.
 

 

Intercâmbio estudantil

Fazer um semestre de um curso universitário no exterior, mestrado ou doutorado, pode começar a desenvolver suas habilidades para viajar sozinho. Além de ser uma chance para aprender um novo idioma, viver por conta própria num lugar desconhecido nos deixa mais confiantes para futuras viagens sozinho. O intercâmbio que fiz na Espanha em 2006, me ajudou muito a descobrir que gosto de tomar minhas próprias decisões e não depender de ninguém durante uma viagem de férias.

 

Visitar um amigo

Visitar amigos no exterior.
Casal de amigos que visitei na Irlanda.

Se você tiver amigos morando em outras cidades ou países, não perca a chance de fazer uma visita. Mesmo que a pessoa não esteja de férias e não possa acompanhá-lo, ter alguém que conhece o lugar é uma ótima maneira de conhecer o destino.

Visitei diversos amigos durante a volta ao mundo, mas nem todos os viajantes conhecem gente mundo afora. Participar de comunidades como o Couchsurfing, pode ser o ponto de partida.

 

Já fez algum tipo de viagem sozinho?

Quando criei o projeto viagem de volta ao mundo em 365 posts, imaginava que fazer uma viagem para o Laos seria a parte mais complicada do roteiro. O país é muito pobre e poucas cidades oferecem boas opções para o turismo, mas valeu a pena conhecer uma cultura tão diferente. Este é o 275º artigo da série, veja as dicas de viagem dos posts anteriores:


Fazendo sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, VOCÊ NÃO PAGA TAXAS EXTRAS, e dessa forma monetizamos nosso trabalho. Se houver dúvida, leia as políticas do blog, ou deixe um comentário.

Planeje sua viagem => Dicas para encontrar os melhores hotéis no Booking.com

Aluguel de Carros | Passagens Aéreas | Passeios e Tours | Seguro de Viagem


Pesquisando sobre alternativas para viajar sozinho? Ainda tem dúvidas? Gostaria de compartilhar suas histórias?

Deixe suas dicas e comentários!

Até + !!!

* Artigo inspirado no blog The Shooting Star.

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 35 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

13 Comentários

  1. Adorei as dicas! Vou viajar sozinha pela primeira vez para o México, já estava super empolgada e depois de ver seu blog fiquei mais corajosa também!

  2. Adorei o post, as dicas e confesso que essa volta ao mundo ainda é um item de destaque da minha bucket list.

    Comecei a viajar sozinha há dez anos atrás e desde então não parei mais. Claro que adoro quando meu marido ou meus amigos podem viajar comigo, mas se eles não podem, que pena. Vou sozinha e feliz da vida! Amo conhecer gente na estrada, ser dona do meu próprio destino e do meu ritmo de viagem.

    Abraços,
    Mari Vidigal

  3. Olá, Guilherme.
    Tudo bem?
    Não consigo acessar o link do trabalho voluntário no Camboja.
    Estou pesquisando trabalho voluntário lá ou em Ayutthaya.
    Se puder entrar em contato para me dar dicar do que souber ou se seus amigos souberem…realmente as ongs são caras. se conhecer grupos de pessoas que já fizeram tb. queria referências das ongs…
    obrigada.

  4. Suellen Monique

    Viajei sozinha para Buenos Aires( AR) e fiquei num albergue…Amei!!! Linda a experiência…Pretendo conhecer todos os países da América do Sul… 😉

  5. Não só viajo como recomendo fortemente a todos que me perguntam sobre a experiência de viajar por conta, sem sair da origem com um companheiro. Sinceramente não há experiência mais compensadora que aprender sobre o lugar que vai visitar por conta própria e se virar, interagindo com as pessoas, fazendo novos amigos aprendendo a ser uma pessoa mais comunicativa e social.

  6. Oi Guilherme !!!

    Ótimas dicas. Eu também já tive experiência de fazer algumas viagens sozinho e as coisas que eu fiz e vivenciei foram muito mais ricas do que se eu tivesse ido com alguém. Claro que uma companhia é sempre boa…mas nós sempre conseguimos alguma companhia durante uma viagem sozinho.

    Abraços,
    Erick Stengrat (blog my Destination Anywhere)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *