quarta-feira , 23 / agosto / 2017
Cadastre seu email para receber nossas atualizações!
Início / Categorias / Celular no Exterior / Internet na viagem: wi-fi grátis, roaming de dados ou chip de celular?

Internet na viagem: wi-fi grátis, roaming de dados ou chip de celular?

Não é todo mundo que consegue passar dias ou semanas desconectado! Sendo assim, aprender como usar a internet na viagem com mais eficiência, deveria ser uma uma grande preocupação dos turistas. Afinal, qual a forma mais eficiente e econômica para estar sempre conectado durante sua viagem?

Existem várias formas de usar a internet no celular fora do país e ficar sempre online. Não existe um opção melhor que a outra, tudo vai depender do quanto você precisa da internet, do tempo de viagem, do destino e claro, de quanto pode gastar.

Leia também => Celular no exterior: como usar e quais são os melhores planos

 

Wi-Fi Grátis

Internet na viagem / Wi-Fi Grátis

Eu faço questão de usar internet fora do Brasil e não quero depender de ninguém. Se você usa pouco a internet no celular e não precisa estar o tempo todo conectado, a dica é aproveitar do Wi-Fi grátis disponível em hotéis, cafés, restaurantes, lojas, entre outros.

Diversos países já oferecem Wi-Fi gratuito em praças, parques e algumas ruas da cidade. Portanto, é bom pesquisar se o seu destino tem este tipo de serviço, pois no final pode gerar uma boa economia em seus gastos com internet. Afinal, quem não gostaria de ter internet grátis no celular durante uma viagem internacional?

Alguns aplicativos me auxiliam quando estou em apuros por causa da internet. Eles funcionam como se fossem um comunidade de compartilhamento de senhas Wi-Fi, com milhões de redes cadastradas pelo mundo inteiro. Para funcionar, basta baixar as listas de redes Wi-Fi antes de viajar e acessar depois quando precisar se conectar à internet. Os mais conhecidos são Instabridge, WIFI Magic, Avast Wi-Fi Finder Wi-Fi Map.

 

Roaming de Dados

Ativar o roaming de dados é uma das formas mais comuns de usar o celular no exterior. Este é um serviço oferecido pelas operadoras de celular e basta entrar em contato com a sua para solicitar a ativação. Entretanto, é bom ficar atento às tarifas, que não são nada baratas.

Para ter roaming de dados é cobrada uma taxa diária para um pacote de dados, os valores variam de acordo com cada empresa, do pacote contratado e do país destino. Para se ter uma ideia dos valores, na Oi o pacote básico varia entre R$ 29,90 e R$ 69,90 por dia, dependendo do país. Na Vivo o pacote básico varia de R$ 29,90 a R$ 59,90 por dia de uso. Já na TIM, o roaming de dados custa entre R$ 9,90 (exclusivamente para os EUA) e R$ 89,90.

As tabelas completas estão disponíveis nos sites das empresas, aí basta multiplicar o valor da taxa do país que vai visitar, pelo total de dias de viagem para saber se essa alternativa cabe no seu orçamento ou não. As operadoras oferecem ainda algumas opções de pacotes de roaming de dados no sistema pré-pago. Este tipo de serviço é interessante, pois facilita para o viajante ter controle do que está gastando e não corre o risco de ter surpresas com a conta no final da viagem.

Vai viajar e ainda não contratou seu Seguro Viagem?

Na minha opinião só vale a pena para viagens muito rápidas, por exemplo a trabalho, quando normalmente as pessoas ficam apenas 1 dia no destino.

 

Chip Local no Exterior

Se você não pode gastar tanto dinheiro para ficar conectado, uma alternativa mais barata, sobretudo se for ficar mais de uma semana no destino, é comprar um chip local no exterior. Na maioria dos países você consegue comprar com facilidade um chip pré-pago com internet, assim como no Brasil eles são vendidos nas lojas das operadoras, em bancas de revistas, quiosques, entre outros.

O custo é baixo e é simples de instalar, basta substituir os chips e pronto, está conectado de novo. Porém, é preciso ir até a loja, fazer o cadastro, comprar o chip e ativa-lo. O processo é chato! É importante que antes de comprar você faça uma pesquisa de quais são as empresas de celular que atuam no país que está visitando, para comprar o chip daquela que oferece as melhores tarifas e as maiores áreas de cobertura. Este último fator é essencial para quem vai percorrer mais de uma cidade dentro do país.

 

Chip Internacional

Se durante a viagem você for visitar mais de um país, pode comprar um chip local em cada um, ou optar por comprar um chip internacional (mais uma vez tem que fazer as contas e ver qual é mais vantajoso). Os chips internacionais pré-pagos são um pouco mais caros, mas geralmente vale a pena quando a viagem é por vários países. Alguns modelos oferecem área de cobertura superior a 140 países.

Em alguns casos, é possível inclusive guardar o produto para viagens posteriores, sendo necessário somente comprar um novo pacote de serviços. Existem várias empresas que atuam neste mercado, inclusive especializadas no público brasileiro e com entrega dos chips no Brasil.

Os preços dos pacotes variam de acordo com as empresas, minutos de ligação e quantidade de dados inclusos. Para quem precisa fazer e receber ligações, e não somente usar a internet, é possível comprar pacotes que incluem também ligações internacionais.

Não deixe de conferir o comparativo dos melhores chips para usar no exterior. Nesse artigo, comparo as três principais empresas (especializadas em brasileiros) que oferecem planos de internet, ligações e mensagens, para utilizar o celular nos Estados Unidos e ao redor do mundo.

 

Planos de Internet para Mensagens

Há ainda um tipo de chip internacional de celular que ativa somente sua internet para enviar mensagens. Através dele é possível se manter conectado e enviar mensagens através do WhatsApp, Telegram, Facebook Messenger, Viber, WeChat e outros serviços similares.

Você paga um preço fixo e pode utilizar o serviço, de forma ilimitada durante um ano, mas apenas para texto e emojis. Após esse período, basta colocar mais créditos. Os custos são bem mais baixos e para quem deseja ter internet no celular durante a viagem somente para se comunicar é uma boa opção. Recomendo o chip da ChatSim,

 

Conclusão

Existem várias formas de ficar sempre online durante suas viagens internacionais. Para quem deseja estar conectado, é importante saber quanto você pode gastar, para não correr o risco de ter surpresas desagradáveis no final da viagem. Sabendo qual o seu orçamento e necessidades, fica mais fácil encontrar qual é a opção com o melhor custo beneficio para você.

Se ainda tiver dúvidas sobre como usar a internet na viagem, Wi-Fi grátis, roaming de dados ou qualquer assunto relacionado, deixe um comentário abaixo. Respondo todos os comentários pessoalmente, pois faço questão de te ajudar 🙂

Até + !!!

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 35 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

Confira Também

SanDisk Connect

Protegido: SanDisk Connect, o pendrive que aumenta a memória do celular

Não há resumo por ser um post protegido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *