Sobre Guilherme Tetamanti

Paulistano de 33 anos e muita história pra contar. Amo e odeio a selva de pedra, e por isso faço de tudo pra viajar. Sou empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendi tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de minhas paixões. Sempre fugi das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar minhas andanças, me motivaram a criar o Quero Viajar Mais.

4 Comentários

  1. Dani Speck

    Já passei a virada dos anos de 2003 para 2004 e 2004 para 2005 e foi tudo ótimo! Voltaremos nessa virada de 2014 para 2015 e espero que passados dez anos o lugar continue maravilhoso. Se quiser, na volta te conto. bjos

    Responder
  2. Thiago Ferst Muniz

    Bom venho aqui dizer como morador do farol que algumas de suas informacoes aqui sao de grande equivoco. claro q no verao todos querem curtir mas na realidade muitos que vem pra ca ultrapassam os limites de respeito com os moradores e turistas q buscam tranquilidade. O farol hj ja possui uma boa parte de sua estrada asfaltada e possuimos sim restaurantes e pousadas de qualidade. nem todos tem dinheiro para usufruir disso, mas nem por isso voce pode generalizar. existem opcao para todos os bolsos. Outro ponto curioso q comentasse foi sobre a reuniao de todos para ver o nascer do sol q por estarem muito alterados invadem area de marinha onde esta construido o farol para observar tal espetaculo. conhecemos os faroleiros da marinha e sao inumeras reclamacoes por parte deles a respeito de vandalos e drogados q vem pra ca e acham que podem destruir nosso paraiso. Limites e respeito devem ser para todos, e vejo q o seu perfil de turista e o que estamos tentando evitar para os proximos anos. Outra coisa e muito gritante q nao e por que temos bares roots o lixo deve ser jogado no chao…asiim como todos fazem, pois apos cada “balada” nos moradores temos q limpar toda o praia pois o pessoal q estava festando vai durmi sem um minimo peso na conciencia em termos de respeito ao meio ambiente.

    Responder

    1. Oi Thiago,

      Escrevi esse artigo com o ponto de vista de viagens que fiz em 2007. Acredito que a bagunça não era tão grande.

      Concordo que a falta de respeito dos turistas é um grande problema e infelizmente já vi isso em outros paraísos do Brasil. Talvez os preços baixos levem esse tipo de público para a cidade. Enfim, acredito que seja mais problema de educação do que de preços, mas…esse é o nosso Brasil.

      Só não entendi sua colocação: “e vejo q o seu perfil de turista é o que estamos tentando evitar para os proximos anos”. Espero que essa frase não tenha sido direcionada a mim, pois realmente não faço parte dos turistas que visitam um local sem respeito ao meio ambiente.

      Realmente espero que esse paraíso continue preservado. A conscientização e trabalho dos moradores é muito importante.

      Obrigado pela visita. Até + !!!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>