quinta-feira , 27 / julho / 2017
Início / Europa / Itália / Dicas de onde fazer compras em Florença, na Itália

Dicas de onde fazer compras em Florença, na Itália

Fazer compras em euro não é lá uma grande vantagem para nós brasileiros. Mas, turista que se preze precisa comprar alguma coisa para validar a viagem, é assim para muita gente! Se o roteiro lhe permitir, vale a pena desembolsar alguns euros em bons artigos italianos que podem ser guloseimas, roupas, sapatos, decoração ou souvenirs. Veja essas dicas de compras em Florença e aproveite!

Uma viagem internacional exige bastante planejamento e, por mais que você ache exagero, até as compras mínimas devem passar por um crivo. Eu explico: as companhias aéreas têm regras quanto ao limite do peso da bagagem e, na empolgação, fica fácil ultrapassarmos essa determinação. Daí já viu: vai pesar no bolso!

Planeje sua viagem => Seguro viagem para Europa é obrigatório?

Onde ficar em Florença: dicas dos melhores bairros e hotéis »

Onde fazer compras em Florença
Foto: Jorge Royan, via Wikipedia Commons.

Portanto, deixe para realizar as compras no seu último dia de viagem e, se for inevitável, monte uma estratégia para não perder as ótimas oportunidades. Como por exemplo, Florença é a terra do couro, sabia? Lá nasceu a marca Gucci e é um ótimo lugar para comprar peças nesse material, como jaquetas, luvas e botas.

 

1) Compre produtos típicos da região

Dicas de compras em Florença
Foto: Brian & Jaclyn Drum, via Wikipedia Commons.

Não adianta comprar vidro em Florença, se você vai passar por Veneza. Ou um vinho, se você também vai fazer passeios por vinhedos. A ideia é simples: deixe para comprar os produtos mais típicos em cada região, assim você tem a garantia que de estar levando o melhor de todos os lugares, pelo menor preço.

 

2) Conheça as feiras de Florença

Mercado em Florença
Mercato Centrale concentra restaurantes e produtos típicos de Florença.

Mercato Centrale: é o mais famoso de Florença. Ele concentra todos os elementos que fazem da gastronomia italiana uma das mais famosas do mundo. Se você quer comprar queijos e salames, esse é o lugar! E o melhor: desde 2016, os turistas brasileiros já podem trazer para o Brasil alguns alimentos de origem animal que antes eram proibidos! O queijo é um deles, desde que esteja com embalagem original de fabricação, rotulagem e que tenha longa maturação. Confira todas as regras da alfândega.

O Mercato Centrale também possui um andar inteiro somente com bares, cafés e restaurantes onde os pratos típicos de Florença são frescos e servidos todos os dias das 9h às 19h. No site do Mercato Centrale você pode conferir todas as opções que, ao todo, disponibilizam 500 lugares para aqueles que desejam conhecer as matérias-primas italianas. Localização: Via dell’Ariento, 50123 Firenze, Itália.

 

Compras em Florença
Foto: Sailko, via Wikipedia Commons.

Mercato San Lorenzo: é praticamente uma extensão do Mercato Centrale, onde as barracas se estendem pelas ruas próximas à Igreja de San Lorenzo. Os principais produtos são roupas e acessórios. Os artigos em couro são destaque, pois são típicos de Florença. É possível comprar bolsas, luvas, jaquetas e botas a preços bem acessíveis e de ótima qualidade! O funcionamento desse mercado é de terça à sábado. Localização: Piazza San Lorenzo, Florença, Itália.

 

O que comprar em Florença?
Foto: Sailko, via Wikimedia Commons.

Mercado de Pulgas: em italiano, Mercato delle Pulci, segue a mesma característica de qualquer outro desse estilo: funciona no meio da rua, na Praça dei Ciompi em Florença. O ápice das ofertas acontece sempre no último domingo mensal e oferece antiguidades como moedas, quadros, móveis, livros e outros objetos raros ou itens de colecionador.

 

3) Descubra onde ficam as grife em Florença

Na Itália não faltam opções de grife, afinal estamos na terra da Gucci, Prada, Dolce & Gabanna, Armani… Em Florença, duas ruas concentram a maior parte das lojas de marcas famosas, são elas: a Via Tornabuone e Via Roma. Elas funcionam, geralmente, entre 9h30 às 20h.

Se sua grana é curta para comprar nessas lojas, um passeio por essas vias vai te dar uma noção da sofisticação e glamour italianos através das vitrines, que são um espetáculo à parte.

Precisa enviar dinheiro para o exterior com as melhores taxas?
Remessa online rápida e segura com desconto na Bee Câmbio »

 

4) Visite outlets em Florença

Florença possui três outlets para compras: The Mall, o Barberino e Space. Em comum, eles ofertam produtos de marca de coleções passadas a preços mais acessíveis.

Outlets de compras em Florença
Outlet é opção para comprar grifes italianas.

O The Mall é maior e mais frequentado outlet de Florença. Ele fica a 30 minutos do centro da cidade. Para chegar lá de ônibus é só ir à estação Bustalia/Sita, que fica na Via Santa Caterina da Siena 17. O preço da passagem só de ida é €7,00. Se você comprar a volta fica por €13,00. O acesso também pode ser feito por trem da Estação Santa Maria Novella de Florença até Rignano Sull’Arno e, a partir de lá, seguir de táxi até o Mall.

 

5) Conheça as lojinhas da Ponte Vecchio

Compras Ponte Vecchio, em Florença
Lojas da Ponte Vecchio comercializam joias.

Um dos principais pontos turísticos de Florença é a Ponte Vecchio. Você também pode aproveitar para fazer umas comprinhas por lá. Mas atenção: o lugar concentra muitas lojas de joias e bijuterias e não espere encontrar valores baixos (quanto mais turístico, mais caro).

 

6) Compre em mercados comuns de Florença

Fazer compras em Florença
Foto: Mercedes Peraza Delgado, via Wikipedia Commons.

Sempre deixo para o final as minhas dicas prediletas! Para mim, comprar em mercados comuns é a melhor opção para conhecer melhor o lugar e fugir das pegadinhas para turistas! Adoro visitar os mercados tanto quanto os pontos turísticos, acredita? Falo dos mercados do dia-a-dia mesmo, aqueles com seções de frutas, industrializados, higiene e beleza, frios e pães quentinhos!

Além disso, apesar de não ser um local apropriado para tal, os mercados de Florença oferecem itens bacanas para presentear como geleias, biscoitos e chocolates que são vendidos em embalagens super lindinhas!

Uma dica que vale para todos é economizar espaço na bagagem e deixar para comprar no destino produtos pessoais de higiene e limpeza. Assim, você conhece novas marcas e aproveita as promoções italianas: abuse dos shampoos, cremes e sabonetes vendidos em Florença!

Se você quiser economizar ainda mais passe no setor de frios dos mercados e experimente levar algumas guloseimas para o seu hotel em Florença ou para os principais passeios. As duas redes mais populares da capital da Toscana são: Conad e Esselunga, mas explore e conheça os estabelecimentos menores, os de bairro.

 

7) Como pagar suas compras em Florença?

Quando você for fazer compras em Florença deve avaliar qual é a melhor forma de pagar por elas. Lembre-se que o dinheiro à vista sai sempre mais barato, pois você só paga a taxa de câmbio. Além disso, o dinheiro vivo é melhor para negociar nos mercados públicos de Florença, quando o preço vai caindo a medida em que pechinchamos.

Há ainda a opção dos cartões pré-pagos que podem ser recarregados já a partir do Brasil ou durante toda a viagem. Essa é uma forma segura e mais econômica do que os tradicionais cartões de crédito, que cobram 6,38% de imposto e a taxa de conversão válida é a do dia do fechamento da fatura.

 

8) Uma dica de ouro para economizar

Sabia que você pode receber de volta parte dos impostos que pagou nas compras feitas em Florença? Isso mesmo! Para isso, você precisa seguir algumas orientações:

– Suas compras devem ultrapassar ¢154,94 em um único dia, em uma loja só;

– Na hora do pagamento, você deve pedir um documento chamado ‘Tax Refund Cheque’ na loja, que deve ser credenciada para tal;

– Os produtos não devem ser violados ou usados durante a viagem;

– Na saída da Europa você deve procurar a alfândega e apresentar o ‘Tax Refund Cheque’, o passaporte e as notas fiscais das compras;

– Somente depois de receber o carimbo na alfândega é que você faz todo o procedimento de despache das malas (não faça antes, pois o pessoal da alfândega pode querer ver os produtos que você comprou); check-in e imigração;

– Depois de passar pela imigração, você terá acesso ao setor que tem empresas especializadas em estornar o dinheiro do imposto pago. Essas empresas cobram uma taxa pelo serviço, assim como as casas de câmbio, por isso, você paga 21% de imposto quando faz compras em Florença, mas só recebe de volta de 13 a 15%.

– Se você fez compras na Itália, mas seu embarque de volta para o Brasil for a partir de outro aeroporto da Europa, você deve realizar esse procedimento nesse último aeroporto, mesmo que não seja em solo italiano.

E, você, tem dicas de compras de Florença para compartilhar conosco? Então, comenta e deixa a sua experiência para que outros viajantes possam aproveitar ao máximo os seus dias na capital da Toscana!

 

Mais dicas sobre Florença:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Polly Batista

Penso que todas as coisas são parte de mim. Procuro pelo mundo pedaços da minha alma escondidos em cada novo destino, cada pessoa, cada cultura, cada monumento. Os lugares me revelam o quanto sou pequena, ignorante e humana e, ao mesmo tempo, o quanto somos ricos, parecidos e divinos. Me sinto grata em redescobrir isso em cada viagem.

Confira Também

O que fazer em Liverpool

O que fazer e quais são os principais pontos turísticos de Liverpool

Falou em Liverpool, falou em Beatles! Não tem como separar essa cidade localizada no noroeste …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *