quinta-feira , 25 / maio / 2017
Início / Ásia / Myanmar / As principais cidades e 11 pontos turísticos imperdíveis em Myanmar

As principais cidades e 11 pontos turísticos imperdíveis em Myanmar

Há muita coisa para ver e conhecer em Myanmar. Uma matéria sobre tudo o que o país oferece demandaria muito espaço, além de uma longa e dificultosa viagem (por causa da infraestrutura deficiente). Por isso, neste artigo, trago os três destinos turísticos mais importantes de Myanmar, todos servidos por aeroportos, e que curiosamente, são todas cidades que em algum momento da história foram capitais na nação birmanesa: Yangon, Mandalay e Bagan.

Para maiores detalhes sobre as atrações de cada uma, também listei os 11 pontos turísticos imperdíveis em Myanmar, para você descobrir quais lugares visitar durante sua viagem!

Planeje sua viagem => Encontre hotéis nos principais destinos de Myanmar

Vantagens de contratar um seguro viagem + 5% de desconto »

 

Principais pontos turísticos em Myanmar

Tentei, mas não consegui espremer as atrações de Myanmar em um “Top 3”, “Top 5” ou mesmo um “Top 10”!

Como dito no artigo de introdução, Turismo em Myanmar, este é um país incrível e extremamente exótico para um ocidental. Por isso, a todo momento, em toda parte, há algo que chama muito a sua atenção – e, na maioria das vezes, te fascina.

Embora os principais pontos turísticos de Myanmar sejam templos, monastérios ou Budas, é difícil “enjoar”, porque cada um deles é bastante peculiar e impressionante à sua maneira. E, de qualquer forma, Myanmar também tem outras belas atrações, como se vê na lista abaixo (ranqueada separadamente, apenas dentro de cada cidade):

 

Yangon

Principais pontos turísticos em Myanmar
Uma das entradas do Shwedagon Paya, em Yangon.

Maior cidade do país, Yangon (antiga Rangum) é a porta de entrada para Myanmar. Assim como qualquer metrópole do terceiro mundo, é caótica: tem barulho, trânsito, cortiços, sujeira, etc… Tudo isso começando a dividir espaço com alguns prédios modernos que estão surgindo (o que inclui o primeiro shopping center do país, inaugurado no fim de 2015).

Cidades em Myanmar: Yangon
Moradias de Yangon.

Mas é claro que não é só isso! Yangon guarda, entre vários outros pontos turísticos incríveis, aquela que é, certamente, a maior joia de Myanmar: o inacreditável pagode Shwedagon, que te fará rever todos os seus conceitos de “construções impressionantes”!

 

Pontos turísticos imperdíveis em Yangon

Pontos de interesse em Myanmar
Shwedagon Paya à noite.

1) SHWEDAGON PAYA. O pagode mais sagrado de Myanmar – e um dos mais sagrados do budismo – é, na verdade, um inacreditável complexo de templos cobertos de ouro, pedras preciosas e, em algumas partes, madeira ricamente entalhada à mão.

Sua estupa principal tem 100 metros de altura, ou seja, um prédio de 30 andares. Tanta beleza e imponência é justificada pelo fato do Shwedagon ter sido construído sob fios de cabelo de Siddhartha Gautama (o Buda), muitos séculos atrás.

Particularmente, considero esta a construção mais magnífica que já conheci, superando outros “pesos pesados” como a Catedral de Milão (Itália), a Pirâmide do Sol (México), a Basílica de São Pedro (Vaticano) e o Parlamento Húngaro!

 

Atrações em Myanmar
Paredes e teto do interior da estupa do Botataung Paya.

2) BOTATAUNG PAYA. Um dos únicos pagodes existentes em que a estupa é oca, podendo ser visitada por dentro… E que interior!! As paredes e o teto são totalmente cobertos de ouro, ricamente trabalhado, e várias relíquias preciosíssimas do budismo estão ali. Bem no meio da construção, há ainda um grande poço, cheio oferendas valiosas. Sensacional!

 

Lugares turísticos de Myanmar
O Buda reclinado do Chauk Htat Gyi Paya.

3) CHAUK HTAT GYI PAYA. O pagode em si não tem nada de muito especial, parecendo um galpão. Mas no seu interior, há um belíssimo e gigantesco Buda deitado, com 66 metros de comprimento e quase 20 de altura. Fantástico!

Vai viajar e ainda não contratou seu Seguro Viagem?

 

Locais para visitar em Myanmar
Karaweik, o Barco Real, no Lago Kandawgyi.

4) KARAWEIK. O Barco Real birmanês é uma obra de arte que hoje tem um restaurante chic em seu interior. Fica ancorado no Lago Kandawgyi, dentro do Parque Bagyoke, que é um oásis de tranquilidade no meio do caos de Yangon.

 

Dicas de atrações em Myanmar
Interior da St. Mary’s Cathedral.

5) SAINT MARY’S CATHEDRAL. Parece estranho um templo católico figurar entre as principais atrações de um lugar em que praticamente só há construções budistas, mas esta igreja, erguida quando Myanmar ainda era uma colônia britânica, é realmente muito bonita – principalmente por dentro!

 

Mandalay

O que ver em Myanmar
Vista da Sagaing Hill.

Localizada bem no meio do país, Mandalay é a segunda maior cidade de Myanmar, mas sua paisagem é completamente diferente de Yangon. Há bem menos prédios, trânsito e barulho, e ao explorar a região, você se verá num meio quase rural (principalmente se for para Sagaing e Amarapura, nos arredores).

Isso somado ao fato de que Mandalay é muito menos visitada que Yangon e Bagan, torna esse destino especial, pois é lá que você se sentirá realmente distante do Ocidente – e esse “isolamento” de Mandalay também acaba sendo ótimo para você explorar as atrações da região, que são belíssimas!

Monges na ponte U Bein

Particularmente, ir a Mandalay ainda teve um significado especial para mim, pois foi onde meu avô morou (veja mais detalhes dessa história incomum no artigo de introdução, Turismo em Myanmar)!

 

Pontos turísticos imperdíveis em Mandalay

Pontos turísticos imperdíveis em Myanmar
Trabalho em madeira do monastério Shwenandaw, em Mandalay Hill.

6) MANDALAY HILL. As duas partes da Colina de Mandalay são atraentes: a de cima, proporciona uma vista deslumbrante de toda a região (especialmente no pôr-do-sol); na de baixo, há vários monastérios e pagodes importantes. Dentre os primeiros, destaca-se o Shwenandaw. Dentre os segundos, o Kuthodaw.

 

Pontos turísticos mais visitados em Myanmar
Sagaing Hill.

7) SAGAING HILL. Uma versão “alternativa” de Mandalay Hill, também com vários pagodes (sendo o principal o Soon Oo Pon Nya Shin), mas com um cenário um pouco diferente: há menos gente, mais natureza e o Rio Irrawady, o maior do país, correndo ao fundo.

 

Lugares interessantes de Myanmar
O Buda de ouro maciço e pedras preciosas do Maha Myat Muni Paya, sendo venerado com mais ouro!

8) MAHA MYAT MUNI PAYA. O segundo pagode mais sagrado de Myanmar (atrás apenas do Shwedagon, em Yangon), guarda uma enorme imagem de Buda feita de ouro maciço e pedras preciosas. Hoje ela é cerca de 15 centímetros mais espessa que a original, por causa das milhões de pessoas que, ao longo dos séculos, têm esfregado ouro em pó no Buda (um gesto de veneração muito comum em Myanmar)!

 

Lugares para visitar em Mandalay
Recriando a foto do meu avô na ponte U Bein, 50 anos depois!

9) PONTE U BEIN. Atravessando o Lago Taungthaman no meio duma linda paisagem, esta é a mais longa ponte de madeira do mundo, e um dos lugares mais frequentados pelos locais, que costumam enchê-lo principalmente para ver o pôr-do-sol. Aqui eu consegui “reproduzir” uma foto do meu avô de 50 anos atrás, em que ele parece com duas pessoas nativas em cima da ponte (que atualmente é bem menos precária)!

 

O que ver em Mandalay
O monastério de madeira Shwe In Bin Kyaung.

10) SHWE IN BIN KYAUNG. A essa altura da viagem, você já terá reparado no domínio absoluto que os birmaneses têm sobre a arte de entalhar madeira à mão, já que várias construções têm partes assim. Mas este é um monastério totalmente feito de madeira, com milhões de detalhes milimetricamente esculpidos, que vão levar seu grau de admiração a um novo patamar!

 

Bagan

Lugares para conhecer em Bagan
Parece miragem…

Você consegue imaginar uma paisagem rural a perder de vista, em que além da vegetação do campo, não há “nada” além de 3.000 (isso mesmo, TRÊS MIL) templos muito antigos e bem preservados, sendo que boa parte é enorme e têm arquiteturas totalmente únicas? Parece surreal, não é? Mas esse cenário existe, e se chama Bagan!

Templos em Bagan, em Myanmar
Paisagem “Baganesa”

Os templos foram sendo construídos ao longo dos séculos, por reis que queriam demonstrar mais devoção e mais poder que os governantes anteriores. Na prática, “ganhava” quem construía mais, em número e em imponência!

Com a fama crescente desse lugar, é bem provável que você já tenha visto fotos de lá em mídias sociais e sites relacionados a viagens, quase sempre com balões complementando as imagens. Já pensou em fazer esse passeio inesquecível?! Saiba mais detalhes na seção Roteiro e quantos dias ficar em Myanmar (em breve)!

 

Pontos turísticos imperdíveis em Bagan

O que tem para visitar em Myanmar
Templo Ananda.

Além da incrível paisagem em si, com os milhares de templos, vale a pena visitar os principais deles, que se destacam por seu tamanho, arquitetura ou outras peculiaridades.

Templos em Myanmar
Templo Sulamani.

11) TEMPLOS DE BAGAN. Este é um caso à parte, no qual é considerado o conjunto da obra. Seria impossível escolher apenas um ou outro templo para destacar entre os 3.000 que existem em Bagan, e que, junto com a paisagem natural, formam um cenário absolutamente surreal. Mas, para ajudar em sua exploração, aqui está uma lista dos mais importantes, com curiosidades sobre alguns deles:

  • Nathlaung Kyaung: único templo hindu de Bagan.
  • Shwe Zigon;
  • Gubyaukgyi;
  • Ananda: o templo mais sagrado de Bagan. Tem ainda um anexo chamado Ok Kyaung, no qual há murais que mostram mercadores portugueses que estiveram na região há centenas de anos!
  • Bulethi;
  • Htilominlo;
  • Dhamma Yangyi: templo inacabado, que guarda algumas histórias de assombração!
  • Bupaya;
  • Tant Kyi Taung;
  • Thatbyinnyu: o templo mais alto de Bagan, com 66 metros de altura.
  • Gawdaw Palin;
  • Mingalazedi;
  • Shwegugyi: um dos templos mais bem preservados de Bagan, bastante indicado para ver o pôr-do-sol.
  • Manuhar;
  • Dhammayazika;
  • Sulamani Pahto: era um dos mais bonitos templos de Bagan, mas infelizmente foi parcialmente destruído por um terremoto em 2016 (a foto acima é de dezembro de 2015). Tem um trabalho de alvenaria tão perfeito que nem uma agulha passa entre os tijolos encaixados!
  • Pyathadar Hpaya;
  • Myauk Guni;
  • Shwesandaw: o templo mais popular para ver o pôr-do-sol (por isso, chegue com antecedência, porque os degraus ficam cheios de pessoas que também querem apreciar a vista espetacular no fim do dia)!
O inesquecível pôr-do-sol de Bagan
O inesquecível pôr-do-sol de Bagan…

Gostou do artigo? Se você visitou alguns desses pontos turísticos em Myanmar, ou tem histórias para contar, deixe aqui nos comentários!

 

Mais dicas sobre Myanmar:

Vai viajar? Comece a planejar sua viagem!

seguro viagem

Nunca se esqueça do Seguro Viagem! Além de ser obrigatório para entrar nos países da Europa, é essencial a contratação caso você tenha viagem marcada para qualquer lugar do mundo. Veja como o seguro me salvou na Alemanha, quando precisei de internação devido a uma infecção alimentar. Também precisei usar meu seguro viagem nos Estados Unidos, logo quando estava curtido uma das ilhas do Hawaii…acabei economizando R$ 2.000,00. Sem contar que auxilia quando há extravio de bagagem ou qualquer outro imprevisto. Utilize o comparador da Seguros Promo, que faz a pesquisa entre as melhores seguradoras para você economizar tempo e dinheiro. Por serem parceiros do blog, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Ao contrário, leitores do blog ganham 5% de desconto usando o cupom QUEROVIAJARMAIS5. O pagamento pode ser feito em até 12 x no cartão, ou com + 5% off no boleto bancário!

celular no exterior

Saia do Brasil com internet 4G (Confira o comparativo entre os chips)

reserva de carros

Compare os melhores preços para alugar um carro na Rent Cars => Saiba mais

Cadastre seu email para receber nossas atualizações!

Sobre Eduardo Quagliato

Tem 28 anos, é formado em Direito pela USP e vive em São Paulo. Já morou em Buenos Aires (Argentina) e San Diego (EUA) – experiências que o fizeram entrar de vez num caminho sem volta, que já vinha trilhando desde criança: o do amor incondicional por viajar. Também é músico e adora escrever, o que o levou a ser colaborador de sites como o Whiplash.net e o QueroViajarMais.com, além de ter criado recentemente o CIDADANIA MUNDIAL, seu próprio blog/perfil de viagens.

Confira Também

Maldivas mais barato

Maldivas mais barato: guia passo-a-passo para conhecer o paraíso

Esses dias estava conversando com alguns amigos, sobre a vontade de visitar as Ilhas Maldivas. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *